Bernardino machado

413 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
413
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bernardino machado

  1. 1. Concurso Histórias da República Bernardino Machado Trabalho realizado por: Ana Catarina Sá Ana Rita Cardoso Soraia Novais Susana SáCom colaboração da professora de Língua Portuguesa: Maria José Morais
  2. 2. V.N. de Famalicão, 3 de Dezembro de 2010Querida Beatriz,A propósito da celebração dos 100 anos da Republica (5 de Outubro), a professora deLíngua Portuguesa desafiou-nos a participar no concurso “Histórias da República”.Seleccionei, logo, como alvo o nosso conterrâneo Bernardino Machado. Aceitei odesafio, porque o texto ficou ao meu critério, embora esteja um pouco insegura, vistoque pouco sei acerca de tal figura tão importante (se souberes algo interessante sobreeste Senhor do Norte, diz-me). Inspirei-me no livro “Fotobiografia de BernardinoMachado” que encontrei na nossa biblioteca. Há lá muitas fotos à maneira antiga! Fotose textos que desvendam o mundo deste famalicense, célebre a nível nacional. O que aímais me chocou foi uma imagem em que Bernardino Machado estava no seu leito demorte. O que mais me despertou curiosidade foi vê-lo, aos 89 anos, na companhia dasua esposa (pareciam muito felizes! O amor não tem idade(s))Agora vou apresentar-te uma lista das coisas que me saltaram mais à vista na minhapesquisa:- Nasceu no Brasil e estudou Matemática e Filosofia na Universidade de Coimbra;- Foi eleito presidente da Republica duas vezes;- Na escola, redigiu um jornal manuscrito “Balança da Justiça”;- Casou com Elisa Dantas Gonçalves Pereira da qual teve 18 filhos (Imagina! “Viveramfelizes para sempre!” não achas?!);- Não perdoava o mais pequeno erro de grafia ou pontuação (Pois! “Qualquersemelhança com a nossa realidade é mera coincidência!”);- O carinho que Bernardino Machado tinha pelos mais desfavorecidos levou-o ainteressar-se, de um modo mais especial, pelo ensino dos surdos-mudos e dos cegos;- Foi o primeiro embaixador de Portugal no Brasil.Bem! Era um Senhor! Fico por aqui. Não te esqueças de me responder rapidamente e, sesouberes algo sobre este presidente, diz… Xau Beijinhos! Matilde P.S.: Já que estou a aceitar desafios e a ser curiosa… sabes que na imprensa cor-de-rosa aparecia a ligação de parentesco entre ele e a Andreia da Casa dos Segredos?!!
  3. 3. V.N. de Famalicão, 5 de Dezembro de 2010Querida Matilde,Recebi a tua carta e fiquei, por um lado admirada como sabes tantas coisas sobreBernardino Machado (apesar de me dizeres o contrário!), por outro muito contente porme pedires a minha ajuda. Sei, de facto, algumas coisas que te podem ajudar, pois játinha realizado um trabalho sobre este Senhor. Além disso, os alunos de 7º ano daEscola Arnoso Santa Maria têm nos seus blogues (que estão no PILP) o retrato físico epsicológico dele! Dá uma espreitadela!Sei que foi Cientista, Pedagogo, Político…Foi, de facto, uma figura marcante no seu tempo.Olha, Matilde, podíamos até combinar um lanche para falar sobre Bernardino Machado.Tenho uma ideia! Escrevemos uma história cuja personagem principal seja ele. Queachas? Depois, quem sabe, fazemos um teatro. Tenho 4 amigas que têm muito jeito! Atéacho que conheces, a Susana, a Soraia, a Rita e a Catarina do 8º B (elas vão adorar!). Segostares da ideia diz.Para começar e aguçar o apetite, avanço com o início da história… Numa manhã serenade 28 de Março de185, nasceu um grande homem, Bernardino Machado, que viria amarcar a sociedade portuguesa, em particular, a nossa terra de V. N. de Famalicão…Tenho muitas coisas interessantes para te contar, mas se estivesse aqui a dizer tudo oque sei demorava horas e horas a dizer-to, ou melhor, a escrever!Manda-me uma carta, ou se preferires sms, para combinar o nosso encontro. Não tepreocupes que eu levo as minhas amigas. Xau beijinhos! Beatriz 

×