Disciplina:     Educação FísicaProfessor:                       Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves, Torres Nova...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                      Educação...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas                                                              ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Corfebol em Portugal e no Mundo

4.412 visualizações

Publicada em

Publicada em: Esportes
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.412
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
86
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Corfebol em Portugal e no Mundo

  1. 1. Disciplina: Educação FísicaProfessor: Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves, Torres Novas Pedro LopesTrabalho elaborado por: Rui Oliveira n.º5364 12.ºB [ O CORFEBOL EM PORTUGAL E NO MUNDO ] Data de entrega: 25 de novembro de 2011 Enviado de rui.oliveira.rpo@gmail.com para tecdesporto@gmail.com a 1 de novembro de 2011 Ano Letivo: 2011/2011 1.ºPeriodo
  2. 2. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno ÍNDICE Pág.  Introdução........................................................................... 3  Origem do Corfebol............................................................... 4  Federação Internacional de Corfebol (IKF)................................ 5  Países membros do IKF ......................................................... 5  História do Corfebol em Portugal............................................. 6  Federação Portuguesa de Corfebol .......................................... 7  Clube de Carnaxide Cultura e Desportos .................................. 7  Núcleo de Corfebol do Benfica................................................. 8  Clube de Corfebol de Oeiras................................................... 8  Outros clubes em destaque a nível nacional.............................. 9  Números do desporto nacional Federado ................................. 10  Classificações da seleção sénior Portuguesa............................ 11  Equipas em destaque............................................................ 11  Árbitros em destaque............................................................ 11  Corfebol Português na imprensa Portuguesa............................. 12  Conclusão ........................................................................... 14  Bibliografia .......................................................................... 15Página 2 de 15 Rui Oliveira
  3. 3. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno INTRODUÇÃO Corfebol (do holandês Korfbal) é um desporto coletivo praticadoprincipalmente na Holanda e na Bélgica. O Corfebol difere de outrosdesportos semelhantes porque é praticado por equipas mistas, formadaspor quatro homens e quatro mulheres. A palavra “Corfebol”, deriva da palavra "Korf", que significa cesto, éum desporto jogado à mão, num campo retangular, no qual o principalobjetivo é colar a bola dentro do cesto. As principais características destedesporto incluem todo o tipo de aptidões, jogo cooperativo, contacto físicocontrolado e igualdade de sexos. Neste jogo coletivo é proibido: tocar a bola com a perna ou com o péou com o joelho; bater a bola com o punho ou com o pé; bater ou tirar abola das mãos do adversário ou de um companheiro; correr ou andar com abola ou driblar; lançar de uma posição defensiva; lançar de uma posiçãodefendida: entre o atacante e o cesto; de frente para o atacante; com obraço levantado à distância de um braço. Neste trabalho irei abordar um pouco sobre a história do Corfebol emPortugal e no mundo, dar a conhecer a Federação Internacional de Corfebole seus principais países, a Federação Portuguesa de Corfebol, as equipasNacionais Jogadoras de Corfebol, principais campeonatos ganho por equipasportuguesas entre outros curiosidades relacionadas com este mesmodesporto.Página 3 de 15 Rui Oliveira
  4. 4. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno ORIGEM DO CORFEBOL Naquela altura a Associação de Educação Física de Amesterdãosolicitava um jogo que pudesse ser praticado por jovens de ambos ossexos, não fosse muito dispendioso, solicitasse uma atividade física geral eque fosse atraente para os jovens. Um jogo com estes requisitos não existiamas Broekhuysen sentiu tê-lo encontrado na Suécia... Nico Broekhuyesen O corfebol é um desporto coletivo desenvolvidohá mais de um século no continente Europeu, foiinventado na Holanda pelo professor de EducaçãoFísica Nico Broekhuysen em 1902. Possui regrasespecíficas, e semelhantes às do basquetebol, pois oobjetivo é o mesmo, introduzir a bola no cestoadversário. O contato físico no corfebol não épermitido, a marcação é sempre inivídual, e asequipas são compostas obrigatoriamente por homense mulheres. Inspirado num jogo do qual tinha participado, oprofessor Holandês de Educação Física, NicoBroekhuysen retirou desse jogo características para reavaliar as suas ideiasrelativas à modalide que estava a criar, que atribuiu o nome de “corfebol”. Depois de fazer alguns ajustes, Nico apresentou em 1903, a maisnova sensação desportiva do momento. Jogado por homens e mulheres, odesporte conseguiu um grande índice de aceitação, e até hoje issoacontece, dado que na Holanda, cerca de 200 mil pessoas, entre atletas eamadores, praticam o corfebol principalmente nas escolas, onde amodalidade mais se fortalece, até porque consegue atrair a atenção dosalunos fazendo com que num curto espaço de tempo os alunos estejammotivados durante as suas aulas. Nas aulas de Educação Física, entre outros problemas, encontra-se adificuldade da integração entre rapazes e raparigas, devido aos problemasde desrespeito às diferenças, o que acaba por trazer para as aulas aviolência não só física, mas moral.Página 4 de 15 Rui Oliveira
  5. 5. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno O Corfebol, como qualquer outro desporto, apresenta um conjunto deregras que lhe dá características muito próprias, sendo as que asdistinguem de todas as outras modalidades coletivas o facto de que asequipas de Corfebol são obrigatoriamente compostas por atletas de ambosos sexos, não é permitido o contato físico e não se pode progredir de posseda bola em outras palavras, a cooperação ea integração são fundamentais para sejogar e o individualismo e a violência sãoimpossíveis de se concretizar. O Corfebolvem como uma estratégia de trabalho paraos professores de Educação Física,permitindo uma igualdade de oportunidadeseducacionais, através da humanização dodesporto, com o fim da discriminaçãosexual e da violência. FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE CORFEBOL“THE INTERNATIONAL KORFBALL FEDERATION” - IKF The International Korfball Federation (IKF) foi fundadaem Antuérpia, na Bélgica no dia 11 de junho de 1933, comosendo uma continuação do “Bureau Internacional deCorfebol” criada em 1924 pelas Associações Holandês eBelga da época. A IKF foi oficialmente reconhecida pelo ComitêOlímpico Internacional em 1993. Tem como seus criadores oSportaccord , a Associação do COI Reconhecida Federações DesportivasInternacionais e o International World Games Association. A IKF tem como objetivo divulgar o corfebol em todo o mundo. Estefederação fornece cerca de 60 países jogadores desta modalidade, atravézde verbas financeiras, e atravéz de material e apoio estrutural para quecada país possa atinguir os seus objetivos. PAÍSES MEMBROS DO IKF Os países membros da IKF podem ser encontrados em todo o mundo,África, Américas, Ásia, Europa e Oceania. Ao todo são cerca de 59 países: Argentina, Armênia, Aruba,Austrália, Belarus, Bélgica, Bósnia-Herzegovina, Botswana, Brasil, Bulgária,Canadá, Catalunha, China, Taipé Chinês, Croácia, Curacao, Chipre,República Checa, Dinamarca, República Dominicana, Inglaterra, Finlândia,França, Georgia, Alemanha, Grécia, Hong Kong China, Hungria, Índia,Indonésia, Irlanda, Itália, Japão, Coréia, Luxemburgo, Macau China, Malawi,Malásia, Mongólia, Nepal, Holanda, Nova Zelândia, Paquistão, Polônia,Portugal, Roménia, Rússia, Scotland, Sérvia, Singapura, Eslováquia, Áfricado Sul, Suriname, Suécia, Turquia, EUA, País de Gales, Zâmbia.Página 5 de 15 Rui Oliveira
  6. 6. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno HISTÓRIA DO CORTEBOL EM PORTUGAL O Corfebol em Portugal surgiu em1982 num curso realizado em Lamego,sobre “Jogos Populares e Desportivostradicionais”. Em 1985 foi realizada a primeiraação de formação de Corfebol no ISEF deLisboa (atualmente Faculdade deMotricidade Humana), orientada pelaFederação Internacional de Corfebol (IKF),tendo posteriormente sido criado oprimeiro núcleo de Corfebol integrandoprofessores e alunos do ISEF. Em 1986 surgiu o primeiro contactoInternacional com a participação dePortugal num torneio em Tilburg, na Holanda, que coincidiu com um grandedesenvolvimento da modalidade. Nasceu a secção de Corfebol do Clube de Futebol Sassoeiros(Cascais) e começaram a ser dados os primeiros passos no sentido dacriação do Comité de Promoção do Corfebol (CPCP). Esta organização ficouresponsável pela representação da modalidade oficial a nível Internacionale, em 1987, foi aceite pela IKF como membro associado. Nesse mesmo ano a Seleção Nacional a convite da IKF, participou no3º Campeonato do Mundo, na Holanda, tendo ficado em 9º lugar, entre 12equipas. Foi a partir dessa data que se registou um maior desenvolvimento damodalidade, quer em termos técnicos quer em termos de associativismodesportivo, com a formação de novas equipas e clubes. Foi possível, então,realizar um maior número de jogos entre equipas nacionais. Em 1988/1989realizou-se o primeiro campeonato nacional de Corfebol surgindo pelaprimeira vez a disputa da Taça dos Clubes Campeões Europeus. O primeiro campeonato nacional, englobou duas divisões e houveainda, a Taça de Portugal. Em janeiro de 1990, Portugal estreou-se no Campeonato da Europade Sub-23, realizado na Holanda, tendo-se classificado no 4º lugar, entreoito equipas. No ano seguinte Portugal organizou a Taça dos Clubes CampeõesEuropeus de Corfebol, sendo a competição mais importante até hojedisputada entre nós. Em março de 1991 foi criada a Federação Portuguesa de Corfebol.Página 6 de 15 Rui Oliveira
  7. 7. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE CORFEBOL A Federação Portuguesa de Corfebol é umaorganização de utilidade pública desportiva “UPD” quelidera a prática de competição e representação nacionalda modalidade e é associada da Confederação doDesporto de Portugal e da IFP. A F.P.C. iniciou um percurso recente derenovação dos seus quadros dirigentes com o objetivode expandir e divulgar a prática da modalidade,projetando-a para níveis superiores dedesenvolvimento, assim destacamos:  O papel pedagógico e social, com relevância para as camadas mais jovens, resultante de ser a única modalidade coletiva, mista. Propícia a uma forte sensibilização na luta pela igualdade de género.  A perfeita adequação da modalidade aos programas de Desporto Escolar nomeadamente nos ensinos básicos, secundário e universitário.  A sensibilização das empresas para o Corfebol como alavanca para os seus programas de responsabilidade social estimulando a luta pela igualdade e oportunidade de género, a integração social e o respeito pela interculturalidade. CLUBE DE CARNAXIDE CULTURA E DESPORTOS Equipa A Equipa B A equipa de Corfebol do C.C.C.D. tem obtido grande sucesso enotoriedade no âmbito da alta competição, incluindo a participação emprovas internacionais, dirigentes na Federação, árbitros internacionais e ainclusão de atletas do Clube na Seleção Nacional. A secção de Corfebol é formada pelos escalões de Escolas, Sub-16,Juniores e Seniores A e B. O Clube de Carnaxide Cultura e Deporto com grande esforço ededicação dos seus atletas e técnicos, obtivemos bons êxitos desportivos,sendo de realçar a conquista do Campeonato Nacional de Sub-16, na época2005/2006 e da Taça de Portugal, na época 2006/2007, pela Equipa A,sagrando-se a Equipa B Campeã Nacional da 2ª Divisão.Página 7 de 15 Rui Oliveira
  8. 8. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno NÚCLEO DE CORFEBOL DE BENFICA O Núcleo deCorfebol de Benfica foicriado em 1993/1994,como um núcleo da EscolaSecundária José GomesFerreira. Este projeto tevecomo mentor o Prof. NunoFerro, que é atualmente oDiretor Técnico. Esta iniciativa teveum sucesso imediato, queculminou com o 1º lugarno Torneio de DesportoEscolar desse ano. No anode arranque, o NCB também participou no 9º Torneio Internacionalorganizado pelo ISEF Agon Club. Torneio este, em que o NCB teve a suaprimeira experiência internacional ao defrontar duas equipas holandesas. Na época 1999/2000, o NCB afirmou-se a nível interno, ao vencersimultaneamente o Campeonato Nacional e a Taça de Portugal.Em 2004/2005, numa época histórica para o clube e para o CorfebolNacional, o NCB terminou em 3º lugar na Europa Cup, que é atualmente amelhor classificação obtida por uma equipa nacional nesta competição. Nessa temporada o NCB registou o seu melhor desempenhodesportivo de sempre, vencendo o Campeonato Nacional, a Taça dePortugal e a Supertaça. Atualmente, o NCB tem 3 equipas (A, B e C) a participar nosCampeonatos Nacionais de Corfebol e 1 equipa de ex-atletas que participana Taça de Portugal. CLUBE DE CORFEBOL DE OEIRAS O Clube de Corfebolde Oeiras (C.C.O.) foicriado em 1996, após aextinção do ISEF AGONClube (ISEF A.C.). Durantecerca de uma década, oISEF A.C. dominou acompetição nacional,conquistando seisCampeonatos Nacionais(em oito possíveis) equatro Taças de Portugal(em sete possíveis). Herdando do ISEFPágina 8 de 15 Rui Oliveira
  9. 9. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAnoA.C. todo o seu património - associados, atletas, material e sobretudo atradição -, o C.C.O. prosseguiu os hábitos do seu predecessor, conquistandologo no seu primeiro ano de existência (1996/97) os CampeonatosNacionais das 1ª e 2ª divisões. Mais recentemente voltou a ser CampeãoNacional da 1ª divisão na época de 2002/03, 2005/06, 2007/08 , 2008/09. No seu historial, o C.C.O. conta ainda com a conquista de 5 Taças dePortugal (2007/08 , 2008/09) e 4 Supertaças (2007/08 , 2008/09).Num plano internacional, o C.C.O. esteve presente na fase final da Taça dosClubes Campeões Europeus em 1998, em Antuérpia, onde obteve o 6º lugarem oito equipas participantes. Em 2003, voltou a participar na fase deapuramento da Taça dos Clubes Campeões Europeus, na Alemanha, nãoconseguindo, no entanto, ser apurado para a fase final. Em 2007 obteve a 5ª posíção nesta mesma competição na Bélgica, amelhor classificação de sempre. Na época de 2008/09 o CCO conseguiu no Luxemburgo acesso à fasefinal da competição que se realizou na Bélgica conseguindo um brilhante 3ºlugar apenas atrás dos monstros Holanda e Bélgica Atualmente o C.C.O conta com 2 equipas seniores e uma equipa doescalão Sub-21, estando a equipa “A” a participar no Campeonato Nacionalda 1ª divisão e a equipa “B” no Campeonato Nacional da 2ª divisão. OUTROS CLUBES EM DESTAQUE A NIVEL NACIONAL Escola Secundária de Carcavelos Grupo Desportivo dos Bons Dias  Cascais Corfebol Clube;  Clube Internacional Futebol;  Grupo Desportivo São João Tojal;  Korfbal Lisboa Project;  Núcleo Corfebol Maristas;  Núcleo Sportinguista de Caneças;Página 9 de 15 Rui Oliveira
  10. 10. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno NÚMEROS DO DESPORTO NACIONAL FEDERADONúmero sobre equipas:  Clubes de prática: 9  Total de equipas em jogo: 23  Total de atletas: 521  Equipas internacionais nos últimos 3 anos: Sporting Clube de Portugal - Clube de Corfebol de Oeiras - Núcleo de Corfebol de Benfica – Cascais Corfebol ClubeTroféus das Seleções nos últimos anosSeniores  4 Lugar no Campeonato do Mundo de 2007  3º Lugar no Torneio das 4 Melhores Nações Europeias 2009  6º Lugar nos Jogos Mundiais 2009  7º Lugar no Campeonato da Europa 2010  7ª Posição no Ranking Mundial no final de 2007Sub-21  8º Lugar no Campeonato da Europa 2006Sub 19  4º Lugar no Júnior World Cup 2010Atletas internacionais – 36Árbitros internacionais  3 Masculinos  1 FemininoNúmeros do desporto nacional não federado  28.000 Alunos no 2º e 3º ciclo + secundário que praticam Corfebol nas aulas de Educação Física  725 Escolas têm Corfebol inscrito no programa anual de Educação Física.Professores de Educação Física com formação Corfebol  15.000 Com formação básica/inicio  1.500 Com formação avançada através das faculdades ou FPC  Instituto Superior da Maia  Universidade Lusófona – Lisboa  Faculdade de Ciências de Desporto e Educação Física  Faculdade Motricidade Humana - LisboaPágina 10 de 15 Rui Oliveira
  11. 11. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAnoCLASSIFICAÇÕES DA SELEÇÃO SÉNIOR PORTUGUESA Campeonatos do Mundo  3º Campeonato do Mundo - Holanda 1987 - 9º Classificado  4º Campeonato do Mundo - Bélgica 1991 - 6º Classificado  5º Campeonato do Mundo - Índia 1995 - 3º Classificado  6º Campeonato do Mundo - Austrália 1999 - 5º Classificado  7º Campeonato do Mundo – Holanda 2003 - 6º Classificado  8º Campeonato do Mundo – Rep.Checa 2007 - 4 º Classificado Campeonatos da Europa  1º Campeonato da Europa - Portugal 1998 - 3º Classificado  2º Campeonato da Europa – Catalunha 2002 - 6º classificado EQUIPAS EM DESTAQUE Até à presente época, as equipas com mais vitórias são:  no Campeonato Nacional – Isef Agon Clube (6 vezes) e NC Benfica (5 vezes)  na Taça de Portugal – Isef Agon Clube (4 vezes) e GD Bons Dias e NC Benfica (3 vezes)  na Supertaça de Portugal – GD Bons Dias Na época de 2004/2005, a equipa do Núcleo de Corfebol de Benficaescreveu mais uma página na história do Corfebol português ao vencertodas as competições nacionais (Campeonato, Taça e Supertaça) econquistando o 3º lugar na Taça dos Campeões Europeus, disputada emFrança. ÁRBITRO EM DESTAQUE Em Portugal existe um dos melhores árbitros do mundo, Jorge Alves.Árbitro internacional, desde 1995, encontra-se no 1º lugar do ranking dosárbitros com mais finais de campeonatos internacionais apitadas.Página 11 de 15 Rui Oliveira
  12. 12. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno CORFEBOL PORTUGUÊS NA IMPRENSA PORTUGUESA Fonte: Jornal RecordCorfebol: Mundial à vistaSeleção na china para competir comos melhores A Seleção Nacional decorfebol vai participar, entre os dias25 de outubro e 5 de novembro, noCampeonato do Mundo damodalidade, que irá decorrer emShaoxing, na China. O selecionador nacional,Jorge Ramos, já nomeou os 14atletas que irão representar o paísna competição e não poupa elogiosaos seus pupilos: “Este grupo temuma postura exemplar. Estamodalidade ainda é amadora mastodos eles têm um comportamentoprofissional, estão sempreempenhados e prontos para treinar-se”, afirmou o técnico.Fonte: Jornal Recordhttp://www.record.xl.pt/Modalidades/Outras/interior.aspx?content_id=716668Página 12 de 15 Rui Oliveira
  13. 13. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno Fonte: Boletim Municipal de Cascais, número II http://issuu.com/cmcascais/docs/c_2d Fonte: Jornal RecordPágina 13 de 15 Rui Oliveira
  14. 14. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno CONCLUSÃO Com algum esforço e dedicação consegui finalmente concluir otrabalho que me foi proposto. Por vezes, foi díficil encontrar informaçãomuito diversificada sobre este tema, pois, em portugal, o corfebol não é umdesporto que tenha muita popularidade comparativamente com outros. No entanto, consegui ter um prespectiva geral do corfebol emPortugal e no mundo, contudo foi dificil obter algumas informações para aconcretização deste trabalho. Apesar disso queria agradecer à FederaçãoPortuguesa de Corfebol - Serviços de Comunicação & Assessoria deImprensa: Paula Gomes (Fpc.gs.pg@execadvboard.com) que medisponibilizou alguma informação que se encontra presente neste trabalho.Um muito obrigado. A conclusão principal que tiro após a elaboração deste trabalho é queos desportos coletivos, como é o caso do corfebol, auxiliam a formação edesenvolvimento de conceitos básicos de cidadania, os aspetos afetivos,sociais, cognitivos, culturais e biológicos.Página 14 de 15 Rui Oliveira
  15. 15. Escola Básica e Secundária de Artur Gonçalves – Torres Novas Educação Física – 12.ºAno BIBLIOGRAFIANetgrafia:  http://www.infopedia.pt/$corfebol  http://www.fpcorfebol.pt/  http://www.facebook.com/FPCorfebol  http://pt.wikipedia.org/wiki/Corfebol  http://www.ikf.org/  http://issuu.com/cmcascais/docs/c_2d  http://www.cco.pt.vu/  http://www.ncb.planetaclix.pt/  http://www.clubecarnaxide.com/Livros:  Movimento - Um Estilo de Vida - 10º, 11º e 12º anos, ASA / Autores: Avelino Azevedo, Lúcia Rêgo, Paula Batista;Agradecimentos:  Federação Portuguesa de Corfebol - Serviços de Comunicação & Assessoria de Imprensa: Paula Gomes - Fpc.gs.pg@execadvboard.comTexto escrito conforme o Acordo OrtográficoPágina 15 de 15 Rui Oliveira

×