Lygia Clark
O Objeto Relacional
Lygia Clark
BH, 23-10-1920
RJ, 25-05-1988
Bichos
•
Década de 1960
Bicho de Bolso
Caminhando, 1963
Esquema para construir uma fita de Moebius.
"Caminhando, acaba a autoria da
obra de arte." Lygia Clark
O Dentro e o Fora, 1963
Diálogos de Mãos – com fita de
Moebius, 1966
Obra Mole, 1964 (estudo)
Obra Mole – trepantes, 1964
Corpo-roupa-corpo, 1974
Estruturação do Self (do eu),
1960-1980
Márcara Sensorial, 1968
Máscara Abismo, 1968
Estruturação do Self, 1976-84
Escritos da Artista:
• Nós Somos os Propositores, 1968
• Nós somos os propositores:nós somos os
moldes, cabe você soprar d...
• Nós somos os propositores: enterramos a
obra de arte como tal e chamamos você
para que o pensamento viva através da
ação...
Nós Recusamos..., 1966
• trechos
• [...]Pertenço a um terceiro grupo, que tenta
provar a participação do público. Essa
par...
• [...] Propomos o precário como novo
conceito de existência contra toda
cristalização estática na duração.
• Fonte:
http:...
História da Arte: Lygia Clark - objeto relacional
História da Arte: Lygia Clark - objeto relacional
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

História da Arte: Lygia Clark - objeto relacional

760 visualizações

Publicada em

História da Arte: Lygia Clark - Objeto Relacional

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
760
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História da Arte: Lygia Clark - objeto relacional

  1. 1. Lygia Clark O Objeto Relacional
  2. 2. Lygia Clark BH, 23-10-1920 RJ, 25-05-1988
  3. 3. Bichos • Década de 1960
  4. 4. Bicho de Bolso
  5. 5. Caminhando, 1963 Esquema para construir uma fita de Moebius.
  6. 6. "Caminhando, acaba a autoria da obra de arte." Lygia Clark
  7. 7. O Dentro e o Fora, 1963
  8. 8. Diálogos de Mãos – com fita de Moebius, 1966
  9. 9. Obra Mole, 1964 (estudo)
  10. 10. Obra Mole – trepantes, 1964
  11. 11. Corpo-roupa-corpo, 1974
  12. 12. Estruturação do Self (do eu), 1960-1980
  13. 13. Márcara Sensorial, 1968
  14. 14. Máscara Abismo, 1968
  15. 15. Estruturação do Self, 1976-84
  16. 16. Escritos da Artista: • Nós Somos os Propositores, 1968 • Nós somos os propositores:nós somos os moldes, cabe você soprar dentro dele o sentido da nossa experiência. • Nós somos os propositores: nossa proposição é o diálogo. Sós, não existimos. Estamos a sua mercê.
  17. 17. • Nós somos os propositores: enterramos a obra de arte como tal e chamamos você para que o pensamento viva através da ação. • Nós somos os propositores: Não propomos nem o passado e nem o futuro, mas o agora. • Fonte: http://www.lygiaclark.org.br/arquivo_detPT.asp? idarquivo=25
  18. 18. Nós Recusamos..., 1966 • trechos • [...]Pertenço a um terceiro grupo, que tenta provar a participação do público. Essa participação tranforma totalmente o sentindo da arte como o entendiamos até então. • [...] recusamos o artista que pretendia transmitir através de seu objeto uma comunicação integral de sua mensagem, sem a participação do espectador.
  19. 19. • [...] Propomos o precário como novo conceito de existência contra toda cristalização estática na duração. • Fonte: http://www.lygiaclark.org.br/arquivo_detPT.asp ?idarquivo=24

×