Apresentacao Plano Investigacao

1.534 visualizações

Publicada em

Apresentação do Plano de Investigação
20 de Janeiro de 2010

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.534
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
134
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentacao Plano Investigacao

  1. 1.
  2. 2. Caracterização do Problema de Investigação<br />- Foco na influência da disposição dos elementos gráficos, no que concerne ao processo de descodificação da mensagem do telejornal. <br />A forma como estão dispostos os diferentes elementos gráficos é a melhor? <br />Será a sua sincronização a mais adequada?<br />A redundância de informação dos diferentes elementos gráficos é benéfica para o telespectador?<br />Não poderá a recepção desses conteúdos ser mais eficaz?<br />
  3. 3. Questão de Investigação<br />Pesquisa<br />Realista e Concisa<br />Manter uma linguagem simples e clara<br />Quais os efeitos da disposição dos estímulos visuais e auditivos no processamento<br />de informação em notícias televisivas?<br />A interpretação não deve ser ambígua<br />Pergunta aberta<br />Palavras chave: notícias televisivas, eyetracking, atenção visual, atenção auditiva, processamento de informação<br />
  4. 4. Finalidades e Objectivos<br />Finalidade - Tecer alguns indícios sobre a forma como os telespectadores recepcionam e processam a informação dos diversos elementos gráficos presentes numa emissão de notícias televisivas. <br />Objectivos Gerais<br />- Levantamento bibliográfico do que já foi realizado na área das notícias televisivas;<br />- Elaborar um objecto de Estudo de Caso controlado;<br />- Realizar uma avaliação ao Estudo de Caso, utilizando a tecnologia eyetracking;<br />- Elaborar linhas orientadoras de indicadores sobre o processamento de informação e a capacidade de memorização em notícias televisivas.<br />
  5. 5. Finalidades e Objectivos<br />Objectivos Específicos<br />- Perceber de que forma a disposição dos elementos gráficos influencia o processamento de informação por parte do telespectador;<br />- Identificar quais as zonas ou elementos gráficos onde existe uma maior atenção visual;<br />- Verificar a eficiência e eficácia com que o utilizador recepcionou os conteúdos visuais e auditivos;<br /><ul><li>Perceber se existem diferenças entre género e “Digital Natives” e “Digital Immigrantes” </li></ul>(Prensky, 2001).<br />
  6. 6. Enquadramento Teórico –Sistema Visual e Auditivo Humano<br /><ul><li> Sistemas fundamentais para a compreensão dos estímulos visuais e auditivos no processamento da informação em notícias televisivas;</li></ul> - Sistema Visual – Permite ao indivíduo visualizar os objectos do mundo exterior com maior nitidez e resolução.<br /> - Sistema Auditivo – Percepcionar as ondas sonoras resultantes do movimento dos objectos que ocorrem no meio ambiente. (Gleitman, Fridlund & Reisberg, 2003) <br />
  7. 7. Enquadramento Teórico –Processamento de Informação<br /><ul><li> Para a apreensão e processamento das informações resultantes dos estímulos dos diversos objectos existentes no ambiente, o ser humano tem de estar dotado de processos mentais que lhe permitam seleccionar e isolar um determinado estímulo.
  8. 8. O processamento da informação divide-se em três etapas principais: codificação, armazenamento e recuperação de informação (Lang, 2000).</li></ul>. Codificação– Selecção a informação mais relevante em detrimento de um conjunto de estímulos presentes no meio ambiente. <br />Atenção<br />. Armazenamento e Recuperação da Informação – Teoria de multi-armazéns: Memória sensorial, Memória de Trabalho e Memória a longo prazo - Modelo proposto por Atkinson e Shiffrin (1968) <br />Memória<br />
  9. 9. Enquadramento Teórico –Notícias Televisivas e Cenografia<br /><ul><li> Desde o aparecimento da RTP, em 1955, as notícias televisivas sofreram mudanças consideráveis até aos dias de hoje, tanto por questões sócio-culturais como por questões cenográficas;
  10. 10. Aparecimento dos elementos gráficos nas notícias televisivas como é o caso do ticker, o logótipo da estação televisiva, o videowall e a inclusão de um background repleto de LCD’s, cores e luzes;
  11. 11. Pouco se sabe acerca das consequências destas transformações na atenção dos espectadores e no seu processamento visual e auditivo. Alguns trabalhos de referência são:
  12. 12. Grimes, T. (1991). MildAuditory-VisualDissonanceinTelevision News MayExceedViewerAttentionalCapacity. HumanCommunicationResearch
  13. 13. Bergen, L., Grimes, T., & Potter, D. (2005). HowAttentionPartitionsItselfDuringSimultaneousMessagePresentations.
  14. 14. Josephson, S., & E.Holmes, M. (2006). Clutterorcontent? Howon-screenenhancementsaffecthow TV viewersscanandwhattheylearn</li></li></ul><li>Enquadramento Teórico –EyeTracking<br /><ul><li> O eyetrackingpermite detectar e gravar a movimentação dos olhos do utilizador, sendo utilizado em diversos contextos: web, publicidade, dispositivos móveis, televisão...
  15. 15. O eyetracking torna-se então uma potente tecnologia que esclarece a influência da composição visual no processo de descodificação das mensagens noticiosas televisivas;
  16. 16. Em contexto de notícias televisivas são ainda poucos os estudos que utilizam a tecnologia de eyetracking:
  17. 17. Josephson, S., & E.Holmes, M. (2006). Clutterorcontent? Howon-screenenhancementsaffecthow TV viewersscanandwhattheylearn
  18. 18. Marques, R. (2009). Avaliação da Recepção da Informação Noticiosa em Televisão. Aveiro: Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro.</li></li></ul><li>Modelo de Análise<br />Conceitos<br />Dimensões<br />Indicadores<br />Utilizadores<br />Idade/ Geração<br />Género<br />Literacia Tecnológica <br />Caracterização<br />Público-Alvo<br />
  19. 19. Modelo de Análise<br />Conceitos<br />Dimensões<br />Indicadores<br />Memorização visual da informação apresentada nos diferentes elementos gráficos<br />Tempo dispensado pelo utilizador nos elementos gráficos <br />Visual<br />Efeitos da Disposição<br />Dos Estímulos Visuais<br />E Auditivos<br />Auditivo<br />Sincronização entre elementos visuais e oralidade do pivot<br />
  20. 20. Modelo de Análise<br />Conceitos<br />Dimensões<br />Indicadores<br />Atenção<br />Focos de atenção do utilizador nos diferentes elementos gráficos. <br />Processamento<br />Da Informação<br />Recepção<br />Eficiência e eficácia com que o utilizador recepcionou os conteúdos visuais e auditivos. (Com e sem elementos gráficos) <br />Percepção<br />Forma como o utilizador percepcionou os conteúdos visuais e auditivos nos dois cenários possíveis.<br />(Com e sem elementos gráficos) <br />
  21. 21. Modelo de Análise<br />Conceitos<br />Dimensões<br />Indicadores<br />Conteúdo<br />Diversidade dos conteúdos nas peças a serem apresentadas <br />Notícias<br />televisivas<br />Grafismo<br />Disposição dos elementos gráficos<br />(ticker, videowall, título e subtítulo...)<br />
  22. 22. Metodologia –Tipo de Estudo<br />Objectivo<br />Abordagem exploratória – Levantamento de fontes com o objectivo de consolidar conhecimentos. Fundamental para a validade e rigor do trabalho<br />Procedimento<br />Metodológico<br />Estudo de Caso - Tecnologia de eyetracking<br />Limitação: O estudo não pode ser alvo de generalizações<br />
  23. 23. Metodologia –Participantes<br />- Faixa etária entre os 17 e os 25 anos – Género Masculino e Feminino;<br />- “Digital Natives” e “Digital Immigrants” (Prensky, 2001);<br /><ul><li> Número total de Participantes: 50 a 60 participantes (Universidade de Aveiro e Faculdade de Letras da Universidade do Porto;</li></ul>- Amostragem realizada por conveniência.<br />
  24. 24. Metodologia – Instrumentos de Recolha de Dados<br />- Inquérito por questionário pré e pós-sessão<br /><ul><li> Tecnologia de eyetracking(Eye-TrackerTobii T120 )</li></ul>- Grelha de Observação<br />
  25. 25. Metodologia – Tratamento de dados<br />Análise Quantitativa<br />EyeTracking<br />TobiiStudio– Gravação e recolha, de forma quantificável, do foco de atenção do utilizador. <br />Inquéritos por<br />Questionário<br />Microsoft Excel<br />SPSS<br />
  26. 26. Plano de Contingência<br />Possíveis Problemas<br />Soluções<br /><ul><li> Equipamento de EyeTracking
  27. 27. Gravação e Edição dos Conteúdos
  28. 28. Número de Participantes
  29. 29. Recorrer a outro equipamento de EyeTracking</li></ul> existente na Universidade de Aveiro;<br />- Recolha de dados mais tardiamente.<br />- Utilização de peças jornalísticas já existentes.<br /><ul><li> Apenas utilizar participantes da Universidade de Aveiro.</li></li></ul><li>Cronograma<br />Mês de Maio<br />Mês de Junho<br />Mês de Abril<br />1ª Semana de Março<br />1ª Quinzena de Fev.<br />6<br />7<br />3<br />1<br />5<br />4<br />2<br />2ª Quinzena de Fev.<br />2ª e 3ª semana de Março<br />1. Redacção dos instrumentos de recolha de dados e dos conteúdos das peças jornalísticas<br />2. Gravação das peças e selecção dos participantes<br />3. Conclusão e revisão de todos os elementos necessários para a realização dos estudos<br />4. Realização do estudo<br />5. Recolha e Análise de Dados<br />6. Redacção das restantes secções da dissertação<br />7. Revisões Finais<br />
  30. 30. Resultados Esperados<br /><ul><li> A complementaridade da informação do canal auditivo e visual promove uma maior memorização dos conteúdos visualizados pelos participantes;
  31. 31. Existe maior memorização de informação quando existe redundância de informação nos vários elementos gráficos;
  32. 32. Os participantes apreendem e memorizam um maior número de conteúdos quando são presenteados apenas pelo pivot;
  33. 33. Os elementos gráficos menos focados são o ticker e o logótipo da estação televisiva;
  34. 34. Os “digital natives” estão mais predispostos a receberem informações distintas dos diversos elementos gráficos (multitasking) do que os “digital immigrants”, apesar de em ambos os casos existir índices reduzidos na recepção e processamento de informação.</li>

×