Trabalho de História – JanuáriaCangaço8ª A<br />Bárbara Monteiro     05<br />Enmylin Brenda        10<br />Gabriela Da Sil...
Indíce<br />Cangaço......................................... Slide 3.<br />História do Cangaço .................. Slide 4,...
 Cangaço<br />Cangaço foi um fenômeno ocorrido no Nordeste brasileiro de meados do século XIX ao início do século XX. O ca...
História do Cangaço<br />Consta que o primeiro homem a agir como cangaceiro teria sido o Cabeleira, como era chamado José ...
Um famoso cangaceiro foi Lampião. Os cangaceiros conseguiram dominar o sertão durante muito tempo, porque eram protegidos ...
Como as rivalidades políticas eram grandes, havia muitos conflitos entre as poderosas famílias. E estas famílias se cercav...
Cangaço na Cultura Popular<br />A existência dos elementos representativos do cangaço na cultura popular como observamos, ...
Literatura de Cordel<br />O cangaço é um dos principais temas mais explorados na literatura de cordel, onde o cangaceiro é...
Imagens<br />Cangaceiros<br />
Lampião e Maria Bonita<br />
Biografia<br />Wikipédia;<br />Google Images;<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cangaço - Trabalho De História

23.684 visualizações

Publicada em

Trabalho de História - Januária. Cangaço. Bárbara Monteiro 05, Enmylin Brenda 10, Rafaella Uvini 26, Venâncio Rodrigues 32.

2 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
23.684
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
326
Comentários
2
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cangaço - Trabalho De História

  1. 1. Trabalho de História – JanuáriaCangaço8ª A<br />Bárbara Monteiro 05<br />Enmylin Brenda 10<br />Gabriela Da Silva 12<br />RafaellaUvini 26<br />Venâncio Rodrigues 32<br />
  2. 2. Indíce<br />Cangaço......................................... Slide 3.<br />História do Cangaço .................. Slide 4, 5, 6.<br />Cangaço na Cultura Popular .... Slide 7.<br />Literatura De Cordel .................. Slide 8.<br />Imagens do Cangaço .................. Slide 9, 10.<br />Biogragia ....................................... Slide 11.<br />
  3. 3. Cangaço<br />Cangaço foi um fenômeno ocorrido no Nordeste brasileiro de meados do século XIX ao início do século XX. O cangaço tem suas origens em questões sociais e fundiárias do Nordeste brasileiro, caracterizando-se por ações violentas de grupos ou indivíduos isolados: assaltavam fazendas, sequestravam coronéis (grandes fazendeiros) e saqueavam comboios e armazéns. Não tinham moradia fixa: viviam perambulando pelo sertão, praticando tais crimes, fugindo e se escondendo.<br />O Cangaço pode ser dividido em três subgrupos: os que prestavam serviços esporádicos para os latifundiários; os "políticos", expressão de poder dos grandes fazendeiros; e os cangaceiros independentes, com características de banditismo.<br />
  4. 4. História do Cangaço<br />Consta que o primeiro homem a agir como cangaceiro teria sido o Cabeleira, como era chamado José Gomes. Nascido em 1751, em Glória do Goitá, cidade da zona da mata pernambucana, ele aterrorizou sua região, incluindo Recife. Mas foi somente no final do século XIX que o cangaço ganhou força e prestígio, principalmente com Antônio Silvino, Lampião e Corisco.<br />Entre meados do século XIX e início do século XX, o nordeste do Brasil viveu momentos difíceis, atemorizado por grupos de homens que espalhavam o terror por onde andavam. Eles eram os cangaceiros, bandidos que abraçaram a vida nômade e irregular de malfeitores por motivos diversos. Alguns deles foram impelidos pelo despotismo de homens poderosos.<br />
  5. 5. Um famoso cangaceiro foi Lampião. Os cangaceiros conseguiram dominar o sertão durante muito tempo, porque eram protegidos de coronéis, que se utilizavam dos cangaceiros para cobrança de dívidas, entre outros serviços "sujos".<br />Um caso particular foi o de Januário Garcia Leal, o Sete Orelhas, que agiu no sudeste do Brasil, no início do século XIX, tendo sido considerado justiceiro e honrado por uns e cangaceiro por outros.<br />No sertão, consolidou-se uma forma de relação entre os grandes proprietários e seus vaqueiros.<br />A base desta relação era a fidelidade dos vaqueiros aos fazendeiros. O vaqueiro se disponibilizava a defender (de armas na mão) os interesses do patrão.<br />
  6. 6. Como as rivalidades políticas eram grandes, havia muitos conflitos entre as poderosas famílias. E estas famílias se cercavam de jagunços com o intuito de se defender, formando assim verdadeiros exércitos. Porém, chegou o momento em que começaram a surgir os primeiros bandos armados, livres do controle dos fazendeiros.<br />O cangaceiro - um deles, em especial, Lampião - tornou-se personagem do imaginário nacional, ora caracterizado como uma espécie de Robin Hood, que roubava dos ricos para dar aos pobres, ora caracterizado como uma figura pré-revolucionária, que questionava e subvertia a ordem social de sua época e região.<br />Nesse sentido - heróico/mitológico - o cangaço é precursor do banditismo que ocorre atualmente nos morros do Rio de Janeiro ou na periferia de São Paulo, onde chefes de quadrilhas também são considerados muitas vezes benfeitores das comunidades carentes.<br />
  7. 7. Cangaço na Cultura Popular<br />A existência dos elementos representativos do cangaço na cultura popular como observamos, é uma realidade que a todo tempo se mostra presente no nosso dia-a-dia. Por vezes, é comum que esses detalhes passem despercebidos aos nossos olhos, mas basta observar ao nosso redor e veremos que ainda se mantém viva as tradições e as memórias de Lampião e seus cabras em na região, e cabe a pesquisa histórica e principalmente as futuras gerações preservar esse patrimônio tão rico e memorável que são as tradições, as representações, enfim, a cultura popular, maior marca da identidade de um povo.<br />
  8. 8. Literatura de Cordel<br />O cangaço é um dos principais temas mais explorados na literatura de cordel, onde o cangaceiro é retratado como herói.[2] Literatura de Cordel é, como qualquer outra forma artística, uma manifestação cultural. Por meio da escrita são transmitidas as cantigas, os poemas e as histórias do povo — pelo próprio povo.<br />O nome de Cordel teve origem em Portugal, onde os livretos, antigamente, eram expostos em barbantes, como roupas no varal.<br />
  9. 9. Imagens<br />Cangaceiros<br />
  10. 10. Lampião e Maria Bonita<br />
  11. 11. Biografia<br />Wikipédia;<br />Google Images;<br />

×