Livro projeto telaris capitulo 13 ciencias 6º ano

1.652 visualizações

Publicada em

Aulas sobre o capitulo da unidade 4 com explicações de cada tópico resumindo os pontos mais importantes de cada parte de estudo para ajudar os professores e os alunos a compreenderem melhor cada assunto deste livro tão incrível.

Publicada em: Educação
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.652
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
225
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro projeto telaris capitulo 13 ciencias 6º ano

  1. 1. O oxigênio e a combustão O oxigênio e a respiração aeróbia O gás carbônico O aquecimento global O nitrogênio Os gases nobres O vapor de água 13 Capítulo
  2. 2. O OXIGÊNIO E A COMBUSTÃO  O gás oxigênio é um gás de importância fundamental para os processos vitais do nosso planeta, utilizado na respiração da maioria dos seres vivos. As algas e as plantas também absorvem oxigênio na respiração, mas, pela fotossíntese, liberam esse gás, possibilitando a sua renovação contínua no ambiente.
  3. 3. O OXIGÊNIO E A COMBUSTÃO  A maior parte do oxigênio inspirado é utilizado pelos seres vivos na produção de energia que mantém seus sistemas vitais.
  4. 4. O OXIGÊNIO E A COMBUSTÃO  Se emborcamos um copo sobre uma vela acesa, a chama se apaga. A vela se apaga porque o oxigênio dentro do copo foi gasto durante a queima da vela.
  5. 5. O OXIGÊNIO E A COMBUSTÃO  O oxigênio é, portanto necessário para a queima da vela. Aliás, ele é necessário para a queima de outros materiais também. O processo de queima é chamado combustão.  Na combustão ocorre a combinação do oxigênio com outras substâncias, liberando grande quantidade de calor em curto espaço de tempo.
  6. 6. O OXIGÊNIO E A COMBUSTÃO  Quando o motor do carro funciona, por exemplo, a gasolina combina-se com o oxigênio do ar. A gasolina ou a outra substância que está sendo queimada é chamada de combustível, e o oxigênio é chamado de comburente. Comburente é, portanto, a substância que provoca a combustão.
  7. 7. O OXIGÊNIO E A COMBUSTÃO  No caso da vela acesa, o comburente é o oxigênio do ar. O combustível é a parafina da vela. Mas, para começar a combustão, é preciso aquecer o combustível. No caso da  vela, acendemos o pavio  com um fósforo. O calor  da chama do pavio  aquece a parafina que se combina com o oxigênio e é queimado.
  8. 8. O OXIGÊNIO E A COMBUSTÃO  A combustão libera energia química que está armazenada no combustível. Essa energia aparece sob a forma de calor e luz. Com a energia da combustão o ser humano movimenta veículos a gasolina, a gás, a óleo diesel ou a álcool, e cozinha alimentos no fogão. Essa energia pode ser liberada também em usinas termelétricas, que transformam energia de combustíveis, como o carvão e o petróleo em energia elétrica.
  9. 9. O OXIGÊNIO E A RESPIRAÇÃO AERÓBIA  Um animal mantido em um recipiente fechado morre logo - mesmo que haja comida suficiente. Por quê?  Quase todos os seres vivos empregam o oxigênio num processo que libera energia para as suas atividades. Sem oxigênio, a maiorias dos seres vivos não consegue energia suficiente para se manter vivo. Esse processo é chamado de respiração aeróbia celular.
  10. 10. O OXIGÊNIO E A RESPIRAÇÃO AERÓBIA  O processo que envolve a entrada de oxigênio em nossos pulmões e a saída de gás carbônico é chamado de respiração pulmonar. Dos pulmões o ar entra e, pela corrente sanguínea, é levado para dentro de estruturas microscópicas que formam o nosso corpo, as células.
  11. 11. O OXIGÊNIO E A RESPIRAÇÃO AERÓBIA  Nas células ocorre a respiração celular, onde o oxigênio combina-se com substâncias químicas do alimento (principalmente com o açúcar, a glicose) e libera energia. Além disso, produz-se também gás carbônico e água.
  12. 12. O GÁS CARBÔNICO  Sabe do que são formadas aquelas bolhas que aparecem nos refrigerantes? De gás carbônico. E são também de gás carbônico as bolhas que se desprendem em comprimidos efervescentes.
  13. 13. O GÁS CARBÔNICO  O gás carbônico compõe apenas 0,03% do ar. Ele aparece na atmosfera como resultado da respiração dos seres vivos e da combustão. É a partir do gás carbônico e da água que as plantas produzem açucares no processo da fotossíntese.
  14. 14. O GÁS CARBÔNICO  A partir dos açucares, as plantas produzem outras substâncias - como as proteínas e as gorduras - que formam o seu corpo e que vão participar também da formação do corpo dos animais.  Agora veja na figura como o carbono circula pela natureza: a respiração, a decomposição (que é a respiração feita pelas bactérias e fungos) e a combustão liberam gás carbônico no ambiente. Esse gás carbônico é retirado da atmosfera pelas plantas durante a fotossíntese.
  15. 15. O GÁS CARBÔNICO E O GELO-SECO  Como outros gases, o gás carbônico pode passar para o estado líquido ou para o estado sólido se baixarmos suficientemente sua temperatura (a quase 80ºC negativos). O gás carbônico sólido é conhecido como gelo-seco e é usado na refrigeração de vários alimentos.
  16. 16. O AQUECIMENTO GLOBAL
  17. 17. O AQUECIMENTO GLOBAL  O Efeito Estufa é a forma que a Terra tem para manter sua temperatura constante. A atmosfera é altamente transparente à luz solar, porém cerca de 35% da radiação que recebemos vai ser refletida de novo para o espaço, ficando os outros 65% retidos na Terra.
  18. 18. O AQUECIMENTO GLOBAL  Isto deve-se principalmente ao efeito sobre os raios infravermelhos de gases como o Dióxido de Carbono, Metano, Óxidos de Azoto e Ozônio presentes na atmosfera (totalizando menos de 1% desta), que vão reter esta radiação na Terra, permitindo-nos assistir ao efeito calorífico dos mesmos.
  19. 19. O NITROGÊNIO  É o gás presente em maior quantidade no ar. Essa substância é fundamental para a vida na Terra, pois faz parte da composição das proteínas, que são moléculas presentes em todos os organismos vivos.  O nitrogênio é um gás que dificilmente se combina com outros elementos ou substâncias. Assim, ele entra e sai de nosso corpo durante a respiração (e também do corpo dos outros animais e plantas) sem alterações.
  20. 20. O NITROGÊNIO  Assim, os animais não conseguem obter o nitrogênio diretamente do ar, somente algumas bactérias são capazes de utilizar diretamente o nitrogênio, transformando- o em sais que são absorvidos pelas plantas. Os animais obtêm o nitrogênio somente por meio dos alimentos.
  21. 21. O NITROGÊNIO  Essa transformação é feita por bactérias que vivem na raiz das plantas conhecidas como leguminosas (feijão, soja, ervilha, alfafa, amendoim, lentilha, grão-de-bico). É por isso que essas plantas não tornam o solo pobre em nitratos, como costuma ocorrer quando outras espécies vegetais são cultivadas por muito tempo no mesmo lugar.
  22. 22. O NITROGÊNIO  Com sais de nitrogênio, as plantas fabricam outras substâncias que formam seu corpo. Os animais, por sua vez, conseguem essas substâncias ingerindo as plantas ou outros seres vivos.
  23. 23. O NITROGÊNIO  Quando os animais e as plantas morrem, essas substâncias que contêm nitrogênio sofrem decomposição e são transformadas em sais de nitrogênio, que podem ser usadas pelas plantas. Uma parte dos sais de nitrogênio, porém, é transformada em gás nitrogênio por algumas bactérias do solo e voltam para a atmosfera. Desse modo o nitrogênio é reciclado na natureza.
  24. 24. O NITROGÊNIO E OS FERTILIZANTES  A produção de sais de nitrogênio pode ser feita em indústrias químicas, a partir do nitrogênio do ar. Combina-se o nitrogênio com o hidrogênio, produzindo- se amoníaco, que é então usado para fabricar sais de nitrogênio.  O amoníaco tem ainda outras aplicações: ele é usado em certos produtos de limpeza e também para fabricar muitos outros compostos químicos.
  25. 25. OS GASES NOBRES  São gases que dificilmente se combinam com outras substâncias, correspondendo a menos de 1% do ar. Eles não são utilizados pelo organismo dos seres vivos, entram e saem inalterados durante a respiração.
  26. 26. OS GASES NOBRES  Entre os gases nobres, o Argônio é o que está presente em maior quantidade (0,93%).  Em lâmpadas comuns (incandescentes), o Argônio é muito utilizado, já que a sua produção é barata.
  27. 27. OS OUTROS GASES NOBRES  O Criptônio é usado na medicina, para cirurgia da retina dos olhos, onde se utiliza o laser de criptônio.
  28. 28. OS OUTROS GASES NOBRES  Neônio, usado em letreiros luminosos (é conhecido como gás néon);
  29. 29. OS OUTROS GASES NOBRES  Xenônio, usado em lâmpadas de flash de máquinas fotográficas e faróis xenon de carros;
  30. 30. OS OUTROS GASES NOBRES  Hélio, um gás de pequena densidade, usado em certos tipos de bexiga e balões dirigíveis;
  31. 31. OS OUTROS GASES NOBRES  Radônio, um gás radiativo, que, por isso é perigoso, em determinadas concentrações, para os seres vivosé usado na radioterapia e na composição de cápsulas para aplicação em pacientes com câncer..
  32. 32. O VAPOR DE ÁGUA  Ao se colocar água bem gelada num copo e esperar alguns instantes, a parte de fora do copo fica úmida.  Como a água de dentro do copo não pode atravessar o vidro, a água que se formou veio do ar em volta do copo. Foi o vapor de água do ar que se condensou (passou para o estado líquido) em contato com a temperatura mais baixa do copo.
  33. 33. O VAPOR DE ÁGUA  A água no estado de vapor que existe na atmosfera origina-se da evaporação da água dos rios, mares, lagos e solos, e também da respiração e transpiração dos seres vivos.
  34. 34. O VAPOR DE ÁGUA  Talvez você já tenha ouvido falar em umidade relativa do ar. É a relação entre a quantidade de água que existe em certo momento na atmosfera e a quantidade máxima que ela pode conter (em torno de 4%). Quando essa quantidade é atingida, dizemos que o ar está saturado. O ar está saturado nas nuvens, no nevoeiro e quando começa a chover. Quanto maior a umidade relativa, maior a chance de chover.

×