Rosana De Rosa -Palestra-Quando Escolhemos o Acolhimento

421 visualizações

Publicada em

Palestra realizada no Centro Espírita
Kardecian Spiritist Society of Florida
Data: Maio 2014
Web: www.kardecian.org
Facebook: KSSF Kardecian Spiritist Society of Florida

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
421
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rosana De Rosa -Palestra-Quando Escolhemos o Acolhimento

  1. 1. Quando escolhemos o
  2. 2. Quando escolhemos o
  3. 3. REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO Quando escolhemos o Mães … Associamos ….filhos.. • A educação que ele merece… • A qualidade de vida… • Todo amor que queremos dar… • Se estão seguros e saudáveis… • O sucesso que desejamos… • A felicidade…… 3
  4. 4. REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO Todas as mães temos expectativas tão parecidas….. Quando escolhemos o 4
  5. 5. REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO Como encaixar estas expectativas em uma individualidade? Quando escolhemos o 5
  6. 6. REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO • Como encaixar tudo que a sociedade espera de nós como pais e tudo que nos esperamos deles como filhos em uma individualidade? Quando escolhemos o 6
  7. 7. Pensamos muitas vezes que os acompanhamos desde o começo da sua história….. Quando escolhemos o …. ele veio de mim… acompanhei cada banho, quando ele andou, a primeira palavra, eu estava lá todo tempo para garantir o seu bem estar… 7 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  8. 8. • Espiritismo nos ensina que recebemos a tarefa de acolher e encaminhar este Espírito nesta encarnação. Quando escolhemos o 8 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO Cada filho é um Espírito
  9. 9. Este Espírito tem sua própria trajetória… Suas experiências pregressas.. Suas dificuldades, vícios e automatismo no Comportamento.. Suas capacidades já desenvolvidas durante suas diversas encarnações… Quando escolhemos o 9 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  10. 10. Como Pais Recebemos a confiança, a responsabilidade, a dádiva… de fazer parte de uma determinada etapa, transitória, do desenvolvimento daquele Espírito. Quando escolhemos o 10 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  11. 11. Por que transitória? Todos estamos usando um corpo como ferramenta transitória enquanto encarnados, vivendo experiências transitórias, em condições físicas, mentais e emocionais transitórias em uma existência transitória. Quando escolhemos o 11 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  12. 12. O que é eterno? O Espírito o qual vamos encaminha-lo em suas necessidades… porém muitas vezes sem saber muito sobre esta individualidade, este Espírito… sua história… Quando escolhemos o 12 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  13. 13. Quando nós colocamos todos os ingredientes de como seria melhor educa-lo, precisamos prestar atenção aos ingredientes pré existentes: individualidade imortalidade capacidades dificuldades Quando escolhemos o 13 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  14. 14. REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO O Espírito pode trazer na sua bagagem…. Transtornos mentais Transtornos Emocionais Desabilidades motoras Mutações Genéticas……… São ingredientes que precisam de uma atenção individualizada. Quando escolhemos o
  15. 15. NÃO PODEMOS enquadrar nosso filho em uma educação PADRONIZADA. Quando escolhemos o 15 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  16. 16. Precisamos pegar estes ingredientes e usarmos uma fórmula: Quando escolhemos o 16 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO Dificuldade filho : nossa paciência Capacidade filho x nossa experiência = Desenvolvimento Evolução Felicidade
  17. 17. Enquando desconhecemos a pespectiva do Ser Integral, repetimos aquelas frases clássicas: Eu os eduquei iguais como são tão diferentes? Ele teve tudo na vida? Como ele pode estar fazendo isso? Eu fiz tudo por ele? Quando escolhemos o 17 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  18. 18. Vamos lidar no dia a dia com as necessidades deste Ser Individual? Ser Integral? Ser Imortal? do ESPÍRITO? Quando escolhemos o 18 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO COMO?
  19. 19. Dividir em 3 desafios: O Primeiro Suprir as necessidades básicas do Ser: - Escola, vestimenta, nutrição, algumas das necessidades para o desenvolvimento do corpo e da mente. Para poder desenvolver sua inteligência e potencializar suas capacidades novas e as pré existentes. Quando escolhemos o REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO https://www.youtub e.com/watch?v=8jKE W6b7T74
  20. 20. Qual a base do primeiro desafio para a criança? O aprendizado do Equilibrio entre Excesso e Ausência Quando escolhemos o REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO Alimentos jogos brinquedos limite cuidados
  21. 21. Qual a base do primeiro desafio para os Pais? Diferenciar Amor Incondicional com dar tudo que o filho quer Temos que buscar o próprio equilíbrio para poder ser um exemplo positivo para o filho. Quando escolhemos o REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  22. 22. O Segundo Passar os valores morais, éticos e espirituais que aprendemos. Um filho é uma ótima oportunidade para ampliarmos novos valores ou quebrarmos velhos paradigmas, inserindo novas visões e conceitos na nossa vida. Quando escolhemos o 22 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  23. 23. Atualmente muitos filhos já nascem com vários valores éticos, morais, espirituais ou intelectuais agregados, alguns cuidam-se com consciência e responsabilidade, demonstrando equilíbrio e capacitação. Outros as vezes aprendem rápido e com isso desmotivam-se a participar da escola e da interação social. Apresentam dificuldade de receber limites, substimam os pais, professores…. Então esta sendo necessário o aprendizado dos pais e da sociedade de como lidar com os conhecidos “super dotados” Quando escolhemos o 23 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO Guilherme 13 UFPR Victor 8 – Direito GoiâniaFrancisco 14 Medicina -Ceara Isabel 16 Medicina Campo Grande
  24. 24. Enquanto outros nascem com pouco investimento na área dos valores morais, éticos, espirituais ou intelectuais e vão precisar de mais reforço e cuidados. Quando os filhos necessitam mais da nossa atenção, exige mais capacitação da nossa parte. Eles nos educa, nos empurra, nos instiga, nos desafia, a nos transformamos para ajuda-los. Nosso exemplo será crucial para seu aprendizado. Quando escolhemos o 24 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  25. 25. Quando investimos em nosso aprimoramento em favor dos filhos inicia a grande JORNADA de sermos PAIS. Vamos educando e nos reeducando, enquanto aprendemos a cuidar do outro. Quando escolhemos o REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  26. 26. Qual a base do segundo desafio para ambos? Pais e Filhos crescerem juntos Quando escolhemos o 26 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  27. 27. O Terceiro Chega o momento do adulto-jovem Confiar na educação Respeitar as escolhas e decisões Entender suas dificuldades Deixar que ele aprenda com suas próprias experiências Para que ele cresça e se autorize como adulto Quando escolhemos o 27 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  28. 28. Qual a base do terceiro desafio? Na trajetória de educadores de almas, nos reciclamos através do AMOR. Quando escolhemos o 28 REFLEXÃO DINÂMICA DESAFIO CONCLUSÃO
  29. 29. Quando escolhemos o https://www.y outube.com/w atch?v=QfNqFH P9PUU

×