<ul>Simuladores </ul><ul>CENTRO DE DESENVOLVIMENTO  DE SISTEMAS </ul>
<ul>SUMÁRIO </ul><ul><li>Objetivo
Portaria do EME
Conceitos Básicos
Benefícios do uso de Simuladores
Conceitos Básicos sobre simuladores
A Simulação no Exército Brasileiro  </li></ul>
<ul>Apresentar uma visão geral da aplicação da simulação no Exército Brasileiro. </ul><ul>OBJETIVO </ul>
<ul>PORTARIA DO EME 21 de Dezembro de 2005 </ul><ul><li>Sistema Integrado de Simulação de Combate do Exército. </li></ul><...
- Proporcionar melhores condições de instrução e adestramento;
- Integrar os esforços do Órgão de Direção Geral com os Órgãos de Direção Setorial na implantação da Simulação;
- Fornecer subsídios para a validação da Doutrina;
- Cooperar com a integração da Força Terrestre com as demais Forças Armadas e outras Instituições;
- Integrar as diversas modalidades de simulação. </li></ul></ul>
<ul>Conceitos Básicos  </ul>O termo simulação pode designar: <ul><li>O próprio produto – a ferramenta de simulação;
sua utilização – fazer uma simulação;
sua elaboração – método para implementar um modelo dinâmico;
uma tecnologia – utilizável com fins de teste, de estudo ou de treinamento.  </li></ul>
<ul>Benefícios do uso de simuladores  </ul><ul>Facilita o aprendizado técnico; Economia de recursos no adestramento da tro...
Otimização dos MEM a serem adquiridos;
Acompanhar a evolução tecnológica dos MEM;
Diminuição do desgaste do material;
Tecnologia de imersão permite  adquirir comportamentos e habilidades com maior rapidez; </li></ul>
<ul>Benefícios do uso de simuladores </ul><ul>Realimentação do Sistema de Simulação </ul><ul>Fonte : DECEX  </ul>
<ul>Conceitos Básicos sobre simuladores  </ul><ul><li>Simulação Virtual (Sistemas Simulados, Pessoas Reais) – Treinamento ...
<ul>Conceitos Básicos sobre simuladores  </ul><ul>Simulador de Helicópteros </ul><ul>Fonte : Palestra COTER LAAD 2010  </ul>
<ul>Conceitos Básicos sobre simuladores </ul><ul><li>Simulação Viva (Sistemas Reais, Pessoas Reais)   </li></ul><ul><li>Vi...
<ul>Conceitos Básicos sobre simuladores  </ul><ul><li>Simulação Construtiva (Sistemas Simulados, Pessoas Simuladas)   </li...
<ul>Conceitos Básicos sobre simuladores  </ul><ul><li>Sistema de Simulação do Exército Brasileiro (SSEB): </li></ul><ul><u...
- Empregado no adestramento, treinamento, ensino militar e suporte à tomada de decisão.  </li></ul></ul>
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

29/09/2011 - 9h às 12h30 - TI nacional e os projetos do ministério da defesa - Bráulio de Paula Machado

1.189 visualizações

Publicada em

29/09/2011 - 9h às 12h30 - TI nacional e os projetos do ministério da defesa - Bráulio de Paula Machado

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.189
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

29/09/2011 - 9h às 12h30 - TI nacional e os projetos do ministério da defesa - Bráulio de Paula Machado

  1. 1. <ul>Simuladores </ul><ul>CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS </ul>
  2. 2. <ul>SUMÁRIO </ul><ul><li>Objetivo
  3. 3. Portaria do EME
  4. 4. Conceitos Básicos
  5. 5. Benefícios do uso de Simuladores
  6. 6. Conceitos Básicos sobre simuladores
  7. 7. A Simulação no Exército Brasileiro </li></ul>
  8. 8. <ul>Apresentar uma visão geral da aplicação da simulação no Exército Brasileiro. </ul><ul>OBJETIVO </ul>
  9. 9. <ul>PORTARIA DO EME 21 de Dezembro de 2005 </ul><ul><li>Sistema Integrado de Simulação de Combate do Exército. </li></ul><ul><ul><li>- Racionalizar o emprego da simulação de combate como instrumento de preparo;
  10. 10. - Proporcionar melhores condições de instrução e adestramento;
  11. 11. - Integrar os esforços do Órgão de Direção Geral com os Órgãos de Direção Setorial na implantação da Simulação;
  12. 12. - Fornecer subsídios para a validação da Doutrina;
  13. 13. - Cooperar com a integração da Força Terrestre com as demais Forças Armadas e outras Instituições;
  14. 14. - Integrar as diversas modalidades de simulação. </li></ul></ul>
  15. 15. <ul>Conceitos Básicos </ul>O termo simulação pode designar: <ul><li>O próprio produto – a ferramenta de simulação;
  16. 16. sua utilização – fazer uma simulação;
  17. 17. sua elaboração – método para implementar um modelo dinâmico;
  18. 18. uma tecnologia – utilizável com fins de teste, de estudo ou de treinamento. </li></ul>
  19. 19. <ul>Benefícios do uso de simuladores </ul><ul>Facilita o aprendizado técnico; Economia de recursos no adestramento da tropa; Diminuição de riscos e acidentes; Possibilidade de aprimoramento da doutrina; <li>Teste de novos procedimentos doutrinários;
  20. 20. Otimização dos MEM a serem adquiridos;
  21. 21. Acompanhar a evolução tecnológica dos MEM;
  22. 22. Diminuição do desgaste do material;
  23. 23. Tecnologia de imersão permite adquirir comportamentos e habilidades com maior rapidez; </li></ul>
  24. 24. <ul>Benefícios do uso de simuladores </ul><ul>Realimentação do Sistema de Simulação </ul><ul>Fonte : DECEX </ul>
  25. 25. <ul>Conceitos Básicos sobre simuladores </ul><ul><li>Simulação Virtual (Sistemas Simulados, Pessoas Reais) – Treinamento de Tripulação de Carros de Combate, pilotos de Helicóptero. </li></ul><ul>Fonte : Palestra COTER LAAD 2010 </ul>
  26. 26. <ul>Conceitos Básicos sobre simuladores </ul><ul>Simulador de Helicópteros </ul><ul>Fonte : Palestra COTER LAAD 2010 </ul>
  27. 27. <ul>Conceitos Básicos sobre simuladores </ul><ul><li>Simulação Viva (Sistemas Reais, Pessoas Reais) </li></ul><ul><li>Vila cenográfica </li></ul><ul><li>Força Oponente profissional </li></ul><ul>Fonte : Palestra COTER LAAD 2010 </ul>
  28. 28. <ul>Conceitos Básicos sobre simuladores </ul><ul><li>Simulação Construtiva (Sistemas Simulados, Pessoas Simuladas) </li></ul><ul>Treinamento de comandantes e Estados-Maior. </ul><ul>Fonte : Palestra COTER LAAD 2010 </ul>
  29. 29. <ul>Conceitos Básicos sobre simuladores </ul><ul><li>Sistema de Simulação do Exército Brasileiro (SSEB): </li></ul><ul><ul><li>- O SSEB compreende o conjunto de recursos humanos, instalações, programas e equipamentos;
  30. 30. - Empregado no adestramento, treinamento, ensino militar e suporte à tomada de decisão. </li></ul></ul>
  31. 31. <ul>Conceitos Básicos sobre simuladores </ul><ul><li>Sistema de Simulação do Exército Brasileiro: </li></ul>- Diretriz elaborada pelo EME; - Orgão de Direção Setorial responsável pela execução
  32. 32. <ul><li>Departamento de Educação e Cultura do Exército </li></ul><ul><ul><li>- Sistema de Simulação para o Ensino;
  33. 33. - Principais objetivos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>- Aprimorar o processo de ensino-aprendizagem;
  34. 34. - Tornar a simulação meio auxiliar de instrução;
  35. 35. - Aumentar a frequência de exercícios;
  36. 36. - Proporcionar a economia de recursos. </li></ul></ul></ul><ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul>
  37. 37. <ul><li>Departamento de Educação e Cultura do Exército </li></ul><ul><ul><li>- Aquisição e Desenvolvimento: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>- Desenvolvimento do Sistema de Simulação de Apoio de Fogo (SAFO);
  38. 38. - Aquisição do Simulador de Tiro de Artilharia de Campanha (SIMACA). </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>- A Divisão de Simulação do DECEX foi criada com a finalidade de gerenciar o ciclo do emprego de Simuladores. </li></ul></ul><ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul>
  39. 39. <ul>SIMACA </ul><ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Fonte : Palestra EME SIMACA 22 MAR 10 </ul>
  40. 40. <ul><li>Comando de Operações Terrestres </li></ul><ul><ul><li>- Sistema de Simulação para Adestramento da tropa.
  41. 41. - Principais objetivos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>- Aprimorar o processo de Adestramento;
  42. 42. - Manter os quadros preparados para emprego;
  43. 43. - Proporcionar a economia de recursos. </li></ul></ul></ul><ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul>
  44. 44. <ul><li>Comando de Operações Terrestres </li></ul><ul><ul><li>- Desenvolvimento do Sistema de Adestramento de Batalhão e Regimento - SABRE e Sistema Tático de Brigada – SISTAB;
  45. 45. - Desenvolvimento do Sistema de Combate da Força Terrestre (COMBATER); </li></ul></ul><ul><ul><li>- O COMBATER substituirá o SABRE e SISTAB e integrará outros sistemas de simulação. </li></ul></ul><ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul>
  46. 46. <ul>SISTAB SABRE </ul><ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Fonte : Palestra COTER LAAD 2010 </ul>
  47. 47. <ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Brigada de Operações Especiais – Túnel de Vento </ul>
  48. 48. <ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Centro de Avaliação de Adestramento do Exército ( CAADEX) </ul><ul>– Dispositivo de Simulação de Engajamento Tático (DSET): </ul><ul><ul><li>- simula o combate, pode-se retirar diversos dados: </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>- Número de tiros disparados;
  49. 49. - Quantidade de acertos;
  50. 50. - Localização do combatente;
  51. 51. - Se o militar foi ferido;
  52. 52. - Se os ferimentos causariam a morte. </li></ul></ul></ul></ul>
  53. 53. <ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Centro de Avaliação de Adestramento do Exército </ul><ul><li>Ele funciona com um emissor laser acoplado ao armamento e diversos receptores espalhados no equipamento individual. </li></ul>
  54. 54. <ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Departamento de Engenharia e Construção – DEC Diretoria de Obras de Cooperação – DOC Centro de Instrução de Engenharia de Construção - CIEC </ul>
  55. 55. <ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Centro de Instrução de Engenharia de Construção </ul><ul><li>O CIEC apoia o DEC fornecendo treinamento especializado em maquinário pesado. </li></ul><ul><li>As práticas são realizadas num campo de obras virtual. </li></ul><ul><li>Movimentos realizados por meio de manipuladores com acionamento analógicos. </li></ul>
  56. 56. <ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Departamento de Engenharia e Construção – DEC Diretoria de Obras de Cooperação - DOC </ul><ul>Simulação da construção do novo Terminal de Passageiros do Aeroporto de Guarulhos </ul>
  57. 57. <ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Departamento de Engenharia e Construção – DEC Diretoria de Obras de Cooperação - DOC </ul>
  58. 58. <ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Centro de Instrução de Engenharia de Construção </ul>
  59. 59. <ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Centro de Instrução de Engenharia de Construção </ul>
  60. 60. <ul>Simulação no Exército Brasileiro </ul><ul>Centro de Instrução de Engenharia de Construção </ul>
  61. 61. <ul>http://www.cds.eb.mil.br/ Gen Bda Bráulio de Paula Machado </ul>

×