At2 rui-miguel-1301120

122 visualizações

Publicada em

Analise de utilizadores e tarefas

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
122
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

At2 rui-miguel-1301120

  1. 1. Análise de Utilizadores e Tarefas Definição de Funcionalidades e Tarefas Projecto BarISTa MISE/1.ªEdição Rui Miguel/ 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014
  2. 2. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 2 INDICE: 1-DADOS DEMOGRÁFICOS/CARACTERIZAÇÃO GERAL DOS INQUIRIDOS ................................................................................. 3 2 – RELAÇÃO COM TECNOLOGIA .............................................................................................................................................. 4 3 – APRENDIZAGEM DE NOVAS TAREFAS ................................................................................................................................. 5 4 – RELAÇÃO COM INFORMAÇÃO E SEGURANÇA .................................................................................................................... 6 5 – FREQUÊNCIA DE BARES E AMBIENTE .................................................................................................................................. 7 6 – MOTIVAÇÃO PARA FREQUÊNCIA, TAREFAS REALIZADAS EM BARES E OBJETOS PESSOAIS ............................................... 9 7 - CONSUMOS ....................................................................................................................................................................... 11 8 – TEMPOS DE ESPERA .......................................................................................................................................................... 13 9 – QUANDO ALGO NÃO CORRE COMO PREVISTO ................................................................................................................ 14 10 – FUNCIONALIDADES DESEJÁVEIS NO BARISTA ................................................................................................................. 15 11 - SÍNTESE E CONCLUSÕES .................................................................................................................................................. 16 12 – LISTA ALARGADA DE FUNCIONALIDADES ....................................................................................................................... 17 13 - FUNCIONALIDADES E TAREFAS ESCOLHIDAS PARA IMPLEMENTAR ................................................................................ 18
  3. 3. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 3 1-Dados demográficos/Caracterização geral dos inquiridos Responderam ao questionário online 50% de homens e 50% de mulheres, num total de 18. Todos têm entre 21 e 50 anos, sendo 67% têm entre 31 e 40 anos. 67%, são casados ou vivem em união de facto, 39% + 28% respetivamente. Dos 34% que são solteiros ou divorciados, metade têm parceiro/a. Apenas uma pessoa não tem o 12.º ano completo e 50% têm um curso superior. A maior incidência é no grau de bacharelato ou licenciatura. Profissionalmente, na sua maioria são técnicos especializados, quadros médios ou superiores, com profissões como arquiteta, contabilista, veterinária, empresário, gerente, formador, designer e administrativo. 22% Dos inquiridos está desempregado, reformado ou está a realizar um estágio curricular. Todos falam Português e 78% Inglês. O francês e o Espanhol são falados por 22% e 28% respetivamente. Dois inquiridos referiram falar Italiano e um Catalão. Apenas um tem deficiência física (limitação de locomoção devido a prótese nos membros inferiores). Idade Estado civil Habilitações académicas
  4. 4. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 4 Idiomas 2 – Relação com tecnologia Os inquiridos usam com frequência dispositivos informáticos pelo menos uma vez por semana. Os destaques são uso de portáteis com 83% e Smartphones com 72%. 72% Afirmam que usam a tecnologia ecrã tátil mais de 30 vezes numa semana. Apenas 11% não usa. Uso de dispositivos informáticos Uso de ecrã tátil
  5. 5. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 5 3 – Aprendizagem de novas tarefas Os inquiridos usam todos os métodos para aprender. Destaca-se a pesquisa na Internet com 17 inquiridos a afirmar que usam frequentemente este método, o outro inquirido respondeu “sempre”. A experimentação é também um técnica muito utilizada, 16 inquiridos usam metade das vezes, frequentemente ou sempre. O visionamento de vídeos, leitura de manuais, perguntar a outras pessoas e ver como fazem são também métodos usados pelos inquiridos, embora com menor frequência. Houve ainda um inquirido que afirma aprender ao ler revistas e livros, e dois que frequentam formação para obtenção de novas aprendizagens. Ver Vídeos Experimentando Ler manual Pesquisa na Internet Perguntar a outras pessoas Vejo como outras pessoas fazem
  6. 6. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 6 4 – Relação com informação e segurança Os inquiridos cedem as suas informações pessoais (nome, idade, contactos, etc.) maioritariamente a redes sociais e aplicações de conversação. Cerca de metade cede as suas informações pessoais a blogues ou fóruns, aplicações móveis, plataformas de procura de emprego e Clouds. Relativamente a privacidade, políticas de privacidade, proteção de dados pessoais, visibilidade de publicações e comentários, e documentos guardados em Cloud, cerca de metade não se preocupa muito, às vezes lê e altera as definições de privacidade. Também cerca de metade preocupa-se muito, lê sempre e altera sempre as definições de privacidade. Mais de metade não permite a cedência de dados a terceiros e 39% permite ceder os seus dados a terceiros em função da entidade que os solicita. Registo em plataformas e aplicações com cedência de dados Permite a cedência de dados a terceiros
  7. 7. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 7 5 – Frequência de bares e ambiente Apenas um dos inquiridos vai a bares menos que duas vezes por ano. Por semana, a maioria vai a bares entre 0 e 5 vezes, 56% frequentam 1 bar, e 39% frequenta entre 2 e 4 bares diferentes. A maior parte fica entre 1 e 3 horas quando vai a um bar e preferem ouvir música do tipo rock, ambiente e dance music. No geral acham o volume da música e ruído, e nível de confusão médios ou altos. A maior parte dos inquiridos acham que os bares são iluminados ou escuros. Não houve inquiridos a achar os bares muito escuros ou muito iluminados. A maior costume ir a bares quase cheios ou cheios, cerca de metade costuma ficar quase sempre sentado. 7 Ficam sentados cerca de metade das vezes ou raramente se sentam. Os inquiridos consideram que as mesas não ficam muito cheias nem muito vazias depois de colocados vários objetos. Frequência por mês Frequência bares diferentes por semana Tempo no bar por cada entrada
  8. 8. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 8 Tipos de música preferidos em bares Volume da música e ruído Calmos/Confusos 1 é muito calmo e 5 é muito confuso Lotação Sentado Espaço disponível nas mesas 1-Cheia (sem espaço disponível); 5-Vazia
  9. 9. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 9 6 – Motivação para frequência, tarefas realizadas em bares e objetos pessoais Os principais motivos para ir a bares e tarefas lá realizadas são conviver com amigos, beber, dias especiais e ir com familiares. Apenas um inquirido referiu ir a bares para ver futebol, no entanto poderá ser motivo mais frequente, mas que não foi referido por omissão no questionário. Em média, por cada vez que os inquiridos vão a um bar, convivem com 1 a 6 pessoas. A ordem de tarefas executadas quando os inquiridos vão a um bar é, na sua maioria, muito semelhante: 1.º Cumprimentar amigos, 2.º Sentar, 3.º Pedir bebida, 4.º conversar/fumar/jogar. Praticamente todos levem carteira e telemóvel, 39% levam mala e 28% tabaco. As tarefas realizadas com objetos pessoais são todas relacionadas com tecnologia. 2/3 Enviam mensagens e 1/3 navega na Internet e acede a redes sociais. 2/3 Dos inquiridos não fuma. O tempo gasto a fumar para os 33% dos inquiridos situa-se entre os 5 e 20 minutos por cada vez que vão a um bar. Assuntos profissionais e pessoais Beber Conhecer pessoas Conviver com amigos Dias especiais (carnaval, natal, pascoa, etc) Interesse numa pessoa Jogar (exemplo setas, jogos de tabuleiro, cartas, etc..) Promoções (preços especiais, ladies night, etc)
  10. 10. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 10 Ir com os meus familiares Outros Tapas; Fumar; Ver futebol; Aniversários, despedidas de solteiros Número de pessoas com quem convive por cada vez que vai a um bar Objetos pessoais em bares Tarefas com objetos pessoais Tempo a fumar
  11. 11. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 11 7 - Consumos A maior parte dos inquiridos consome e oferece entre 1 a 3 bebidas por cada vez que vai a um bar. 39% Não oferece bebidas. Por cada vez que os inquiridos vão a um bar, as bebidas mais consumidas são a água, café, refrigerantes, cerveja e vinho. Os amendoins, tremoços, hamburgers, tostas e cachorros são as comidas e aperitivos que os inquiridos mais consomem. Bebidas que consome Bebidas que oferece Água Bebidas Brancas Café Cerveja Energéticas Refrigerantes
  12. 12. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 12 Vinho Amendoins Tremoços Tostas, hamburgers ou cachorros
  13. 13. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 13 8 – Tempos de espera Os tempos de espera de atendimento e entrega de bebidas depois de as ter pedido, na generalidade, são considerados inaceitáveis para tempos superiores a 16 minutos. Os inquiridos consideram que esperar entre 3 e 10 minutos é normal. 6 Responderam que entre 3 e 5 minutos é rápido para os dois tempos de espera. Tempos de espera menos que 2 minutos, tanto para o atendimento como para a entrega, são considerados rápidos ou muito rápidos, na generalidade. Tempo espera (minutos) Atendimento Entrega de bebidas 21-30 16-20 11-15 6-10
  14. 14. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 14 3-5 <2 9 – Quando algo não corre como previsto Foram feitas as perguntas: O que faz quando as bebidas demoram muito tempo ou estão mal servidas? O que faz quando os preços são muito elevados? O que faz quando não gostou do atendimento? O que faz quando o bar está sujo? O que faz quando não gosta da música ou está muito alta? As respostas mais comuns foram: Reclamo e não volto; Não reclamo, mas também não volto; e faço o consumo mínimo e não volto a esse bar. Um número residual afirmou falar com o gerente em algumas situações. Foram referidas outras situações desagradáveis para os inquiridos: Má companhia ou mau ambiente; Bares muito lotados; Empurrões; Climatização; Fumo; Distração dos empregados quando têm clientes para atender; Assédio por outros clientes. Pelas respostas é possível concluir que, na generalidade, quando algo não corre bem, as pessoas não voltam a esse bar. A maior parte delas não reclama.
  15. 15. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 15 10 – Funcionalidades desejáveis no BarISTa Os inquiridos mostraram interesse nas funcionalidades sugeridas para o projecto BarISTa. Ver bebidas, comidas e aperitivos disponíveis; Consultar preços; E pedir bebidas para a minha mesa são as funcionalidades que mais que 2/3 dos inquiridos gostaria de ver no projeto. Consultar e reservar jogos; Trocar mensagens; E Pedir bebidas para outras mesas foram outras funcionalidades desejadas por mais que 1/3 dos inquiridos. Enviar sugestões/reclamações e sugerir músicas e volume foram sugestões de dois inquiridos. Proceder ao pagamento, pagar música ou conteúdos relacionados com o ambiente ou contexto do bar, foram funcionalidades com apenas uma sugestão. Foram feitos dois comentários sobre o projecto: “Vejo esse "projeto" meramente decorativo, de outra forma seria a nível de serviço não muito prático, porque as pessoas que servem em bares não são máquinas, e a nível de sentido de funcionalidade do bar, a principal o ser sociável, perderia um pouco, senão bastante, à semelhança do que tem se vindo a reparar graças aos telemóveis de ultima geração. Poderia estar de acordo num jogo tipo os que já existem em bares, perguntas e respostas de cultura geral, em hora própria.” “Penso que não terá muita utilidade visto que os colaboradores têm sempre que ir às mesas entregar as bebidas. Além disso gosto de ser atendido por pessoas.”
  16. 16. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 16 11 - Síntese e Conclusões A maior parte dos inquiridos fala português, tem entre 31 e 40 anos, têm parceiro/a e tem pelo menos o 12.º ano de escolaridade. Usam dispositivos informáticos e ecrãs táteis no seu dia-a-dia. Recorrem a todos os métodos para aprender, mas destacam-se a pesquisa na Internet e experimentação. Não se prevê, por isso, dificuldades na utilização do BarISTa. Não foram encontradas deficiências limitadoras no uso do BarISTa. A maioria dos inquiridos cede as suas informações pessoais em praticamente todo o tipo de plataformas Web e aplicações móveis e têm uma preocupação moderada com políticas de segurança, proteção de dados pessoais, visibilidade de publicações e comentários, e documentos. Quase 40% permite ceder os seus dados pessoais a terceiros, dependendo da sua credibilidade. Na generalidade, os inquiridos vão a bares até 5 vezes por semana, no máximo a 4 bares diferentes, sendo que metade vai apenas a um. Ficam entre 1 e 3 horas, preferem rock, ambiente e dance music. Acham o volume da música e ruído médios ou altos. Os bares são iluminados ou escuros e estão cheios ou quase cheios. Na maior parte das vezes ficam sentados e acham que as mesas não ficam muito cheias quando as utilizam. Vão a bares para conviver com até 6 pessoas e em dias especiais (carnaval, passagem de ano, etc). Começam por cumprimentar amigos, sentam-se, pedem bebida e conversam. Levam carteira e telemóvel e usam a tecnologia para comunicar e obter informação (envio de mensagens, chamadas, navegar na Internet e acesso a redes sociais). 2/3 Não fuma. O tempo a fumar é inferior a 20 minutos por cada vez que o outro 1/3 vai a um bar. Consomem entre até 3 bebidas (água, café, refrigerantes, cerveja e vinho) e mais de metade oferece a mesma quantidade. O consumo de comidas e petiscos foca-se em amendoins, tremoços, hamburgers, tostas e cachorros. Tendo em conta as avaliações de iluminação, lotação, confusão/calma, frequência em ficar sentado e espaço disponível nas mesas, considera-se que é provável que estes inquiridos usem o BarISTa. É aconselhável a criação de uma proteção para ecrã para evitar danos causados por copo, cinzeiros ou líquidos derramados. Mesmo com a proteção, o ecrã deve ser resistente a impactos e derrames de líquidos. Mais que 16 minutos à espera para ser atendido ou receber o que se pediu é considerado inaceitável. Entre 6 e 10 minutos é normal e menos que 5 minutos é rápido ou muito rápido. Quando algo não corre como previsto ou não é do agrado, os inquiridos tendem a não voltar ao bar, muitos não reclamam. Muitas vezes os colaborardes ou proprietários de bares não tomam conhecimento do descontentamento dos seus clientes, e por isso não tomam medidas para melhorar nem têm oportunidade de explicar e acalmar os seus clientes. Por isso, poderá ser importante ter essa funcionalidade no BarISTa. É curioso verificar que 6 inquiridos responderam ir a bares para trabalhar, mas nenhum afirmou que trabalha com objetos seus num bar nem leva portátil ou tablet. Os inquiridos mostraram interesse nas funcionalidades sugeridas para o novo projeto, especialmente em: Consultar bebidas, comidas e aperitivos disponíveis; Consultar preços; E pedir bebidas para a minha mesa. No entanto dois inquiridos mostraram preocupação no processo de pedido de bebidas demasiado “mecânico” e impessoal. Sugere-se por isso que no uso do BarISTa, os colaboradores do bar acolham e acompanhem os clientes para que o atendimento seja o mais pessoal possível.
  17. 17. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 17 12 – Lista alargada de funcionalidades Sugerem-se funcionalidades tendo em conta a análise das respostas do questionário e a observação direta em bares: Funcionalidades da primeira versão:  Ajustar luminosidade do ecrã  Ajustar volume de sons de aplicação  Alterar definições  Apagar itens de pedidos  Avaliar o BarISTa  Consultar ajuda de utilização do BarISTa  Consultar jogos disponíveis  Consultar menu  Consultar pedidos feitos  Consultar preços de bebidas, comidas e aperitivos  Consultar preços de jogos  Consultar tempo estimado na preparação e entrega de pedidos  Criar conta pessoal  Divulgação de promoções e eventos  Enviar mensagem para outras mesas  Eliminar itens de pedidos  Fazer comentários, sugestões e reclamações  Login  Partilhar nas redes sociais  Pedir bebidas, comidas e aperitivos para a sua mesa  Pedir bebidas, comidas e aperitivos para outras mesas  Personalizar bebidas  Perguntar pela entrega dos pedidos  Reservar jogos disponíveis  Reutilizar pedidos já feitos  Rodar o ecrã  Solicitar presença de um colaborado  Ver indicações de utilização  Ver vídeos de ajuda Funcionalidades a implementar em outras versões:  Consultar saldo  Navegar na Internet  Ofertas em função da frequência do bar  Pagar  Sugerir tipo e volume de música
  18. 18. Rui Miguel – 1301120 Usabilidade e Sistemas de Informação Novembro de 2014 18 13 - Funcionalidades e tarefas escolhidas para implementar Funcionalidade 1: Consultar menu. Tarefa: Consultar as cervejas alemãs frescas disponíveis no dia 10/11/2014. Funcionalidade 2: Enviar mensagem para outra mesa. Tarefa: Perguntar à mesa 9 quem quer ir jogar bilhar . Funcionalidade 3: Pedir bebidas, comidas e aperitivos para a sua mesa. Tarefa: Pedir uma tosta mista sem manteiga e cortada ao meio e um café cheio para a mesa 32 lugar G. Funcionalidade 4: Reutilizar pedido. Tarefa: Fazer o mesmo pedido feito na última sexta-feira, mas com mais um café normal, para a mesa 89 lugar B .

×