interdisciplinaridade

1.932 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.932
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

interdisciplinaridade

  1. 1. Barra do Garças/MT 2014 MARIA DO CARMO BORGES LEAL MARIA SUZANE BORGES LEAL SILVIA LETÍCIA NUNES DA SILVA RHAYENE CAMILA XAVIER KAISA EDAIANE SALES DE SOUSA SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO PEDAGOGIA O DESAFIO DE TRABALHAR A DIVERSIDADE NO ESPAÇO ESCOLAR E A INTERDISCIPLINARIDADE
  2. 2. Barra do Garças/MT 2014 O DESAFIO DE TRABALHAR A DIVERSIDADE NO ESPAÇO ESCOLAR E A INTERDISCIPLINARIDADE Trabalho de Pedagogia apresentado à Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, como requisito parcial para a obtenção de média bimestral na disciplina de Educação Inclusiva e Libras; Pedagogia em Espaços Escolares e Não Escolares; Educação e Tecnologia em Educação; Cidadania, Diversidade: Relações Étnico-Raciais; Seminário Interdisciplinar III. Orientador: Prof. Edilaine Vagula; Sandra Vedoato; Vilze Vidotti; Cyntia Simioni; Fabio Luiz e Carlos Eduardo Gonçalves. MARIA DO CARMO BORGES LEAL MARIA SUZANE BORGES LEAL SILVIA LETÍCIA NUNES DA SILVA RHAYENE CAMILA XAVIER KAISA EDAIANE SALES DE SOUSA
  3. 3. SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...........................................................................................................3 2 DESENVOLVIMENTO...............................................................................................5 3 CONCLUSÃO.............................................................................................................8 REFERÊNCIAS............................................................................................................9
  4. 4. 1 INTRODUÇÃO Em um passado ainda recente, cerca de 30 anos nossa Educação reunia índices alarmantes: apenas 80% dos brasileiros em idade escolar estavam matriculados, dentro destes índices; as crianças com 7 anos ainda não estavam na escola porque eles não eram assegurados pelas politicas publicas, hoje, depois de muitas mobilizações em busca de um projeto de lei que comtemplasse a todos com o direito a educação de qualidade nossas crianças de 7 anos tem acesso a escola, progressos que na evolução da historia da educação nos mostra que à educação do Brasil mudou para melhor, o Plano nacional para educação (PNE) é uma garantia de financiamento e o passo da igualdade social, esse e um projeto do MEC que a partir dos conferências nacionais de educação (CONAE), entendeu-se a necessidade de um projeto nacional para uma educação com condições de igualdade e direito a todos. O financiamento da educação consolidou as fontes de recursos para a área e o sistema compensatório de distribuição de verbas entre as diferentes regiões do país pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), e de Valorização dos Profissionais da Educação todos estes projetos garante ao professor condições pessoais e de trabalho para exercer sua profissão com dignidade, está e a proposta. Outra lei que devemos conhecer bem é a do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Devemos conhecer sobre estas leis para que possamos estar fundamentados e acompanhar as mudanças dentro da Educação, uma destas mudanças foi o direito a inclusão. Esse direito começou com a Declaração de Salamanca que fala sobre Princípios, Políticas e Práticas na Área das Necessidades Educativas Especiais, depois desta declaração a educação também evoluiu nesta área, e hoje temos a inclusão em escolas comuns e para que essa inclusão aconteça dentro da sala de aula nós pedagogos e futuros professores devemos estar atentos as leis e mudanças feitas ao longo do tempo, para que possamos planejar nossas aulas com ênfase aos aspectos teóricos e curriculares com pratica pedagógica, participando da construção do PPP (onde deve estar o projeto para inclusão) da escola, para orientar e ser orientado para o trabalho a ser desenvolvido pela comunidade escolar, e as metas a serem alcançadas por todos. Além disso, para nós, professores, o maior ganho está em garantir a todos o direito à educação. Agora é só planejar nossas aulas dentro desta proposta pedagógica, trabalhar os 3
  5. 5. conteúdos e garantir a todos condições de aprendizado dentro de suas especialidades. O objeto deste Plano de aula interdisciplinar é o Livro: O Grande e Maravilhoso Livro das Famílias que é um retrato humano e alegre de diferentes experiências familiares a partir de elementos do cotidiano de cada um de nós. A partir dele os alunos começaram a entender a diversidade existe no mundo. 4
  6. 6. 2 DESENVOLVIMENTO PLANO DE AULA Data: 05/05/2014 Escola: Municipal Bosque Encantado Professor (a): Maria do Carmo Borges Leal, Maria Suzane Borges Leal, Silvia Letícia Nunes da Silva, Rhayene Camila Xavier Kaisa, Edaiane Sales de Sousa. Disciplinas: Português, Matemática e Artes Série: 3° série Turma: A Período: Matutino Objetivo geral Desenvolver habilidades de matemática, leitura, escrita, compreensão e interpretação de texto com diferentes objetos: entretenimento, consulta e desenho, promovendo momentos de escrita, permitindo que o aluno se expresse oralmente e através de desenho e oportunizando ao estudante momentos de leitura no qual poderá compreender e interpretar textos, expressar suas ideias e opiniões de forma oral e escrita para aprimorar sua capacidade comunicativa, desenvolver a oralidade, contribuir para o desenvolvimento de uma postura critica para a formação de cidadãos que sejam participes e que compreendam o meio em que vivem. Objetivos específicos • Desenvolver atividades de caráter interdisciplinar partindo do livro: O grande e maravilhoso livro das famílias; • Expressar- se por meio da escrita e ilustração, estimular e desenvolver o trabalho em equipe, oportunizar a sensibilização dos sentidos e a criatividade; 5
  7. 7. • Ler e interpretar tabelas e gráficos de barra, Elaborar gráfico de barra. • Diferentes Experiências familiares a partir de elementos cotidianos de cada um de nós. Disciplina Carga Horária Conteúdo Metodologia Português 4h Leitura e interpretaçã o do texto, prática de escrita e oralidade. No pátio da escola fazer a leitura do livro O grande e maravilhoso livro das famílias de Mary Hoffman e Ros Asquith para os alunos e Explorá-lo: comentando sobre a capa do livro, o título da história, quem seriam os personagens, sobre o autor e do que se tratava a história, em seguida pedir que cada aluno fale de como é composta sua família, o que fazem juntos se tem bicho de estimação, e que falem um pouco sobre sua vida em família, trabalhando assim a oralidade, e os diferentes tipos de famílias, com os alunos. Matemática 4h Noções de Tabela Em grupo os alunos deverão realizar uma pesquisa na escola sobre como é composta a família de cada aluno e após a pesquisa os alunos deverão com a ajuda da professora compartilhar e quantificar as informações que conseguiram e construir um gráfico em um cartaz para fixar no mural. Deverá ser feita a analise do gráfico: 1- Qual composição de família mais apareceu na pesquisa? 2 – Qual menos apareceu? 3 – Qual ficou em terceiro lugar? 4 – Alguma não apareceu? 5-Quais os tipos de famílias? Artes 4h Pintura, desenho e Os alunos deverão desenhar sua árvore genealógica, utilizando folhas de papel 6
  8. 8. colagem. sulfite, cada aluno deverá escrever o seu pequeno livro contando como é sua família, onde moram, etc. e deverá ilustra-lo. Recursos Didáticos: Laboratório de informática, pátio da escola, livro infantil, Papéis coloridos, cartolinas Folhas A4 brancas, Colas, tesouras, lápis de cor, tinta guache. Avaliação: A avaliação será através de seminário em grupo. Os grupos são avaliados e exercem também a função de avaliadores. Os critérios de avaliação devem ser adequados aos objetivos das atividades em termo de conhecimento, habilidades e competências. Na avaliação os alunos serão observados individualmente, nos seguintes critérios: clareza e coerência na apresentação, domínio do conteúdo apresentado, participação de cada um durante a apresentação, utilização de dinâmica e/ou recursos audiovisuais na apresentação. O professor levará em consideração as habilidades e dificuldades de cada aluno observadas durante a semana na construção do trabalho. Referências: <http://libanioabgo.wordpress.com/2011/09/18/matriz-curricular-para-o-ensino- fundamental-seducgo/> Acesso em: 29 de Abril de 2014. ASQUITH, Ros; HOFFMAN, Mary. O grande e maravilhoso livro das famílias. Editora SM. 7
  9. 9. 3 CONCLUSÃO Concluímos com este trabalho que o estudo sobre a diversidade deve começar na infância para que a criança possa desde pequena compreender a diversidade que existe no mundo e a importância do respeito das diferenças para que a inclusão realmente aconteça dentro e fora da escola. Para que esse conceito fosse aplicado na aula, o plano de aula foi fundamentado nas leis e diretrizes atuais da educação (de inclusão) existentes. Apesar de este trabalho ser fundamentado em leis, não existem ainda hoje metodologias especificas que ampare o professor na sala de aula para incluir e desenvolver os alunos especiais. Assim como acontece na realidade neste trabalho buscou se alternativas criativas para conseguir trabalhar com todos os alunos, especiais ou não, uma vez que o acervo de metodologias de educação inclusiva é praticamente inexistente, fazendo com que o professor não tenha subsidio para realizar seu trabalho. O grande desafio deste trabalho foi trabalhar a diversidade na escola e ao mesmo tempo usar temas que permeiam todas as disciplinas (interdisciplinaridade) tentando incluir todos os alunos e os desenvolvendo de forma similar. E além de todos esses desafios, o professor deve ter o cuidado de não invadir a privacidade do aluno, constrangendo-o diante dos colegas, pois o maior objetivo é trabalhar as diferenças, de modo com que todos compreendam o que é a diversidade do outro e não usa-las como arma para bullyng. Por fim pensou que a avaliação na escola deve ser um momento em que o professor concretize os objetivos propostos no plano de aula. Neste trabalho a avaliação proposta foi um seminário onde os alunos em grupo apresentam o resultado de todas as atividades realizadas durante a semana em todas as matérias. Apesar de a avaliação ser em grupo, cada aluno poderá manifestar seus pontos de vista e participar da avaliação do colega, contribuindo para o processo de aprendizagem de cada um; afinal neste trabalho o professor avaliará individualmente, respeitando suas particularidades. 8
  10. 10. REFERÊNCIAS ASQUITH, R.; HOFFMAN, M. O grande e maravilhoso livro das famílias. Editora SM. <http://libanioabgo.wordpress.com/2011/09/18/matriz-curricular-para-o-ensino- fundamental-seducgo/> Acesso em: 29 de Abril de 2014. <http://portal.mec.gov.br/index.php/> Acesso em: 29 de Abril de 2014. <http://www.piodecimo.com.br/faculdade/download/pedagogia_plena/REEDUC/nova _pagina_2.htm> Acesso em: 29 de Abril de 2014. SOUZA, A. M. et al. Educação Inclusiva. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica – MEC/SEB, 2005 9

×