Atps cases logisticos2(2)

319 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
319
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
103
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atps cases logisticos2(2)

  1. 1. DEFINIÇÃO:• RESPONSIVIDADE - Denominamos deresponsividade, o resultado de uma política daempresa capaz de satisfazer os anseios dosclientes de forma precisa, rápida e sem alteraçõesdo nível de qualidade do produto e dos serviços.• RESPONSIVIDADE DE VOLUME – Habilidade dosistema de gestão industrial de mudarrapidamente o volume de produção, em respostaàs mudanças da demanda de mercado.
  2. 2. DEFINIÇÃO:• RESPONSIVIDADE - Denominamos deresponsividade, o resultado de uma política daempresa capaz de satisfazer os anseios dosclientes de forma precisa, rápida e sem alteraçõesdo nível de qualidade do produto e dos serviços.• RESPONSIVIDADE DE VOLUME – Habilidade dosistema de gestão industrial de mudarrapidamente o volume de produção, em respostaàs mudanças da demanda de mercado.
  3. 3. TNT Brasil investe em tecnologia de ponta• TNT tem investido em tecnologia aplicada em transportescomo labelling (etiquetagem com código de barras), scanning(conferência eletrônica de cargas) e sorters (equipamento deseparação automatizada de cargas) em sua operaçãodoméstica brasileira.MUDANÇA ESTRATÉGIA:
  4. 4. TNT Brasil investe em tecnologia de ponta• Com um pouco mais de um ano de operação, os sorters daTNT, como são conhecidos, instalados em São Paulo eCampinas, já apresentam um aumento de 57% no volume decargas processadas com o mesmo número de profissionais.• são movimentados quase cinco mil volumes por hora, númeropelo menos duas vezes maior que o realizado antes daimplementação• O processo de descarga e separação de carga hoje dura emmédia 40 minutos nesses terminais. Essa atividade chegava alevar até oito horas em alguns casos.RESULTADOS PRÁTICOS:
  5. 5. TNT Brasil investe em tecnologia de ponta• “Redução drástica no tempo do processo e,consequentemente, o tempo de trânsito oferecido ao cliente,demonstrando muita agilidade e confiabilidade para omercado”.(Fabiano Fração, diretor de tecnologia da TNT Brasil)IMPACTO POSITIVO:
  6. 6. PORTO DE MANAUS -Tecnologia reduztempo de movimentação de contêiner• Responsável pela movimentação de dois terços de todas ascargas e mercadorias importadas e exportadas pelo Estado vianavios de longo curso (para outros países) e cabotagem (pelolitoral brasileiro e Mercosul), a companhia investiu em 2012,um total de R$ 80 milhões, na modernização dainfraestrutura, política de treinamentos e equipamentosMUDANÇA ESTRATÉGICA:
  7. 7. PORTO DE MANAUS -Tecnologia reduztempo de movimentação de contêiner• O tempo de remoção de um contêiner nos pátios do principalporto de Manaus (AM) reduziu, de 1h para apenas 28 minutosUma redução de 54% no tempo da remoção.• Com maior prática dos operadores na utilização dos novosequipamentos – os primeiros na Região Norte – este númeropossa ser reduzido ainda mais.RESULTADOS PRÁTICOS:
  8. 8. AQCES eficiência em operações dedicadas• “As empresas estão cada vez mais cientes de que asoperações dedicadas e as soluções integradas sãofundamentais para a redução de custos, e aumento naagilidade no processo logístico”(Alysson Paolinelli, presidente e CEO da AQCES)IMPACTO POSITIVO:PORTO DE MANAUS -Tecnologia reduztempo de movimentação de contêiner• “Ao invés de contratar mão de obra fora do Estado, é políticada empresa valorizar e treinar nossos próprios profissionaisamazonenses. Por isso, na medida em que adquirem maiorprática, certamente vamos ser mais eficientes e dar melhoresretornos aos nossos clientes e parceiros”(Jhony Fidelis- Gestor do Terminal Portuário Chibatão MANAUS-AM)• Isso significa que todas as mercadorias, insumos e demaisprodutos desembarcados ganharam mais eficiência e rapidezno desembaraço considerado por especialistas um dosprincipais gargalos da logística no Amazonas.IMPACTO POSITIVO:
  9. 9. AQCES eficiência em operações dedicadas• Durante seis meses, a AQCES, especialista em operaçõesdedicadas de logística, fez o mapeamento dos processoslogísticos da Votorantim Metais e enxergou a oportunidade deganho de produtividade.• Com equipamentos mais modernos e gestão planejada,reduziu o custo da operação de fluxo casado de níquel, queenvolve o transporte do insumo e do produto industrializadoentre o interior paulista e o goiano: de Niquelândia (GO) paraSão Miguel Paulista (SP) e de Sorocaba (SP) para Niquelândia.MUDANÇA ESTRATÉGIA:
  10. 10. AQCES eficiência em operações dedicadas• Compra equipamentos especialmente desenvolvidos paraesse projeto. Com uma frota menor, porém mais nova, leve eeficiente, os caminhões são capazes transportar um volumemaior que o equipamento anterior: a capacidade passou de30 para 48 toneladas por viagem.• Gestão adequada do tempo e o controle de estoque, queproporciona mais equilíbrio ao ciclo de entrega e maiorprecisão nos equipamentos de carregamento.MUDANÇA ESTRATÉGIA:
  11. 11. AQCES eficiência em operações dedicadas• Assim, foi possível conseguir maior eficiência energética,diminuir a emissão de poluentes e o nível de risco rodoviário– de 5,6 milhões para 3,4 milhões de quilômetros rodados porano – e, consequentemente, levar mais segurança à operação.• Isso gerará uma economia anual de 15% nos custos destaoperação.RESULTADOS PRÁTICOS:
  12. 12. AQCES eficiência em operações dedicadas• “As empresas estão cada vez mais cientes de que asoperações dedicadas e as soluções integradas sãofundamentais para a redução de custos, e aumento naagilidade no processo logístico”(Alysson Paolinelli, presidente e CEO da AQCES)IMPACTO POSITIVO:

×