www.destralha.me
Descopyright Rica Matsu, 2014
Este livro está sob domínio publico. Todos os direitos destralhados.
É permitido qualquer ti...
Dedicado a todos aqueles que já esperaram demais para serem felizes.
É você?
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
5
Índice
SOBRE O PORTAL DESTRALHA 6
O QUE É MINIMALISMO 6
...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
6
SOBRE O PORTAL DESTRALHA
Tudo começou com o blog destralha, criado ...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
7
Essa mesma essência tornou-se um estilo de vida para aqu...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
8
BENEFÍCIOS DO MINIMALISMO
Minimalismo é uma ferramenta poderosa. É ...
7 EXEMPLOS PRÁTICOS
de desapego para melhorar a vida
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
10
Dinheiro
Ao contrário da visão superficial sobre o minimalismo, o ...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
11
que necessariamente você tenha um aumento de salário. Q...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
12
Coisas materiais
Ninguém vive sem se vestir. A não ser que você te...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
13
importantes e ricas usam, por isso vai se sentir import...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
14
A cada seis meses verifico se tem alguma peça que está virando
tra...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
15
Alimentação
Que a industrialização nos trouxe um avanço...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
16
Carro
Minimalismo é uma «ciência» muito prática, então aí vão dado...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
17
película para não ser castigado pelo sol enquanto dirig...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
18
Casa própria
Trabalhar duro para comprar a casa própria. Aí então ...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
19
Há pouco tempo morávamos eu e minha mulher numa pequena...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
20
Emocional
Quando falamos em termos de «ismos»: cristianismo, islam...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
21
diversos ao longo da vida que começam a se transformar ...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
22
Trabalho
Exatamente hoje fazem 365 dias que entreguei minha carta ...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
23
você faz é seu mesmo? Tem tudo haver com você? A sua cr...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
24
A MAIOR RIQUEZA DA VIDA
Quando a gente fala a palavra riqueza, log...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
25
Ou seja, qualquer tipo de ser ou «divindade» que você p...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
26
ENTRE NO FLUXO!
Fluxo é, a grosso modo, um estado de foco no que s...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
27
O AUTOR
Oi, eu sou o Rica! Filho de pai japonês e
mãe b...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
28
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Depois de ler os exemplos desse livro você po...
7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Rica Matsu
29
«Tudo é considerado impossível até acontecer.»
Nelson M...
d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O
Rica Matsu
30
Destralha - 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Destralha - 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida

511 visualizações

Publicada em

Descopyright Rica Matsu, 2014

Este livro está sob domínio publico. Todos os direitos destralhados.

É permitido qualquer tipo de reprodução.
Foto da capa: www.freeimages.com

Projeto gráfico: Rica Matsu

Matsu, Rica.

Destralha - Minimalismo | 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida. 30 páginas.

1. Minimalismo. 2. Desapego.
______________________________
2014
http://www.destralha.me | destralha@gmail.com

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
511
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Destralha - 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida

  1. 1. www.destralha.me
  2. 2. Descopyright Rica Matsu, 2014 Este livro está sob domínio publico. Todos os direitos destralhados. É permitido qualquer tipo de reprodução. Foto da capa: www.freeimages.com Projeto gráfico: Rica Matsu Matsu, Rica. Destralha - Minimalismo | 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida. 30 páginas. 1. Minimalismo. 2. Desapego. ______________________________ 2014 http://www.destralha.me | destralha@gmail.com Lançamento em 25/08/2014. D
  3. 3. Dedicado a todos aqueles que já esperaram demais para serem felizes. É você?
  4. 4. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 5 Índice SOBRE O PORTAL DESTRALHA 6 O QUE É MINIMALISMO 6 BENEFÍCIOS DO MINIMALISMO 8 7 EXEMPLOS PRÁTICOS 9 Dinheiro 10 Coisas materiais 12 Alimentação 15 Carro 16 Casa própria 18 Emocional 20 Trabalho 22 A MAIOR RIQUEZA DA VIDA 24 ENTRE NO FLUXO! 26 O AUTOR 27 CONSIDERAÇÕES FINAIS 28
  5. 5. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 6 SOBRE O PORTAL DESTRALHA Tudo começou com o blog destralha, criado para compartilhar minhas experiências desde quando adotei o minimalismo como estilo de vida. A divulgação da prática minimalista atraiu mais pessoas interessadas em reduzir o excesso das coisas. Naturalmente o site cresceu, e mais uma vez a matemática chegou na equação do MENOS É MAIS! Agora o blog virou Portal! Menos pessoal e mais colaborativo, disponibiliza também experiências de outros minimalistas e pessoas engajadas no propósito. Somos o portal de informações práticas sobre minimalismo e desapego consciente para melhorar a vida. Este pocket e-book é uma prévia do livro maior que está, nesse exato momento, em processo de criação. O QUE É MINIMALISMO O minimalismo era um movimento artístico. Surgiu no final dos anos cinquenta em Nova York. Inicialmente presente na pintura e na escultura. Nesse período conturbado dos movimentos artísticos o minimalismo andou na contramão das tendências da época, marcada pela complexidade do expressionismo abstrato. Sua principal característica era a simplicidade.
  6. 6. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 7 Essa mesma essência tornou-se um estilo de vida para aquelas pessoas que se cansaram do consumismo exagerado e dos prejuízos que os excessos da vida moderna provocam ao longo do tempo. Seu foco inicial era a redução do acúmulo de coisas materiais desnecessárias. Hoje é muito mais que isso. Relacionamentos, espiritualidade, trabalho, dinheiro, alimentação, bem-estar, comportamento. Em qualquer área o minimalismo pode ser um agente de transformação para uma vida com mais significado e propósito. Alguns chamam de movimento, outros de filosofia. Aqui o chamamos de um novo jeito de viver, baseado na liberdade genuína, natural e verdadeira. ∎
  7. 7. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 8 BENEFÍCIOS DO MINIMALISMO Minimalismo é uma ferramenta poderosa. É o freio das bolas de neve. A corda que a liberdade joga para você sair de prisões. Metáforas de lado, minimalismo é o conjunto de ações focadas no essencial da própria vida com o objetivo de resgatar a liberdade e aumentar o nível de felicidade. Cada ação minimalista reduz, minimiza ou elimina o excesso de tempo e espaço gastos com coisas preocupantes, não utilizadas ou mal resolvidas. ALGUNS BENEFÍCIOS ALCANÇADOS: • mais tempo para fazer o que gosta • aumento de finanças • fim da ansiedade generalizada • ambientes mais espaçosos • mais contato físico com as pessoas • relacionamentos verdadeiros e transparentes • consumo consciente • alimentação e corpo mais saudável • foco em qualquer atividade • mudança de hábitos • reconexão com a natureza • altruísmo • maior mobilidade • sentimento de gratidão • contribuição para a sustentabilidade e meio ambiente
  8. 8. 7 EXEMPLOS PRÁTICOS de desapego para melhorar a vida
  9. 9. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 10 Dinheiro Ao contrário da visão superficial sobre o minimalismo, o dinheiro não é escasso. Muito pelo contrário! Os recursos são completamente aproveitados porque são investidos com propósito. E a consequência de um propósito orientado para o bem-estar é o retorno certo. O dinheiro que seria usado em coisas desnecessárias ou dispensáveis é investido com mais critério e noção na prática minimalista. Isso é foco no essencial. Todo mundo tem o direito de rasgar dinheiro de vez em quando. Comprar um carrão esportivo, mesmo que o motor potente fique subutilizado por falta de estradas compatíveis com a velocidade. Pagar aquela academia da moda por seis meses e ir só um dia na semana, também é um belo exemplo. E quando a gente paga anuidade de cartões de crédito sendo que existem cartões isentos desta taxa? Será que a gente precisa do iPhone 5SXC-3PO logo depois de lançado? Você consegue assistir todos aqueles canais do plano Megamasterfull que assinou na promoção do combo 10 em 1? Quantos cosméticos vencidos você tem em casa? Melhor parar por aqui, antes que este post se transforme em lista de doação ou anúncio de classificados. Vaidade funcional é o que eu chamo de satisfazer os próprios desejos sem cometer exageros que levam o nosso dinheiro para o ralo. É deixar de lado aquela competição automática do consumo. A simples atitude minimalista pode multiplicar o que você tem sem
  10. 10. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 11 que necessariamente você tenha um aumento de salário. Qual a sua relação com o dinheiro, o que ele representa? Que tipo de necessidade ele está suprindo, ou suprimindo? Perceba o fluxo, a direção dos seus recursos. Mais adiante na superficialidade, minimalismo não quer dizer comprar grandes quantidades pelo menor preço, gastar menos e levar mais. Quase sempre o barato sai caro. Vão haver casos em que você vai sim comprar coisas até mais caras e de marcas famosas, por saber que vai usá-las com frequência e que tem qualidade para durar o suficiente. E vice-versa. O caso do iPhone virou até um exemplo clichê sobre minimalismo. Mais e mais pessoas tem trocado a maçã pelo robozinho verde. Esses são só alguns dos exemplos onde o minimalismo maximiza recursos e faz a gente aproveitar melhor o dinheiro. O consumismo tem um domínio tão perverso que consegue inverter os valores das coisas. Não é fácil e dá um trabalhão reverter esse processo, depois de cair na relação passional do consumo. Mas, acredite, vale a pena! Menos é mais (dinheiro no bolso também). ∎
  11. 11. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 12 Coisas materiais Ninguém vive sem se vestir. A não ser que você tenha adotado o Naturismo. E mesmo assim vai precisar se vestir para fazer alguma coisa fora dos limites da vida selvagem. Agora, abra seu guarda- roupas e veja se consegue usar todas as suas peças. Tem sempre aquela camisa fora de moda, ou um par de meias azul-marinho que você ganhou e nunca usou. E aquele casacão que nem no inverno de São Joaquim dá para usar? Pois é, roupas que você não usa mais podem estar fazendo aniversário. Elas precisam cair fora das suas gavetas e ajudar alguém. Ou simplesmente é lixo que você guarda lavado e passado. Tem gente que compra roupas demais. Guarda tudo. Tipo aquelas que quem sabe um dia poderá servir. Segue as «tendências da moda» e logo que passa as deixa mofando no fundo do armário. Quando se trata das de marca então...hum eis a questão. Usufruir de uma grife famosa é como uma necessidade de amor preenchida. Enxergam nesses produtos reconhecimento, dignidade e respeito. Ou qualquer outro valor saudável, substituído ao longo do tempo por coisas sintéticas. É fato que marcas mais caras e famosas tem sempre um padrão de qualidade superior. O problema é que os produtos são produzidos para preencher um vazio emocional e a verdadeira função do produto é secundária. Funciona mais ou menos assim: Compre uma camiseta da marca x porque está na moda e as pessoas
  12. 12. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 13 importantes e ricas usam, por isso vai se sentir importante, rico e inserido em um grupo especial, pois assim será especial também. Depois assim: Essa camiseta já está fora de moda e portanto compre outra porque você já não é mais tão especial como antes e seus amigos já compraram uma mais atual e mais cara. Este programinha de computador faz basicamente o mesmo com os celulares, laptops e qualquer produto. Carros, viagens, restaurantes, serviços. Porque não interessa mais quem você é, e sim o que você pode comprar para que você pareça ser alguém importante, atualizado. Numa entrevista recente, o psicólogo Roberto Shinyashiki disse: «Hoje, como as pessoas não conseguem nem ser nem ter, o objetivo de vida se tornou parecer.» E nada mais apropriado para se «parecer» que estar sempre na moda com roupas de marcas famosas. Acho muito engraçado ver tanta gente usando roupas com dizeres em inglês sem ao menos saber o que significam. Usando roupas direcionadas para surf sem nunca nem ter subido numa prancha, ou nem mesmo ter pisado na areia da uma praia antes. Por gosto pessoal eu uso camisetas lisas sem estampa mesmo, básicas, em qualquer ocasião, praticamente um desleixado. Mas o material é de qualidade. Não compro de marca nenhuma, compro numa empresa que fornece as camisetas para algumas marcas famosas, e mais ou menos oitenta porcento mais barato. É claro, nunca estou na moda. A moda nos consome bastante!
  13. 13. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 14 A cada seis meses verifico se tem alguma peça que está virando trapo ou tralha. Junto o que tiver, faço doação ou jogo fora em local apropriado. O resultado disso é que fico com mais espaço no guarda- roupas e ainda me sinto bem quando faço uma doação. ∎
  14. 14. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 15 Alimentação Que a industrialização nos trouxe um avanço incrível não podemos negar, isso é fato. O grande dilema é a quantidade de alimentos sintéticos que consumimos sem saber nem o que significam. É só olhar os ingredientes nas embalagens dos produtos. Aqui vai um hábito que pode ajudar na melhor seleção do que a gente vem abastecendo nosso corpo. É o ato simples de ler os ingredientes descritos nas embalagens dos produtos. Em ordem de quantidade decrescente são colocados na descrição. Digamos que você comprou aquela bolachinha preferida dos americanos e lá estava assim: Ingredientes: Farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, açúcar, gordura vegetal, óleo vegetal, cacau, açúcar invertido, sal, fermentos químicos: bicarbonato de amônio, bicarbonato de potássio e bicarbonato de sódio, emulsificante lecitina de soja e aromatizante. Pela ordem, o cacau é o quinto ingrediente em maior quantidade no produto, e a baunilha, bom...ficou só no cheiro. É o aromatizante! Esse exemplo serve para qualquer outro produto encontrado nas prateleiras, inclusive bebidas. É uma norma da ANVISA. Então fica fácil saber se o que você está comprando é realmente o que diz nas embalagens cintilantes e reluzentes. O minimalismo está aí na redução de ingredientes que podem não ser tão saborosos para o nosso organismo. Afinal, o corpo é o templo que a briga nossa alma. ∎
  15. 15. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 16 Carro Minimalismo é uma «ciência» muito prática, então aí vão dados da minha última experiência consumista automobilística, o que me fez definitivamente abolir o invento do meu dia-a-dia. Os valores em negrito são mensais. Veja. Só com o carro que eu tinha, um popular básico duas portas pelado de tudo, gastava: • Prestação financiamento: R$ 636,81 • Combustível: R$ 300,00 • IPVA: R$ 533,19 -> R$ 44,43 • Seguro obrigatório: R$ 101,16 -> R$ 8,43 • Licenciamento: R$ 65,66 -> R$ 5,47 • Seguro contra roubo e terceiros: R$ 1.287,92 -> R$ 107,32 • Revisão periódica: R$ 613 -> R$ 51,08 • Multa: R$ 102,15 -> R$ 8,51 • Peças sazonais: R$ 100,00 -> R$ 8,33 • Franquia de seguro: R$ 980,00 -> R$ 81,66 • Depreciação: R$ 3.300,00 -> R$ 275,00 • Lava a jato: R$ 40,00 -> R$ 20,00 *valores do ano de 2013 de um carro ano 2010/2011. Total de gastos mensal: R$ 1.547,04! Total de gastos anual: R$ 18.564,48!!! Isso é o básico do básico! Na prática ainda pode haver ainda mais variáveis como o som do carro que eu apenas mandei instalar,
  16. 16. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 17 película para não ser castigado pelo sol enquanto dirige, outros sinistros, novas franquias, novas multas, taxas de estacionamento, flanelinhas, entre outros. Já passei anos sem receber nenhuma multa. Nos últimos dois consegui fazer algumas proezas de estacionamento e acho que recebi umas três. Então pensei: será que depois de quinze anos de direção comecei a dirigir mal, ou o trânsito é que piorou? No meu antigo emprego, se não chegasse em determinados horários não conseguia achar uma vaga e o jeito era apelar para locais proibidos ou então estacionar a alguns quilômetros de distância. E olha que Brasília é uma cidade que foi planejada, hein! E mesmo assim muita gente, principalmente que mora em São Paulo e Rio, acha o trânsito daqui um paraíso. E eles tem razão! É mesmo esse é o nosso sonho de consumo? Isso é a liberdade que um automóvel proporciona? Imagina o que da para fazer com R$ 18.564,48 durante o ano? Os cálculos acima são extremamente otimistas. Otimistas mesmo! O carro era básico, sem acessórios, o som eu já tinha, não exigia muito do motor do carro porque aqui é uma cidade plana. Correr muito menos, há radares demais e nem vale a pena. Enfim, dirigir já foi um prazer para mim. Hoje é sinônimo de preocupação, despesa e coação consentida. Tudo isso depende da visão de cada um, são escolhas. Eu preferi usar esses recursos de outra forma. De forma que eu tenha uma vida sem carro e não um carro sem vida. ∎
  17. 17. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 18 Casa própria Trabalhar duro para comprar a casa própria. Aí então ficar tranquilo. Comprar um imóvel é o grande sonho de muitos. Se você não nasceu em berço de ouro, ou faz financiamentos que duram até o final da vida, ou junta um valor considerável para pagar à vista. Independente das alternativas, será que vale a pena ter a casa própria? Depende. Depende da vida que você quer viver. Cresci com aquele pensamento de que era obrigatório ter sua casa. É sinônimo de sucesso e garantia de uma vida melhor. Tudo bem, meus pais me criaram assim. O que me incomodava era o fato de garantir alguma coisa para o futuro. Essa história de fazer pé de meia, garantir o teto para morar, não combina mais com meu estilo minimalista de viver. Hoje meu propósito de vida não inclui obter imóveis para garantir uma falsa tranquilidade. Optei em garantir meu deslocamento «móvel» pela vida. Garantir minhas estadas em lugares incríveis para compartilhar experiências ao lado de pessoas também incríveis, que também optaram em ser a obter. Garantir a casa própria é o mesmo raciocínio de querer garantir a aposentadoria. Muitas vezes suportar um trabalho, um cargo público, para quando estiver à beira da morte descansar naquele cantinho que se diz seu. Muitas pessoas trabalham a vida toda na esperança de curtir a aposentadoria. Mas como assim? Não deveríamos curtir a vida agora?
  18. 18. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 19 Há pouco tempo morávamos eu e minha mulher numa pequena kit numa cidade considerada área «nobre» de Brasília. Vendemos e fomos morar com meu pai que acabava de reformar uma pequena casa onde iria ficar só. Estávamos insatisfeitos com a vida de «apertamento» com vários pseudo-confortos como piscina, sauna, lavanderia, academia e outras coisas. E ele também não estava gostando muito da ideia de morar só. Então como nos damos muito bem, dividimos hoje a mesma casa, aproveitamos mais momentos juntos e compartilhamos o mesmo quintal. É engraçado pensar sobre alguns valores morais da sociedade que priorizam esses confortos, instituídos como sucesso, e deixam de lado a verdadeira riqueza da vida: a convivência e o compartilhamento de nossas experiências. ∎
  19. 19. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 20 Emocional Quando falamos em termos de «ismos»: cristianismo, islamismo, capitalismo, feudalismo, logo se tem uma ideia de doutrinas filosófico-religiosas, políticas ou sectárias. Com o minimalismo isso não é diferente. É mais um termo que classifica um fenômeno social. Sua origem vem do movimento artístico, em Nova York, na década de 1950, marcado pela simplificação das formas e das cores nas obras da pintura e da escultura da época. O conceito trouxe para o cotidiano um estilo de vida moderno que, assim como na arte, busca a essência das coisas e a redução do que pode ser considerado desnecessário para viver. Partindo deste princípio, não é nenhum tipo de seita onde existem regras e preceitos a serem cumpridos. Cada um determina o que é essencial em sua vida de acordo com seu autoconhecimento. É inevitável que estas escolhas sejam baseadas na redução de excessos, uma vez que a busca pela simplicidade fica cada dia mais difícil num mundo caótico de informações em todas as searas da vida. Encontrar a própria essência se tornou o maior desafio de todos. Quanto mais coisas se acumulam, mais distantes ficamos do que realmente importa. Trabalhamos com o que não gostamos para levantar dinheiro para fazer o que realmente amamos. Compramos tudo que é coisa pra poder nos sentir mais pleno e valorizado. Guardamos sentimentos
  20. 20. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 21 diversos ao longo da vida que começam a se transformar em doenças físicas e psicológicas. Principalmente, acumulamos uma culpa imensa dentro no nosso eu gerada por verdades estabelecidas pela sociedade. É muita energia desperdiçada no acúmulo de todas essas tralhas. Mais importante do que as tralhas materiais, as tralhas emocionais são a origem de todas as outras tralhas palpáveis, na minha opinião. A todo momento estamos preenchendo vazios interiores com coisas materiais. É estranho dizer que as maiores tralhas não possam ser colocadas num saco a espera do caminhão de lixo passar. Essas não conseguimos tocar, nem ver, nem doar. Apenas sentir. Gosto de dizer que o minimalismo é um esclarecimento; uma ferramenta para nos sintonizar com a nossa origem. E a partir daí tomar as decisões baseadas no desapego de coisas e sentimentos que não nos acrescentam em nada, ou melhor, acrescentam e acumulam. Ocupam o espaço-tempo destinado ao que viemos fazer aqui. Celebrar a vida e ser feliz. ∎
  21. 21. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 22 Trabalho Exatamente hoje fazem 365 dias que entreguei minha carta de demissão. Trabalhava em um órgão público, ganhava relativamente bem, de acordo com o mercado. Eu estava entre os 6% da população brasileira de maior rendimento mensal. Tinha uma vista privilegiada da capital, certa estabilidade no emprego e algumas condições também privilegiadas, que somente tem na rotina quem faz parte do funcionalismo público. No fundo, no fundo eu procurava mais. Quer dizer, menos! Menos estresse no transito para trabalhar, menos desperdiço de tempo com coisas que não acreditava, embora pago por isso. Menos rotina, menos vontade de que chegasse o final de semana só para relaxar e aliviar o cansaço. Eu queria ser menos mais um no sistema. Me sentia insatisfeito não pelo local ou pelas pessoas, muito pelo contrário. No meu departamento tinham pessoas completamente talentosas e cheias de energia, de potenciais maravilhosos! A insatisfação era em estar passando a maior parte da minha vida fazendo um trabalho até prazeroso, mas completamente fora do significado que acredito para a vida. Criava material de publicidade para eventos do governo que em nada tinha haver comigo, ou seja, minha criatividade não estava voltada paraquemeusoudeverdade.Aspessoassereferemassuasatividades laborais como «meu trabalho». Este é o meu trabalho, lá no meu trabalho, no meu trampo... Então, eu te pergunto: o trabalho que
  22. 22. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 23 você faz é seu mesmo? Tem tudo haver com você? A sua criatividade coloca no mundo coisas, produtos ou frutos que correspondem aos valores em que você acredita para sua vida e para o mundo? No meu caso, não. Por todas as empresas e órgãos que passei «meu trabalho» era manter funcionando o trabalho de outros, a criação de terceiros; o status quo. Enquanto minhas criações e trabalhos eram colocados no mundo sob a forma de hobby, passatempo ou qualquer coisa que costumam rotular. Se o seu trabalho hoje não é um trabalho seu, talvez seja a hora de parar de criar para os outros e colocar suas criações para trabalhar para você! O mundo está sedento por coisas novas, criações pessoais e novas possibilidades. Hoje, depois de um ano, apesar de ainda ter pouco retorno financeiro pelo meu trabalho, o valor da minha vida tem alcançado cifras inestimáveis! Você pode não acreditar no início, não será fácil, só que vale muito a pena. Desculpe esta piada infame, mas «não vale apenas uma pena, vale uma galinha inteira!» ∎ «Escolha um trabalho que você ame e não terá de trabalhar um único dia de sua vida.» Confúcio
  23. 23. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 24 A MAIOR RIQUEZA DA VIDA Quando a gente fala a palavra riqueza, logo vem à cabeça grandes quantias em dinheiro, ouro, luxo, abundância de coisas materiais. Mas o que é de fato a riqueza? Desde quando adotei o minimalismo como estilo de vida, tenho pensado muito nesse conceito de riqueza que a sociedade, em geral, acredita. Meus recentes encontros com velhos e novos amigos tem me trazido uma riqueza tão grande em tão pouco tempo, que chega a ser assustador. Estanovapercepçãometrouxeonovoconceitoderiqueza.Éariqueza imaterial. É a qualidade de encontros que fluem entre duas ou mais pessoas. Quando a gente pensa no que há de mais poderoso no mundo, o que vem a mente é sempre alguma coisa material. Agora, pense de um jeito diferente. O que há de mais rico e poderoso no mundo é o ser humano. São pessoas! A maior riqueza da vida são as pessoas. Assisti uma palaestra do Ricardo Lindemann onde ele falava uma coisa bem interessante sobre o ser humano. Era que o ser humano é o único ser que atua ao mesmo tempo nas três dimensões: física, mental e espiritual. Se por exemplo existissem anjos, esses não conseguiriam interagir no mundo da matéria pois não estão aqui de forma concreta. Mas o ser humano, além do plano físico, está interagindo sempre em um mundo espiritual através da alma ou espírito, digamos assim. O mesmo vale para o mental onde cada um de nós faz parte de uma grande consciência evolutiva que atravessa esses três aspectos.
  24. 24. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 25 Ou seja, qualquer tipo de ser ou «divindade» que você possa imaginar, não participa de forma tão integral no Universo como o ser humano. A nossa condição como existência é a única que une todos esses mundos ao mesmo tempo. Mais uma vez, o que tem haver isso com minimalismo? É que se prestarmos mais atenção nas pessoas, independente de seus defeitos e longe de julgamentos, descobriremos o quão poderosos e ricos nós somos. E sendo assim, não precisamos dar tanta atenção as coisas materiais que possuímos. Já pensei em ganhar na megasena, imaginei ter milhões de reais. De carrões importados a jatinhos particulares. Aquela casa toda mobilhada com diversos ambientes repletos de coisas, bibelôs e vários contratos de prestação de serviços. Tudo isso a gente pensa com a ilusão de que seremos muito mais felizes tendo essas coisas. Pode até gerar alguns sorrisos, mas quando eu percebo o quando as pessoas tem me enriquecido com suas presenças e experiências de vida, esse conjunto de tralhas se tornam apenas coisas. Apenas coisas inanimadas. ∎
  25. 25. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 26 ENTRE NO FLUXO! Fluxo é, a grosso modo, um estado de foco no que se está fazendo; uma espécie de permanência nesta concentração. Entre neste fluxo, cadastre-se no Portal. Vamos lembrá-lo de destralhar o que não é mais necessário para melhorar a sua vida e aumentar o seu nível de felicidade! Gratidão por chegar até aqui. Este livro está sob domínio público. Você pode distribuí-lo sob qualquer forma sem restrição de direitos autorais! Copie, imprima, compartilhe nas redes à vontade, com ou sem créditos para o site. Se puder mencionar e linkar o destralha, ajuda ainda mais a compartilhar o desapego para uma vida melhor. Toda informação só tem valor quando compartilhada. Espalhe e destralhe por aí! ;) Acesse o Portal: http://www.destralha.me Facebook: http://www.facebook.com/destralha E-mail: destralha@gmail.com
  26. 26. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 27 O AUTOR Oi, eu sou o Rica! Filho de pai japonês e mãe brasileira, nasci em 1980 na cidade de Itabira, Minas Gerais, onde vivi até os quinze anos. Vim para Brasília. Fui empacotador de supermercado, promotor de vendas, operador de telemarketing e técnico de informática. Trabalhei em fábrica de concretonoJapão.Jáfuifuncionáriopúblico, webdesigner e outras coisas curiosas. Me formei em publicidade e sobrevivi até então como designer gráfico trabalhando em órgãos do governo brasileiro. Na sociedade a gente é sempre alguma coisa ou formação. As pessoas se perguntam o que elas são ou o que elas fazem, e a resposta é sempre alguma profissão: sou médico, engenheiro, professor, servidor público. Nunca somos nós mesmos! Hoje eu simplesmente sou. Minha vida está neste exato momento em transformação. Escolhi transcender meus limites. Destruí antigos valores e crenças limitadoras. Deixei para trás todas as convenções. Decidi ser eu mesmo e viver com significado. Demoli minha zona de conforto. Cansado de ser mais uma engrenagem do sistema me demiti do emprego em 2013 para me dedicar ao que amo: escrever e fazer música. Gosto de criar com palavras e sons. Esse é meu propósito. Descobri no minimalismo meu estilo de vida. Por isso criei o destralha. O lugar onde você pode conhecer a prática do desapego. Minha missão aqui é mostrar o lado leve das coisas.
  27. 27. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 28 CONSIDERAÇÕES FINAIS Depois de ler os exemplos desse livro você pode estar se perguntando sobre como viver assim. Trabalhar apenas no que gosta, viver sem carro numa metrópole, parar a roda do consumo, ir na contramão de todo um sistema de crenças e valores. Parece impossível, não é? E quanto às nossas emoções então? Como é difícil a gente falar da gente mesmo! Nos expor parece um castigo. Saia da sua zona de conforto e você verá toda a mágica acontecer, mas apenas se este for um desejo do seu interior! Te vejo em outra vida! Rica
  28. 28. 7 exemplos práticos de desapego para melhorar a vida Rica Matsu 29 «Tudo é considerado impossível até acontecer.» Nelson Mandela
  29. 29. d e s t r a l h a - M I N I M A L I S M O Rica Matsu 30

×