Métrica de Desempenho para Inteligência

664 visualizações

Publicada em

Case da Rodobens Negocios e Solucoes que aborda de forma sucinta, a criação de métricas de desempenho para as áreas de Inteligência.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
664
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Métrica de Desempenho para Inteligência

  1. 1. CASE RODOBENSINTELIGÊNCIA DE MERCADOMétricas de Desempenho para Áreas de Inteligência
  2. 2. ResumoAs Empresas Rodobens formam um dos mais importantes gruposempresariais brasileiros, com forte atuação nos setores automotivo,financeiro e imobiliário.Há mais de 60 anos no mercado, está atualmente entre os 100maiores grupos empresariais do País, atuando com destaque epioneirismo no Brasil e Argentina.São diferentes empresas especializadas, que se aprimoramcontinuamente para, juntas, proporcionar total solidez e confiança nosnegócios realizados.Entre elas está a Rodobens Negócios e Soluções que, com 8 unidadesde negócio, está estruturada para proporcionar as melhores soluções eatender às diferentes necessidades de seus clientes e parceiros.
  3. 3. Organograma e Definição Conselho Presidência Diretoria Unidades de • Os executivos são medidos Gestão e através de resultados Negócio Finanças financeiros e indicadores contábeis, claros e objetivos Inteligência Marketing Operacional • O staff é medido através de Analistas Analistas Força de Vendas metas que variam de projetos específicos à resultados financeiros
  4. 4. Modelo para Métrica de Desempenho Coleta Análise Opções Ação Resultado• O resultado é avaliado através do conceito de grupo de controle• O grupo de controle é uma amostra estatisticamente válida do grupo experimental• O resultado de uma ação, iniciativa ou projeto é avaliado comparando-se o desempenho entre os dois grupos em um intervalo de tempo definido e finito• Exemplo: no mês 1 o grupo de controle teve um faturamento 21% superior ao mês 2; no mesmo período, o grupo experimental teve um faturamento 53% superior. O resultado efetivo da ação é a projeção do grupo experimental pelo resultado grupo de controle, descontado o faturamento do experimento.• O grupo de controle e de experimento é estratificado por projeto
  5. 5. Definição de metas (Staff)• As metas para equipe de Inteligência (staff), são avaliadas em três frentes: • RESULTADO CORPORATIVO: um indicador financeiro (lucro operacional, LAJIDA, LAJIR ou outros) que corresponde a uma % da premiação por desempenho (PPR, PLR, etc) • RESULTADO INDIVIDUAL: normalmente de 3 a 5 projetos que correspondem a outra % da premiação por desempenho • ASPECTOS COMPORTAMENTAIS: é a aderência aos valores e missão da organização avaliado pelo gestor imediato e que corresponde a uma pequena % da premiação por desempenho
  6. 6. Exemplos de metasResultado Meta Peso (%) PremiaçãoCorporativo LAJIR <= 70% 60% 0 70% < LAJIR <= 100% 60 LAJIR > 100% 60 + ADICIONAL(*)Individual Projeto 1 30% 9 Projeto 2 5 Projeto 3 4 Projeto 4 2Comportamental 10% 10Premiação Total 100% 100(*) 1% LAJIR ADICIONAL ATÉ 10%
  7. 7. Aplicação de metas (1/2) • Hipoteticamente, a empresa teve um LAJIR de 98% e o colaborador obteve o seguinte desempenho individual: DesempenhoResultado Meta Peso (%) Premiação % ValorCorporativo LAJIR <= 70% 60% 0 70% < LAJIR <= 100% 60 98% 58,8 LAJIR > 100% 60 + ADICIONAL(*)Individual Projeto 1 30% 9 100% 9 Projeto 2 5 100% 5 Projeto 3 4 50% 2 Projeto 4 2 100% 2Comportamental 10% 10 75% 7,5Premiação Total 100% 100 84,3(*) 1% LAJIR ADICIONAL ATÉ 10%
  8. 8. Aplicação de metas (2/2)• Com isso procura-se avaliar: • RESULTADO CORPORATIVO: o colaborador faz parte de um time, não basta trabalhar individualmente, por isso este fator tem um grande peso na premiação • RESULTADO INDIVIDUAL: a realização individual tem como objetivo mensurar a capacidade de entrega e superação frente aos desafios propostos pelo seu gestor • ASPECTOS COMPORTAMENTAIS: apesar de ter uma parcela pequena na premiação, é importante avaliar o comprometimento e conduta do colaborador, buscando integração à cultura organizacional
  9. 9. Outros aspectos e Conclusão• O uso de ferramentas (softwares) podem ser usados e incentivados quando necessários• A cultura deve partir dos principais executivos, tanto na definição das metas, como no acompanhamento (feedback) e mensuração de toda a estrutura• A métrica “híbrida” permite uma avaliação satisfatória para diversos aspectos da organização, podendo-se unir diversas abordagens que atendem variados perfis profissionais• Este case aplica-se à premiações por desempenho (PPR, PLR, outros). Todos os valores e exemplos são hipotéticos e não refletem os resultados e informações reais
  10. 10. Obrigado!Dúvidas, comentários ou sugestões Rodrigo Yuji Sato Rodobens Negócios e Soluções | Inteligência de Mercado Email: rysato@rodobens.com.br Tel: (17) 3122-7800 | Ramal: 7826 Av. Bady Bassitt, 4717 | Vila Imperial São José do Rio Preto | SP

×