1261614021 portugal na_segunda_metade_do_seculo_xix

13.566 visualizações

Publicada em

1 comentário
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • A ducumento ate esta bom agora a grafica e a forma de escrever esta ma
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.566
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8.441
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
235
Comentários
1
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1261614021 portugal na_segunda_metade_do_seculo_xix

  1. 1. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX
  2. 2. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se…Só na segunda metade do século XIX voltou a haver paz e estabilidade no nos-so país que permitiram a tomada de medidas para a modernização da econo-mia ACTIVIDADES ECONÓMICAS No século XIX, a maior parte da população portuguesa dedicava-se à agricul- tura que se encontrava pouco desenvolvida – Agricultura de Subsistência
  3. 3. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… RAZÕES DO ATRASO DA MEDIDAS PARA DESENVOLVER A AGRICULTURA AGRICULTURA Reduzida área de cultivo Distribuição dos terrenos baldios pelos agricultores Excessiva concentração da terra Foi vendida parte das terras da co- roa, dos mosteiros e dos nobres Sobrecarga de impostos Redução dos impostos dos campo- neses Técnicas e instrumentos agrícolas Novos utensílios e máquinas agrí- antiquados colas (semeadoras, ceifeiras e de- bulhadoras mecânicas); novas * Falta de boas vias de comunicação Melhoria das vias de comunicação *Técnicas (adubos químicos e sementes seleccionadas), novas culturas Agrícolas (batata e arroz); técnica da alternância de culturas em vez do Pousio  AUMENTO DA PRODUÇÃO AGRÍCOLA; MAIS ALIMENTOS
  4. 4. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… A MODERNIZAÇÃO DA INDÚSTRIA Apesar de, no início do século XIX, Portugal ser um país essencialmente agrí- cola e de se continuar a utilizar a produção artesanal, importando-se de al- guns países da Europa, já industrializados, produtos industriais, a partir de 1853, a máquina a vapor começou a ser aplicada em algumas indústrias por- tuguesas Começou a produzir-se em maior quantidade (“produção em série”), em me- nos tempo, com menos trabalhadores e a um preço mais baixo, especializan- do-se cada operário apenas numa tarefa.
  5. 5. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… PRODUÇÃO ARTESANAL
  6. 6. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… PRODUÇÃO INDUSTRIAL
  7. 7. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… EXTRACÇÃO MINEIRAA industrialização intensificou a exploração mineira de matérias-primas, comoo ferro, o cobre e o carvão necessários para o fabrico e funcionamento das má-quinas, assim como para uso doméstico e público. Mina de Carvão Iluminação a gás
  8. 8. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… AS VIAS DE COMUNICAÇÃO E OS MEIOS DE TRANSPORTENo século XIX, a falta de boas vias de comunicação e meios de transporte tor-naram-se um obstáculo ao desenvolvimento económico do país. Por isso, so-bretudo no tempo do ministro FONTES PEREIRA DE MELO, construíram-semilhares de quilómetros de estradas e caminhos-de-ferro, pontes, túneis, esta-ções, portos, faróis Estação do Fontes Pereira Rossio Elevador de Santa Justa de Melo
  9. 9. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… AS VIAS DE COMUNICAÇÃO E OS MEIOS DE TRANSPORTE Farol do cabo de S. Vicente Farol da Barra - Aveiro
  10. 10. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… AS VIAS DE COMUNICAÇÃO E OS MEIOS DE TRANSPORTE Ponte de S. Luís Ponte de D. Maria
  11. 11. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… A modernização das vias de comunica- ção e dos meios de transporte trouxe vários benefícios: - A circulação de pessoas e de merca- dorias aumentou e passou a fazer-se com maior rapidez, conforto e seguran- ça. - As actividades económicas desenvol- veram-se. - Divulgaram-se informações e novas ideias. - As distâncias encurtaram-se
  12. 12. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… OUTROS MEIOS DE COMUNICAÇÃO 1850-60 Reforma dos Correios 1853 Criação dos primeiros selos postais adesivos 1854 Fundação do jornal Comércio do Porto 1857 Inauguração da rede pública do telégrafo eléctrico 1864 Fundação do jornal Diário de Notícias 1868 Fundação do jornal O Primeiro de Janeiro 1881 Fundação do jornal O Século 1882 Inauguração da primeira linha de telefone 1886 Inauguração da rede de telefones de Lisboa
  13. 13. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX O País moderniza-se… OUTROS MEIOS DE COMUNICAÇÃO
  14. 14. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX A População O CRESCIMENTO DA POPULAÇÃO A população portuguesa subiu mais na segunda metade do século XIX . CAUSAS: - Melhoria da alimentação (arroz, batata, mais área cultivada) - Melhoria das condições de higiene (água canalizada, esgotos, recolha do lixo, pa- vimentação das ruas nas cidades)
  15. 15. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX A População A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO A maior parte da população vivia no Litoral e a norte do rio Tejo, onde há relevo pouco acidentado, clima ameno, solos férteis, portos marítimos, mais actividades económicas, hos- pitais, escolas e boas vias de comunicação
  16. 16. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX A População MOVIMENTOS DA POPULAÇÃO MIGRAÇÕES INTERNAS A EMIGRAÇÃO O aumento da população e as má- Outros portugueses partiram para Á- quinas agrícolas provocaram o de- frica ou para a América do Norte. semprego no campo, verificando-se Mas, o destino preferido era o Brasil. assim um ÊXODO RURAL para o li- Alguns regressaram ricos à sua ter- toral,sobretudo Lisboa e Porto – MI- ra GRAÇÕES INTERNAS
  17. 17. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX A População A INFLUÊNCIA DAS IDEIAS LIBERAIS NOS DIREITOS HUMANOS 1852 Abolição da pena de morte para os crimes políticos Abolição da pena de morte para os crimes civis 1867 Extinção das “rodas dos enjeitados” nos mosteiros, passando as crianças abandonadas a serem recolhidas nos hospícios 1869 Abolição da escravatura em todos os domínios portugueses
  18. 18. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX A População AS IDEIAS LIBERAIS E O ENSINOPara garantir a instrução de todos os cidadãos, os governos liberais tomaram as se-guintes medidas: Ensino primário obrigatório e gratuito Criação de escolas normais para a formação de professores Alargamento do ensino liceal Criação de escolas de ensino técnico – industriais, comerciais e agrícolasApesar destas medidas, a maioria da população continuou analfabeta.
  19. 19. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX Aspectos da vida quotidiana COMO SE VIVIA NO CAMPO No final do século XIX, a maior parte da população vivia no campo e dedicava-se a uma agricultura de subsistência e à criação de gado. A maioria trabalhava terras que pertenciam à burguesia e à nobreza. Os camponeses continuavam a ter uma vida dura, pelo que muitos preferiram ir pa- ra as cidades e para o estrangeiro
  20. 20. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX Aspectos da vida quotidiana COMO SE VIVIA NA CIDADE As cidades também cresceram muito e modernizaram-se. Lá viviam todos os gru- pos sociais, com destaque para a burguesia. O povo desempenhava, nas cidades, a maior parte das actividades necessárias: a- guadeiros, operários, lavadeiras, vendedores ambulantes... A sua vida, apesar de algumas melhorias, continuava a ser dura – habitações pequenas, velhas e húmi- das, sem iluminação, esgotos ou água canalizada. A alimentação era pobre e pou- co variada
  21. 21. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX Aspectos da vida quotidiana COMO SE VIVIA NA CIDADE 1868 Fundação da Companhia das Águas e dos Bombeiros - Lisboa 1872 Inauguração da primeira linha do “americano” no Porto 1873 Inauguração da primeira linha do “americano” em Lisboa 1878 Inauguração da iluminação pública eléctrica em Lisboa 1882 Utilização da primeira linha de telefone de Lisboa 1891 Fundação da Companhia de Gás e Electricidade do Porto

×