A questão de gênero nos jogos infantis

902 visualizações

Publicada em

Transposição didática de texto de Daniela Finco abordando a questão de gênero nas brincadeiras de meninos e meninas na educação infantil

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
902
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A questão de gênero nos jogos infantis

  1. 1. Relações de gênero nas brincadeiras de meninos e meninas na ed. Infantil (Daniela Finco) Profª Regiane Menezes (regis_van@hotmail.com) Psicomotricidade Disciplina:
  2. 2. Ceci tem pipi? Thierry Lenain
  3. 3. Síntese dos conteúdos Questionamento sobre a naturalização de que meninos e meninas tem papéis pré-determinados Brinquedos certos e errados para cada sexo Busca de um olhar não adultocêntrico Transgressões dos papéis de gênero nos momentos de brincadeira Novas formas de ser menino e menina
  4. 4. Concepção de criança Indivíduo capaz, produtor de cultura e portador de história X Contrapondo-se as antigas concepções da criança como adultos em miniatura.
  5. 5. Pesquisas Elas preferem bonecas, eles os carros Elas brincam de roda e eles jogam bola Nem todas as pesquisas chegam a ser publicadas ou são divulgadas as pesquisas que confirmam a diferença
  6. 6. Pesquisas Confirmam que meninos e meninas demonstram comportamentos, preferências, competências, atributos de personalidade, mais apropriados para o seu sexo, seguindo, desde bem pequenos, as normas e padrões estabelecidos Novas possibilidades de ser menino e menina, sem carregar conotação negativa ou preocupante X A pesquisa apresentada no artigo: Olhar não adultocêntrico Olhar atento as transgressões
  7. 7. Gênero (Scott, 1995) É um elemento constitutivo das relações sociais fundadas sobre as diferenças percebidas entre os sexos, que fornece um meio de decodificar o significado e de compreender as complexas conexões entre as várias formas de interação humana. É uma construção social que uma dada cultura estabelece ou elege em relação a homens e mulheres
  8. 8. Possui mecanismos sutis que constroem e mantêm as diferenças entre os sexos EDUCAÇÃO INFANTIL ESCOLA  Já se ensina a ser menino ou menina?  Como as crianças se manifestam frente as relações de gênero?
  9. 9. Faca sem ponta, galinha sem pé Ruth Rocha Diferenças entre os sexos são construídas e não naturais
  10. 10. Resultados da pesquisa Observou-se que nas brincadeiras coletivas nas quais meninos e meninas se revezam nos papéis, sem menosprezar ou desprezar papéis considerados masculinos ou femininos, as crianças buscavam um companheiro para brincar e vivenciar momentos agradáveis, não importando ser homem ou mulher, ser menino ou menina.
  11. 11. Resultados da pesquisa A variedade de brinquedos e diversas opções de brincadeiras que o ambiente da escola de educação infantil proporciona favorecem para que todos os espaços sejam ocupados por meninos e meninas indiscriminadamente
  12. 12. Resultados da pesquisa Levantou a hipótese de que os estereótipos dos papéis sexuais, os comportamentos pré-determinados, os preconceitos e discriminações são construções culturais que existem nas relações dos adultos. São os adultos que esperam que as meninas sejam de um jeito e os meninos de outro.
  13. 13. Brinquedos São compreendidos como elementos culturais, portadores de significados e de um enredo social e as crianças estão a todo momento recriando novos significados.
  14. 14. O PAPEL DO EDUCADOR Contribuir para que as relações entre os sexos possa acontecer de forma livre, sem cobranças quanto a um papel sexual pré-determinado.
  15. 15. Preocupação e são motivo de incômodo Comportamentos “não apropriados” para o sexo Futura escolha sexual da criança
  16. 16. Identidade de gênero Identidade sexual
  17. 17. Desconstruir Dicotomias Jogos de dicotomias: presença X ausença, teoria X prática, ciência X ideologia, homem X mulher Dois pólos diferem e opõem-se com superioridade do primeiro elemento

×