Concordância verbal

17.352 visualizações

Publicada em

1 comentário
17 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
17.352
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.844
Comentários
1
Gostaram
17
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Concordância verbal

  1. 1. Concordância Verbal
  2. 2. CONCORDÂNCIA VERBAL É a concordância do verbo com o seu sujeito. Caso geral: o verbo concorda com o sujeito em número e pessoa. Ex: Ela não acredita em Deus.
  3. 3. Casos de sujeito simples que merecem destaque
  4. 4. O sujeito é um pronome de tratamento verbo na 3ª pessoa: Ex.: Vossa Excelência sabe das coisas. Sua Excelência, o presidente, dará uma entrevista logo mais. Vossas Senhorias aceitam um café? Sujeito substantivo coletivo verbo no singular : Ex.: O batalhão atacou o bandido. A multidão ouvia atenta o discurso do presidente.
  5. 5. Sujeito é uma expressão partitiva (parte de, uma porção de, metade de, a maioria de, grande parte de, a maior parte de) seguida de um adjunto adnominal Ex.: A maioria dos jornalistas aprovou/ aprovaram a ideia. Metade dos candidatos não apresentou/ apresentaram nenhuma proposta interessante.
  6. 6.  O sujeito é a expressão mais de um verbo no singular Ex.: Mais de um gato morreu. Entretanto, a partir de mais de dois verbo no plural Ex.: Mais de dois animais ficaram feridos.  Sujeito é uma expressão que indica quantidade aproximada (cerca de, mais de, menos de, perto de) O verbo concorda com o substantivo que acompanha a expressão. Exs: Cerca de mil pessoas participaram da manifestação. Perto de quinhentos alunos compareceram à solenidade. Mais de um atleta estabeleceu novo recorde nas últimas Olimpíadas.
  7. 7. Obs: Quando a expressão mais de um se associar a verbos que exprimem reciprocidade, o plural é obrigatório: Mais de um deputado se ofenderam na tumultuada sessão de ontem. Mais de um político cumprimentaram-se.
  8. 8.  Sujeito é o pronome relativo que Fui eu que paguei a conta. ou Fomos nós que pintamos o muro.
  9. 9.  O sujeito é o pronome relativo quem Fui eu quem paguei a conta. ou Fui eu quem pagou a conta. Fomos nós quem pintou o muro. ou Fomos nós quem pintamos o muro.
  10. 10.  Sujeito representado por nome próprio no plural Ex.: Os Estados Unidos investem bastante em tecnologia./ Estados Unidos investe em tecnologia. Os sertões imortalizaram Euclides da Cunha. Minas Gerais produz muita soja no cerrado. As Minas Gerais são inesquecíveis.
  11. 11.  Sujeito representado pela expressão um dos que (Na linguagem formal deve-se optar pelo plural) Ele foi um dos colegas que me apoiaram. Sean Conery foi um dos atores que interpretaram James Bond no cinema.
  12. 12.  porcentagens – concorda com o substantivo. Se não houver, concorda com o número. Exs: 25% do orçamento do país deve destinar- se à Educação. 1% do eleitorado aceita a mudança. 1% dos alunos faltaram à prova. 25% querem a mudança. 1% conhece o assunto.
  13. 13. Casos de sujeito composto que merecem destaque
  14. 14. Sujeito composto *Anteposto ao verbo: o verbo deve ficar no plural Ex.: Os jogadores e a torcida (Eles)comemoraram a vitória do time. *Posposto ao verbo: Ex.: Voltaram ao hotel o turista e a polícia. (plural = eles) Ex.: Voltou ao hotel o turista e a polícia. (singular = mais próximo)
  15. 15. Sujeito composto por pessoas gramaticais diferentes: prevalece a 1ª pessoa Ex.: Eu, tu e ele (Nós) faremos a pesquisa amanhã. Ex.: Tu e ele reivindicastes /reivindicaram seus direitos. VÓS ELES
  16. 16.  núcleos unidos por ou/nem Drummond ou Bandeira representam a essência da poesia brasileira. Nem o professor nem o aluno acertaram a resposta. Obs: Havendo ideia de exclusão de um dos núcleos, o verbo ficará no singular. Meu pai ou meu tio dirigirá o carro. Você ou ele será escolhido.
  17. 17.  Sujeito formado por núcleos ligados pela preposição COM: Verbo normalmente no plural, desde que não se queira destacar o primeiro elemento. Ex.: O presidente com os ministros reúnem-se no palácio Alvorada. O pai com o filho montou o brinquedo. (enfatizar o primeiro)
  18. 18.  SUJEITO COMPOSTO RESUMIDO POR PRONOMES INDEFINIDOS ( TUDO, NADA, NINGUÉM, ETC.)  verbo fica no singular Ex.: Casa, água, comida e carinho, nada fez o pardalzinho feliz. Prédios, árvores, postes, tudo a tempestade derrubou.
  19. 19. Concordância com verbos de particular interesse
  20. 20. VERBOS BATER, SOAR E DAR  Indicação de horas  verbo concorda com o numeral Ex.: Bateu uma hora no relógio da catedral.  Sujeito simples  verbo concorda com ele Ex.: O relógio bateu cinco horas.
  21. 21. Verbos haver e fazer  HAVER = existir – impessoal e conjuga-se na 3ª p. do singular. Ex.: Há várias pessoas aqui. // Pode haver várias pessoas aqui.  HAVER = tempo decorrido - impessoal e conjuga- se na 3ª pessoa do singular Ex.: Há vários meses viajou para o exterior.  HAVER = TER – pessoal e concorda com o sujeito. Ex.: Nós havíamos obtido ótimos resultados com a pesquisa.
  22. 22. FAZER = tempo decorrido – impessoal e conjuga-se na 3ª pessoa do singular Ex.:Fazia dias que eu não o visitava. Ex.: Vai fazer dias que eu não o visitava. TER=HAVER (existir) – impessoal e se conjuga na 3ª pessoa do singular (uso informal) Ex.: Tem muitos dias que eu não venho à aula.
  23. 23. Verbo na voz passiva sintética VERBO TRANSITIVO DIRETO + SE (pronome apassivador) concorda com o seu sujeito. Ex.: Aceitam-se doações de tijolos. Ex.:Aguarda-se o resultado do sorteio.
  24. 24.  VERBOS TRANSITIVOS INDIRETOS OU INTRANSITIVOS + SE (índice de indeterminação do sujeito) verbo na 3ª pessoa do singular e sujeito indeterminado. Ex.: Necessita-se de amigos. Ex.: Vive-se muito bem.
  25. 25. Concordância do verbo SER
  26. 26.  Sujeito constituído pelos pronomes tudo, nada (indefinidos) e isso, isto ou aquilo (demonstrativos) e o predicativo estiver no plural o verbo SER concordará normalmente no plural. Ex.: Aquilo eram fantasias de menino. Isso são manias de quem não tem o que fazer.
  27. 27. Verbo SER concorda com o sujeito quando este for representado por nome próprio. Ex.: Os miseráveis são uma famosa obra do escritor Vítor Hugo. Garrincha foi as mais incríveis diabruras com a bola.
  28. 28. Se o sujeito se referir a coisas ou objetos, o verbo concordará, de preferência, com o predicativo. Ex.: A tristeza são os dias perdidos da juventude. No meio da chuva, o coração do seu carro são as palhetas e os limpadores do para-brisa.
  29. 29.  Pronomes pessoais retos como sujeito ou predicativo o verbo concorda com um ou outro. Ex.: Ele é os pilares da nossa casa. Pedro das Neves sou eu.  As expressões é muito, é suficiente não se flexionam. Ex.: Quinhentos gramas é pouco. Dez minutos é muito tempo. Cinco quilos é muito.
  30. 30. Indicação de horas, datas e distâncias o verbo concorda com o numeral. Ex.: Hoje são vinte e cinco de agosto. Já é meio-dia. São duas horas.
  31. 31. DESTA VEZ, ACABOU!

×