A Armadilha da Religião

666 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
666
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Armadilha da Religião

  1. 1. A armadilha da religião.
  2. 2. Yaohúshua não ensinou religião, ele ensinou o caminho davida!YÁOHU-khánam, adulterado para "João"14, 7” :YAOHÚSHUA disse-lhe: "Sou eu o caminho. Sim, e a verdadee a vida. Ninguém pode chegar a YÁOHU ABí sem ser atravésde mim. O termo (religíão) etimologicamente é uma religaçãodo homem com o Criador, (isso é uma blasfêmia), porque se ohomem pudesse se religar ao Criador ele não precisaria deYaohúshua.Yaohúshua é o único pastor,papa ou guia, mais é ligando oCriador ao homem e não o homem a ao criador! O Criador quese reconciliou com o homem, e não é o homem que sereconcilia.
  3. 3. O homem é pecador e falho, nunca poderia se reconciliarcom o criador por vontade própria através das "religiões".Através das palavras dele podemos saber que não é todocaminho que leva ao criador, e a mentira da religaçãoatravés da religião cai, pois foi ele mesmo que diz:“ EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA; NINGUÉMVEM AO PAI, SENÃO POR MIM ".NÃO écentro, terreiro, mosteiro, catedrais, igrejas, macumba, umbanda, candomblé, hinduísmo, islamismo, judaísmo, budismo, anglicanismo, catolicismo, protestantismo, cristianismo em geral, que nos leva ao criador, na verdade nos levamais a erros do que qualquer outra coisa.
  4. 4. Não é por acaso que vemos hoje em dia vários errosprovenientes das religiões, vemos pessoas matando pelareligião, guerras provocadas pela religião, vemos pessoassacrificando e se sacrificando pela religião, vemos a ganâncianos olhos de lideres religiosos, em outros lideres vemos asexualidade retraída provocando inúmeros casos de pedofilia.Religiões impõe inúmeras penitencias aos seus “fieis”, eestimula a adorações a objetos e a pessoas vivas emortas, tudo que desagrada o criador segundo a palavradele, sem contar que as religiões que tem a bíblia como seumanual de fé e conduta, estimula a ignorância com a máinterpretação dos textos, má tradução das escrituras e a mátransliteração de nomes próprios que contém nas escrituras.
  5. 5. Religiões estimula o orgulho e a soberba, e condiciona asmentes das pessoas, e essas mentes condicionadas ficampresas a rituais, doutrinas, dogmas, todo tipo de praticasreligiosa, esse condicionamento mental faz elas acreditaremque fazendo tudo isso esta aproximando elas do Altíssimo,quando na verdade só os afastam.Toda essas religiões e costumes foram inventadas pelohomem ao decorrer da historia, Isso é fato histórico!Para estarmos em comunhão com ele devemos ter muita fé,mas fé em Yahúshua (Iaorrúchua), crer que ele é o únicocaminho, a única verdade e que ele é a vida, e para que acomunhão seja maior ainda, devemos praticar os doisúnicos mandamentos que ele nos deixou, os mandamentosque resume os dez mandamentos em um.
  6. 6. Man-YÁOHU "Mateus" 22, 37 a 40 :Ao que YAOHÚSHUA respondeu: "Amarás YÁOHU UL, teuCriador Eterno de todo o teu coração, com toda a tua almae com todo o teu entendimento. Este é o primeiro e o maiordos mandamentos. O segundo é parecido: Amarás o teusemelhante como te amas a ti próprio. Todos os outrosmandamentos e preceitos dos antigos escritos sagradosnascem destas duas leis."Por tanto, o ser religioso esta na contra mão da verdade,esta sendo contra a tudo que é simples e não escravizante eeficaz!YÁOHU-khánam"João"14:7 YAOHÚSHUA disse-lhe: "Soueu o caminho. Sim, e a verdade e a vida. Ninguém podechegar a YÁOHU ABí sem ser através de mim.
  7. 7. O Salvador do Mundo não fundou O Cristianismo
  8. 8. • Se você não sabia, fique sabendo! Você sabia que o termo cristão foi inventado por Constantino, e que nunca foi usado pelo messias nem pelos apóstolos pois é um termo Grego e pagão? Você sabia que foi apenas no ano 190 d.C que a palavra grega ekklesia, que traduzimos como igreja, foi pela primeira vez utilizada para se referir a um lugar de reuniões dos "cristãos"? Sabia também que esse lugar de reuniões era uma casa, e não um templo, já que os templos cristãos surgiram apenas no século IV (quatrocentos anos depois), após a "conversão" de Constantino? Você sabia que por isso os discípulos não chamavam seus lugares de reuniões de templos até pelo menos o século V? Você sabia que o primeiro templo cristão começou a ser construído exatamente por Constantino, sob influência de sua mãe Helena, em 327 dC, às custas de recursos públicos, e sua arquitetura seguia o modelo das basílicas, as sedes governamentais da Grécia e, posteriormente, de Roma, e dos templos pagãos da Síria? (pois o templo é uma característica iminentemente pagã)
  9. 9. Você sabia que as basílicas cristãs foram construídas comuma plataforma elevada acima do nível da congregação eque no centro da plataforma figurava o altar, e à sua frentea cadeira do Bispo, que era chamada de cátedra? Vocêsabia que o termo ex cathedra significa "desde otrono", numa alusão ao trono do juiz romano, e, porconseguinte, era o lugar mais privilegiado e honroso dotemplo?Você sabia que o Bispo pregava sentado, na excathedra, numa posição em que o sol resplandecia em suaface enquanto ele falava à congregação, poisConstantino, mesmo após a sua “conversão” aoCristianismo, jamais deixou de ser um adorador do deussol? Você sabia que o atual modelo hierárquico doCristianismo, que distingue clero e laicato, teve origem e oufoi profundamente afetado pela arquitetura original dostemplos do período Constantino?
  10. 10. Você sabia que o messias não fundou o Cristianismo, e queo que chamamos hoje de Cristianismo é uma construçãoreligiosa humana, feita pelos religiosos ao longo de mais dedois mil anos de história? Você sabia que o que chamamoshoje de Cristianismo está profundamente afetado por pelomenos três grandes eras: a era de Constantino, a era daReforma Protestante e a era dos Avivamentos na Inglaterrae nos Estados Unidos?Você sabia que é praticamente impossível saber a distânciaque existe entre o que o messias tinha em mente quandodeclarou que edificaria a sua ekklesia e o que temos hojecomo Cristianismo:Protestante, Ortodoxo, Pentecostal, Neopentecostal, Pseudopentecostal e Católico Romano?
  11. 11. Você sabia que os primeiros discípulos se preocuparam emrelatar as intenções originais do messias com vistas aestender seu movimento até os confins da terra? Vocêsabia que este relato está registrado no NovoTestamento, mais precisamente nos Evangelhos e no livrode Atos dos Apóstolos? Você sabia que o terceiroevangelho, Evangelho Segundo Lucas, e o livro dos Atosdeveriam formar no princípio uma só obra, que hojechamaríamos de "História das origens cristãs"?Você sabia que os livros foram separados quando oscristãos desejaram possuir os quatro evangelhos nummesmo códice, e que isso aconteceu por volta de 150 d.C?Você sabia que o título "Atos dos Apóstolos" surgiu nessaépoca, segundo costume da literatura helenística(grega), que já possuía entre outros os "Atos de Anibal" e os"Atos de Alexandre"?
  12. 12. Você sabia que livro chamado “bíblia” foi um livro criado;foi a junção de uma coletânea de outros pequenos livros(com o conteúdos dos antigos papiros originais), e que foiprofundamente modificado por seus tradutores gregos elatinos, principalmente com relação aos nomes de todos aspessoas que ali estavam registradas.Você sabia que o nome “Jesus” é um nome pagão? Criadodepois de outras 4 quatro interpolações gramaticais, e queeram todas assimilações feitas aos deuses pagãos? Seunome verdadeiro transliterado do Hebraico original é:Yaohushua, o filho de Yaohu. As outras interpolaçõesforam: Yeshua (aramaico), Iesoús, Iesu, Iesús (deus grego,variante de Tamuz, filho de Nimrod).
  13. 13. A Septuaginta ou Versão dos LXX A Bíblia Grega
  14. 14. Durante o século II a.C., Alexandria, onde se falava oidioma grego, vivia o reinado do rei egípcio PtolomeuFiladelfo II (285-247 a.C.), que se orgulhava de possuir emsua rica biblioteca todos os livros do mundo. Haviatambém em Alexandria uma importante colônia judaica.Informado o soberano por seu bibliotecário, DemétrioFalário de que não existia uma versão da Bíblia em grego,prontamente estabeleceu um projeto para tal.De Israel foram enviados 72 sábios (6 para cada uma dasdoze tribos de Israel) com a incumbência de traduzir asescrituras do hebraico para o grego, trabalho que cada umcompletou, segundo o Talmude ou Guemará (estudo), em72 dias, estando cada um desses sábios confinado emcelas separadas, na ilha de Faros. Somente o Pentateuco -Torá, foi traduzido nesta etapa, os demais livros,completando O Tanách - Bíblia, a saber, Nevii - Profetas (8)e Ketuvim - Escritos (11), foram traduzidos posteriormente,até o final do século II a.C. (a bíblia em hebraico écomposta somente do Velho Testamento - PrimeiraAliança). O Novo Testamento, também em grego, não éacoplado à Septuaginta, somente existindo em separado.
  15. 15. No entanto, conta a história que, devido aos coraçõesdesses sábios estarem plenos de sabedoria divina, quandoas 72 traduções foram comparadas, elas eram idênticas .Imagina-se que tenham feito as mesmas mudanças paraque o rei não alimentasse qualquer dúvida a respeito desua autenticidade, pois a tradução de um idiomaoriental, consonantal, com um conjunto de regrasinterpretativas, que se escreve da direita para aesquerda, para um idioma ocidental, vocálico (7), que seescreve da esquerda para a direita, rico emdeclinações, conjugações e casos gramaticais e que nãopossui a simbologia do hebraico, realmente deveriaproduzir uma Nova Torre de Babel.Segundo o Talmude, "o dia da tradução foi tão dolorosoquanto o dia em que o Bezerro de Ouro foi construído, poisa Torá não poderia ser acuradamente traduzida". Algunsrabinos disseram que "as trevas cobriram a Terra por trêsdias" quando a LXX (Setenta ou Septuaginta) foi escrita.
  16. 16. A alteração começou pelos nomes originais dos livros doPentateuco (Torá), que ficaram da seguinte forma, conformeperguntado em Nosso Desafio:HEBRAICO Transliterado (primeira ou principal palavra do iníciode cada livro) GREGO / PORTUGUÊSBereshit (No princípio) Gênesis / Gênese (origem)Shemôt (Nomes) ... dos filhos de Israel Exodos / Êxodo (saída)Vaicrá (Ele Clama) ou Sêfer Torat Cohanim (livro dos sacerdotes)Levitikon / Levítico (sacerdotes) (descendentes de Levi)Bamidbar (No deserto) ou HumashHapecudim (Livro dos Censos) Arithmoi / Números (as duascontagens do povo ou recenseamentos)Dvarim (Palavras) ou Misné Torá(Segunda Torá) Deuteronomos / Deuteronômio (deutéros =segundo / nomos = lei) (Segunda Lei)
  17. 17. A tradução grega passou a fazer parte da biblioteca do reiPtolomeu Filadelfo II, em Alexandria e recebeu o nome deSeptuaginta ou Versão dos LXX em virtude dos principaisidiomas do mundo serem em número de Setenta e osoutros, variantes, híbridas ou dialetos desses setenta.A Vulgata de São Jerônimo - A Bíblia Latina da Igreja CatólicaDevido às dificuldades reinantes no século III d.C., grandesdivergências dogmáticas agitaram o mundo cristão eprovocaram sanguinolentas perturbações, até que oimperador Teodósio conferiu a supremacia aopapado, impondo a opinião do bispo de Roma à cristandade.A fim de por termo a essas divergências de opinião, nomomento em que vários concílios discutiam acerca danatureza de Jesus, uns admitindo e outros rejeitando suadivindade, o Papa Dâmaso confia a São Jerônimo, no ano384, a missão de redigir uma tradução latina do Antigo e doNovo Testamento. Essa tradução passaria ser a únicareputada ortodoxa e aceita pela Igreja.
  18. 18. São Jerônimo sentiu o peso da responsabilidade, escrevendo aopapa sobre suas preocupações acerca da tradução. Eis o seudesabafo:“ Da velha obra me obrigais a fazer obra nova. Quereis que, dealguma sorte, me coloque como árbitro entre os exemplares dasEscrituras que estão dispersos por todo o mundo e, como diferementre si, que eu distinga os que estão de acordo com o verdadeirotexto grego. É um piedoso trabalho, mas é também um perigosoarrojo, da parte de quem deve ser por todos julgado, julgar elemesmo os outros, querer mudar a língua de um velho e conduzirà infância o mundo já envelhecido.““ Qual de fato, o sábio e mesmo o ignorante que, desde que tivernas mãos um exemplar novo, depois de o haver percorrido apenasuma vez, vendo que se acha em desacordo com o que estáhabituado a ler, não se ponha imediatamente a clamar que eusou um sacrílego, um falsário, porque terei tido a audácia deacrescentar, substituir, corrigir alguma coisa nos antigos livros ?"
  19. 19. Um duplo motivo me consola desta acusação. O primeiro éque vós, que sois o soberanos pontífice, me ordenais que ofaça; o segundo é que a verdade não poderia existir emcoisas que divergem, mesmo quanto tivessem elas por si aaprovação dos maus.“Vemos nessas declarações o testemunho das modificaçõese adaptações por que passou a Bíblia e, por isso, não sepode afirmar, categoricamente, que tudo que existe nestelivro, em português, é a pura verdade.Santo Agostinho, bispo de Hipona, escreve a São Jerônimono ano 395, demonstrando sua preocupação com relação àsua tradução e testificando a inexistência de exatidão nastraduções bíblicas. Vejamos sua carta:"A meu ver, eu preferiria que tu antes nos interpretasse asEscrituras gregas canônicas que são atribuídas aos setentaintérpretes, pois se há dissonância entre o latim dasantigas versões e o grego da Setenta, pode-se irverificar, mas se há dissonância entre o latim da novaversão e o texto conhecido do público, como dar a prova dasua exatidão ?"
  20. 20. As Divisões da Bíblia
  21. 21. A Bíblia nem sempre foi dividida em capítulos e versículoscomo ocorre atualmente. Inicialmente, a Torá (OPentateuco - 5 livros de Moisés), foi dividida em Seções(peraxiôt) para leitura nas sinagogas judaicas, cada umadessas seções lida em uma semana, com a quantidade de"peraxiôt" igual ao número de semanas do ano judaico. Orestante da Bíblia hebraica completando o Tanách, ou seja,a "Primeira Aliança" ou Velho Testamento era dividida emversículos e seções para leitura nas sinagogas, antes da eracristã.A divisão moderna do Antigo Testamento e sua numeraçãoem Capítulos foi efetuada em 1228 e é atribuída a EstêvãoLangton, professor em Paris e nomeado Arcebispo deCanterbury. É possível que ele tenha usado a divisão jáexistente. A numeração do Antigo Testamento emVersículos foi realizada por Sante Pagnini, em 1528.Em 1555, o redator parisiense Robert Etienne adotou anumeração de Pagnini e numerou os versículos do NovoTestamento de acordo com ela.
  22. 22. Tal divisão e distribuição, como também o título e a ordemdos Livros Sagrados apresentam leve diferença entre aVulgata e as traduções atuais. Por exemplo: do Salmo 10 ao148, a numeração da Bíblia hebraica está uma unidade àfrente da numeração da Bíblia grega e da Vulgata, quereúnem os Salmos 9 e 10 e os Salmos 114 e 115, mas dividemem dois os Salmos 116 e 147.Existem, ainda, nas bíblias, diferenças de ordem nadisposição dos livros. Por exemplo: na Bíblia judaica (OTanách), temos como último livro o II Livro das Crônicas; naVulgata, o último livro do Velho Testamento é o II livro dosMacabeus; nas Bíblias ocidentais católicas ou protestantes, oúltimo livro do Velho Testamento é o Livro de Malaquias,descobrindo-se ainda outras diferenças, à medida quemanuseamos cada uma delas ...

×