Descubra Os Bastidores Do Cinema

1.257 visualizações

Publicada em

O escritor e poeta Rodrigo Capella desvenda os bastidores do cinema brasileiro.

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.257
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Descubra Os Bastidores Do Cinema

  1. 1. Descubra os bastidores do cinema Rodrigo Capella
  2. 2. Paulo Gorgulho No filme quot;O Cangaceiroquot;, o ator Paulo Gorgulho se desentendeu com o diretor Anibal Massaini Neto. O motivo: o sol estava quente, as roupas que o elenco usava era pesada e o desgaste da equipe estava grande. Um produtor do filme foi conversar com o Paulo e lembrou o que havia acontecido com Willian Hurt e Hector Babenco nas filmagens de quot;O beijo da mulher aranhaquot;: Babenco e Hurt haviam se desentendido, mas voltaram atrás e filmaram. Resultado: Hurt ganhou o Oscar de melhor ator pelo filme. Ao ouvir essa história, Paulo voltou atrás e filmou.
  3. 3. Didi, dos Trapalhões Um dos roteiristas do filme quot;O Trapalhões na Terra dos Monstrosquot;, chamado Ricardo Pinto e Silva, foi conversar com o Didi e apresentar a primeira versão de roteiro para o filme. O Didi pegou o texto na mão, deu uma folheada e disse: quot;o diálogo está muito grossoquot;. O roteirista reagiu surpreso: quot;como assim, grosoquot;. Didi respondeu: quot;precisa ser mais fino, precisa ser assimquot;, disse Didi, colocando o polegar e o indicador em paralelo.
  4. 4. José Wilker No filme quot;O Homem da Capa Pretaquot;, o ator José Wilker interpretava Tenório Cavalcanti. Em uma cena, Wilker sobe na marquize de uma casa, segurando uma metralhadora. Ele precisava conversar com o público (figurantes), mas o público não conseguia ouvir, pois o som estava muito ruim. O que a produção fez? Subiu na marquize, se escondeu atras do ator e começou a gesticular para que os figurantes rissem e aplaudissem na hora certa. A situação ficou muito engraçada!
  5. 5. Paulo Betti e Vera Fischer O filme quot;Doida Demaisquot;, protagonizado por Paulo Betti e Vera Fischer utilizou um recurso interessante: o back projection. Em uma cena, os dois atores aparecem sobrevoando o estado de Minas Gerais, mas, na verdade, Paulo Betti e Vera Fischer sempre estiveram parados em um hangar, no Rio de Janeiro. Olha o que fizeram: enquanto os dois atores estavam dentro do avião, uma tela foi colocada na janelinha do avião, e uma grande equipe ficava correndo em volta do avião para projetar imagens de Minas Gerais na tela. Resultado: não faltaram risos dos atores e da produção.
  6. 6. Nuno Leal Maia No filme quot;As ferasquot;, os atores Nuno Leal Maia e Lúcia Veríssimo sofreram um pouco. Isso porque o diretor Walter Hugo Khoury mudava o roteiro sempre na hora das filmagens e os atores recebiam o roteiro poucos minutos antes de gravar as cenas.
  7. 7. Quer saber mais? Adquira o livro “Rir ou chorar”, de Rodrigo Capella, que desvenda os bastidores do cinema brasileiro, coordenado por Rubens Ewald Filho. Mais informações: www.rodrigocapella.com.br

×