C1001

325 visualizações

Publicada em

saerjinho

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
325
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

C1001

  1. 1. Caderno C1001 AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA Língua Portuguesa e Matemática 1° ANO DO ENSINO MÉDIO 1° BIMESTRE Nome do Aluno(a): Orientações  Você está recebendo um caderno com 52 questões.  Você dispõe de duas horas para responder a todas as questões e de 20 minutos para preencher o Cartão de Respostas.  Leia com atenção cada questão antes de respondê-la.  Cada questão tem uma única resposta correta.  Em alguns textos, há, na margem esquerda, uma indicação com a numeração de linhas.  Ao terminar a prova, passe suas respostas para o Cartão de Respostas, utilizando caneta esferográfica azul ou preta. Não rasure seu Cartão de Respostas.  Depois, passe suas respostas para folha de rascunho. Ela servirá para você acompanhar as questões junto ao professor. Boa prova! 2014
  2. 2. Língua Portuguesa e Matemática Ensino Médio Caro(a) Aluno(a), Após transcrever as respostas para o Cartão de Respostas, repasse todas as respostas também para essa folha. Em outro momento, essa folha será utilizada para que seja realizada a correção da prova junto ao seu professor. FOLHA DE TRANSCRIÇÃO 01: C D EBA 02: C D EBA 03: C D EBA 04: C D EBA 05: C D EBA 06: C D EBA 07: C D EBA 08: C D EBA 09: C D EBA 10: C D EBA 11: C D EBA 12: C D EBA 13: C D EBA 14: C D EBA 15: C D EBA 16: C D EBA 17: C D EBA 26: C D EBA 25: C D EBA 20: C D EBA 21: C D EBA 23: C D EBA 22: C D EBA 24: C D EBA 19: C D EBA 18: C D EBA 28: C D EBA 29: C D EBA 30: C D EBA 27: C D EBA 33: C D EBA 32: C D EBA 31: C D EBA 35: C D EBA 34: C D EBA 38: C D EBA 39: C D EBA 37: C D EBA 36: C D EBA 51: C D EBA 50: C D EBA 49: C D EBA 44: C D EBA 45: C D EBA 46: C D EBA 47: C D EBA 43: C D EBA 41: C D EBA 40: C D EBA 42: C D EBA 48: C D EBA 52: C D EBA
  3. 3. BL01P10 ATENÇÃO! Agora, você vai responder a questões de Língua Portuguesa. Leia o texto abaixo. 5 10 15 20 25 Baderna Cerebral Sobre o que mesmo que eu quero escrever? Vou lembrar, só um pouquinho. Calma... Calminha... Espere um instante... [...] Outro dia assisti na tevê a uma entrevista de um neurologista que dizia, entre outras coisas, que as mulheres têm uma memória melhor do que a dos homens. Estou em apuros. Comentei com uma amiga que está na hora de eu fazer uma vasculhagem cerebral, marcar meia dúzia de tomografias e enfrentar o diagnóstico, seja ele qual for. Ela comentou que sente vontade de fazer o mesmo, mas que não tem coragem, porque é certo que algum curto-circuito será detectado: não é possível tanto esquecimento, tanto branco, tanto abobamento. Acontece com ela, acontece comigo, e com você aposto que também, ou você não lembra? [...] O que vem sucedendo com todas (to-das!) as pessoas com quem converso é, provavelmente, uma reação espontânea a esse ritmo vertiginoso da vida e a esse turbilhão de informações que já não conseguimos processar. Chute meu, óbvio. Meu diploma é de comunicadora, não de médica. Mas creio que o motivo passa por aí: nosso cérebro está sendo massacrado por uma avalanche de nomes, números, datas, rostos, fatos, cenas, frases, fotos, e isso só pode acabar em pane. Coisa da idade? Então me explique o fenômeno que relatarei. Semana passada minha filha de 17 anos disse o seguinte: “Ontem a gente vai dormir na casa da Gabriela, mãe.” Ontem vocês irão onde, minha filha? Ela caiu na gargalhada. “Putz, quis dizer amanhã! Amanhã a gente vai dormir na casa da...” [...] Só pode ser efeito colateral da informática, ou ela também já entrou pra turma das desvairadas? Pode ser apenas mal de família. É uma hipótese, porém, tenho reparado que é mal não só da minha, mas de todas as famílias do planeta Terra. O que é que está me escapando? Afora muitas palavras difíceis e também as fáceis, muitos verbos complicados e também os de uso contínuo, muitos nomes desconhecidos e também os de parentes em primeiro grau, nomes de cidades distantes e o da cidade em que me encontro agora – Porto o quê, mesmo? –, o que está me escapando é uma explicação decente. O que é que está acontecendo com a gente? MEDEIROS, Martha. Feliz por nada. 43. ed. Porto Alegre: L&PM, 2012. p. 48-49. Fragmento. (P100392RJ_SUP) Questão 01 P100392RJ Esse texto é um exemplo de A) artigo científico. B) conto. C) crônica. D) diário pessoal. E) reportagem. Questão 02 P100393RJ Nesse texto, a passagem que marca uma opinião da autora é: A) “... assisti na tevê a uma entrevista de um neurologista...”. (ℓ. 3) B) “Comentei com uma amiga que está na hora de eu fazer uma vasculhagem cerebral,...”. (ℓ. 5) C) “Ela comentou que sente vontade de fazer o mesmo, mas que não tem coragem,...”. (ℓ. 6-7) D) “... creio que o motivo passa por aí: nosso cérebro está sendo massacrado...”. (ℓ. 13-14) E) “Então me explique o fenômeno que relatarei.”. (ℓ. 16) C1001 1
  4. 4. BL01P10 Leia novamente o texto "Baderna Cerebral" para responder às questões abaixo. Questão 03 P100394RJ No trecho “O que vem sucedendo com todas (to-das!) as pessoas com quem converso...” (ℓ. 10-11), a palavra destacada foi escrita com as sílabas separadas para A) enfatizar que a falha de memória é um problema coletivo. B) estabelecer uma comparação entre a memória do homem e da mulher. C) ironizar o fato de o cérebro apresentar curto-circuito. D) marcar o exagero de informações que as pessoas precisam processar. E) representar a forma como as pessoas conversam. Questão 04 P100395RJ No trecho “Ela caiu na gargalhada.” (ℓ. 18), o termo em destaque refere-se à A) amiga. B) médica. C) filha. D) Gabriela. E) mãe. Questão 05 P100396RJ No trecho “É uma hipótese, porém, tenho reparado que...” (ℓ. 21), o termo destacado estabelece relação de A) adição. B) conclusão. C) explicação. D) finalidade. E) oposição. Questão 06 P100397RJ No trecho “– Porto o quê, mesmo? –” (ℓ. 25), o travessão foi utilizado para A) destacar uma explicação aos leitores. B) enfatizar uma crítica. C) iniciar um parágrafo. D) introduzir um comentário da autora. E) ressaltar uma dúvida. Questão 07 P100398RJ Nesse texto, no trecho “... nosso cérebro está sendo massacrado por uma avalanche de nomes, números,...” (ℓ. 14-15), a palavra destacada tem o efeito de A) ilustrar a quantidade de informações que o cérebro precisa processar. B) indicar o fato de a internet disseminar uma grande quantidade informações. C) ironizar o fato de o cérebro humano não conseguir absorver todas as informações. D) marcar a insatisfação diante do fato de a memória apresentar problemas. E) ressaltar que o problema de memória não ocorre apenas com os mais velhos. Questão 08 P100399RJ Nesse texto, o trecho “Chute meu, óbvio.” (ℓ. 12) indica o uso de linguagem A) científica. B) informal. C) jornalística. D) padrão. E) regional. C1001 2
  5. 5. BL01P10 Leia o texto abaixo. 5 10 Capítulo oitavo Da Capitania do Rio de Janeiro A capitania do Rio de Janeiro, Cidade de São Sebastião, está sessenta léguas do Espírito Santo em vinte e três graus e um terço, terra d’el-Rei Nosso Senhor. Pode ter pouco mais ou menos cento e quarenta vizinhos, agora se começa de povoar novamente. Esta é a mais fértil e viçosa terra que há no Brasil. Há nela muito infinito pau do Brasil, de que os moradores da terra fazem muito proveito. Esta capitania tem um rio mui largo e famoso; divide-se dentro em muitas partes, e quantas terras estão ao longo dele se podem aproveitar, assim pera roças de mantimentos como pera canas-de-açúcar e algodões, porque são mui viçosas e melhores de quantas há por toda esta costa. Há nesta cidade um mosteiro de padres da Companhia de Jesus, os quais também aumentaram muito esta terra e desejam muito vê-la povoada de muitos moradores, porque são como digo as terras desta capitania mui largas, e sabem quão proveitosas são para toda gente pobre que as for possuir. E por tempo hão de fazer nelas grandes fazendas: e os que lá forem viver com esta esperança não se acharão enganados. GÂNDAVO, Pero de Magalhães. Tratado da Terra do Brasil. Disponível em: <http://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/188899/ Tratado%20da%20terra%20do%20Brasil.pdf?sequence=1>. Acesso em: 24 jan. 2013. Fragmento. (P100400RJ_SUP) Questão 09 P100400RJ Nesse texto, predomina a função de linguagem A) apelativa, pois o emissor tenta convencer o receptor. B) emotiva, porque o emissor transmite seus desejos e anseios. C) fática, pois o emissor verifica se a mensagem foi transmitida ao receptor. D) metalinguística, pois há uma reflexão sobre a linguagem empregada. E) referencial, porque a mensagem é transmitida de forma objetiva. Questão 10 P100401RJ Qual é o assunto desse texto? A) A distância entre a capitania do Rio de Janeiro e o Espírito Santo. B) As características da capitania do Rio de Janeiro. C) O modo de vida dos moradores da capitania do Rio de Janeiro. D) O trabalho dos padres da Companhia de Jesus. E) Os produtos e mantimentos produzidos no Brasil. Questão 11 P100402RJ De acordo com esse texto, os padres da cidade de São Sebastião querem A) aproveitar as terras ao longo do rio. B) doar a terra para as pessoas pobres. C) possuir grandes fazendas. D) tirar proveito do pau Brasil. E) ver a terra povoada. C1001 3
  6. 6. BL01P10 Leia novamente o texto "Capítulo oitavo" para responder às questões abaixo. Questão 12 P100403RJ Esse texto está relacionado a um contexto histórico de A) compreensão da vida a partir de preceitos científicos. B) exaltação da vida simples fora dos centros urbanos. C) idealização dos valores do homem primitivo. D) investigação minuciosa dos problemas sociais. E) relato das descobertas feitas na nova terra. Questão 13 P100404RJ Nesse texto, o autor apresenta uma opinião em: A) “A capitania do Rio de Janeiro, Cidade de São Sebastião, está sessenta léguas do Espírito Santo...”. (ℓ. 1-2) B) “Pode ter pouco mais ou menos cento e quarenta vizinhos, agora se começa de povoar novamente.”. (ℓ. 2-3) C) “Esta é a mais fértil e viçosa terra que há no Brasil.”. (ℓ. 3-4) D) “Há nesta cidade um mosteiro de padres da Companhia de Jesus,...”. (ℓ. 9) E) “E por tempo hão de fazer nelas grandes fazendas:...”. (ℓ. 12-13) C1001 4
  7. 7. BL01M10 ATENÇÃO! Agora, você vai responder a questões de Matemática. Questão 14 M100336E4 Observe a tabela abaixo, na qual está representado o número de páginas que uma impressora é capaz de processar por minuto. Número de páginas 16 32 48 64 Minutos 1 2 3 4 Qual é o gráfico que melhor representa a relação entre o número de páginas em função dos minutos? A) Minutos Nºdepáginas 70 60 50 40 30 20 10 0 1 2 3 4 5 6 B) Minutos Nºdepáginas 70 60 50 40 30 20 10 0 1 2 3 4 5 6 C) Minutos Nºdepáginas 70 60 50 40 30 20 10 0 1 2 3 4 5 6 D) Minutos Nºdepáginas 70 60 50 40 30 20 10 0 1 2 3 4 5 6 E) Minutos Nºdepáginas 70 60 50 40 30 20 10 0 1 2 3 4 5 6 C1001 5
  8. 8. BL01M10 Questão 15 M100080C2 Para confeccionar uma calça, uma costureira pagou R$ 32,25 na compra de 1,20 m de tecido e R$ 2,80 em aviamentos. Ela cobrou R$ 32,00 pela confecção da calça e seu cliente lhe pagou com uma nota de R$ 100,00. O troco devolvido pela costureira a esse cliente foi de A) R$ 31,75 B) R$ 32,50 C) R$ 32,95 D) R$ 33,95 E) R$ 65,37 Questão 16 M100319E4 Observe no gráfico abaixo o preço médio anunciado do metro quadrado dos imóveis de 18 cidades brasileiras. De acordo com esse gráfico, qual das cidades apresentadas possui o menor preço médio do m2 ? A) Fortaleza. B) Rio de Janeiro. C) São Bernardo do Campo. D) Vila Velha. E) Vitória. Questão 17 M100326E4 Observe a reta numérica abaixo. Ela está dividida em segmentos de mesma medida. 990980 995 1 005 1 010 L M Os pontos L e M representam, nessa reta, os números A) 981 e 996. B) 985 e 1 000. C) 985 e 1 004. D) 989 e 996. E) 989 e1 000. C1001 6
  9. 9. BL01M10 Questão 18 M100322E4 Aunidade de energia Wh é a quantidade de energia utilizada para alimentar uma carga com potência de 1 watt pelo período de uma hora. Uma televisão possui um consumo de 140 W a cada hora que permanece ligada. Qual é o gráfico que melhor representa o consumo dessa televisão durante 5 horas? A) 840 700 560 420 280 140 0 1 2 3 4 5 6 P(W) t(h) B) 840 700 560 420 280 140 0 1 2 3 4 5 6 P(W) t(h) C) 840 700 560 420 280 140 0 1 2 3 4 5 6 P(W) t(h) D) 700 560 420 280 140 0 1 2 3 4 5 6 P(W) t(h) E) 700 560 420 280 140 0 1 2 3 4 5 6 840 P(W) t(h) C1001 7
  10. 10. BL01M10 Questão 19 M100327E4 Observe a reta numérica abaixo. Ela está dividida em segmentos de mesma medida. 0 302 906 1510 2114 2718 F G R Z P Os números 604 e 2416 estão representados nessa reta pelos pontos A) F e G. B) F e Z. C) G e R. D) P e Z. E) R e P. Questão 20 M100334E4 Noplanocartesianoaseguirestárepresentadoumsonardeumsubmarino.Ospontossobreosonarrepresentam a localização de alguns objetos próximos ao submarino, o qual é representado pelo centro do círculo. y x 3 3 –3 Q R M N P –1–2–3 1 2 –1 –2 0 2 1 Qual é o objeto que está representado pelas coordenadas (1, – 2) nesse sonar? A) M. B) N. C) P. D) Q. E) R. C1001 8
  11. 11. BL01M10 Questão 21 M100331E4 Observe na tabela abaixo os índices de inflação de alguns produtos e serviços, em dados percentuais, de julho a outubro de 2013 no Brasil. Inflação de julho a outubro de 2013 Discriminação Jul Ago Set Out Gás encanado 1,15 0 0,08 0,01 Ônibus urbano – 3,32 – 0,2 0 0 Água e esgoto 0,64 0,01 0 0 Plano de saúde 0,64 0,94 0,74 0,73 Gasolina – 0,23 – 0,15 – 0,42 0,01 Pedágio 0 0 0 0,08 Remédios 0,1 – 0,4 0,06 – 0,15 Energia elétrica 0,58 0,57 0,36 – 0,58 De acordo com essa tabela, qual foi o índice de inflação dos planos de saúde no mês de outubro de 2013? A) 0 B) 0,64 C) 0,73 D) 0,74 E) 0,94 C1001 9
  12. 12. BL01M10 Questão 22 M100342ES Considere a função real f: IR → IR, definida por y = 2x – 1. O gráfico que melhor representa essa função é A) y x 1 1 2 0 B) y x 1 20 C) y x –1 20 D) y x –1 1 2 0 E) y x1 2 0 C1001 10
  13. 13. BL01M10 Questão 23 M100339E4 O gráfico abaixo representa uma função definida no intervalo [ – 2, 4]. y 4–2 –1 0 1 2 3 4 –3 –4 x As raízes dessa função são A) – 4 e 4. B) – 4 e 1. C) – 3 e 0. D) – 2 e 4. E) – 1 e 3. C1001 11
  14. 14. BL01M10 Questão 24 M100290E4 Uma piscina é esvaziada a uma vazão constante. Observe na tabela abaixo a quantidade de litros dessa piscina no decorrer do tempo de seu esvaziamento. Tempo (em minutos) Quantidade de água na piscina (em litros) 0 10 000 30 7 500 60 5 000 90 2 500 120 0 O gráfico que representa a relação entre o tempo transcorrido e a quantidade de água nessa piscina é A) 30 60 90 120 Tempo (em minutos) 2 500 5 000 7 500 10 000 Quantidade de água na piscina (em litros) 0 B) 30 60 90 120 Tempo (em minutos) 2 500 5 000 7 500 10 000 Quantidade de água na piscina (em litros) 0 C) 30 60 90 120 Tempo (em minutos) 2 500 5 000 7 500 10 000 Quantidade de água na piscina (em litros) 0 D) 30 60 90 120 Tempo (em minutos) 2 500 5 000 7 500 10 000 Quantidade de água na piscina (em litros) 0 E) 30 60 90 120 Tempo (em minutos) 2 500 5 000 7 500 10 000 Quantidade de água na piscina (em litros) 0 C1001 12
  15. 15. BL01M10 Questão 25 M100332E4 Observe abaixo o gráfico de uma função definida no intervalo [ – 10, 4]. yy 3 2 1 0 –1 –2 –3 –4 –5 1 2 3 4 x–1–2–3–4–5–6–7–8–9–10–11–12 Os intervalos de decrescimento dessa função são A) [ – 10, – 8[, ] – 5, – 3[ e ]1, 3[. B) [ – 10, – 6[, ] – 4, – 2[ e ]2, 4]. C) ] – 8, – 5[ e ]3, 0[. D) ] – 6, – 4[ e ] – 2, 2[. E) ] 0, 1[ e ] 3, 4]. C1001 13
  16. 16. BL01M10 Questão 26 M100323E4 Uma empresa de assistência técnica cobra 50 reais pela visita mais 30 reais por hora trabalhada, sendo a fração de hora cobrada de forma proporcional. O gráfico que melhor representa o gasto obtido com essa assistência em função do tempo é dado por A) 321 0 10 20 30 40 50 60 Tempo (horas) Gasto (reais) B) 321 0 10 20 30 40 50 60 Tempo (horas) Gasto (reais) 70 80 90 100 C) 321 0 10 20 30 40 50 60 Tempo (horas) Gasto (reais) 70 80 90 100 110 120 130 140 D) 321 0 10 20 30 40 50 60 Tempo (horas) Gasto (reais) 70 80 E) 321 0 10 20 30 40 50 60 Tempo (horas) Gasto (reais) 70 80 90 4 C1001 14
  17. 17. BL02P10 ATENÇÃO! Agora, você vai responder a questões de Língua Portuguesa. Leia o texto abaixo. 5 10 15 20 25 Feitos de Mem de Sá [...] Eis que, liberta dos perigos do mar e de há muito esperada, uma esquadra fundeia na baía a que todos os Santos legaram o nome. Trazia, salvo das fauces do oceano, um singular herói, de extraordinária coragem, Mem, que do sangue de nobres antepassados e de seiva ilustre de longa ascendência herdara o sobrenome de Sá. Superiores aos anos, ornam-lhe o rosto barbas brancas e majestosas: alegres as feições, sombreadas de senil gravidade, vivos os olhos, másculo o arcabouço do corpo, frescas ainda, como de moço, as forças de adulto. Muito mais excelente é a alma: pois lha poliram vasta ciência, com a experiência longa do mundo, e a arte da palavra bela. Arraigado no seio traz um amor de Deus, santo, filial, verdadeiro e a fé de Cristo jamais desmentida. [...] Ó que faustoso sai, Mem de Sá, aquele em que o Brasil te contemplou! quanto bem trarás a seus povos abandonados! [...] A glória conquistada em guerra pela honra divina te será muito doce: eis, filho, o teu belo futuro! Se porém por desígnio imutável do Pai sempiterno o último alento te colher na primavera da vida, se a morte te arrancar em plena flor da existência: então te aguardarão imarcescíveis louros e honra perene, glória imorredoura dourará nos céus teus destinos! Trocam-se assim pelo dia eterno efêmeros dias À luta pois com braço forte, e no fundo do peito gravado o nome do Senhor que governa o universo! [...] ANCHIETA, José de. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ua000273.pdf>. Acesso em: 28 jan. 2013. Fragmento. (P100405RJ_SUP) Questão 27 P100405RJ Esse texto apresenta A) um conselho ao povo abandonado. B) um elogio a uma figura heroica. C) uma convocação à luta popular. D) uma crítica à brevidade da vida. E) uma instrução para a catequização. C1001 15
  18. 18. BL02P10 Leia novamente o texto "Feitos de Mem de Sá" para responder às questões abaixo. Questão 28 P100406RJ Nesse texto, a característica do Quinhentismo presente nos versos 14 a 16 é a A) caracterização de um herói. B) identificação do indivíduo pelo título familiar. C) preferência por temas religiosos. D) referência a assuntos relacionados à morte. E) valorização das belezas naturais da terra. Questão 29 P100407RJ Nesse texto, no trecho “uma esquadra fundeia na baía...” (v. 2), o termo em destaque tem o mesmo sentido de A) afundar. B) ancorar. C) construir. D) defender-se. E) desfazer-se. Questão 30 P100409RJ Nos versos “Ó que faustoso sai, Mem de Sá, aquele que o Brasil/ te contemplou!...” (v. 17-18), o ponto de exclamação reforça a ideia de A) admiração. B) ansiedade. C) desejo. D) preocupação. E) surpresa. Questão 31 P100408RJ De acordo com esse texto, Mem possui o sobrenome Sá devido A) à leal fé em Cristo. B) à sua feição alegre. C) ao fato de o Brasil tê-lo contemplado. D) ao fato de ser um singular herói. E) ao sangue de nobres antepassados. Questão 32 P100410RJ Nos versos “Superiores aos anos,/ ornam-lhe o rosto barbas brancas e majestosas:...” (v. 7-8), a linguagem utilizada é A) científica. B) coloquial. C) formal. D) regional. E) técnica. C1001 16
  19. 19. BL02P10 Leia o texto abaixo. 5 10 15 20 25 30 35 Entre tantos momentos incríveis dessa viagem para o Amazonas… Já era final da tarde e o céu começava a escurecer. Os diversos tons de verde da manhã agora pareciam todos iguais com a escuridão chegando. No fundo, bem lá no fundo, dava para ver os últimos raios de sol no horizonte. Não sabia que horas eram. O relógio já tinha saído do pulso nos primeiros minutos quando havia chegado no [...] hotel que estava hospedada, no meio, literalmente, da selva amazônica. O celular também já havia perdido a sua função já há algum tempo. Desde que saímos de Manaus, ainda dentro da área urbana, o 3G já tinha se despedido. O sinal do telefone ainda sobreviveu a um trecho de barco (passando pelo encontro das águas) e poucos quilômetros rumo à floresta. Depois de quase 160km de Manaus, o celular todo tecnológico, cheio de apps mil, virou apenas uma simples máquina fotográfica. Estava ela, aliás, em cima da cama, quando aquele final de tarde me chamou para a varanda do chalé. Já deveria estar no banho, para pegar o jantar servido todos os dias às 19h no hotel. Jantar nesse horário, antes impossível no dia a dia, até que não era mais estranho. Sentia fome: a rotina agora era acordar cedo, quase junto com a mata, para fazer o dia render; comer cedo para acordar cedo no dia seguinte e assim por diante. O banho de água gelada podia esperar um pouco. Aquele espetáculo que via da varanda era único. Sentei no chão e assistindo aquilo me senti sortuda. Tantas coisas começaram a vir em minha mente, mas resolvi não pensar em nada e só prestar atenção ao que via e ouvia na minha frente: Azul claro, azul alaranjado, azul esmeralda, azul, azul petróleo, todos os tons de azul possíveis… Será que agora é roxo? E, enfim, preto. Uma centena de cores dando lugar a só uma. A escuridão tomou conta e já não era possível ver mais toda aquela mata colorida em frente. Para compensar, o que resolveu aparecer foram as primeiras estrelas no céu. E que céu! Lindo. O que antes era silencioso, começou a ganhar um alto volume. A mata parece mais agitada durante a noite. Pássaros, grilos, sapos, macacos e sabe-se sei lá outros tantos animais que não sabia distinguir, aproveitando as temperaturas mais baixas da noite para enfim, viver o seu dia. Duas, três, quatro fotos no celular e mais outras tantas da máquina e desisti de tentar reproduzir o que estava vivenciando ali. Como algo tão simples podia ser tão bonito? Parei e finalmente comecei a lembrar de tudo o que já tinha visto naqueles dias: a alegria incomparável do Festival de Parintins, a história única de Manaus e a beleza extraordinária da Floresta Amazônica. Verde, animais, folhas, água, muita água, mais verde, galhos, mais animais, pessoas, simplicidade, muitas cores, alegria, paixão, beleza, quanta beleza. Enfim, Amazonas. CUNHA, Guta. Disponível em: <http://migre.me/hsG6O>. Acesso em: 16 jan. 2013. (P100411RJ_SUP) Questão 33 P100411RJ Esse texto foi escrito para A) contar uma história. B) dar uma informação. C) descrever uma cena. D) expor uma opinião. E) relatar uma viagem. Questão 34 P100414RJ De acordo com esse texto, o banho de água gelada podia esperar, porque a mulher A) deveria descer para o jantar no restaurante do hotel. B) contemplava o espetáculo da tarde caindo. C) pensava nas preocupações do dia. D) procurava o relógio de pulso. E) queria encontrar sinal de celular. C1001 17
  20. 20. BL02P10 Leia novamente o texto "Entre tantos momentos incríveis..." para responder às questões abaixo. Questão 35 P100413RJ De acordo com o trecho “Não sabia que horas eram.” (ℓ. 5), durante a viagem, a autora A) estava assustada com o escuridão. B) estava perdida na floresta. C) havia perdido seu relógio. D) não precisava se preocupar com horários. E) não queria jantar no horário marcado. Questão 36 P100412RJ Nesse texto, a passagem que marca uma opinião é: A) “O celular também já havia perdido a sua função já há algum tempo.”. (ℓ. 7) B) “... quando aquele final de tarde me chamou para a varanda do chalé”. (ℓ. 12-13) C) “... mas resolvi não pensar em nada e só prestar atenção...”. (ℓ. 19) D) “... o que resolveu aparecer foram as primeiras estrelas no céu.”. (ℓ. 24) E) “A mata parece mais agitada durante a noite.”. (ℓ. 26-27) Questão 37 P100415RJ No trecho “Azul claro, azul alaranjado, azul esmeralda, azul, azul petróleo, todos os tons de azul possíveis… Será que agora é roxo? E, enfim, preto.” (ℓ. 21-22), qual é o recurso estilístico utilizado? A) Comparação. B) Gradação. C) Ironia. D) Oposição. E) Suavização. Questão 38 P100416RJ Nesse texto, a passagem que marca ideia de tempo é: A) “Desde que saímos de Manaus,...”. (ℓ. 8) B) “Estava ela, aliás, em cima da cama,...”. (ℓ. 12) C) “Uma centena de cores dando lugar a só uma.”. (ℓ. 22-23) D) “Pássaros, grilos, sapos, macacos e sabe-se sei lá outros tantos animais...”. (ℓ. 27-28) E) “Duas, três, quatro fotos no celular e mais outras tantas da máquina...”. (ℓ. 30) Questão 39 P100417RJ No primeiro parágrafo desse texto, predomina a função de linguagem A) apelativa. B) emotiva. C) fática. D) poética. E) referencial. C1001 18
  21. 21. BL02M10 ATENÇÃO! Agora, você vai responder a questões de Matemática. Questão 40 M110114C2 Um computador exibiu um alerta indicando os espaços preenchidos em um disco rígido de 500 GB. 124,7 GB 5,5 GB 284,3 GB Arquivos Temporários de Internet Documentos Músicas Programas Livre Vídeos e imagens 6,4 GB 49,8 GB 29,3 GB De acordo com esse gráfico, qual é o tipo de arquivo que ocupa, no total, 124,7 GB desse disco rígido? A) Arquivos Temporários de Internet. B) Documentos. C) Músicas. D) Programas. E) Vídeos e Imagens. Questão 41 M100313E4 Para fabricar um vestido, Joana comprou 9,5 metros de renda, 2,7 metros de tafetá vermelho e 1,8 metros de cetim liso. Quantos metros de tecido ela comprou no total? A) 4,5 B) 5,0 C) 11,3 D) 12,2 E) 14,0 C1001 19
  22. 22. BL02M10 Questão 42 M100333E4 No plano cartesiano abaixo está representado o triângulo GHI. –4 x y 3 2 1 –1–2–3 0 1 2 3 –1 –2 –3 G I H Quais são as coordenadas dos vértices G, H e I desse triângulo, nessa ordem? A) ( – 1, 1); ( – 2, – 1) e (3, – 1). B) ( – 1, 1); ( – 1, – 2) e (3, – 1). C) (0, 1); (0, – 2) e (0, 3). D) (1, – 1); ( – 2, – 1) e ( – 1, 3). E) (1, 0); ( – 2, 0) e ( – 1, 0). C1001 20
  23. 23. BL02M10 Questão 43 M100324E4 Um caminhão-pipa chegou a um bairro com 30 000 litros de água. Toda essa água foi despejada em um reservatório de água desse bairro com o auxílio de uma mangueira com vazão de 6 000 litros a cada 10 minutos. O gráfico que representa a quantidade de litros de água no caminhão em função do tempo, em minutos, é A) Quantidadedeáguanocaminhão (emlitros) Tempo (em minutos) 30 000 0 24 000 18 000 12 000 6 000 10 20 30 40 50 B) Quantidadedeáguanocaminhão (emlitros) Tempo (em minutos) 30 000 0 24 000 18 000 12 000 6 000 10 20 30 40 50 C) Quantidadedeáguanocaminhão (emlitros) Tempo (em minutos) 30 000 0 24 000 18 000 12 000 6 000 10 20 30 40 50 D) Quantidadedeáguanocaminhão (emlitros) Tempo (em minutos) 30 000 0 24 000 18 000 12 000 6 000 10 20 30 40 50 E) Quantidadedeáguanocaminhão (emlitros) Tempo (em minutos) 30 000 0 24 000 18 000 12 000 6 000 10 20 30 40 50 C1001 21
  24. 24. BL02M10 Questão 44 M100317E4 Observe abaixo a tabela construída por Jéssica, que relaciona a cor dos olhos de alguns de seus amigos. Coloração dos olhos Quantidade de amigos Azul 2 Cinza 1 Castanho 8 Preto 4 Verde 3 De acordo com essa tabela, quantos amigos de Jéssica têm olhos verdes? A) 1 B) 2 C) 3 D) 4 E) 8 Questão 45 M100330E4 Cláudia trocou seu carro. Ela comprou um carro no valor de R$ 15 500,00, dando de entrada seu carro anterior no valor de R$ 10 200,00. A diferença ela dividiu em 4 prestações iguais e sem juros. Quanto Cláudia pagou em cada uma dessas prestações? A) R$ 1 250,00 B) R$ 1 325,00 C) R$ 2 550,00 D) R$ 3 875,00 E) R$ 5 300,00 Questão 46 M100325E4 Observe a reta numérica abaixo. Ela está dividida em segmentos de mesma medida. 123 P Q R S T 131 139 143 O ponto que representa o número 155 nessa reta é A) P. B) Q. C) R. D) S. E) T. C1001 22
  25. 25. BL02M10 Questão 47 M100321E4 O gráfico abaixo apresenta a quantidade de dólares obtidos na balança comercial pela exportação de produtos de florestas plantadas no Brasil no período de 2007 a 2011. Embilhõesdedólares Anos 6 5 4 3 2 1 0 4,4 4,8 4,2 5,6 5,7 2007 2008 2009 2010 2011 Disponível em: <http://www.abraflor.org.br/estatisticas/ABRAF12/ABRAF12-BR.pdf>. Acesso em: 22 ago. 2013. Adaptado para fins didáticos. Deacordocomessegráfico,emqualanoobteve-seamenorquantidadededólaresnessabalançacomercial? A) 2007 B) 2008 C) 2009 D) 2010 E) 2011 C1001 23
  26. 26. BL02M10 Questão 48 M100337E4 Qual é a representação gráfica da função polinomial do 1º grau f: IR → IR cuja lei de formação é dada por f(x) = 3x + 6? A) 0 3 –6 y x B) 0– 2 6 y x C) 0 3 6 y x D) 0 6 –2 y x E) 0 6 3 y x C1001 24
  27. 27. BL02M10 Questão 49 M100340E4 O gráfico abaixo representa uma função definida no intervalo [ – 4, 4]. 0 3 3 21 1 2 4 5–4 –3 –3 –2 –2 –1 –1 y x Essa função é decrescente no intervalo A) ] – 4, 2[ B) ] – 3, 0[ C) ] – 3, 1[ D) ] – 2, 0[ E) ] – 2, 4[ Questão 50 M100327ES Em uma escola de um município fluminense foi realizada uma pesquisa para verificar a existência de computadores nos lares dos seus alunos. Os dados dessa pesquisa estão representados na tabela abaixo. Níveis de ensino Computadores Possui computador em casa Não possui computador em casa Alunos Alunas Alunos Alunas Educação Infantil 118 129 62 67 Ensino Fundamental I 134 138 85 77 Ensino Fundamental II 154 162 68 71 Ensino Médio 186 191 22 13 De acordo com essa tabela, quantas alunas do Ensino Fundamental II possuem computador em casa? A) 68 B) 71 C) 138 D) 154 E) 162 C1001 25
  28. 28. BL02M10 Questão 51 M100338E4 Observe abaixo o gráfico de uma função do 1º grau. 0 3 y x3 2 A representação algébrica dessa função é A) y = 2x – 3 B) y = – 3 2 x + 3 C) y = – 2 3 x + 3 D) y = – 2x + 3 E) y = – 3x + 2 3 C1001 26
  29. 29. BL02M10 Questão 52 M100335E4 Um gás foi submetido a uma transformação em que seu volume se manteve constante. A tabela abaixo relaciona a pressão exercida por esse gás de acordo com sua temperatura nessa transformação. Temperatura (K) Pressão (atm) 300 2 600 4 900 6 Qual é o gráfico que melhor representa a relação entre a temperatura e a pressão nessa transformação? A) 6 4 2 0 300 900600 temperatura (K) pressão(atm) B) 6 4 2 0 300 900600 temperatura (K) pressão(atm) C) 6 4 2 0 300 900600 temperatura (K) pressão(atm) D) 6 4 2 0 300 900600 temperatura (K) pressão(atm) E) 6 8 4 2 0 300 900600 temperatura (K) pressão(atm) C1001 27

×