COSTA, Rosa Maria E. M. da ; MARINS, Vânia Interfaces. Material Didático. Disciplin---a AmbientesVirtuais e Mídias de Comu...
http://pigead.lanteuff.org/mod/url/view.php?id=27957
Dinâmica da interação no fórum:
Vamos discutir, aqui neste fórum, possíveis respostas para a pergunta:
"Como uma interface...
COSTA, Rosa Maria E. M. da ; MARINS, Vânia Interfaces. Material Didático. Disciplin---a AmbientesVirtuais e Mídias de Comu...
Novos meios informacionais e comunicacionais destinados à veiculação e construção do conhecimento estão
sendo desenvolvido...
www.nead.feituverava.com.br/.../30-o-ambiente-virtual-de-aprendizagem
Fonte da Imagem: tiqx.blogspot.com
http://image.slidesharecdn.com/resumodasdiscussesdofrumdasemana2-130807104925-phpapp01/95/resumo-
das-discusses-do-frum-da...
Interface. www.dicionarioinformal.com.br/interface/
B-lerning https://pt.wikipedia.org/wiki/Blended_learning
Layout http:/...
Fábio ressalta que “ o equilíbrio proposto por Wertsch(1993) se dá ao passo que o foco seja o usuário, com isso as mídias,...
Jorge comenta que ” com certeza um bom educador tem sempre muitas boas ideias para ajudar seus alunos, o problema é como o...
Rosalia Rocha [TD] – Grupo 63
Interfaces AVMC 1.2015
Interfaces AVMC 1.2015
Interfaces AVMC 1.2015
Interfaces AVMC 1.2015
Interfaces AVMC 1.2015
Interfaces AVMC 1.2015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Interfaces AVMC 1.2015

442 visualizações

Publicada em

Resumo Transcrição do fórum 02

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
442
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Interfaces AVMC 1.2015

  1. 1. COSTA, Rosa Maria E. M. da ; MARINS, Vânia Interfaces. Material Didático. Disciplin---a AmbientesVirtuais e Mídias de Comunicação. PiGEAD. LanTe.UFF. Disponível em http://pigead.lanteuff.org/pluginfile.php/4254/mod_resource/content/6/InterfacesN.pdf .Acesso em 01 de Junho de 2014.
  2. 2. http://pigead.lanteuff.org/mod/url/view.php?id=27957
  3. 3. Dinâmica da interação no fórum: Vamos discutir, aqui neste fórum, possíveis respostas para a pergunta: "Como uma interface pode auxiliar o professor a disponibilizar informação de forma interessante para o aluno, ou como fazer a integração proposta por Wertsch?“ Que tal comentar a resposta apresentada por um colega? Responder ao questionamento do tutor? Proponho a disponibilização de materiais didaticos, em diferentes linguagens, que tenham conexão com o tema, ok? Meu carinhoso abraço Rosalia Rocha [TD]
  4. 4. COSTA, Rosa Maria E. M. da ; MARINS, Vânia Interfaces. Material Didático. Disciplin---a AmbientesVirtuais e Mídias de Comunicação. PiGEAD. LanTe.UFF. Disponível em http://pigead.lanteuff.org/pluginfile.php/4254/mod_resource/content/6/InterfacesN.pdf .Acesso em 01 de Junho de 2014.
  5. 5. Novos meios informacionais e comunicacionais destinados à veiculação e construção do conhecimento estão sendo desenvolvidos, tendo como característica a capacidade de integração de diversos meios em um único. Ao contrário do livro, um meio estático capaz de servir de suporte apenas a representações visuais, os novos meios articulam representações visuais animadas, representações sonoras e o próprio texto escrito, que também pode ganhar movimento. Alguns se referem a esses novos meios como multimídia, hipertexto e hipermídia. Meleiro, Alessandra; Giordan, Marcelo. Hipermídia no ensino de modelos atômicos.http://www.lapeq.fe.usp.br/textos/ec/ecpdf/giordan-lapeq-n9-2003.pdf.
  6. 6. www.nead.feituverava.com.br/.../30-o-ambiente-virtual-de-aprendizagem
  7. 7. Fonte da Imagem: tiqx.blogspot.com
  8. 8. http://image.slidesharecdn.com/resumodasdiscussesdofrumdasemana2-130807104925-phpapp01/95/resumo- das-discusses-do-frum-da-semana-2-13-638.jpg?cb=1375872607
  9. 9. Interface. www.dicionarioinformal.com.br/interface/ B-lerning https://pt.wikipedia.org/wiki/Blended_learning Layout http://www.significados.com.br/layout/ E-lerning http://www.eadbuilder.com.br/blog/Educa%C3%A7%Con-line-EaD-e-e-learning-qual- %C3%A9-a-diferen%C3%A7a COSTA, Rosa Maria E. M. da; MARINS, Vânia. Interfaces. Disponível em: http://pigead.lanteuff.org/pluginfile.php/39309/mod_resource/content/6/InterfacesN.pdf. COSTA, Rosa Maria E. M. da; MARINS, Vânia. Ambientes Virtuais de Aprendizagem. http://pigead.lanteuff.org/mod/resource/view.php?id=27958. Gestalt - Princípios da boa forma. Disponível em https://ziho.wordpress.com/2012/03/12/design-2/. Slideshare sobre Interface Usabilidade das interfaces e história . http://pt.slideshare.net/mahtchelo/interface-e-usabilidade SANTAELLA, Lúcia.Do texto impresso à hipermídia.https://youtu.be/3dLQ923Xi9M Santaella, Lucia. Entrevista a Lilian Romão. Da cultura das mídias à cibercultura: o advento do póshumano. Disponível em http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/famecos/article/viewFile/229/174. Lúcia Santaella e a diferença entre Cultura das Mídias e Cibercultura. https://campanhajovem.wordpress.com/2010/08/27/lucia-santaella-e-a-diferenca-entre-cultura-das-midias-e- cibercultura/ MARTINS, Onilza Borges ; MOSER,Alvino. Conceito de mediação em Vygotsky, Leontiev e Wertsch.file:///C:/Users/Michelle/Downloads/245-533-1-SM%20(2).pdf Fontes de Referências
  10. 10. Fábio ressalta que “ o equilíbrio proposto por Wertsch(1993) se dá ao passo que o foco seja o usuário, com isso as mídias, materiais os ambientes virtuais tem como foco o processo de ensino e aprendizagem dos alunos, de modo a fazê-los imergir em um trajeto que venha a convergir em uma aprendizagem significativa.” Rogério nos diz que “o diálogo entre as interfaces digitais e os dispositivos do mundo real ( real do usuário , e muito importante que seja também do proponente – o tutor ou professor criador ) com que somos confrontados quotidianamente, tem um papel fundamental como auxílio no despertar do interesse do aluno.” Simone ressalta que “a interface expressa a presença de ferramentas para uso e movimentação de sistemas de informação[. ..] pode auxiliar o professor mediando o processo ensino aprendizagem , facilitando a compreensão do aluno, através de uma linguagem clara. Organizando a informação de forma a ser atrativa, proporcionando legibilidade na comunicação de forma a motivar o aluno.” Rosangela nos fala: “acredito que, em se tratando de EAD, a interface auxiliará o professor a disponibilizar informação de forma interessante para o aluno à medida que o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) for de fácil manuseio, com acesso rápido, com layout atrativo, informações claras e organizadas. Além disso, é importante […] a utilização de textos curtos, com linguagem clara e simples, blocos curtos, uso hipertexto, de títulos significativos e de subtítulos etc. Renan destaca que como descrito no texto Interfaces, “O desenho de conteúdos e atividades para e-learning é uma tarefa que envolve criatividade e um tempo considerável de planejamento.” Uma interface bem desenvolvida e planejada facilita a interação do aluno dentro dos conteúdos propostos, podendo ajudar na construção do conhecimento. Leda foca na questão da inclusão “ A interface e a navegabilidade do sistema devem utilizar os conceitos de usabilidade para se tornar de fácil uso e compreensão, incluindo os usuários mais inexperientes e pessoas com necessidades especiais” Júlia “acredita que de acordo com Wertsch (1993), devemos assegurar que nossos materiais disponibilizados nos ambientes virtuais de aprendizagem, sejam materiais com significado para o aluno, Que tomemos cuidado com o tipo de linguagem, atividades, e explicitações que são expostas. E buscar sempre ampliar esse material de forma que o aluno tenha artifícios para buscar sua aprendizagem” Everson nos traz o pensamento de Wertsch “a ação mediada não pode ser desvinculada do meio que a torna possível”. Á priori, a interface deve promover interação, para isso deve ser dinâmica/interativa, organizada, fácil, simples e sobretudo prática. Somente assim acredito que desperte no educando o interesse devido. Por outro lado, o vídeo da caverna de Lauscaux possibilita desenvolver nos educandos algumas habilidades como observação e percepção.
  11. 11. Jorge comenta que ” com certeza um bom educador tem sempre muitas boas ideias para ajudar seus alunos, o problema é como o desenvolvedor vai colocar essas ideias na plataforma virtual. Devemos pensar em uma equipe EAD não só composta pelos professores, são necessários os especialistas nas plataformas e ferramentas utilizadas como base para desenvolvimento do curso.Assim o professor fica preocupado apenas com as ideias, conteúdos e técnicas a serem utilizadas para atingir os objetivos da disciplina, cabendo a outra parte da equipe fazer isso chegar ao aluno . Charleny nos sinaliza que a interface ou layout do ambiente virtual pode auxiliar o professor a disponibilizar informação de forma interessante para o aluno quando é de fácil visualização, bem organizado. A interface é limpa, ou seja, não é poluída de informações ou imagens. As mensagens devem ser claras, com pequenos textos, com linguagem objetiva e simples, blocos curtos, uso hipertexto, de títulos significativos e de subtítulos dentre outros citado por Costa e Marins (2015). Renata Faustino, nos diz que a interface deve facilitar a aprendizagem do aluno. Deve ser pensada visando tornar claro e pratico o ambiente para que o aluno tire proveito de toda a funcionalidade oferecida pelo sistema.O usuário, o aluno deve encontrar uma linguagem clara. Renata Alves explicita que ” partindo do principio que a linguagem é o mediador na relação do sujeito com o meio (Vigotsky), observo que a interface é um tipo de linguagem extremamente importante para garantir e assegurar o processo de ensino-aprendizagem entre professor e aluno. Cabe ao professor utilizar a interface de maneira motivadora, criativa e dialógica, sem esquecer a importância das técnicas de organização, como por exemplo, a objetividade e clareza no que se propõe Janine nos leva a pensar na convergência das mídias” A dinâmica estabelecida pela possibilidade de integração das mídias favorece, estimula, motiva a aprendizagem, pois o que antes era disponibilizado somente através de um texto, hoje é possível estabelecer a conexão com uma imagem, um vídeo, umdocumentário, uma palestra em questão de segundos. Luana nos traz um pouco da evolução da interface gráfica através de imagens bem interessantes. : “Das linhas de comando ao 3D”A interface gráfica revolucionou a comunicação virtual. A forma como os humanos interagem com os computadores sempre foi uma preocupação da indústria da informática. Durante algumas décadas, essa interação passou da linha de comando, em modo texto, para desktops em três dimensões e softwares que aceitam comandos por voz ou gestos com o propósito de facilitar e tornar mais intuitiva a utilização das máquinas
  12. 12. Rosalia Rocha [TD] – Grupo 63

×