Consumo na nova classe média brasileira - Instituto Data Popular - Renato Meirelles

2.399 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.399
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
121
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Consumo na nova classe média brasileira - Instituto Data Popular - Renato Meirelles

  1. 1. UM PAÍS CHAMADO CLASSE MÉDIAPRESENTE E FUTURO DO CRESCIMENTO BRASILEIRORENATO MEIRELLESrenato@datapopular.com.brOPORTUNIDADES DE NEGÓCIO EM UM MERCADO DE MAIS DE DE 1 TRILHÃO DE REAIS
  2. 2. 2 Origem em 2001 Pioneiros no conhecimento sobre a Classe Média Estudos realizados de Norte a Sul do País e em toda América Latina Referência absoluta no desenvolvimento de estratégias de negócio para as classes C, D e E Sobre o Data Popular
  3. 3. ©2013DataPopular.Todososdireitosreservados. EsterelatóriodepesquisaépropriedadeintelectualdoDataPopularenãopodeserdivulgadooureproduzido, sejaparcialouintegralmente,sempréviaautorizaçãoporescritodoDataPopular. Essadeterminaçãoestádeacordocomoartigodenúmero27doCódigodeÉticaICC/ESOMAR,queestabeleceque“ondequerquequaisquerdasapuraçõesdeumprojetodepesquisasejampublicadaspelocliente,oúltimotemaresponsabilidadedeassegurarqueestasnãosejamenganosas.Opesquisadordeveserconsultadoeconcordarpreviamentecomaformaeoconteúdodapublicação,edevetomarasmedidasparacorrigirquaisquerdeclaraçõesenganosasarespeitodapesquisaedesuasapurações”.
  4. 4. 4 Clientes
  5. 5. 5 MAS ANTES DE TUDO, NÃO CUSTA LEMBRAR ... O QUE TODOSJÁ SABEM (OU DEVERIAM SABER ) SOBRE O NOVO BRASIL
  6. 6. NOS ÚLTIMOS ANOS O BRASILPASSOU POR UMA DAS MAIS PROFUNDAS MUDANÇASDE SUA HISTÓRIA Alta Baixa Média
  7. 7. Plano Real Controle da Inflação Programas de Transferência de Renda Crescimento econômico Diminuição da Pobreza Maior Formalização Queda do Desemprego Aumento do Salário Mínimo Em meio a transformações sociais, políticas e econômicas, uma grande parte da população saiu da pobreza e passou a integrar plenamente o universo do consumo, formando uma nova CLASSE MÉDIA, que se tornou protagonista de um mercado interno crescente.
  8. 8. 8 Critério de Classificação Econômica CRITÉRIO DE RENDA FAMILIAR PER CAPITA Valores de julho de 2013 (INPC) Nomenclaturas Valor per capita –mês Renda familiar média–mês A Alta Classe Alta Acima de R$ 2.728,00 R$ 14.285,00 B Baixa Classe Alta R$ 1.120,01 a R$ 2.728,00 R$ 5.329,00 C1 Alta Classe Média R$ 705,01 a R$ 1.120,00 R$ 3.094,00 C2 MédiaClasse Média R$ 485,01 a R$ 705,00 R$ 2.117,00 C3 BaixaClasse Média R$ 320,01 a R$ 485,00 R$ 1.694,00 D1 Vulnerável R$ 178,01 a R$ 320,00 R$ 1.133,00 D2 Pobre R$ 89,01 a R$ 178,00 R$ 713,00 E ExtremamentePobre Até R$ 89,00 R$ 250,00 Classe Baixa Classe Média Classe Alta
  9. 9. 9 Renda per capita dos brasileiros R$ 0 R$ 500 R$ 1.000 R$ 1.500 R$ 2.000 R$ 2.500 R$ 3.000 R$ 3.500 R$ 4.000 R$ 4.500 R$ 5.000 R$ 5.500 R$ 6.000 R$ 6.500 R$ 7.000 R$ 7.500 R$ 8.000 R$ 8.500 1 3 5 7 9 11 13 15 17 19 21 23 25 27 29 31 33 35 37 39 41 43 45 47 49 51 53 55 59 61 63 65 67 69 71 73 75 77 79 81 83 85 87 89 91 93 95 97 99 Metade dos brasileiros tem renda domiciliar per capita de até R$ 513 por mês Apenas 5% dos brasileiros tem renda domiciliar per capita de R$ 2.450 ou mais por mês % de brasileiros Renda domiciliar per capita Fonte: Data Popular a partir da PNAD / Valores inflacionados para maio de 2013 pelo INPC 100
  10. 10. 10 Distribuição de renda no Mundo – Paridade de Poder de Compra 0 100 200 300 400 500 600 700 800 900 1000 1100 1200 1300 1400 1500 1600 1700 1800 1900 2000 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 35% 40% 45% 50% 55% 60% 65% 70% 75% 80% 85% 90% 95% 100% Renda familiar per capita (R$/mês - 2012) Distribuição das pessoas no mundo segundo sua renda familiar per capita R$1019 18% 54% R$291 Fonte: Extraído de Milanovioc, 2011 (The Have and Have Nots) 54% da população mundial vive com renda inferior a R$ 320 Só 18% da população mundial vive com renda superior a R$ 1120 Fonte: Banco Mundial, estimativas produzidas com base em Milanovic, 2011 (The Have and the Have Nots). Valores em R$ 2012. Renda familiar per capita (R$/mês) R$ 320 R$ 1120 18% 54%
  11. 11. 11 % População176 milhões203 milhões217 milhões Fonte: Projeção Data Popular a partir da PNAD –IBGE e Projeção da População do Brasil por Sexo e Idade para o Período 2000/2060 -IBGE 47 21 8 40 56 58 13 23 34 2004 2014 2024 ClasseAlta ClasseMédia ClasseBaixa Evolução das Classe Econômicas 114 milhões de pessoas A Classe Média tende a continuar crescendo nos próximos anos
  12. 12. 12A ELITE É DIFERENTE DA NOVA CLASSE MÉDIA
  13. 13. 13 MAIS DE 1/3 DA CLASSE ALTA SE CONSIDERA CLASSE BAIXA De qual classe se considera (entre a classe alta) % 10 52 38 Classe Alta Classe Média Classe Baixa
  14. 14. 14 A CLASSE MÉDIA TEM VALORES MAIS FORTES 21 25 44 71 66 62 80 86 VIZINHOS BRASILIDADE PESQUISARPREÇO EDUCAÇÃO CLASSE ALTA CLASSE MÉDIA %VALORES CLASSE MÉDIA X CLASSE ALTA
  15. 15. 15CONSUMO
  16. 16. 16 O consumo é satisfação, oportunidade e pertencimentoO que é consumo para essa classe? Inclusão, Pertencimento Sair do universo das restrições Oportunidade, investimento Satisfação das necessidades Sensação imediata de prazer Uma roupa para entrevista no emprego Um computador Uma moto Educação Exemplos de consumo que pode ser investimento e satisfação ao mesmo tempo: E o consumo pode unir investimento e satisfação
  17. 17. 17Se fosse um país... Por ano, consomeR$ 1,17 trilhão Mas a classe média tem dinheiro? estaria no G20do consumo mundial
  18. 18. 18 CRÉDITO E SERVIÇOS FINANCEIRO
  19. 19. 19 Emprego formalCrescimento do número de trabalhadores e do número de trabalhadores com carteira assinada (1993 –2013) % +48 +125 Nº trabalhadores Trabalhadores com carteiraassinadaDe 1993 a 2013 o número total de trabalhadores com carteira assinada passou de 23 mi para 52 mi MA PI CE BA RN PB PE AL SEIsso equivale a praticamente toda a população da região Nordeste... ...e é maior que a população de países como Espanha ou Coréia do Sul
  20. 20. 20 O número de bancarizados cresceu consideravelmente em 7 anos, um aumento de 32% 2006 2013 64 milhões 85 milhões* + 32% Número de brasileiros bancarizados *BANCARIZADOS COM MAIS DE 18 ANOS
  21. 21. 21 56% dos bancarizados são da Classe Média, isso representa 47,6 milhões de brasileiros 32 56 12 Classe Alta Classe Média Classe Baixa Share de Classes entre os Bancarizados % 27,2 milhões Classe Alta 47,6 milhões Classe Média 10,2 milhões Classe Baixa
  22. 22. Aclasse médiajá é protagonista no país. Mas quem são os protagonistasda classe média?
  23. 23. 23 Osnegrosforam os que mais contribuíram para o crescimento da classe média nos últimos anos Mais da metade dos negros estão na classe média. São 53 milhões de pessoas. Fonte: Data Popular a partir da PNAD. Valores de Outubro de 2012. Vozes da Classe Média 75% das pessoas que ascenderam à classe média na última década são negras
  24. 24. 24 Os negrosganharão em 2013 R$ 1,1 trilhão 28 51 68 72 49 32 Classe Alta Classe Média Classe Baixa Negros Não-Negros Fonte: Projeção Data Popular a partir da PNAD e POF-IBGE. Negros = Pretos + Pardos. Valores corrigidos pelo INPC para janeiro de 2013Massa de Renda das classes econômicas (Negros x Não Negros) % Metade da massa de renda da classe média pertence aos negros
  25. 25. 25 AS MULHERES SÃO AS GRANDES PROTAGONISTAS DA NOVA CLASSE MÉDIA BRASILEIRA! São MAIS ESCOLARIZADAS do que os homens da mesma classe CHEFIAM MAIS FAMÍLIAS do que as mulheres de elite CONTRIBUEM MAIS PARA A RENDA FAMILIAR do que as mulheres do topo da pirâmide ADMINISTRAMo orçamento doméstico e DECIDEMa maior parte dos gastos e compras da família
  26. 26. 26 + + Nos últimos 10 anos, houve uma aumento significativo do emprego formal feminino 15% 87% Variação do nº mulheres Variação do nº de mulherescom carteira assinadaCrescimento da população feminina e do número de mulheres com carteira assinada (2003 –2013) Fonte: Data Popular a partir da PNAD/IBGE e RAIS/MTE % +10 milhões debrasileiraspassaram aintegraromercadodetrabalhoformalnasduasúltimasdécadas Contingente equivalentea toda a população do estado do Rio Grande do Sul
  27. 27. 27 OS HOMENS CASADOS ABREM O CORAÇÃOAfirmam que sua esposa confere sua conta no banco e sabem exatamente o que eles ganham61% 71% 79% Afirmam preferir mudar de opinião para não brigar com a esposaTêm certeza que a esposa possui dinheiro guardado sem ele saber
  28. 28. 2886% 79% Decisão sobre as compras no supermercadoRoupa do maridoViagem de férias da família71% 58% Influência da mulher nas decisões da famíliaTotal de homens casados que concordam que a esposa é a principal responsavelpor: 53%ComputadorCarro da família
  29. 29. 29 Fonte: Data Popular a partir da PNAD. Valores de Outubro de 2012 E os jovensvão consolidar essa ascensão Hoje existem 42 milhões de jovens de 18 a 30 anos no país. 55% deles estão na classe média Os jovens da classe média contribuem mais com a renda da casa do que os jovens da elite
  30. 30. 30 O Brasil da Classe Média é jovem4534251817232326252414141615121618243135211101112 Extremamente pobres Vulneráveis / Pobres Classe Média Baixa Classe Alta Alta Classe Alta Até 16 anos 17 a 30 anos 31 a 40 anos 41 a 60 anos 61 anos ou mais Fonte: Data Popular a partir da PNADDistribuição etária entre as Classes %
  31. 31. 31 E ele está conectado 45 46 9 Classe Alta Classe Média Classe Baixa Fonte: Data Popular a partir da PNADShare de domicílios com acesso à internet -2013 % 21 33 63 Classe Baixa Classe Média Classe AltaDomicílios com acesso à internet segundo a Classe econômica -2013 %
  32. 32. 32UM CONSUMIDOR QUE INCOMODAAS CLASSES AB
  33. 33. 33 O crescimento da renda e a ampliação do crédito possibilitou aos integrantes da Nova Classe Média acessar espaços e lugares que antes estavam restritos ao público da Tradicional Classe Média. Essa mudança no cenário tem gerado um certo descontentamento de parcela dos antigos privilegiados O QUE A CLASSE MÉDIA TRADICIONAL PENSA SOBRE A NOVA CLASSE MÉDIAO aumento das filas nos cinemas me incomodam62,8% 55,3%Produtos deveriam ter versões para ricos e para pobresPrefiro ambientes com pessoas do meu nível social49,7% 48,4%A qualidade dos serviços piorou com o maior acesso da população
  34. 34. 34 O QUE A CLASSE MÉDIA TRADICIONAL PENSA SOBRE A NOVA CLASSE MÉDIA O crescimento da renda e a ampliação do crédito possibilitou aos integrantes da Nova Classe Média acessar espaços e lugares que antes estavam restritos ao público da Tradicional Classe Média. Essa mudança no cenário tem gerado um certo descontentamento de parcela dos antigos privilegiadosO metrô aumenta a circulação de pessoas indesejáveis na região Todos os estabelecimentos deveriam ter elevadores separados26,4% 17,1% Pessoas mal vestidas deveriam ser barradas em certos lugares 16,5%
  35. 35. QUAL O PRINCIPAL DESAFIO PARA CONQUISTAR A NOVA CLASSE MÉDIA?
  36. 36. 36 COMUNICAR É SER ENTENDIDOAs dificuldades em lidar com a base da pirâmide tem a ver com: DISSONÂNCIA COGNITIVA Diferenças de formação Cultural Educacional Econômica LinguísticaO vocabulário, o repertório e os valores são distantes As classificações e critérios técnicos não dialogam necessariamente com a lógica deste consumidor
  37. 37. 37 PRÁTICAS DE SUCESSO –COM O CONSUMIDOR RELACIONAMENTO Tecnologia e política de relacionamentoCAPILARIDADEDisponibilização do produto / serviço em local de fácil acesso ao consumidor CLAREZA, DIDATISMO E TRANSPARENCIA Comunicação clara e honestidade nas promessa IDENTIFICAÇÃO E PARCERIA Utilizam referências próximas e exemplificam com base na realidade do consumidorPRESTAÇÃO DE SERVIÇOQue seja percebido como relevante pelo consumidorPREÇO JUSTOCompatível com a entrega
  38. 38. 38MUITO OBRIGADO !!!! RENATO MEIRELLES renato@datapopular.com.br
  39. 39. ©2013DataPopular.Todososdireitosreservados. EsterelatóriodepesquisaépropriedadeintelectualdoDataPopularenãopodeserdivulgadooureproduzido, sejaparcialouintegralmente,sempréviaautorizaçãoporescritodoDataPopular. Essadeterminaçãoestádeacordocomoartigodenúmero27doCódigodeÉticaICC/ESOMAR,queestabeleceque“ondequerquequaisquerdasapuraçõesdeumprojetodepesquisasejampublicadaspelocliente,oúltimotemaresponsabilidadedeassegurarqueestasnãosejamenganosas.Opesquisadordeveserconsultadoeconcordarpreviamentecomaformaeoconteúdodapublicação,edevetomarasmedidasparacorrigirquaisquerdeclaraçõesenganosasarespeitodapesquisaedesuasapurações”.

×