Lipídios, vitaminas, proteínas e ácidos nucléicos.

293 visualizações

Publicada em

Trabalho de Biologia.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
293
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lipídios, vitaminas, proteínas e ácidos nucléicos.

  1. 1. Os lipídios que mais conhecemos são as gorduras e os óleos. E onde podemos encontrá-los ? No leite e seus derivados, na gema de ovo, nas carnes, nos óleos vegetais e em algumas frutas.
  2. 2.  Os lipídios funcionam eficientemente na reserva de energia, essa reserva de energia é produzida quando o animal se alimenta.  A gordura fica nas células adiposas, que se dispõem em volta dos orgãos ou na parte mais profunda da pele, formando assim uma camada protetora.  Colaboram na formação da membrana da célula. No tecido nervoso, camadas de membranas funcionam como isolante elétrico do impulso nervoso.  Alguns lipídios conseguem formar também hormônios e vitaminas.
  3. 3.  Os glicerídios são os lipídios encontrados em maior quantidade nos alimentos e estão representados pelos óleos e gorduras.  Os acilgliceróis são formados pela união de glicerol com ácidos graxos.  Alguns ácidos graxos, possuem ligações químicas duplas unindo certos átomos de carbono, esses ácidos graxos são chamados insaturados. Já os que possuem apenas ligações simples são chamados saturados. Os óleos são ricos em ácidos graxos insaturados, o que faz com que eles sejam líquidos na temperatura ambiente.
  4. 4.  As ceras, como a da orelha humana, da carnaúba e do favo da abelha, são formadas pela união de álcoois de longa cadeia com ácidos graxos.  Os fosfolipídios possuem ácido fosfórico e uma molécula nitrogenada, além de álcool e ácido graxo. O ácido fosfórico se ioniza e adquire carga elétrica negativa; a molécula nitrogenada ganha prótons e adquire carga elétrica positiva.  Mesmo não sendo ácidos graxos, os esteroides apresentam cadeias associadas aos lipídios com os quais possuem algumas propriedades comuns. O grupo dos esteroides compreende os hormônios sexuais, os corticosteroides, o colesterol, os sais biliares do fígado e a vitamina D.
  5. 5. As vitaminas são alimentos reguladores, controlam várias atividades das células e funções do corpo. Embora importantes para o bom funcionamento do organismo, elas são necessárias em quantidade muito pequena em relação á dos demais nutrientes. Uma pequena quantidade de cada vitamina é eliminada pela urina ou destruída na própria célula. Como não são fabricadas pelo organismo, temos de ingeri-las por meio de alimentos. A falta ou deficiência de certa vitamina é chamada de avitaminose e pode ser causada pela ingestão insuficiente de certos alimentos.
  6. 6.  Lipossolúveis – Dissolvem-se bem em gordura e são encontradas associadas a gorduras no leite, no queijo, na gema de ovo, na carne e no fígado de animais. Representadas pelas vitaminas: A, D, E e K.  Hidrossolúveis – Dissolvem-se bem em água e são encontradas geralmente nos vegetais. Representadas pela vitamina C e pelas do complexo B.
  7. 7.  Vitamina A – É também chamada retinol porque participa da formação de uma substância presente na retina, a rodopsina, com ação na visão. Por isso, um dos sinais da falta dessa vitamina é a dificuldade de enxergar em ambientes pouco iluminadas, distúrbio conhecido como cegueira noturna.  É encontrada na gema de ovo, em lactínios, na margarina e nas vísceras, como figado e rins.
  8. 8.  Vitamina D – Facilita a absorção no intestino e o depósito de sais de cálcio e fósforo nos ossos. Por isso, sua falta pode provocar alterações ou deformidades no esqueleto das crianças e fraqueza óssea em adultos. É encontrada em alguns alimentos gordurosos, como gema de ovo, figado, peixes, etc.
  9. 9.  Vitamina E – É encontrada em muitos alimentos, como óleos vegetais, cereais, leguminosas, laticínios, etc.  É difícil que alguém tenha carência dessa vitamina. Mas, quando isso acontece, pode haver danos nos glóbulos vermelhos e anemia, e também lesões musculares e nervosas.
  10. 10.  Vitamina K – Compreende um grupo de substâncias conhecidas como quinonas. Além de ser encontrada em muitos alimentos – como: folhas verdes, batata, tomate, figado, leite, etc – ela é fabricada por bactérias que vivem no intestino grosso.  A sua falta pode dificultar o estancamento de hemorragias.
  11. 11.  As proteínas formam várias estruturas da célula , além de controlarem a entrada e a saída de substâncias pela membrana plasmática. Conferem sustentação a muitos tecidos do corpo e são responsáveis pela contração dos músculos e pelo transporte de oxigênio no sangue de muitos animais.  As proteínas são formadas pela união de moléculas menores, os aminoácidos. Dizemos que elas são polímeros de aminoácidos. O número pode variar de algumas dezenas de aminoácidos, nas proteínas menores, a centena de milhares, nas maiores.  A proteína não é apenas um fio de aminoácidos esticado no espaço. Esse fio se torce e adquire a forma de uma hélice. Essa hélice é mantida por causa das ligações de hidrogênio.
  12. 12.  Diversos fatores – calor, variação da acidez, etc. – podem romper as ligações que mantém a forma da proteína, ou seja, podem deformá-la, alterando sua estrutura secundária e terciária.  A desnaturação das proteínas pode ser usada para esterelizar utensílios e alimentos.
  13. 13. DNA (Ácidos Desoxirribonucléico).  Constituição: Fosfato, pentose (Desoxirribose) e bases nitrogenadas.  Função estrutural e energética.  Localização: Núcleo das células.  Responsável pelo controle de todas as atividades celulares. RNA (Ácidos Ribonucéico).  Constituição: Fosfato, pentose (Ribose) e bases nitrogenadas.  Função: Tradução, transporte e síntese proteíca.  Localização: Citoplasma nuclear.  O nucleolo é uma organela não membranosa, existente dentro do núcleo celular que estrutura a produção/síntese proteíca.

×