Como escrever um procedimentoPara realizar um bom procedimento, certifique-se de escrever deforma clara e concisa. Escreve...
3º Procedimento1.Escolher um recipiente que comporte a caixa na balança detríplice escala..2.Medir a massa da caixa vazia ...
4. Medir o volume das miçangas da pulseira em uma proveta de25 mL. Anotar o volume (V2).5. Calcular o número de pulseiras:...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Como escrever um procedimento v2

3.725 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.725
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como escrever um procedimento v2

  1. 1. Como escrever um procedimentoPara realizar um bom procedimento, certifique-se de escrever deforma clara e concisa. Escrever os passos de forma individual tornao processo de instruções de fácil compreensão. Depois que ospassos foram documentados e registrados, faça alguém passarpelos procedimentos, seguindo os passos que você tenha escrito.Se a pessoa passar pelo processo sem problemas, você vai saberque fez um bom trabalho. Se, no entanto, aparecereminconsistências, correções precisam ser feitas.Os procedimentos experimentais seguintes referem-se àdeterminação do volume de uma caixa:1º Procedimento1. Medir as dimensões da caixa (altura, largura ecomprimento) com uma régua e anotar os resultados.2. Calcular o volume da caixa (altura x largura xcomprimento).3. Converter o resultado para mL (1 cm3 = 1 mL)2º Procedimento1.Encher uma proveta de 250 mL com água.2. Transferir, com cuidado para não derramar, a água daproveta para a caixa até enchê-la completamente.3. Ler o volume de água que sobrou na proveta e anotar.4. Calcular o volume da caixa diminuindo o volume deágua que sobrou na proveta dos 250 mL iniciais. Anotar.
  2. 2. 3º Procedimento1.Escolher um recipiente que comporte a caixa na balança detríplice escala..2.Medir a massa da caixa vazia junto com o seu recipiente nabalança de tríplice escala. Anotar a massa (m1).2.Manter a caixa sobre o recipiente no prato da balança ecolocar água, sem derramar, até enchê-la completamente.3.Medir a massa do conjunto: caixa com a água e recipiente.Anotar a massa (m2).4. Calcular a massa de água contida na caixa (m2 – m1). Anotar amassa.5. Transformar a massa de água em volume através dadensidade. Dados: (dágua = 1,00 g/mL e d = m/v).Os procedimentos experimentais seguintes referem-se àdeterminação da estimativa de pulseiras de miçangas:1º Procedimento1. Confeccionar uma pulseira de miçangas.2. Medir a massa da pulseira na balança digital e anotar a massa(m1).3. Medir o “peso líquido” do restante das miçangas contidas nopote. Anotar a massa (m2).4. Calcular o número de pulseiras: (m2/ m1).2º Procedimento1. Confeccionar uma pulseira de miçangas.2. Medir o volume, em uma proveta de 250 mL, do restante dasmiçangas contidas no pote. Anotar o volume (V1).3. Contar o número de miçangas utilizadas para fazer a pulseirae anotar.
  3. 3. 4. Medir o volume das miçangas da pulseira em uma proveta de25 mL. Anotar o volume (V2).5. Calcular o número de pulseiras: (V1/ V2).Observação: considerando que o erro da balança é menor que o dasprovetas, o 1º procedimento possibilita uma melhor estimativa.

×