Textos em Diálogo                                                                                                         ...
Relações de Intertextualidade /Pontos de relação entre os                                                    Metas da ativ...
A B C D EPontos de relação semelhantes e diferentes:______________________________________________________________________...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Textos em diálogo

831 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
831
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Textos em diálogo

  1. 1. Textos em Diálogo Exercício de INTERTEXTUALIDADE http://lerescrevernet.blogspot.com/search/label/Intertextualidade%20....%20O%20Sonho Textos A Textos B Textos C Textos D Textos EDisciplina de Língua Portuguesa Disciplina de História Disciplina de Inglês Disciplina de Geografia Disciplina de Educação VisualREINO DA HELÌRIA “O cidadão não é apenas por habitar numActo II, cena IV certo território, visto que metecos e A Guerra do véu“Rei: Em toda a parte há dor, ingratidão, miséria…” escravos também habitam nesse território. O uso do véu e do lenço islâmicos (…) Um cidadão define-se pelo facto de ter“Rei: em toda a parte há ódio, privações e ciúme…” direito de votar nas assembleias e de nas escolas oficiais está a agitar a participar no exercício do poder público”. França como nunca“Bobo: Batem-te muito?” Aristóteles – Política“Rei: Em toda a parte há morte, ambição, loucura…”“Bobo: (…) não te amarram ao pelourinho para te Depois de definir cidadão, Aristóteles Actualmente, cabe às escolaschibatarem?” discute as formas de adquirir a cidadania. A autorizar ou não o uso do lenço“Rei: Em toda a parte há medo, conspirações, forma mais generalizada baseia-se nos laços islâmico, situação a que o Estadointrigas…” de sangue. A cidadania adquire-se pelo francês quer pôr termo, fixando a“Rei: Em toda a parte há fome, traições, vinganças…” nascimento em Atenas mas só para filhos sua proibição e a de outros símbolos religiosos “ostensivos”, de pai e mãe ateniense.“Rei: Em toda a parte há grades, ciladas, injustiças…” como a kippa judaica ou os Para os Atenienses, escravos, mulheres, In Leandro, rei da Helíria, Alice Vieira crucifixos cristãos de grandes crianças e residentes estrangeiros não dimensões. cumpriam os requisitos necessários para A lei que proíbe o uso de símbolos serem considerados cidadãos. As mulheres religiosos “ostensivos” nasREINO DE REGINALDO E VIOLETA escolas públicas poderá acentuar e as crianças não cumpriam o requisito doActo II, cena IV domínio das competências necessárias para os antagonismos na sociedade,“Pastor: Bater? No meu reino ninguém bate em o exercício da cidadania, quer por falta de ao dar a impressão de que o Estadoninguém!” maturidade intelectual quer por falta de é contra a religião – e contra o“Pastor: (…) No meu reino não há escravos. No meu Islão em particular.reino somos todos homens livres.” conhecimentos. Os escravos, por A interdição do lenço islâmico executarem as tarefas servis, não tinham“Pastor: (…) poder andar por toda a parte, dizer o que parece ser uma “lei do medo”,está na nossa cabeça…” tempo livre necessário ao exercício da vida medo que uma nova religião se“Pastor: Nem sei o que é pelourinho!... Nunca vi nenhum política. Por outro lado, não sendo livres, instale na França. (…)no meu reino. E chibata, nem para os animais! (…)” não podiam governar nem exercer magistraturas. Os estrangeiros residentes“Pastor: Nunca vi maçãs mais vermelhas do que as que Visão, 12/02/2004 (adaptado) dedicavam-se, regra geral, ao comércio e aoaparecem no mercado aos domingos, nem conheço carnemais macia do que as nossas vitelas, ou leite mais doce artesanato, pelo que não dispunham,do que o das nossas cabras…” também, de tempo livre para o exercício da In Leandro, rei da Helíria, Alice Vieira cidadania.
  2. 2. Relações de Intertextualidade /Pontos de relação entre os Metas da atividadetextosIntertextualidade Formal - Aplicar a articulação horizontal de TIPOLOGIA TEXTUAL ( CARATERÍSTICAS) conhecimentos de várias disciplinas A nas turmas de 7º ano, de acordo com o tema do Projecto Educativo da Escola B “A Minha Escola Contra a Discriminação”; C - Usar informação gráfica para D comprovar a compreensão do que se lê; E - Saber ler imagens; - Identificar rede de significados - campo semântico e campo lexical - e usos das palavras polissémicas; - Usar técnicas de esquematização da Pontos de relação semelhantes e diferentes: informação; ____________________________________________________________________________________________________ - Reconhecer e aplicar conteúdos; ____________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________ - Desenvolver competências essenciais ____________________________________________________________________________________________________ da Língua Portuguesa. Intertextualidade Temática
  3. 3. A B C D EPontos de relação semelhantes e diferentes:____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________

×