Entendendo a artrite reumatoide

23.863 visualizações

Publicada em

0 comentários
15 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
23.863
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4.196
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Entendendo a artrite reumatoide

  1. 1. Artrite Reumatoide (AR)
  2. 2. O que é Artrite Reumatóide?A artrite reumatóide (AR) é uma doença autoimune que provoca a inflamação crônica dasarticulações. Doenças autoimunes são doenças que ocorrem quando o corpo é atacado por enganopelo seu próprio sistema imunitário. A artrite reumatóide também pode causar inflamação do tecidoem torno das articulações, bem como em outros órgãos do corpo. Devido a que pode afetar váriossistemas, a artrite reumatóide é referida como uma doença sistémica. Embora a AR seja uma doençacrônica, o que significa que pode durar anos, os pacientes podem ter longos períodos sem sintomas.No entanto, a artrite reumatóide é uma doença progressiva, que tem o potencial de causar adestruição das articulações e incapacidade funcional parcial ou permanente.
  3. 3. Quem está em risco para a artrite reumatóide?A artrite reumatóide é uma das mais de 100 doenças reumáticas, afetando 1% da população do Brasil,ou seja aproximadamente 1,8 milhão de brasileiros doentes. A doença é três vezes mais comum emmulheres do que em homens. Não existe diferença segundo raça atingindo todas de forma similar. Aartrite reumatoide pode começar a qualquer idade, mas seu início é mais freqüente depois dos 40anos e antes dos 60. Em algumas famílias, vários membros podem ser afetados, sugerindo uma basegenética para a doença.
  4. 4. O que é a artrite reumatóide juvenil?Artrite reumatóide juvenil (ARJ) é a artrite que causa inflamação e rigidez nas articulações por mais deseis semanas em crianças e adolescentes até os 16 anos de idade. A inflamação provoca vermelhidão,inchaço, calor e dor nas articulações, embora muitas crianças com ARJ não se queixam de doresarticulares. Qualquer articulação pode ser atingida e a inflamação pode limitar a mobilidade dosmembros afetados.
  5. 5. Qual é a diferença entre articulações saudáveis ​e articulações artríticas?A articulação é o local onde dois ossos se encontram para permitir a movimentação de partes docorpo. Artrite significa inflamação articular, esta inflamação causa dor, inchaço e rigidez nasarticulações. A inflamação também pode ocorrer nos tecidos em torno das articulações, tais comotendões, ligamentos e músculos. Em algumas pessoas com AR, a inflamação crônica leva à destruiçãoda cartilagem, osso e ligamentos, causando deformidades articulares. Danos às articulações podemocorrer no início da doença e na progressão da mesma.
  6. 6. O que causa a artrite reumatóide?A causa da artrite reumatóide é desconhecida. Ainda que os agentes infecciosos, tais como vírus,bactérias e fungos foram há muito tempo fonte de suspeita, não foi demonstrada sua relação. Acausa da artrite reumatóide é uma área de pesquisa muito ativa em todo o mundo. Alguns cientistasacreditam que a tendência a desenvolver artrite reumatóide pode ser herdada geneticamente.Suspeita-se que certas infecções ou factores ambientais podem fazer com que o sistema imunológicoataque os tecidos do próprio corpo em indivíduos susceptíveis, o que resulta em inflamação emvários órgãos do corpo, incluindo as articulações. Os fatores ambientais também parecemdesempenhar algum papel na etiologia da artrite reumatóide. Recentemente, os cientistas relataramque fumar tabaco aumenta o risco de desenvolvimento de artrite reumatóide.
  7. 7. Remissão e recidivaOs sintomas da artrite reumatoide ir e vir, de acordo com o grau de inflamação . Quando os tecidos docorpo estão inflamados, a doença está ativa. Quando a inflamação diminui, a doença se encontra emremissão. A remissão pode ocorrer espontaneamente ou com tratamento e pode durar semanas,meses ou anos. Durante as remissões, os sintomas da doença desaparecem e os pacientes geralmentese sentem bem. Quando a doença se torna ativa novamente (recidiva), voltam os sintomas. O cursoda artrite reumatoide varia de paciente para paciente, e os períodos de crises e remissões são típicosda doença.
  8. 8. Quais são os sintomas da artrite reumatóide?Quando a doença está ativa, os sintomas podem incluir, fadiga, falta de apetite, febre baixa, doresmusculares e articulares e rigidez. A rigidez muscular e das articulações são geralmente maisimportantes na parte da manhã e após períodos de inatividade. Durante as crises, as articulaçõesfreqüentemente tornam-se vermelhas, inchadas, doloridas e sensíveis. Isto ocorre porque o tecido derevestimento da articulação (sinóvia) fica inflamado, o que resulta na produção de líquido articularexcessivo (fluido sinovial). A sinóvia também engrossa com a inflamação provocando sinovite.
  9. 9. Quais são os sintomas da artrite reumatóide? (cont.)Na artrite reumatóide, a inflamação acomete múltiplas articulações geralmente de forma simétrica.As pequenas articulações de ambas as mãos e os punhos estão freqüentemente envolvidos. Tarefassimples da vida diária, tais como virar maçanetas e abrir potes pode se tornar difícil durante as crises.As pequenas articulações dos pés são também comumente envolvidos. Inflamação crónica podecausar danos aos tecidos do corpo, cartilagem e osso. Isto leva a uma perda de cartilagem, erosão efraqueza dos ossos, bem como dos músculos, o que resulta na deformação da articulação, a suadestruição e consequentemnte a perda de sua função.
  10. 10. Artrite reumatóide e inflamação em outros órgãosPor ser uma doença sistêmica, a inflamação da AR pode afetar órgãos e áreas do corpo que não as articulações.Síndrome de Sjögren; é o resultado da inflamação das glândulas dos olhos e da boca o que causa ressecamentodessas áreas.Pleurite; é a inflamação do revestimento pulmonar (pleura) o que provoca dor no peito, falta de ar ou tosse.Pericardite; que é Inflamação do tecido que envolve o coração (pericárdio), pode causar dor no peito quegeralmente muda de intensidade dependendo da posição e do esforço da pessoa.Anemia; a artrite pode reduzir o número de glóbulos vermelhos do sangue assim como dos glóbulo brancosencarregados da defesa do organismo, o que pode aumentar o risco de infecções.Nódulos reumatoides; aparecem debaixo da pele em regiões como os cotovelos e dedos onde há pressão freqüente.Uma complicação rara e grave é a inflamação dos vasos sanguíneos (vasculite). A vasculite pode prejudicar ofornecimento de sangue aos tecidos, isso geralmente é visível inicialmente como pequenas áreas escuras ao redordas unhas ou como úlceras nas pernas.
  11. 11. Quem é um reumatologista?O reumatologista é o médico que se especializa no tratamento clínico de doenças reumáticas. Osreumatologistas investigam especialmente erupções inexplicáveis, febre, dores articulares emusculares, anemia, fraqueza, perda de peso, fadiga e doenças auto-imunes. Os reumatologistas têmcompetências específicas na avaliação dos mais de 100 doenças reumáticas entre as quais se destacamartrite reumatóide, espondilite anquilosante, artrite psoriática e lúpus eritematoso sistémico.
  12. 12. Diagnóstico da Artrite ReumatoideO primeiro passo para o diagnóstico da artrite reumatóide é uma coonsulta com o médico de sua confiançaou um reumatologista. Um reumatologista é o profissional mais indicado para consultar, ele realizará umaentrevista com foco na sua história clínica e seus sintomas, ele examinará suas articulações para determinara existênica de inflamação e deformidades, assim como observara outros órgãos e sistemas em busca desinais e sintomas da doença. Alguns exames poderão ser solicitados, por exemplo, exames de sangue eimagem como raios X. O diagnóstico será baseado no padrão de sintomas, a distribuição das articulaçõesinflamadas, e os resultados dos exames de sangue e imagem. Algumas consultas poderão ser necessáriasantes que o médico feche o diagnóstico. Um detalhe importnate para o diagnóstico é a distribuição dainflamação articular. Na artrite reumatóide, as pequenas articulações das mãos, punhos, pés e joelhos estãotipicamente inflamadas em uma distribuição simétrica (afeta ambos os lados do corpo). Quando apenas umaou duas articulações estão inflamadas, o diagnóstico de artrite reumatóide torna-se mais difícil. O médicopode, então, solicitar outros exames específicos.
  13. 13. Exames diagnóstico: anticorpos anti citrulinaAnticorpos sanguíneos anormais podem ser encontrados em pacientes com artrite reumatóide. Umanticorpo chamado fator reumatóide (FR) pode ser encontrado em 80% dos pacientes. O anticorpoanti citrulina está presente na maioria dos pacientes com artrite reumatóide. É útil no diagnóstico daartrite reumatóide e na avaliação de pacientes com inflamação articular inexplicável. O exame é maisútil para determinar a causa de uma artrite previamente não diagnosticada, quando o examerealizado tradiconalmente com o fator reumatóide, não está presente. Os anticorpos anticitrulina sãoindicadores de doença potencialmente mais agressiva e são úteis para mostrar os estágios iniciais daAR. Outro anticorpo chamado de anticorpo antinuclear (ANA) também é frequentemente encontradoem pacientes com artrite reumatóide.
  14. 14. Exames Diagnóstico: Velocidade de hemossedimentaçãoUm teste de sangue chamado velocidade de hemossedimentação mede a rapidez com que osglóbulos vermelhos do sangue se precipitam para o fundo de um tubo de ensaio. O resultado éutilizado como uma medida aproximada da inflamação das articulações. A taxa dehemossedimentação mais rápida indica inflamação que pode corresponder às crises da doença, umresultado mais lento pode ser observado durante as remissões. Outro exame de sangue, que é usadopara medir o grau de inflamação presente no organismo é a proteína C-reactiva. O fator reumatóide,ANA, hemossedimentação e a proteína C reativa também podem ser anormais em outras condiçõesinflamatórias sistêmicas auto-imunes. Portanto, anormalidades nestes exames de sangueisoladamente não são suficientes para o diagnóstico da artrite reumatóide.
  15. 15. Exames Diagnóstico: RadiografiasAs radiografias podem mostrar resultados normais ou apenas o inchaço dos tecidos articulares noinício da doença. À medida que a doença progride, os raios X podem mostrar erosões ósseas típicas deartrite reumatóide nas articulações. Radiografias podem também ser úteis na monitorização daprogressão da doença e lesão articular ao longo do tempo. A cintilografia óssea e a ressonânciamagnética podem monstrar articulações inflamadas ou desgastadas.
  16. 16. Exames Diagnóstico: ArtrocenteseO médico pode optar por realizar um procedimento chamado artrocentese. Neste procedimento,uma agulha e seringa estéreis são utilizados para drenar o líquido do interior das articulações queficou acumulado para posterior estudo laboratorial. A análise do líquido articular pode ajudar aexcluir outras causas de artrite, como infecção ou gota. A artrocentese pode também ser útil no alíviodo edema (inchaço) nas articulações e na dor. Ocasionalmente medicamentos com base decorticoides são injetados na articulação com objetivo de aliviar rapidamente a inflamação articular ereduzir assim os sintomas.
  17. 17. Tratamento da artrite reumatoideNão há cura conhecida para a AR. Até o momento o objetivo do tratamento consiste em diminuir ainflamação articular e a dor, maximizar a função das articulações afetadas e evitar sua destruição edeformidade. A intervenção médica precoce tem mostrado ser importante para melhorar osresultados. Um manejo agressivo da doença pode melhorar a função, impedir maiores danos àsarticulações e prevenir a incapacidade para o trabalho. O tratamento ideal da doença envolve umacombinação de medicamentos, repouso, exercícios articulares e de fortalecimento, proteção articular,e educação do paciente e sua família. O tratamento deve ser personalizado e inclui na avaliação: aatividade da doença, tipos de articulações envolvidas, a saúde geral, idade e ocupação do paciente. Otratamento é mais bem sucedido quando há uma estreita cooperação entre o médico o paciente eseus familiares.
  18. 18. Medicamentos utilizados ​para tratar a artrite reumatoideDuas classes de medicamentos são utilizados no tratamento da artrite reumatoide: drogas de açãorápida ou medicamentos de primeira linha e drogas de ação lenta ou medicamentos de segunda linha(também referida como drogas antirreumáticas modificadores da doença (DMARDs).As drogas de primeira linha, tais como a aspirina e corticoides, são utilizados para reduzir a dor e ainflamação.A ação lenta dos fármacos de segunda linha, tais como o metotrexato e hidroxicloroquina, promovema remissão da doença e impedem a destruição articular progressiva, mas elas não são agentes anti-inflamatórios. Alguns novos medicamentos para o tratamento da artrite reumatoide incluemleflunomida e os medicamentos biológicos: etanercept, infliximab, anakinra, adalimumabe, rituximab,abatacept e tocilizumabe.
  19. 19. Outros tratamentos para artrite reumatoideNão há nenhuma dieta especial para a artrite reumatoide. Óleo de peixe pode ter efeitos anti-inflamatórios benéficos. Da mesma forma, os benefícios das preparações de cartilagem permanecemsem comprovação. Alívio sintomático da dor muitas vezes pode ser conseguido com o analgésicosorais ou preparações tópicas anti-inflamatórias aplicadas diretamente na pele. O acometimento deórgãos e sistemas, além das articulações, que são afetados pela doença são tratadas de formaespecífica.Pergunte sempre a seu médico se você pode ou não tomar determinado medicamento, é ele quemsabe seu caso e é a melhor pessoa para orientá-lo.
  20. 20. Exercício e RepousoO equilíbrio entre repouso e exercício é importante no tratamento da artrite reumatóide. Durante as crises érecomendado no forçar as arituculaçoes e ficar em repouso até o alívio dos sintomas. Quando a inflamaçãodas articulações é menor, programas de exercícios supervisionados podem ser úteis para manter amobilidade articular e para fortalecer os músculos que rodeam as articulações.E xercícios devem ser praticados regularmente para manter a mobilidade articular, a natação éparticularmente útil porque permite o exercício com o mínimo de estresse sobre as articulações.Fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais são treinados para orientar sobre exercícios específicos eeventualemtne podem utilizar recursos terapêuticos para determinada articulação, por exemplo, talas paradiminuir a inflamação e manter o alinhamento articular.Dispositivos, como bengalas, abridores de garrafas, calçadores, podem ajudar no dia-a-dia.A Aplicação de calor e frio pode aliviar os sintomas antes e após o exercício.
  21. 21. Cirurgia uma opção para a artrite reumatóideA cirurgia pode ser recomendada para restaurar a mobilidade articular ou reparar articulaçõesdanificadas. Os médicos especializados neste tipo de procedimento são os ortopedistas. Os tipos decirurgia variam desde uma artroscopia (inserção de um instrumento tubular na articulação paraobservar seu interior e reparar tecidos) até a substituição parcial ou completa da articulação. Asubstituição total da articulação é um procedimento cirúrgico em que uma articulação é substituídapor materiais artificiais, por exemplo, as pequenas articulações das mãos podem ser substituídas commateriais plásticos. Articulações grandes, tais como os quadris e os joelhos, são substituídos pordispositivos metálicos.

×