Introdução ao Marketing e Suas "Ferramentas"

187 visualizações

Publicada em

Parte da 1ª aula aos alunos do módulo Marketing do curso de Gestão Empresarial, ministrado na Universidade Estácio de Sá (santa Cruz)

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
187
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução ao Marketing e Suas "Ferramentas"

  1. 1. JULIO CESAR S. SANTOS Professor, Consultor e Palestrante. Articulista deVários Jornais no RJ, Autor de Cinco Livros Sobre Marketing, Estratégias Empresariais e Qualidade no Atendimento a Clientes Por Mais de 25 Anos Treinou Equipes de Atendentes, Supervisores e Gerentes de Vendas, Marketing e Administração em Empresas Multinacionais de Bens de Consumo Graduado em Administração de Empresas, Pós-Graduado em Marketing e Gestão Empresarial e Mestre em Marketing no Mercado Globalizado (Universidade Cândido Mendes)
  2. 2. REGRAS BÁSICAS DE CONVIVÊNCIA ENTRE NÓS: 1ª REGRA: JAMAIS CHEGUE ATRASADO (a) 2ª REGRA: DESLIGUE SEU CELULAR 3ª REGRA: Se Você NÃO Entendeu PERGUNTE, Pois Quem Pergunta Aprende e, Quem NÃO Pergunta, PENSA Que Aprende
  3. 3. Principal Conceito do Marketing: Marketing é a Ciência Que Estuda as Necessidades e Os Desejos Humanos a Fim de Satisfazê-los Com a Criação de Novos Produtos (ou Serviços) NECESSIDADE: É o estado de privação de alguma satisfação básica como alimento, vestuário ou abrigo DESEJOS: São carências por satisfações específicas a fim de atender necessidades mais profundas. Exemplo: _ Uma pessoa pode estar necessitando se alimentar, mas desejar comer um sanduíche do Mcdonalds. Isto é, ela poderia perfeitamente satisfazer suas necessidades comendo um PÃO, mas algo a fez desejar um produto específico
  4. 4. PRINCIPAIS QUESTÕES DO MARKETING: Toda Empresa Que Visa o Lucro Precisa Continuar Ativa e, Além Disso, Quer Que Seus Clientes Estejam Satisfeitos Com os Produtos (ou Serviços) Que Ela Vende Para Isso Elas Precisam se Comunicar Constantemente Com Seu Mercado- Alvo, Conhecendo-o e Entendendo Suas Necessidades e Desejos Para Alcançar Esses Objetivos, as Empresas se Utilizam das Seguintes “FERRAMENTAS” do Marketing: PROPAGANDA PUBLICIDADE MERCHANDISING Promoção de Vendas VENDAS RELAÇÕES PÚBLICAS
  5. 5. MERCHANDISING “São Todas as Ações Realizadas Dentro do Ponto de Vendas Cujo Principal Objetivo é o de Aumentar as Vendas de Um Produto, Imediatamente” Exemplos: Exposições de Produtos em Determinados Pontos da Loja, Arrumação de Produtos Nas Prateleiras, Retirada de Produtos Defeituosos, Vencidos e etc.
  6. 6. PROMOÇÃO DE VENDAS: São Todas as Ações Realizadas Dentro ou Fora do Ponto de Vendas Cujo Principal Objetivo é Lembrar ao Consumidor Sobre Um Determinado Produto (ou Marca), Assim Que Ele For Comprá-lo Exemplos: Degustação de Produtos, Sorteios, Brindes, Cupons, Etc.
  7. 7. É qualquer tipo de anúncio pago por empresas através de um veículo de comunicação, cujo principal objetivo é divulgar (propagar) um produto (ou um serviço) com intensão financeira que vise o lucro PROPAGANDA: Exemplos: Anúncios em Jornais, Revistas, Tevês, Rádios, Etc.
  8. 8. PUBLICIDADE: É qualquer tipo de anúncio grátis através de um veículo de comunicação, cujo principal objetivo é divulgar (propagar) gratuitamente um assunto de utilidade pública (ao contrário da propaganda). Normalmente é Utilizada Pelos Governos a Fim de Comunicar Algo Útil à População Exemplos: Anúncios do governo sobre campanhas de utilidade pública como campanhas contra a AIDS, contra a gripe ou “xixi nas ruas”
  9. 9. VENDAS: Trata-se de Uma Apresentação Oral, Numa Conversação Com Compradores Potenciais, Cujo Principal Objetivo é Vender Um Produto (ou Um Serviço) Exemplos: Congressos ou Seminários organizados para esse fim. Entrevista de venda entre vendedores e compradores
  10. 10. RELAÇÕES PÚBLICAS: Atividades cuja principal finalidade é interferir positivamente em favor de um produto (ou um serviço), de forma espontânea e aparentemente gratuita Exemplo: Matérias em jornais divulgando uma atividade ou uma ideia (aparentemente sem finalidade lucrativa).

×