10 semeadoras iv und

2.302 visualizações

Publicada em

Semeadoras, Plantadoras e Transplantadoras Agrícolas

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Prezado Romulo. Gostaria de agradecer a deferência quando sugere que sejam vistos os vídeos de regulagem de semeadora, na sua apresentação. Estes vídeos foram produzidos aqui na Embrapa Milho e sorgo, me lisonjeia esta lembrança. Grato. João Batista Guimarães Sobrinho
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
192
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

10 semeadoras iv und

  1. 1. Semeadoras Agrícolas Prof. Rômulo Souza Instituto Federal de Pernambuco - Campus Barreiros Departamento de Desenvolvimento Educacional Coordenação de Cursos Técnicos Mecanização Agrícola
  2. 2. Finalidade Distribuir no solo, seja ele preparado de forma convencional ou por práticas conservacionistas, certa quantidade de sementes com uma disposição pré- determinada. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  3. 3. Funções As semeadoras devem desempenhar as seguintes funções: - abrir um sulco no solo; - dosar a quantidade de sementes e posicioná-las no solo; -cobrir o sulco e firmar o solo ao redor das sementes. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  4. 4. Características Desejáveis: As semeadoras devem permitir também: - obter uma regularidade de profundidade e de repartição da semente na linha, -um alinhamento e espaçamento perfeitos, -uma economia sensível de semente; -uma maior rapidez de trabalho -ter polivalência em relação ao tipo de sementes -e possibilidade de trabalho a velocidades elevadas. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza Se a máquina ao mesmo tempo em que dosa e coloca as sementes no solo também executa a mesma operação para fertilizantes e adubos, a máquina é designada então por semeadora- adubadora.
  5. 5. Principais tipos de semeadoras As semeadoras devem atender aos diversos sistemas de produção agrícola e podem ser classificadas principalmente como: 1.Quanto à forma de distribuição das sementes 2.Quanto à forma de acionamento 3.Quanto ao tamanho das sementes Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  6. 6. Classificação das Semeadoras Quanto à forma de distribuição das sementes -em linha: a)contínua: sementes distribuídas em linha, porém sem precisão na distância entre sementes; Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  7. 7. Classificação das Semeadoras Quanto à forma de distribuição das sementes -em linha: b)de precisão: sementes distribuídas em linha com espaçamento entre as sementes bastante uniforme. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  8. 8. Classificação das Semeadoras Quanto à forma de distribuição das sementes -a lanço: a)terrestres: sementes soltas ao acaso no solo pelo homem ou por máquinas tracionadaspor trator; Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  9. 9. Classificação das Semeadoras Quanto à forma de distribuição das sementes -a lanço: b)aéreas: sementes soltas ao acaso no solo por aviões ou helicópteros. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  10. 10. Classificação das Semeadoras Quanto à forma de acionamento a)manuais: acionadas exclusivamente pelo homem; b)tração animal: tracionadas por animais; c)motorizadas: possuem apenas os elementos dosadores acionados por motor de combustão interna; d)tratorizadas: acionadas e deslocadas pelos tratores agrícolas. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  11. 11. Classificação das Semeadoras Quanto à forma de acionamento Manual Animal Tratorizado Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza MATRACA
  12. 12. Classificação das Semeadoras As semeadoras acionadas pelo trator são as principais utilizadas em nosso país e quanto à forma de acoplamento ao trator podem ser classificadas como: de arrasto: acoplada à barra de tração do trator agrícola semimontada: acoplada aos dois pontos inferiores do sistema de levante hidráulico; montada: acoplada aos três pontos do sistema de levante hidráulico. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  13. 13. Classificação das Semeadoras Quanto ao tamanho das sementes a)sementes miúdas: sementes selecionadas quanto à massa, por exemplo, quilogramas de sementes por hectare, e geralmente são gramíneas, com exceção feita ao milho; b)sementes graúdas: sementes selecionadas quanto ao número, por exemplo, número de sementes por hectare, e geralmente são leguminosas. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  14. 14. Fatores que afetam a semeadura Sementes Solo Máquina Clima Operador Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  15. 15. Fatores que afetam a semeadura Sementes a)Quantidade de sementes População final ideal •Tipo de cultura •Fertilidade do solo •Tratos culturais (raleamento, capinas, colheita...) •Umidade disponível Viabilidade e pureza das sementes Sobrevivência Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  16. 16. Fatores que afetam a semeadura Sementes b)Previsão da quantidade de sementes Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza Nº sementes/área = % de germinação % sobrevivência . % pureza Nº recomendado de plantas/área Para 50.000 plantas/ha - milho Espaçamento entre linhas (m) Sementes por metro linear 0,90 1,00 1,10 5,4 6,0 6,6
  17. 17. Fatores que afetam a semeadura Sementes c)Uniformidade das sementes Afetam especialmente os dosadores mecânicos Exige classificação das sementes devido à possibilidade de dano às sementes ou erro na distribuição. Pode-se modificar as características físicas das sementes. Ex.: retirada química do línter em algodão e peletização de sementes de hortaliças. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  18. 18. Fatores que afetam a semeadura Sementes d)Profundidade das sementes e adubos Varia com a cultura, umidade e tipo de solo, época de semeadura, etc... O adubo deve ser depositado ao lado e abaixo da semente. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza semente adubo
  19. 19. Fatores que afetam a semeadura Sementes e)Cobertura A semeadora deve cobrir as sementes e compactar o solo sobre as mesmas Promover o contato solo-semente sem prejudicar a emergência Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  20. 20. Fatores que afetam a semeadura Solo a)Tipo de Preparo  convencional ou conservacionista b)Umidade e textura c)Tipo de semeadura Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza no plano em camalhões em sulcos
  21. 21. Fatores que afetam a semeadura Máquina a)Tipo de sulcador Características do solo b)Mecanismo dosador de sementes Danos às sementes c)Mecanismo de cobertura Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  22. 22. Fatores que afetam a semeadura Máquina a)Tipo de sulcador: sulcadores devem manter a regularidade na profundidade nas várias condições de solo FACÃO ENXADA DISCO DUPLO FACAS Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  23. 23. •Sulco aberto pelo deslocamento •Utilizado em preparo convencional •Duas chapas metálicas que vão se abrindo formando duas asas que ladeiam a abertura de passagem das sementes •Não apresenta peças móveis Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza ABERTURA DO SULCO - FACÃO
  24. 24. ABERTURA DO SULCO - ENXADAS •Utilizadas em preparo convencional •Podem abrir sulcos profundos (milho) ou rasos (soja) •Apresentam desarme automático Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  25. 25. ABERTURA DO SULCO DISCOS DUPLOS •Utilizado em plantio direto e preparo convencional •Pouco sujeito a “embuchamento” •Exigem força vertical (“peso”) para penetração no solo e menor esforço de tração •Discos planos, em geral com diâmetros diferentes montados em ângulo (8 A 12º) Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  26. 26. ABERTURA DO SULCO FACAS •Utilizado em plantio direto e preparo convencional •Em plantio direto exigem a presença de um disco de corte de palhada frontal e próximo •Em geral com espessura inferior a 20 mm •Exige maior força de tração porém menor força vertical que discos Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  27. 27. Fatores que afetam a semeadura Operador a)Regulagem da máquina b)Velocidade de trabalho adequada e uniforme c)Espaçamento adequado entre as linhas Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  28. 28. Atividade Complementar Regulagem de uma Semeadora – Adubadora de PD a)Vídeo 01 (http://www.youtube.com/watch?v=TpAqpUsvgsE) 1)Quais os critérios considerados na escolha dos discos para a semeadora? 2)Em qual situação pode haver a quebra da semente ou travamento dos discos? b)Vídeo 2 (http://www.youtube.com/watch?v=hWAs0lmcYMA) 3)Explique de que forma simplificada, como é feita a regulagem do numero de sementes que serão liberados pelo implemento c)Vídeo 4 (http://www.youtube.com/watch?v=IgPuUUDQo9c) 4)Quais os beneficios obtidos por uma boa regulagem da máquina? Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  29. 29. Atividade Complementar Regulagem de Semeadora a lanço para forrageiras a)Vídeo 5 (http://www.youtube.com/watch?v=Amb00PYeFQw) 1)Explique de que forma simplificada, como é feita a regulagem da quantidade de sementes que serão liberadas pelo implemento? Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  30. 30. Plantadoras Plantam partes vegetativas (bulbos, colmos e tubérculos) de culturas como mandioca, cana-de-açúcar e batata. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  31. 31. Tipos de Plantadoras Plantadoras de alimentação manual e colocação direta por tubo de descida. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  32. 32. Tipos de Plantadoras Plantadoras de alimentação manual e colocação direta por tubo de descida. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  33. 33. Tipos de Plantadoras Plantadoras de alimentação manual ou semi-automática, com prato rotativo vertical com alvéolos com deposição controlada. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  34. 34. Tipos de Plantadoras Plantadoras de alimentação manual ou semi-automática, com distribuidor vertical de correntes ou correia, com alvéolos ou colheres e com deposição controlada. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  35. 35. Transplantadoras distribui plântulas ou mudas das culturas. Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  36. 36. Transplantadoras Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza
  37. 37. Formas de Plantio em Culturas Anuais Plantio Convencional Plantio Direto
  38. 38. Plantio Convencional •o cultivo dos campos utilizando as técnicas tradicionais de preparo do solo e controle fitossanitário. •No sistema convencional, o cultivo agrícola segue basicamente a seguinte ordem: 1.) Remoção da vegetação; 2.) Aração; 3.) Calagem; 4.) Gradagem; 5.) Semeadura; 6.) Adubação mineral 7.) Aplicação de defensivos agrícolas (controle fitossanitário); 8.) Capinas (manual, mecânica ou por uso de herbicidas); 9.) Colheita.
  39. 39. Plantio Direto •é um sistema de manejo do solo onde a palha e os restos vegetais são deixados na superfície do solo. •O solo é revolvido apenas no sulco onde são depositadas sementes e fertilizantes. As plantas infestantes são controladas por herbicidas. Não existe preparo do solo além da mobilização no sulco de plantio. •Respeitando os três requisitos mínimos - não revolvimento do solo, rotação de culturas e uso de culturas de cobertura para formação de palhada, associada ao manejo integrado de pragas, doenças e plantas daninhas
  40. 40. Atividade – Colheita Mecanizada a)Quais os tipos de colheita existentes? b)Enumere as vantagens e desvantagens da colheita mecanizada c)Quais os cuidados a serem considerados na colheita mecanizada de grãos? d)Quais os cuidados a serem considerados na colheita mecanizada de cana-de-açúcar? Mecanização Agrícola – Prof. Rômulo Souza

×