Tipologia de museus
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Tipologia de museus

on

  • 4,601 visualizações

Tipologia de museus

Tipologia de museus

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
4,601
Visualizações no SlideShare
4,601
Visualizações incorporadas
0

Actions

Curtidas
0
Downloads
63
Comentários
0

0 Incorporações 0

No embeds

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

Tipologia de museus Presentation Transcript

  • 1. Algumas Curiosidades da Aula Anterior Professor Eduardo Camilo
  • 2. Gabinetes de Curiosidades
  • 3. Ashmolean Museum - 1683
  • 4. Museu Britânico - 1753
  • 5. Louvre
  • 6. Tipologias de Museu
    • Museu Tradicional
    • 1.1 Museu Tradicional Ortodoxo (acadêmico)
  • 7.
    • Estética do ambiente é fundamental
    • Núcleos de exposição integrados
    • Espaços bem delimitados para cada núcleo
    • A exposição segue um ROTEIRO DEFINIDO (circuito)
    • Há uma ênfase no OBJETO COMO PRODUTO CULTURAL (o museu tradicional valoriza o objeto)
    • Objeto em si (técnica conceitual)
    • Conjuntos de objetos ( técnicas de ambientação e de reconstituição)
  • 8. Museu Histórico Nacional – RJ
  • 9. Museu Imperial – Petrópolis/RJ
  • 10. Entrada Sala de Jantar
  • 11. Quarto das Princesas Gabinete de Dom Pedro
  • 12. Sala do Trono
  • 13. 1.2 Museu Tradicional do Tipo Interativo (exploratório)
  • 14.
    • Estética geral do ambiente não é fundamental
    • Exposição em núcleos definidos
    • Espaços não rigidamente delimitados
    • Há uma ênfase na PERCEPÇÃO e no TEMPO do visitante
    • Trabalha um novo conceito de OBJETO
    • Dá ênfase aos conjuntos
    • Não há roteiros definidos, mas conjuntos interativos
    • A compreensão só é possível com a participação do visitante.
  • 15. Museu de Astronomia e Ciências Afins - RJ
  • 16.  
  • 17.  
  • 18.  
  • 19.
    • “ Em 2002, 185.000 pessoas puderam conhecer alguns experimentos do MCT da PUCRS sem sair de suas cidades. O Projeto Museu Itinerante visitou 18 municípios do Rio Grande do Sul e um de Santa Catarina, levando o conceito de aprendizado com entretenimento. Trata-se de um caminhão equipado com sistema de projeção, microscópios e aparelhos multimídia, que carrega também parte do acervo interativo do museu.”
  • 20. 1.3 Museu Tradicional com Coleções Vivas
  • 21.
    • Exposição em núcleos definidos
    • Núcleos definidos por classificação científica ou ocorrência segundo critérios ecológicos (ex.: plantas das Floresta Amazônica; peixes do pacífico)
    • Ênfase no ACERVO, que é constituído por ESPÉCIMES VIVOS
    • Característica: o acervo se reproduz em exposição
    • Pode ou não ter um roteiro definido
    • Há pouca interação entre visitantes e acervo
    • Provoca intensa reação no visitante – mas para que haja real compreensão, é necessário o complemento educativo ou gráfico (ex.: textos)
  • 22.  
  • 23. Oceanário – Lisboa
  • 24. 2. Museus de Território
  • 25. 2.1 Museus Comunitários e Ecomuseus
  • 26.
    • Baseados na musealização de um território
    • Ênfase dada ás relações culturais e sociais Homem/território
    • Características: valoriza PROCESSOS NATURAIS E CULTURAIS e não os objetos enquanto produtos da cultura
    • Baseada no TEMPO SOCIAL
    • Pode conter exposições tradicionais, baseadas em objetos
  • 27. Moinho de Maré de Corroios
  • 28. Norsk Folkemuseum
  • 29. 2.2 Parques Nacionais e outros sítios naturais musealizados
  • 30.
    • Baseados na musealização de um território
    • Ênfase dadas às relações entre os diversos componentes de um ecossistema (nos quais se inclui a presença humana)
    • Característica: valoriza PROCESSO NATURAIS E CULTURAIS e suas conseqüências e produtos
    • Baseada no tempo natural (biológico)
    • Pode conter exposições tradicionais, com espécimes e objetos
  • 31. Parque Nacional das Emas – GO/MS
  • 32. Parque Nacional da Serra da Capivara - PI
  • 33. 2.3 Cidades monumentos
  • 34.
    • Baseados na musealização de um território
    • A exposição é TODO O CONJUNTO
    • Ênfase dadas às relações entre os diversos componentes do ecossistema, com priorização para a presença humana
    • Característica: valoriza os resultados da presença humana sobre o território
    • Baseada no TEMPO SOCIAL (cidades-monumento) e no TEMPO GEO-HUMANO (Sítios arqueológicos)
    • Pode conter exposições tradicionais, com espécimes e objetos
    • Cidades-monumentos podem conter todos os tipos de museus acima referidos.
  • 35. Ouro Preto - MG
  • 36. Olinda - PE
  • 37. Parati - RJ
  • 38. 2.3 Museus Virtuais
  • 39.
    • Característica: não existe em materialidade,
    • Exposição: existente apenas na tela do computador
    • Pode apresentar todas as características de um do demais tipos de exposição
    • Não tem público, na acepção tradicional do termo – mas visitantes individuais
    • Cada visitante tem o potencial de alteração da exposição.
  • 40.  
  • 41.  
  • 42.  
  • 43.  
  • 44.
    • Fim = D
    Fim =D