2
FICHA TÉCNICA
Título
Perfil do Docente 2010/2011 – Matemática
Autoria
Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciênci...
3
ÍNDICE
4
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
5
ÍNDICE
GLOSSÁRIO .................................................................
ÍNDICE
6
II. IDADE...........................................................................................................
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
7
TIV.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo as habilitações acadé...
ÍNDICE
8
VII. VÍNCULO CONTRATUAL ............................................................................................
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
9
GLOSSÁRIO
COMPONENTE LETIVA – Parte do trabalho docente dentro do tempo de serv...
GLOSSÁRIO
10
ENSINO PARTICULAR E COOPERATIVO – Ensino promovido sob iniciativa e responsabilidade de gestão de entidade pr...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
11
ensino básico e que visa aprofundar a formação do aluno para o prosseguimento ...
INTRODUÇÃO
12
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
13
INTRODUÇÃO
Este documento traça um perfil da população docente do grupo de rec...
INTRODUÇÃO
14
Notas técnicas
Índice de envelhecimento da população docente
Taxa média de crescimento anual
Onde,
V0 – Valo...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
15
I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL
I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL
16
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
17
TI.1 Evolução da distribuição dos professores de matemática, segundo a naturez...
I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL
18
GI.1 Taxa média de crescimento anual2
do número de professores de matemática e do nú...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
19
GI.2 Evolução da percentagem de professores de matemática, face ao total de pr...
I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL
20
TI.2 Distribuição dos professores de matemática, segundo a natureza do estabelecimen...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
21
GI.3 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3...
I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL
22
GI.4 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º cic...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
23
II. IDADE
II. IDADE
24
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
25
TII.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o grupo etário, por ...
II. IDADE
26
GII.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e
do...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
27
GII.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do ...
II. IDADE
28
GII.3 Índice de envelhecimento3
dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do
ensin...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
29
TII.2 Distribuição etária dos professores de matemática, segundo a natureza do...
II. IDADE
30
GII.4 Índice de envelhecimento dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do
ensino...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
31
III. GÉNERO
III. GÉNERO
32
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
33
TIII.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o sexo, por NUTS II...
III. GÉNERO
34
GIII.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
35
GIII.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do...
IV. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS
36
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
37
IV. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS
IV. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS
38
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
39
TIV.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo as habilitações acad...
IV. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS
40
GIV.1 Distribuição das habilitações académicas dos professores de matemática e do total de ...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
41
GIV.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do ...
V. FUNÇÕES EXERCIDAS
42
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
43
V. FUNÇÕES EXERCIDAS
V. FUNÇÕES EXERCIDAS
44
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
45
TV.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o tipo de funções exe...
V. FUNÇÕES EXERCIDAS
46
GV.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino b...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
47
GV.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3...
V. FUNÇÕES EXERCIDAS
48
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
49
VI. COMPONENTE LETIVA
VI. COMPONENTE LETIVA
50
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
51
TVI.1 Distribuição dos professores de matemática com funções letivas, segundo ...
VI. COMPONENTE LETIVA
52
GVI.1. Distribuição dos professores de matemática com funções letivas e do total de professores d...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
53
GVI.2 Distribuição dos professores de matemática com funções letivas e do tota...
VI. COMPONENTE LETIVA
54
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
55
VII. VÍNCULO CONTRATUAL
VII. VÍNCULO CONTRATUAL
56
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
57
TVII.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o vínculo contratua...
VII. VÍNCULO CONTRATUAL
58
GVII.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ens...
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
59
GVII.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do...
VII. VÍNCULO CONTRATUAL
60
PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA
61
Pd1011 m
Pd1011 m
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pd1011 m

248 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
248
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
68
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pd1011 m

  1. 1. 2 FICHA TÉCNICA Título Perfil do Docente 2010/2011 – Matemática Autoria Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) Direção de Serviços de Estatísticas da Educação (DSEE) Divisão de Estatísticas do Ensino Básico e Secundário (DEEBS) Edição © Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) Av. 24 de Julho, 134 1399-054 LISBOA Tel: 213 949 200 Fax: 213 957 610 E-mail: dgeec@dgeec.mec.pt URL: http://www.gepe.min-edu.pt Capa DGEEC ISBN 978-972-614-545-5 Agosto de 2012
  2. 2. 3
  3. 3. ÍNDICE 4
  4. 4. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 5 ÍNDICE GLOSSÁRIO ..........................................................................................................................................................................9 INTRODUÇÃO.....................................................................................................................................................................13 I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL...........................................................................................................................15 TI.1 Evolução da distribuição dos professores de matemática, segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino (2000/2001 – 2010/2011)................................................................................................................................ 17 GI.1 Taxa média de crescimento anual do número de professores de matemática e do número total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino (2000/2001-2010/2011).............................................................................................................................................. 18 GI.2 Evolução da percentagem de professores de matemática, face ao total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (2000/2001 - 2010/2011)......................................................................................................... 19 TI.2 Distribuição dos professores de matemática, segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino, por NUTS II (2010/2011).................................................................................................................................................... 20 GI.3 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino (2010/2011) .................................. 21 GI.4 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino, por NUTS II (2010/2011) .............. 22
  5. 5. ÍNDICE 6 II. IDADE.............................................................................................................................................................................23 TII.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o grupo etário, por NUTS II (2010/2011).............................. 25 GII.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o grupo etário (2010/2011) ................................................................................................ 26 GII.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o grupo etário, por NUTS II (2010/2011) ............................................................................ 27 GII.3 Índice de envelhecimento dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, por NUTS II (2010/2011) ......................................................................................................... 28 TII.2 Distribuição etária dos professores de matemática, segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino, por NUTS II (2010/2011) ............................................................................................................................................. 29 GII.4 Índice de envelhecimento dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino, por NUTS II (2010/2011).... 30 III. GÉNERO ........................................................................................................................................................................31 TIII.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o sexo, por NUTS II (2010/2011) .......................................... 33 GIII.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o sexo (2010/2011)............................................................................................................. 34 GIII.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o sexo, por NUTS II (2010/2011)......................................................................................... 35 IV. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS ........................................................................................................................................37
  6. 6. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 7 TIV.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo as habilitações académicas, por NUTS II (2010/2011).......... 39 GIV.1 Distribuição das habilitações académicas dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%) (2010/2011).............................................................................................. 40 GIV.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo as habilitações académicas, por NUTS II (2010/2011) ........................................................ 41 V. FUNÇÕES EXERCIDAS .....................................................................................................................................................43 TV.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o tipo de funções exercidas, por NUTS II (2010/2011)......... 45 GV.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o tipo de funções exercidas (2010/2011)............................................................................ 46 GV.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o tipo de funções exercidas, por NUTS II (2010/2011)........................................................ 47 VI. COMPONENTE LETIVA...................................................................................................................................................49 TVI.1 Distribuição dos professores de matemática com funções letivas, segundo a componente letiva semanal, por NUTS II (2010/2011) ................................................................................................................................................................ 51 GVI.1. Distribuição dos professores de matemática com funções letivas e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário com funções letivas (%), segundo a componente letiva semanal (2010/2011) ......... 52 GVI.2 Distribuição dos professores de matemática com funções letivas e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário com funções letivas (%), segundo a componente letiva semanal, por NUTS II (2010/2011) ................................................................................................................................................................ 53
  7. 7. ÍNDICE 8 VII. VÍNCULO CONTRATUAL ...............................................................................................................................................55 TVII.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o vínculo contratual, por NUTS II (2010/2011)..................... 57 GVII.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o vínculo contratual (2010/2011) ....................................................................................... 58 GVII.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o vínculo contratual, por NUTS II (2010/2011) ................................................................... 59
  8. 8. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 9 GLOSSÁRIO COMPONENTE LETIVA – Parte do trabalho docente dentro do tempo de serviço semanal dos professores (35 horas), que corresponde ao conjunto dos tempos efetivamente letivos e dos tempos equiparados a letivos, com durações de 25 horas semanais para os docentes da educação pré-escolar e 1.º ciclo, de 22 horas para os 2.º e 3.º ciclos e para o ensino secundário. DOCENTE COM FUNÇÕES LETIVAS – Docente que desempenha funções de ensino junto de pelo menos uma turma, podendo também ter, em alternativa ou não, a tempo inteiro ou parcial, atividades de apoio educativo na sala de aula ou fora dela. Inclui os docentes com "horário zero", situação em que o professor, embora em exercício de docência, não tem horário letivo atribuído. DOCENTE COM FUNÇÕES NÃO LETIVAS – Docente ao qual não está atribuída nenhuma turma, tendo portanto uma redução total da componente letiva. Este docente pode estar abrangido, entre outras, por uma das seguintes situações: pré-aposentação; doença incapacitante para o contato direto com os alunos em sala de aula; funções de gestão; apoio à biblioteca ou aos laboratórios, ou a elaboração de estudos de natureza diversa e que permitam uma melhoria da qualidade do ensino/aprendizagem. ENSINO BÁSICO – Nível de ensino que se inicia cerca da idade de seis anos, com a duração de nove anos, cujo programa visa assegurar uma preparação geral comum a todos os indivíduos, permitindo o prosseguimento posterior de estudos ou a inserção na vida ativa. Compreende três ciclos sequenciais, sendo o 1.º de quatro anos , o 2.º de dois anos e o 3.º de três anos. É universal, obrigatório e gratuito
  9. 9. GLOSSÁRIO 10 ENSINO PARTICULAR E COOPERATIVO – Ensino promovido sob iniciativa e responsabilidade de gestão de entidade privada com tutela pedagógica e científica do Ministério da Educação e Ciência. ENSINO PRIVADO – Ver ENSINO PARTICULAR E COOPERATIVO ENSINO PRIVADO DEPENDENTE DO ESTADO – Uma instituição de ensino “privado dependente do estado” é uma instituição em que mais do que 50 por cento dos seus fundos regulares de funcionamento 1 ou o pagamento dos salários do respetivo pessoal docente é garantido pelo Estado / Administração Pública (de qualquer nível). Nesse sentido, o termo “dependente do estado” refere-se somente ao grau de dependência financeira, não estando associado ao grau de direção ou regulação por parte do Estado. ENSINO PRIVADO INDEPENDENTE DO ESTADO – Uma instituição de ensino “privado independente” é uma instituição em que nem a maioria dos seus fundos regulares de funcionamento1 nem o pagamento dos salários do respetivo pessoal docente é garantido pelo Estado / Administração Pública (de qualquer nível). O termo “independente do estado” refere-se somente ao grau de dependência financeira, não estando associado ao grau de direção ou regulação por parte do Estado. ENSINO PÚBLICO – Ensino que funciona na direta dependência da administração central, das regiões autónomas e das autarquias. ENSINO SECUNDÁRIO – Nível de ensino que corresponde a um ciclo de três anos (10.º, 11.º e 12.º anos de escolaridade), que se segue ao 1 “Fundos regulares de funcionamento” são os fundos destinados aos serviços básicos de ensino das instituições de ensino. Não inclui fundos especificamente destinados a projetos de investigação, pagamentos por serviços prestados ou contratados por organizações privadas, ou taxas/propinas e subsídios recebidos por serviços auxiliares prestados, tais como a prestação de alojamento e de alimentação.
  10. 10. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 11 ensino básico e que visa aprofundar a formação do aluno para o prosseguimento de estudos ou para o ingresso no mundo do trabalho. Está organizado em cursos predominantemente orientados para o prosseguimento de estudos e cursos predominantemente orientados para a vida ativa. GRUPO DE RECRUTAMENTO – Definição legal das habilitações adequadas para lecionar áreas disciplinares e disciplinas nos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário. HABILITAÇÃO ACADÉMICA – Ver NÍVEL DE ESCOLARIDADE NÍVEL DE ESCOLARIDADE – Nível ou grau de ensino mais elevado que o indivíduo concluiu ou para o qual obteve equivalência, e em relação ao qual tem direito ao respetivo certificado ou diploma. PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO – 3.º CICLO E SECUNDÁRIO – Docente habilitado para a docência destes níveis de ensino, formados como especialistas numa determinada área nas universidades. Inclui ainda pessoal docente portador dos requisitos exigidos para o acesso à profissionalização em exercício ou que dela tenha sido dispensado.
  11. 11. INTRODUÇÃO 12
  12. 12. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 13 INTRODUÇÃO Este documento traça um perfil da população docente do grupo de recrutamento de matemática do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário. Assenta num conjunto de indicadores que fornecem informação sobre a sua distribuição, sobre as suas características individuais – idade, sexo e habilitações académicas – e acerca do exercício da profissão – funções, componente letiva e vínculo. Ao longo do documento, a informação é disponibilizada em tabelas e gráficos não sendo apresentada qualquer leitura ou interpretação da mesma. Este documento não é, por isso, um fim em si mesmo; constitui-se, essencialmente, como um instrumento de suporte às mais variadas análises sobre o perfil da população docente que possam ser feitas a partir de diversas perspetivas. Abrangência e proveniência dos dados O perfil do docente traçado assenta, essencialmente, nas Estatísticas da Educação da DGEEC de 2010/11; para qualquer dos anos referidos os dados reportam-se ao Continente. A fonte da informação constante nas tabelas e nos gráficos que compõem este documento é, portanto, a DGEEC. A informação disponibilizada diz respeito a docentes de matemática em exercício de funções no estabelecimento, no 3.º ciclo do ensino básico e no ensino secundário; engloba os setores público e privado, excepto para os indicadores relativos à componente letiva e ao vínculo contratual, em que a informação diz respeito, apenas, ao setor público da rede do Ministério da Educação e Ciência. Não são considerados os docentes em escolas profissionais nem em educação especial.
  13. 13. INTRODUÇÃO 14 Notas técnicas Índice de envelhecimento da população docente Taxa média de crescimento anual Onde, V0 – Valor relativo ao primeiro ano da série V1 – Valor relativo ao último ano da série n – Número de anos da série
  14. 14. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 15 I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL
  15. 15. I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL 16
  16. 16. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 17 TI.1 Evolução da distribuição dos professores de matemática, segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino (2000/2001 – 2010/2011) Natureza Ano letivo Total Público Privado 2000/2001 8 930 8 032 898 2001/2002 9 212 8 309 903 2002/2003 8 873 8 082 791 2003/2004 8 928 8 136 792 2004/2005 9 027 8 239 788 2005/2006 9 400 8 579 821 2006/2007 9 860 8 938 922 2007/2008 9 874 8 961 913 2008/2009 9 934 9 014 920 2009/2010 11 466 10 486 980 2010/2011 11 271 10 279 992
  17. 17. I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL 18 GI.1 Taxa média de crescimento anual2 do número de professores de matemática e do número total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino (2000/2001-2010/2011) 2,50 0,24 1,00 0,92 2,36 0,31 0 1 2 3 Matemática Total EnsinoPúblico EnsinoPrivado Ensinos público e privado 2 Para a definição da taxa média de crescimento anual, consultar as notas técnicas presentes na Introdução
  18. 18. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 19 GI.2 Evolução da percentagem de professores de matemática, face ao total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (2000/2001 - 2010/2011) 10,9 11,1 10,9 10,9 10,7 11,2 12,0 11,8 11,6 13,4 13,4 0 5 10 15 2000/2001 2005/2006 2010/2011 %
  19. 19. I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL 20 TI.2 Distribuição dos professores de matemática, segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino, por NUTS II (2010/2011) Natureza NUTS II Total Público Privado Total Privado dependente do Estado Privado independente Continente 11 271 10 279 992 570 422 Norte 4 296 3 903 393 214 179 Centro 2 708 2 412 296 287 9 Lisboa 2 855 2 586 269 52 217 Alentejo 895 872 23 17 6 Algarve 517 506 11 - 11
  20. 20. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 21 GI.3 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino (2010/2011) 91,2% 8,8% Matemática Público Privado 89,9% 10,1% Total Público Privado
  21. 21. I. EVOLUÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL 22 GI.4 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino, por NUTS II (2010/2011) 91,2 90,9 89,1 90,6 97,4 97,9 8,8 9,1 10,9 9,4 2,6 2,1 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Matemática Público Privado % 89,9 89,1 88,1 89,2 97,0 97,0 10,1 10,9 11,9 10,8 3,0 3,0 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Total Público Privado %
  22. 22. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 23 II. IDADE
  23. 23. II. IDADE 24
  24. 24. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 25 TII.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o grupo etário, por NUTS II (2010/2011) Grupo etário NUTS II Total < 30 anos 30-39 anos 40-49 anos ≥ 50 anos Continente 11 271 628 4 090 3 761 2 792 Norte 4 296 258 1 641 1 443 954 Centro 2 708 113 933 988 674 Lisboa 2 855 171 881 911 892 Alentejo 895 57 390 296 152 Algarve 517 29 245 123 120
  25. 25. II. IDADE 26 GII.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o grupo etário (2010/2011) 5,6% 36,3% 33,4% 24,8% Matemática < 30 anos 30-39 anos 40-49 anos ≥ 50 anos 7,2% 32,3% 34,8% 25,7% Total < 30 anos 30-39 anos 40-49 anos ≥ 50 anos
  26. 26. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 27 GII.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o grupo etário, por NUTS II (2010/2011) 5,6 6,0 4,2 6,0 6,4 5,6 36,3 38,2 34,5 30,9 43,6 47,4 33,4 33,6 36,5 31,9 33,1 23,8 24,8 22,2 24,9 31,2 17,0 23,2 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Matemática < 30 anos 30-39 anos 40-49 anos ≥ 50 anos % 7,2 7,5 6,9 6,5 8,9 6,7 32,3 35,8 30,9 26,0 36,1 40,9 34,8 34,6 37,2 34,0 34,1 30,0 25,7 22,1 25,1 33,5 21,0 22,5 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Total < 30 anos 30-39 anos 40-49 anos ≥ 50 anos %
  27. 27. II. IDADE 28 GII.3 Índice de envelhecimento3 dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, por NUTS II (2010/2011) 117,8 92,0 123,7 180,2 83,5 87,2 0 50 100 150 200 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Total 3 Para a definição da índice de envelhecimento, consultar as notas técnicas presentes na Introdução 110,7 89,2 139,8 156,8 61,3 78,4 0 50 100 150 200 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Matemática
  28. 28. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 29 TII.2 Distribuição etária dos professores de matemática, segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino, por NUTS II (2010/2011) Grupo etário NUTS II Total Público Privado dependente do estado Privado independente Total < 30 anos 30-39 anos 40-49 anos ≥ 50 anos Total < 30 anos 30-39 anos 40-49 anos ≥ 50 anos Total < 30 anos 30-39 anos 40-49 anos ≥ 50 anos Total < 30 anos 30-39 anos 40-49 anos ≥ 50 anos Continente 11 271 628 4 090 3 761 2 792 10 279 437 3 593 3 573 2 676 570 131 280 112 47 422 60 217 76 69 Norte 4 296 258 1 641 1 443 954 3 903 168 1 440 1 376 919 214 58 95 47 14 179 32 106 20 21 Centro 2 708 113 933 988 674 2 412 60 772 930 650 287 52 154 58 23 9 1 7 - 1 Lisboa 2 855 171 881 911 892 2 586 131 763 854 838 52 17 20 6 9 217 23 98 51 45 Alentejo 895 57 390 296 152 872 52 376 294 150 17 4 11 1 1 6 1 3 1 1 Algarve 517 29 245 123 120 506 26 242 119 119 - - - - - 11 3 3 4 1
  29. 29. II. IDADE 30 GII.4 Índice de envelhecimento dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, segundo a natureza do estabelecimento de educação e ensino, por NUTS II (2010/2011) 131,2 108,6 189,0 178,3 64,7 80,4 24,1 15,7 17,4 54,5 12,5 20,0 0 50 100 150 200 250 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Matemática Público Privado 136,6 108,0 155,3 207,3 87,5 88,1 36,3 29,3 23,7 65,7 22,1 62,5 0 50 100 150 200 250 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Total Público Privado
  30. 30. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 31 III. GÉNERO
  31. 31. III. GÉNERO 32
  32. 32. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 33 TIII.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o sexo, por NUTS II (2010/2011) Sexo NUTS II Total Masculino Feminino Continente 11 271 3 013 8 258 Norte 4 296 1 107 3 189 Centro 2 708 733 1 975 Lisboa 2 855 719 2 136 Alentejo 895 272 623 Algarve 517 182 335
  33. 33. III. GÉNERO 34 GIII.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o sexo (2010/2011) 73,3% 26,7% Matemática Feminino Masculino 70,5% 29,5% Total Feminino Masculino
  34. 34. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 35 GIII.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o sexo, por NUTS II (2010/2011) 73,3 74,2 72,9 74,8 69,6 64,8 26,7 25,8 27,1 25,2 30,4 35,2 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Matemática Feminino Masculino % 70,5 70,0 70,2 72,6 69,2 65,9 29,5 30,0 29,8 27,4 30,8 34,1 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Total Feminino Masculino %
  35. 35. IV. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS 36
  36. 36. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 37 IV. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS
  37. 37. IV. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS 38
  38. 38. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 39 TIV.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo as habilitações académicas, por NUTS II (2010/2011) Habilitações académicas NUTS II Total Doutoramento/ Mestrado Licenciatura ou Equiparado Bacharelato/ Outras Continente 11 271 875 10 087 309 Norte 4 296 365 3 816 115 Centro 2 708 239 2 404 65 Lisboa 2 855 180 2 585 90 Alentejo 895 57 813 25 Algarve 517 34 469 14
  39. 39. IV. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS 40 GIV.1 Distribuição das habilitações académicas dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%) (2010/2011) 2,7% 89,5% 7,8% Matemática Bacharelato/Outras Licenciatura ou equiparado Doutoramento/ Mestrado 4,5% 88,2% 7,3% Total Bacharelato/Outras Licenciatura ou equiparado Doutoramento/ Mestrado
  40. 40. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 41 GIV.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo as habilitações académicas, por NUTS II (2010/2011) 2,7 2,7 2,4 3,2 2,8 2,7 89,5 88,8 88,8 90,5 90,8 90,7 7,8 8,5 8,8 6,3 6,4 6,6 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Matemática Bacharelato/ Outras Licenciatura ou equiparado Doutoramento/ Mestrado % 4,5 3,7 4,7 4,9 5,1 6,2 88,2 88,3 87,6 88,3 89,3 87,9 7,3 7,9 7,7 6,8 5,6 5,8 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Total Bacharelato/ Outras Licenciatura ou equiparado Doutoramento/ Mestrado %
  41. 41. V. FUNÇÕES EXERCIDAS 42
  42. 42. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 43 V. FUNÇÕES EXERCIDAS
  43. 43. V. FUNÇÕES EXERCIDAS 44
  44. 44. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 45 TV.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o tipo de funções exercidas, por NUTS II (2010/2011) Tipo de Funções NUTS II Total Funções letivas Funções não letivas Continente 11 271 9 534 1 737 Norte 4 296 3 641 655 Centro 2 708 2 261 447 Lisboa 2 855 2 500 355 Alentejo 895 717 178 Algarve 517 415 102
  45. 45. V. FUNÇÕES EXERCIDAS 46 GV.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o tipo de funções exercidas (2010/2011) 84,6% 15,4% Matemática Funçõeslectivas Funçõesnão lectivas 96,7% 3,3% Total Funçõeslectivas Funçõesnão lectivas
  46. 46. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 47 GV.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o tipo de funções exercidas, por NUTS II (2010/2011) 84,6 84,8 83,5 87,6 80,1 80,3 15,4 15,2 16,5 12,4 19,9 19,7 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Matemática Funções letivas Funções não letivas % 96,7 97,0 96,0 97,3 95,6 96,9 3,3 3,0 4,0 2,7 4,4 3,1 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Total Funções letivas Funções não letivas %
  47. 47. V. FUNÇÕES EXERCIDAS 48
  48. 48. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 49 VI. COMPONENTE LETIVA
  49. 49. VI. COMPONENTE LETIVA 50
  50. 50. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 51 TVI.1 Distribuição dos professores de matemática com funções letivas, segundo a componente letiva semanal, por NUTS II (2010/2011) Componente letiva NUTS II Total ≤ 13 horas 14-19 horas ≥ 20 horas Continente 8 532 1 135 3 019 4 378 Norte 3 262 420 1 135 1 707 Centro 1 988 264 772 952 Lisboa 2 183 314 777 1 092 Alentejo 695 101 215 379 Algarve 404 36 120 248 Nota: Ensino Público do Ministério da Educação e Ciência
  51. 51. VI. COMPONENTE LETIVA 52 GVI.1. Distribuição dos professores de matemática com funções letivas e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário com funções letivas (%), segundo a componente letiva semanal (2010/2011) 13,3% 35,4% 51,3% Matemática ≤ 13 horas 14 - 19 horas ≥ 20 horas Nota: Ensino Público do Ministério da Educação e Ciência 16,2% 39,7% 44,0% Total ≤ 13 horas 14 - 19 horas ≥ 20 horas
  52. 52. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 53 GVI.2 Distribuição dos professores de matemática com funções letivas e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário com funções letivas (%), segundo a componente letiva semanal, por NUTS II (2010/2011) 13,3 12,9 13,3 14,4 14,5 8,9 35,4 34,8 38,8 35,6 30,9 29,7 51,3 52,3 47,9 50,0 54,5 61,4 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Matemática ≤ 13 horas 14 - 19 horas ≥ 20 horas 16,2 16,0 17,2 15,4 18,5 15,2 39,7 37,5 41,6 43,6 35,9 33,6 44,0 46,5 41,3 41,0 45,6 51,2 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Total ≤ 13 horas 14 - 19 horas ≥ 20 horas %% Nota: Ensino Público do Ministério da Educação e Ciência
  53. 53. VI. COMPONENTE LETIVA 54
  54. 54. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 55 VII. VÍNCULO CONTRATUAL
  55. 55. VII. VÍNCULO CONTRATUAL 56
  56. 56. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 57 TVII.1 Distribuição dos professores de matemática, segundo o vínculo contratual, por NUTS II (2010/2011) Vínculo NUTS II Total Quadro Contratados Continente 10 226 7 813 2 413 Norte 3 903 2 995 908 Centro 2 412 1 980 432 Lisboa 2 533 1 868 665 Alentejo 872 612 260 Algarve 506 358 148 Nota: Ensino Público do Ministério da Educação
  57. 57. VII. VÍNCULO CONTRATUAL 58 GVII.1 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o vínculo contratual (2010/2011) 76,4% 23,6% Matemática Do Quadro Contratados 70,6% 29,4% Total Do Quadro Contratados Nota: Ensino Público do Ministério da Educação
  58. 58. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 59 GVII.2 Distribuição dos professores de matemática e do total de professores do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário (%), segundo o vínculo contratual, por NUTS II (2010/2011) 76,4 76,7 82,1 73,7 70,2 70,8 23,6 23,3 17,9 26,3 29,8 29,2 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Matemática Do quadro Contratados % 70,6 68,7 75,2 71,9 67,0 63,6 29,4 31,3 24,8 28,1 33,0 36,4 0 20 40 60 80 100 Continente Norte Centro Lisboa Alentejo Algarve Total Doquadro Contratados % Nota: Ensino Público do Ministério da Educação
  59. 59. VII. VÍNCULO CONTRATUAL 60
  60. 60. PERFIL DO DOCENTE 2010/2011 – MATEMÁTICA 61

×