5ª aula

363 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
363
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
31
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

5ª aula

  1. 1. COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO: Três (3) Variáveis Influenciam no Comportamento Das Pessoas no Local de Trabalho: COMPETÊNCIA IDEOLOGIA Energia Bio- Psíquica Desde a Infância Aceitamos os Padrões de Conduta Fornecidos Pelos Pais, Professores, Colegas, Chefes, e, Quanto Maior o Vínculo Afetivo Com a Pessoa, Mais Atenderemos às Suas Expectativas Recompensas e Punições Exercem Grande Influência em Nossos Comportamentos, Estimulando Alguns a Se Repetirem e Desencorajando Outros de Se Manifestarem
  2. 2. Em Ambientes de Trabalho Supõe-se Que a Interação Entre as Pessoas Ocorra Conforme um Esquema Inteligível de Ação. Isto é, as Pessoas Devem Fazer o Que se Espera Delas Mas, as Pessoas Nem Sempre Fazem – ou Dizem – o Que é Esperado e Deixam os Outros Surpresos Com Algumas Respostas Os Seres Humanos Não Funcionam Como as Máquinas, Pois a Interação Entre Eles Afeta o Funcionamento de Cada Um e de Todos, Alterando Assim o Que Poderia Constituir o Desempenho Previsto Individual ou Coletivo Interação Nos Processos Grupais Uma Pessoa – Dentro do Grupo – Pode Permanecer Calada Durante Algum Tempo. Algo Que Viu ou Ouviu Provocou um Pensamento, Uma Imagem ou Uma Emoção do Seu Passado. Nesse Momento Essa Pessoa Está Voltada Para Dentro de Si, Parecendo Desligada da Situação Presente. Ou seja, a Relação
  3. 3. ACORDOS MAL FEITOS A Incapacidade de Administrar Acordos é Uma Grande Fonte de Discórdia Nos Grupos, Pois Muitas Vezes, as Empresas Agem em Contradição Com o Que Realmente Deveriam Fazer e Por Isso Frustram Seus Propósitos Sintomas Mais Frequentes de Acordos Mal Feitos: As Pessoas se Reúnem em Subgrupos Para Compartilhar Boatos, Queixas ou Estratégias Que Resolvam o Problema Em Reuniões – Por Exemplo – os Membros Não Conseguem Comunicar Suas Opiniões e Freqüentemente Comunicam Até o Oposto Baseado Nessas Informações Não Válidas Tomam-se Decisões Contrárias ao Que Desejam de Fato. Como Resultado Dessas Ações os Membros Experimentam Mais Frustração, Irritação e Insatisfação Com a Organização
  4. 4. A DINÂMICA DO GRUPO: Para Uma Melhor Compreensão do Comportamento Individual, o Gerente Deverá Observar: A) Comunicação: Como é a Comunicação no Grupo? Mais Livre e Espontânea ou Cautelosa e Bloqueada? B) Objetivos: Como São Estabelecidos os Objetivos Individuais? Existe um Objetivo Comum a Todos? Ele é Claro, Compreendido e Aceito Por Todos? C) Relacionamento: Como São as Relações Entre os Membros do Grupo? Cordiais, Harmoniosas ou Conflitivas? Como São Administrados os Conflitos?
  5. 5. D) Motivação: Qual o Grau de Interesse Pelas Atividades do Grupo? E de Envolvimento Nos Problemas e Preocupações do Grupo? Quanto Tempo Cada Membro Dedica ao Grupo? E) Liderança: Como Ela é Exercida? Centralizada em Poucos Membros ou Partilhada? Quais os Estilos Mais Usuais? Autocrático, Liberal ou Democrático? Como São as Relações Entre os Líderes e Liderados? Colaborativas? Conflitivas? F) Processo Decisório: Quais as Modalidades de Tomada de Decisão Mais Freqüentes no Grupo? Unilateral, Por Votação ou Consenso? G) Inovação: o Grupo Tende a Rotina em Seus Procedimentos? Como São Acolhidas as Novas Idéias? Encoraja-se a Criatividade?

×