Web marketing 6 Contrução Site

1.870 visualizações

Publicada em

material de aula do módulo web marketing da FAE 2008 tema Construção de site

Publicada em: Negócios
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.870
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
159
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Web marketing 6 Contrução Site

    1. 1. Web Marketing
    2. 2. CRIAÇÃO DE SITES <ul><li>Chegou a hora de colocar a mão na massa e começar a produzir sua página na Internet. Um site é o conjunto de páginas na Internet e a home page é a página inicial de seu site. Muitas vezes da página inicial abrimos para várias outras páginas com conteúdos específicos. Você poderá segmentar seu site ou seja montar páginas específicas para cada público, um bom exemplo é a empresa de cosméticos Natura que integra todas a suas comunidades na primeira página e depois cada tipo de usuário segue dentro de uma página específica. </li></ul>
    3. 3. Exemplos de sites bem sucedidos <ul><li>Para servir de inspiração para produção de seu site indicamos vários links de bons sites: </li></ul><ul><li>Loja Virtual </li></ul><ul><li>http://www.submarino.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.americanas.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.amazon.com </li></ul><ul><li>http://www.livcultura.com.br </li></ul><ul><li>http://somlivre.globo.com/ </li></ul><ul><li>http://www.alldvd.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.paodeacucar.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.brunominelli.com.br/modasite/index.jsp </li></ul><ul><li>http://www.cuecasonline.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.funbynet.com.br/Bem_Vindo.asp </li></ul><ul><li>http://www.floresonline.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.perfumes.com.br/ </li></ul>
    4. 4. <ul><li>Curiosidades, dicas (festas, restaurantes, clima, viagens, saúde, mapas, etc...) </li></ul><ul><li>http://www.guiadoscuriosos.com.br/index.asp </li></ul><ul><li>http://www.apontador.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.guiamais.com.br </li></ul><ul><li>http://www.climatempo.com.br/novo/index.php </li></ul><ul><li>http://www.cnn.com.br/tempo/ </li></ul><ul><li>http://www.expedia.com </li></ul><ul><li>http://portaldaviagem.abril.com.br/site/index.shtml </li></ul><ul><li>http://www.saudeemmovimento.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.uol.com.br/cyberdiet/ </li></ul><ul><li>http://www.cdof.com.br/ </li></ul>Exemplos de sites bem sucedidos
    5. 5. <ul><li>Negócios </li></ul><ul><li>http://www.camara-e.net/ </li></ul><ul><li>http://www.amcham.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.investshop.com.br/hom/index.asp </li></ul><ul><li>http://www.msn.com.br/financas/ </li></ul><ul><li>http://www.sebraepr.com.br/ </li></ul>Exemplos de sites bem sucedidos
    6. 6. Definido as promessas do site <ul><li>Para iniciar a construção de seu site você deverá traçar os objetivos ou as promessas dele. Como você quer ser percebido pelo seu cliente que acessará sua página. A Internet tem sido um mercado perfeito para pesquisa de preço e portanto ela exige uma transparência maior. Normalmente os preços são menores e suas alterações são pequenas mudando dinamicamente. Mesmo empresas que vendem na Internet mais barato que a líder de mercado não ganham mercado. </li></ul>
    7. 7. <ul><li>Na Internet o que importa é de quem ele compra. Deve-se pensar em três fatores: </li></ul><ul><li>Características – os consumidores buscam produtos e serviços que se adaptam as suas necessidades. </li></ul><ul><li>Confiança – ter uma página na Internet é muito barato o difícil e manter um relacionamento com o cliente. </li></ul><ul><li>Conscientização – não basta ter uma página é necessário ser conhecido pelo seu cliente. </li></ul><ul><li>Portanto você deverá buscar vantagens competitivas também na Internet. </li></ul>Definido as promessas do site
    8. 8. Definindo o público <ul><li>Primeiro escolha seu público depois você traça a estratégia </li></ul><ul><li>A escolha pode ser feita pela região que você pretende atingir. Apesar da Internet ser aberta para o mundo todo você pode direcionar seus esforços para um território geográfico específico. </li></ul><ul><li>Defina área de interesse de seu usuário, gostos pessoais, modelos comportamentais e mentais. </li></ul>
    9. 9. <ul><li>Pense como o cliente se sente, colocando-se no lugar dele. Não faça algo para você e sim para seu cliente. </li></ul><ul><li>Uma boa dica é visitar os sites de seu concorrentes e identificar os padrões do público que eles atingem. Seu site tem que ter personalidade própria. Treine seu olhar para sair do lugar comum. </li></ul><ul><li>Identifique em seu cliente se ele é mais racional (parte lógica do ser humano) ou emocional (parte que ele julga ser ou gostaria de ser). Porém escolha apenas uma. O seu relacionamento com o cliente portanto deve ser lógico ou emocional. </li></ul>Definindo o público
    10. 10. <ul><li>O E-commerce é um grande quebra cabeça em que você tem que pensar nos bastidores e toda a tecnologia que é necessária para colocar seu site no ar, mas também pensar na tecnologia do cliente, ou seja, tipo de equipamento e meio que utiliza para acessar a Internet. Outra questão é a segurança, pois não bata ser seguro, é preciso parecer seguro para seu cliente. E a última peça deste quebra cabeça é a cultura e a resistência do seu cliente para a nova mídia. Se conseguir encaixar todas as peças já terá um bom começo. </li></ul>Definindo o público
    11. 11. <ul><ul><li>Muitos consumidores mais velhos os chamados imigrantes da economia digital, ou seja, que não nasceram neste mundo e que foram obrigados a fazer esta transição, se sentem saturados com o avanço rápido da tecnologia em que tem que aprender e desaprender o tempo todo. Já os nativos do mundo digital, ou seja, aqueles que já nasceram em um ambiente de transformação e mudança rápida, necessitam de muitas fontes de acesso e interação. Isso gera uma ruptura de valores das gerações imigrantes e nativas do mundo digital. </li></ul></ul>Definindo o público
    12. 12. <ul><li>Enquanto os imigrantes valorizam a tradição de produtos e marcas, os nativos buscam a atualização, desejando sempre o novo, o último lançamento. Os nativos tendem a consumir mais a expectativa do produto que está para ser lançado que o produto em si, já os imigrantes tendem a aproveitar o produto adquirido. </li></ul>Definindo o público
    13. 13. <ul><li>Outro ponto interessante é que muitas destas crianças passaram sua infância na frente da televisão ou da internet que são mídias com muita informação e formadores de novos comportamentos e que estimulam o consumo. </li></ul>Definindo o público
    14. 14. <ul><li>Além da mídia eletrônica podemos ressaltar que esta geração não quer apenas que lhe digam o que fazer e esta atrás de sua própria identidade. </li></ul><ul><li>Suas fontes de escolha e decisões de compra também são outros amigos e colegas. </li></ul>Definindo o público
    15. 15. Tipos de site <ul><li>É importante conhecer todos os modelos existentes na Internet para aproveitar o imenso, potencial deste mercado. Somente dominando todas as possibilidades da rede poderemos alavancar os nossos negócios. </li></ul>
    16. 16. Tipos de site <ul><li>Distribuidor </li></ul><ul><li>Um bom exemplo é a americanas.com que tem presença física e domínio conhecido, é um repassador de produtos e não tem estoque grande, geralmente tem banners em sites de grande tráfego, é feito um grande trabalho de conscientização da marca, possuem uma variedade de produtos e prezam pelo relacionamento com o consumidor. </li></ul>
    17. 17. <ul><li>Corretor </li></ul><ul><li>No Brasil um bom exemplo é o mercado livre que é um leilão on line e não detém posse dos produtos. A posse passa do fornecedor direto para o consumidor. A idéia é captar muitos vendedores pois os compradores são atraídos pelos produtos oferecidos. </li></ul>Tipos de site
    18. 18. <ul><li>Extrator </li></ul><ul><li>O Yahoo ! Caracteriza-se como um extrator, que pega grátis e vende ao cliente de forma organizada. No caso do Yahoo ! Ele vende o espaço publicitário em que a informação solicitada é apresentada. </li></ul>Tipos de site
    19. 19. <ul><li>Shopping virtual </li></ul><ul><li>É a concentração de vários sites que vendem através da Internet. Geralmente são espaços previamente organizados que em poucas horas pode-se colocar sua loja na rede. A vantagem está na concentração e facilidade de operacionalização, muitas vezes sem necessidade de gastos com divulgação. </li></ul>Tipos de site
    20. 20. <ul><li>Loja virtual </li></ul><ul><li>O Submarino é a empresa que caracteriza este tipo modelo que vende produto, serviço ou informação pela Internet para o consumidor final ou para empresas. </li></ul>Tipos de site
    21. 21. Interface / design <ul><li>Todo site tem a fase do planejamento e a da aparência. </li></ul>
    22. 22. <ul><li>Planejamento </li></ul><ul><li>Comece desenhando esboço do site no papel. </li></ul><ul><li>Liste os tópicos que devem aparecer e a ordem que devem ser apresentadas. </li></ul><ul><li>Quais informações devem ter destaque pela importância. </li></ul><ul><li>As informações devem estar disponíveis para o usuário em no máximo 3 clicks. </li></ul>Interface / design
    23. 23. <ul><li>Planejamento </li></ul><ul><li>O fluxo que é o caminho para o usuário alcançar determinado conteúdo deve ser lógico e de fácil compreensão. </li></ul><ul><li>Limite os elementos gráficos, pois eles deixam a navegação pesada. </li></ul><ul><li>Uma dica é colocar na primeira página apenas o conteúdo necessário para navegação e preferencialmente que não precise da barra de rolagem na lateral. </li></ul><ul><li>Uma boa forma de pensar estrategicamente é elaborar o mapa do site. </li></ul>Interface / design
    24. 24. <ul><li>Desenvolvimento da aparência </li></ul><ul><li>Atrair a atenção do seu consumidor, visualmente (gráficos, figuras, ilustrações coloridas). </li></ul><ul><li>Facilitar a navegação intuitiva. </li></ul><ul><li>Encorajar a interatividade. Os hiperlinks em forma de botões facilitam </li></ul>Interface / design
    25. 25. <ul><li>Desenvolvimento da aparência </li></ul><ul><li>Mexa com as sensações de seu usuário. </li></ul><ul><li>De o controle ao seu usuário mas não em demasia. O usuário deve fazer o que você quer sem que ele perceba. </li></ul><ul><li>Uma área nobre do site são as colunas que ficam na lateral esquerda do site. </li></ul>Interface / design
    26. 26. Conteúdo <ul><li>Todo relacionamento é mantido com o aprendizado constante. Um cliente acessará seu site enquanto ele esteja aprendendo com ele, caso o site não ofereça nenhuma novidade ou novo conteúdo a tendência é ele afastar-se. O conteúdo deve ser a primeira força de atração. </li></ul>
    27. 27. <ul><li>Fontes de conteúdo </li></ul><ul><li>próprio – são as informações sobre o produto, dados da empresa, endereço e contatos, notícias da empresa, parceiros, principais clientes. A utilização apenas destes conteúdos deixa o site estático e sem vida. </li></ul><ul><li>Você terá que buscar novos conteúdos e informações com terceiros ou consultores que produzam artigos e de preferência exclusivos. Os próprios usuários podem produzir conteúdos para seu site, um bom exemplo é o widebiz . </li></ul><ul><li>cuidar com direitos autorais não colocando material sem autorização de seu autor. </li></ul>Conteúdo
    28. 28. Como contratar e pagar um Webmaster <ul><li>Muitos Webmaster cobram um valor fixo para produção do site e depois um valor mensal de manutenção. </li></ul><ul><li>Para contratar um webmaster, solicite os últimos 3 trabalhos, analise para quais mercados ele já trabalhou e se estão ligados ao seu mercado. </li></ul>
    29. 29. COMO ATRAIR O INTERNAUTA <ul><li>Antes de vender o seu produto ou serviço venda seu site e o conceito dele. Nunca esqueça que a Internet é uma rede que conecta pessoas. Para motivar o seu usuário é necessário determinar a reação chave que o cliente precisa ter ao entrar em seu site. </li></ul>
    30. 30. <ul><li>O que motiva </li></ul><ul><li>Existem 4 forças que atraem o Internauta: </li></ul><ul><li>Curiosidade </li></ul><ul><li>A atração por curiosidade não garante fidelidade e deve ser constantemente alimentada. </li></ul>COMO ATRAIR O INTERNAUTA
    31. 31. <ul><li>Lazer </li></ul><ul><li>Por lazer não podemos entender apenas jogos mas tudo aquilo que levam a relaxar. Tem um poder de retenção maior que a curiosidade mas no longo prazo tende a diminuir o acesso. </li></ul>COMO ATRAIR O INTERNAUTA
    32. 32. <ul><li>Informação </li></ul><ul><li>Mais poderoso que a curiosidade e lazer, pois o ser humano tem sede por conhecimento e sempre está em busca do desconhecido. Vivemos na sociedade do conhecimento e se o seu site tornar-se uma fonte útil de informação terá uma efetividade e manutenção de acessos a longo do tempo. As pessoas desejam: saber mais, descobrir algo novo para desfrutarem o prazer da descoberta. Portanto desperte estas sensações em seu usuário. </li></ul>COMO ATRAIR O INTERNAUTA
    33. 33. <ul><li>Conveniência </li></ul><ul><li>Comprar sem enfrentar filas, com maior praticidade ajudam esta força porem alguns problemas da compra on line como o cliente não tocar o produto e principalmente falta de logística de entrega diminuem os resultados desta força. Bons exemplos são os Internet Banking e a entrega do imposto pela Internet </li></ul>COMO ATRAIR O INTERNAUTA
    34. 34. Como tornar seu site atraente?
    35. 35. <ul><ul><li>A criação eficaz do conteúdo é um dos aspectos mais críticos de todo web design. </li></ul></ul>Conteúdo de qualidade
    36. 36. <ul><ul><li>Fazer com que um usuário visite seu site, é muito mais fácil do que fazer com que ele retorne. </li></ul></ul>Atualizações Constantes
    37. 37. <ul><ul><li>Informe em um piscar de olhos, onde o usuário se encontra, o que a sua empresa faz e o que os usuários podem fazer em seu site. </li></ul></ul>Objetivos e mensagens claras
    38. 38. Tempo
    39. 39. <ul><ul><li>Dez segundos é o limite para manter a atenção do usuário concentrada no diálogo. (Jacob Nielsen) </li></ul></ul>Tempo de download mínimo
    40. 40. <ul><li>Com simplicidade, objetividade e foco na experiência do usuário. </li></ul>Fácil de usar
    41. 42. <ul><li>Fácil de navegar Visitantes não devem perder tempo pensando e tentando descobrir: - Onde está? - Onde posso ir? - Por onde devo começar? - Onde eles colocaram? - Quais são as coisas mais importantes nesta página? </li></ul>
    42. 43. <ul><ul><li>É fundamental que os usuários tenham acesso rápido e fácil ao sistema e que ele seja abrangente e simples. </li></ul></ul>Sistema de busca
    43. 44. <ul><ul><li>Suporta erros de digitação, acentuação, </li></ul></ul><ul><ul><li>Utiliza sinônimos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Prioridade para conteúdo mais importante. </li></ul></ul><ul><ul><li>Resultado relevante na maioria dos casos, a informação é encontrada rapidamente. </li></ul></ul><ul><ul><li>Cada conteúdo tem a assinatura de seu dono. </li></ul></ul>Uma busca útil e abrangente
    44. 45. <ul><li>Um sistema web focado em seu público alvo, deve levar em conta seu perfil, analisar seu histórico, valorizar links mais acessados, conteúdos e arquivos mais procurados e realizar testes de usabilidade e de satisfação com seus usuários freqüentemente. </li></ul>Identidade com público-alvo
    45. 46. <ul><ul><li>Sony x Nintendo </li></ul></ul>Identidade com público-alvo
    46. 47. Design para os objetivos do usuário <ul><li>Objetivo do Site </li></ul><ul><li>Quer fazer dinheiro com a WEB </li></ul><ul><li>Quer coletar informações sobre consumidores </li></ul><ul><li>Quer vender a enorme sobra de estoque do CD da XX. </li></ul><ul><li>Objetivo do Usuário </li></ul><ul><li>Quer comprar com segurança </li></ul><ul><li>Quer manter sua privacidade </li></ul><ul><li>Quer comprar o novo lançamento da YY </li></ul> Design e Avaliação de Interfaces Humano Computador
    47. 48. <ul><li>Objetivo do Site </li></ul><ul><li>Requer que o usuário passe pela seção de descontos para que veja o disco da XX em oferta </li></ul><ul><li>Corre com o usuário para o checkout e o prende no processo de compra </li></ul><ul><li>Pergunta informações pessoais sobre preferências, hábitos de compra e renda </li></ul><ul><li>Objetivo do Usuário </li></ul><ul><li>Fica chateado de ter que passar pela seção de ofertas porque só quer comprar o novo disco da YY. </li></ul><ul><li>Fica em pânico ao entrar na seção de checkout porque suas questões sobre segurança ainda não foram respondidas e não existe um modo simples de mudar de idéia </li></ul><ul><li>Se enfurece com as perguntas pessoais. Isso não é da sua conta! </li></ul>Design para os objetivos do usuário
    48. 49. <ul><ul><li>usuários novos </li></ul></ul><ul><ul><li>leigos no uso de computadores </li></ul></ul><ul><ul><li>idosos </li></ul></ul><ul><ul><li>deficientes temporários ou permanentes </li></ul></ul><ul><ul><li>usuários de dispositivos móveis e com tamanho reduzido </li></ul></ul><ul><ul><li>diferentes resoluções </li></ul></ul>É acessível
    49. 50. <ul><ul><li>O usuário pode personalizar a interface, escolhendo parte do conteúdo e sua apresentação. </li></ul></ul>Personaliza conteúdo, produtos e serviços
    50. 51. <ul><li>Personaliza conteúdo, produtos e serviços </li></ul>
    51. 52. <ul><ul><li>Disponibiliza mais de uma forma de navegação: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Mapa do site </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>A-Z Index </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Search </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Atalhos </li></ul></ul></ul>Diferentes formas de chegar a informação
    52. 53. Livro: Design para a Internet – Projetando a Experiência Perfeita – Autor Felipe Memória ( http://www.fmemoria.com.br ) Elemento de interface Posicionamento Pesquisador Marca da empresa Canto superior Nielsen, Adksson e Bernard Busca Parte superior Nielsen, Adksson e Bernard Navegação global Parte superior com links na horizontal Nielsen, Adksson e Krug Navegação local Coluna da esquerda Nielsen, Adksson e Bernard Breadcrumbs Parte superior, abaixo da marca da empresa Adksson, Lida e Chaparro e Krug Conteúdo global e contextual Área central Bernard Navegação de rodapé Parte inferior Nielsen, Krug, Lynch e Horton
    53. 54. <ul><ul><li>A combinação das informações levantadas por esses autores levam a um Wireframe: </li></ul></ul>Livro: Design para a Internet – Projetando a Experiência Perfeita – Autor Felipe Memória ( http://www.fmemoria.com.br ) Marca Navegação global Navegação local Breadcrumbs Conteúdo global e contextual Conteúdo relacionado buscar
    54. 55. ERROS MAIS COMUNS <ul><li>Site lento – não carregue sua página com grandes efeitos que ficam bonitos mas pouco práticos. Atualmente a grande maioria das pessoas acessam a Internet por contato discado. </li></ul><ul><li>Insegurança – seu site não deve apenas ser seguro ele deve também parecer seguro. Transmita credibilidade e exatidão nas informações. </li></ul>
    55. 56. <ul><li>Falha de distribuição / logística – se você esta pensando em vender na Internet, antes do site pense em como os produtos chegarão até o cliente e os custos desta operação. </li></ul><ul><li>Linguagem inadequada – conheça profundamente seu cliente e não cometa falhas nos códigos de comunicação com seu cliente. </li></ul>ERROS MAIS COMUNS
    56. 57. <ul><li>Ausência de serviço – um site estático que não inova e não traz novos conteúdos constantemente esta fadado ao fracasso. Leve seu cliente a relacionar-se com você </li></ul><ul><li>Sem diferencial – ser diferente não basta, você tem que ter uma vantagem competitiva, algo que dificilmente possa ser copiado pelo concorrente e você consiga sustentar por algum tempo. Se não for uma característica no site pelo menos através do bom relacionamento com seu cliente, conhecendo-o profundamente. </li></ul>ERROS MAIS COMUNS
    57. 58. COMO PODEMOS GANHAR DINHEIRO <ul><li>Apesar de se falar muito das empresas que ainda estão no vermelho e que nunca ganharam dinheiro com Internet, a realidade esta mudando. </li></ul>
    58. 59. <ul><li>Comercializando – vendendo através de lojas virtuais sempre tomando o cuidado com a logística de entrega e custos baixos. </li></ul><ul><li>B2B – facilitando o contato entre empresas e fornecedores. </li></ul>COMO PODEMOS GANHAR DINHEIRO
    59. 60. <ul><li>Atraindo gente – com um grande tráfego em seu site que pode ser auditado pelo IVC você conseguirá vender espaços publicitários em seu site. Esta é uma forma copiada da mídia de massa e que traz um retorno baixo para pequenos sites. </li></ul><ul><li>Prestando serviço – facilitando de alguma forma a vida de seu cliente, trazendo praticidade, comodidade e conforto, diminuindo o estresse de buscar alternativas de compra e muitas vezes decidir uma compra. </li></ul>COMO PODEMOS GANHAR DINHEIRO

    ×