Primeira república

2.435 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.435
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Primeira república

  1. 1. Instituto Politécnico de Santarém Escola Superior de EducaçãoPRIMEIRA REPÚBLICA 1º Ano, 1º Semestre da Licenciatura em Educação Social História Social Contemporânea de Portugal Ano Letivo 2011/2012 Docente: João Maia Carmo Discente: Sandra Ferreira
  2. 2. Crise na Monarquia Descontentamento das classes médias e do operariado Ascensão do Partido RepublicanoPortugal foi, de 1834 a 1910, uma Monarquia Constitucional que oscilava em: Partido Regenerador e o Partido Progressista.O Partido Republicano foi fundado, em 1870, quando o descontentamento social já era notório. Começou a desenvolver campanhas contra os partidos monárquicos e a realizar manifestações e comícios nas principais cidades do país.
  3. 3. Crise na Monarquia Descontentamento das classes médias e do operariadoAscensão do Partido Republicano Fig. 1 – Comício Republicano.
  4. 4. CriseC Económica de Crise na MonarquiaA 1890-92USA Descontentamento das classesS médias e do operariado Ascensão do Partido Republicano Alguns bancos declararam falência e empresas atravessavam sérias dificuldades. Os operários viviam com medo do desemprego, em condições deficientes, com salários muito baixos e horários penosos (10 a 14 horas diárias).
  5. 5. CriseC Económica de Crise na MonarquiaA 1890-92USA Ultimato Descontentamento das classesS Inglês médias e do operariado Ascensão do Partido Republicano A falta de popularidade evidenciou-se com o Ultimato Inglês de 1890. Foi nesta altura que se compôs a grande marcha patriótica, A Portuguesa, que atualmente é o nosso hino nacional. Fig. 2 – A Portuguesa.
  6. 6. T R Crise E EC Revolta de 31 Económica de Crise na Monarquia N VA de Janeiro T O 1890-92 A LU T US I CA Ultimato Descontentamento das classes V I médias e do operariado A OS Inglês S N Ascensão do Partido Republicano Á R I A S No final de Janeiro de 1891, deu-se, no Porto, a primeira revolta republicana. A causa republicana era cada vez mais popular e contava com a colaboração de grandes jornais e de organizações como a Maçonaria e a Carbonária.
  7. 7. T R Crise E EC Revolta de 31 Económica de Crise na Monarquia N VA de Janeiro T O 1890-92 A LU T US I CA Ultimato Descontentamento das classes V I médias e do operariado Regicídio A OS Inglês S N Ascensão do Partido Republicano Á R I A O rei D. Carlos entregou, a João Franco, a S posição de chefe do Governo, instalando-se uma ditadura. A 1 de Fevereiro de 1908 houve um atentado contra a família real: D. Carlos e D. Luís Filipe I, foram mortos. Após o regicídio, foi D. Manuel II, filho mais novo do rei, quem subiu ao trono. Fig. 3 – Regicídio.
  8. 8. T R Crise E EC Revolta de 31 Económica de Crise na Monarquia N VA de Janeiro T O 1890-92 A LU T US I CA Ultimato Descontentamento das classes V I médias e do operariado Regicídio A OS Inglês S N Ascensão do Partido Republicano Á R I A S REVOLUÇÃO DO 5 DE OUTUBRO
  9. 9. A REVOLUÇÃO DO 5 DE OUTUBRONa manhã de 5 de Outubro de 1910, houve uma cerimónia em direto da Câmara Municipal de Lisboa.D. Manuel II e a restante família real embarcaram para Inglaterra.Foi nomeado um Governo Provisório, chefiado por Teófilo Braga. Fig. 4 – Portugal Republicano.
  10. 10. T R Crise E EC Revolta de 31 Económica de Crise na Monarquia N VA de Janeiro T O 1890-92 A LU T US I CA Ultimato Descontentamento das classes V I médias e do operariado Regicídio A OS Inglês S N Ascensão do Partido Republicano Á R I A S REVOLUÇÃO DO 5 DE OUTUBROFig. 5 – Hino e PRIMEIRA REPÚBLICABandeira Nacionais.
  11. 11. AÇÃO DA PRIMEIRA REPÚBLICAEm 1911, foi elaborada a Constituição de 1911, na qual o poder legislativo cabia ao Parlamento; o poder executivo pertencia ao Presidente da República e ao Governo; o poder judicial aos tribunais. Fig. 6 – O poder político na Constituição de 1911.
  12. 12. AÇÃO DA PRIMEIRA REPÚBLICA Laicização do Estado; Legislação Social; Ensino: estabelecimento da escolaridade obrigatória entre os 7 e os 12 anos; criação de novas escolas do ensino primário e técnico; fundação das universidades de Lisboa e do Porto. Nº de Escolas 8000 7000 6000 7126 5000 5552 4000 3000 2000 1000Fig. 7 – Expansão do ensino primário, 0 1910 1926durante a Primeira República.
  13. 13. PARTICIPAÇÃO DE PORTUGAL NAGUERRAA intervenção de Portugal na 1ª Guerra Mundial foi responsável por uma forte agitação política, o que levou a um período de Ditadura (1917-1918), sob a chefia de Sidónio Pais.Permitiu a Portugal ver garantidos os seus direitos sobre as colónias africanas. Fig. 8 – Partida para a guerra.
  14. 14. PRIMEIRA REPÚBLICA O REGIME POLÍTICO REALIZAÇÕES AS DIFICULDADES o Laicização do Estado o Oposição da Igrejao Constituição de 1911 o Legislação Social Católica o Instabilidade dos o Reforma de Ensino o Reação dos Monárquicos governos o Participação de Portugal o Desilusão das classes na Guerra de 1914-18 médias e do operariado o Oposição à guerra o Crise financeira GOLPE MILITAR DE 28 DE MAIO
  15. 15. DA PRIMEIRA REPÚBLICA À DITADURAMILITARA 28 de Maio de 1926, deu-se um golpe militar chefiado pelo general Gomes da Costa, instalando-se o período de Ditadura Militar (1926-1933). O Parlamento foi dissolvido e o poder passou totalmente para os militares. Fig. 9 – A Ditadura Militar.
  16. 16. PRIMEIRA REPÚBLICA O REGIME POLÍTICO REALIZAÇÕES AS DIFICULDADES o Laicização do Estado o Oposição da Igrejao Constituição de 1911 o Legislação Social Católica o Instabilidade dos o Reforma de Ensino o Reação dos Monárquicos governos o Participação de Portugal o Desilusão das classes na Guerra de 1914-18 médias e do operariado o Oposição à guerra o Crise financeira GOLPE MILITAR DE 28 DE MAIODissolução do Suspensão das Parlamento DITADURA MILITAR Liberdades
  17. 17. BIBLIOGRAFIA / WEBGRAFIA DINIZ, Maria Emília, TAVARES, Adérito e CALDEIRA, Arlindo M., História, Lisboa Editora, 2006. WHEELER, Douglas L. Análise Social, vol. XIV (56), 1978-4º, 865-872. Dossier Temático da 1ª República, Rede Municipal de Bibliotecas Públicas do Concelho de Palmela: http://www.cm-palmela.pt/NR/rdonlyres/2699A4EF-465D-4C5E- B8D7-C4544B81B2B0/39794/Escolas1Republica.pdf http://www.slideshare.net/cattonia/a-primeira-repblica- portuguesa.

×