TRABALHO DE 
GEOGRAFIA 
Pedro Henrique Adams de Oliveira 
Stephanie Muller 
Panambi, 
2014
A SECA NO NORDESTE 
A região Nordeste abriga 
metade da população pobre do país e é 
marcada pela sua variedade físico-cli...
CICLONES 
Ciclones tropicais são massas de ar com baixa pressão 
atmosférica que se movem sobre mares da região equatorial...
SNUC 
O Sistema Nacional de 
Unidades de Conservação foi criado em 
julho de 2000. A lei estabelece normas e 
critérios pa...
ARCO DO DESMATAMENTO
HOTSPOTS 
O conceito de hotspots foi criado em 1988 pelo ecólogo 
inglês Norman Myers para classificar as áreas mais impor...
A AMAZÔNIA LEGAL 
Em 06 de janeiro de 1953, o governo de Getúlio Vargas criou a 
partir da Lei n° 1806, a Amazônia Legal c...
DESLIZAMENTO E 
ESCORREGAMENTO DE SOLO 
● Fenômeno de ordem geológica e climatológica que inclui um largo 
espectro de mov...
SOLO DE MASSAPÊ E 
TERRA ROXA 
Solo de massapê: 
● Solo de cor bem escura, quase preta, encontrado na região litorânea do ...
SALMOURÃO 
● Constituído a partir da decomposição de rochas graníticas e gnaisses 
claros; 
● Encontrado ao longo das regi...
ARENIZAÇÃO 
● Conceito: Processo de retrabalhamento de depósitos arenosos pouco 
ou não consolidados, que acarreta, nessas...
Rio Grande do Sul: 
● Agente causador: presença da água através de processos de escoamento 
concentrado do tipo ravinas; 
...
Nordeste: 
● Núcleos de aridez decorrente dos sucessivos usos da terra, como a cultura do 
algodão (no passado) e a pecuár...
ATIVIDADES 
tropical 
elevadas verão 
savana alta 
diminuem 
aumenta 
equatorial 
o toda região 
dezembro maio 
elevadas 
...
4+8 = 12 
● 
●
REFERÊNCIAS 
SUA PESQUISA. Massapê. São Paulo, 2012. Disponível em: 
<http://www.suapesquisa.com/geografia/massape.htm>. A...
ORIENTAÇÕES 
- 2º slide = seca no nordeste (síntese e questoes) - 1 
- ciclones (catrina e brasil) – slide - 1 
- SNUC – s...
Arenização, Secas e Tipos De Solos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arenização, Secas e Tipos De Solos

900 visualizações

Publicada em

Trabalho de geografia onde são abordados os problemas da seca no nordeste e da arenização, além de uma abordagem sobre os tipos de solos,SNUC, Hotspots e Amazônia.

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
900
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arenização, Secas e Tipos De Solos

  1. 1. TRABALHO DE GEOGRAFIA Pedro Henrique Adams de Oliveira Stephanie Muller Panambi, 2014
  2. 2. A SECA NO NORDESTE A região Nordeste abriga metade da população pobre do país e é marcada pela sua variedade físico-climática. Porém, o destaque da região é a zona semi-árida, que periodicamente é castigada por secas que podem ser drásticas ou temporais. Quando uma seca drástica acontece, a pequena produção agrícola é perdida, a pecuária é fortemente prejudicada e as reservas de água superficiais ficam exauridas. Essa situação agrava o quadro histórico de pobreza da população, declarando estado de calamidade pública. Apesar da gravidade de seus efeitos, o enfrentamento da seca ainda é um grande desafio que exige esforços extraordinários de toda a população brasileira.
  3. 3. CICLONES Ciclones tropicais são massas de ar com baixa pressão atmosférica que se movem sobre mares da região equatorial da Terra. Eles formam-se quando a superfície do mar supera 26oC, o que faz com que a evaporação da água ocorra de forma mais rápida. O ar acima da superfície absorve o vapor e começa a subir em forma espiral, podendo atingir 120km/h. No Brasil, foi registrado a ocorrência de um ciclone extratropical no dia 27 de março de 2004, entre as regiões de Laguna (SC) e Torres (RS). O fenômeno foi chamado de Catrina e provocou tempestades e ventos de aproximadamente 150km/h, causando muitas mortes e destruição, num prejuízo aproximado de mais de R$ 1 bilhão.
  4. 4. SNUC O Sistema Nacional de Unidades de Conservação foi criado em julho de 2000. A lei estabelece normas e critérios para a criação, implantação e gestão das unidades da conservação brasileiras, visando o desenvolvimento sustentável e a conservação biológica, além de possuir objetivos como valorizar a biodiversidade, proteger a fauna e a flora, restaurar ecossistemas, incentivar pesquisas ambientais, promover o turismo ecológico e proteger os recursos naturais. A lei também estabelece duas categorias para as unidades de conservação: as Unidades de Proteção Integral e as Unidades de Uso Sustentável.
  5. 5. ARCO DO DESMATAMENTO
  6. 6. HOTSPOTS O conceito de hotspots foi criado em 1988 pelo ecólogo inglês Norman Myers para classificar as áreas mais importantes para preservação. Sendo assim, hotspots são áreas ou regiões que possuem uma alta biodiversidade que está ameaçada e precisa de ações de conservação com urgência. Existem também os corredores de biodiversidade, redes de parques, reservas e áreas de uso menos intensivo, que podem ultrapassar fronteiras nacionais. Os hotspots sofrem com o agressivo desmatamento, que acarretou o surgimento de ilhas de vegetação, nas quais uma pequena área florestal é cercada por cidades ou áreas agrícolas.
  7. 7. A AMAZÔNIA LEGAL Em 06 de janeiro de 1953, o governo de Getúlio Vargas criou a partir da Lei n° 1806, a Amazônia Legal com o objetivo de planejar e executar projetos econômicos mais eficazes na região. Simultaneamente foi criada a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM), organização responsável pela promoção da região. A Amazônia legal engloba a parte brasileira do bioma da Floresta Amazônica, o qual abrange os estados do Amazonas, Pará, Acre, , Amapá, Roraima, Rondônia, Tocantins, em sua totalidade e parte dos Estados do Maranhão (Nordeste) e Mato Grosso (Centro-Oeste). As principais atividades econômicas da Amazônia Legal são o extrativismo vegetal e a agropecuária, além de atividades industriais como a transformação do alumínio, no Pará e a "Zona Franca de Manaus", região onde a economia se baseia na indústria eletroeletrônica.
  8. 8. DESLIZAMENTO E ESCORREGAMENTO DE SOLO ● Fenômeno de ordem geológica e climatológica que inclui um largo espectro de movimentos do solo, tais como quedas de rochas, falência de encostas em profundidade e fluxos superficiais de detritos. ● Principais fatores de influência: -As encostas de rocha e solo são enfraquecidas por via da saturação com água proveniente do degelo ou de grandes chuvas; - Sismos criam tensões que levam à falência de encostas frágeis; -Maquinaria, o tráfego, explosões e mesmo trovões causam vibrações que podem acionar a falência de encostas frágeis. ● Aluimento: Tipo de deslizamento de terras sobre outro local de menor altitude, que pode ser provocado pelo avanço dos glaciares, por chuva intensa ou por um terremoto.
  9. 9. SOLO DE MASSAPÊ E TERRA ROXA Solo de massapê: ● Solo de cor bem escura, quase preta, encontrado na região litorânea do nordeste brasileiro; ● Muito fértil e, portanto, excelente para a prática da agricultura; ● No período colonial, foi muito explorado na agricultura de cana-de-açúcar; ● Elevada presença de argila; ● Na época úmida, o massapé apresenta uma consistência pegajosa e no período de seca ele fica rígido. Solo de terra roxa: ● Bastante fértil; ● Resultado de milhões de anos de decomposição de rochas de arenito-basáltico originadas do maior derrame vulcânico (derrame de trapp); ● Aparência “vermelho-roxeada” inconfundível, devida a presença de minerais, especialmente Ferro; ● Encontrado nos estados do RS, PR, SP, SC e MT; ● No século XX foram plantadas nestes domínios, várias grandes lavouras de café, fazendo com que surgisse várias ferrovias.
  10. 10. SALMOURÃO ● Constituído a partir da decomposição de rochas graníticas e gnaisses claros; ● Encontrado ao longo das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil; ● Solo areno-argiloso; ● Segundo tipo de solo, em extensão. encontrado no Brasil; ● A fruticultura é muito indicada para este tipo de solo, mas a cana-de-açúcar, o café, o fumo, girassol, trigo ( nas regiões temperadas) , alfafa, milho, mandioca se adaptam muito bem.
  11. 11. ARENIZAÇÃO ● Conceito: Processo de retrabalhamento de depósitos arenosos pouco ou não consolidados, que acarreta, nessas áreas, dificuldade de fixação da vegetação da cobertura vegetal devido à intensa mobilidade de sedimentos pela ação das águas e dos ventos.
  12. 12. Rio Grande do Sul: ● Agente causador: presença da água através de processos de escoamento concentrado do tipo ravinas; ● Mudanças climáticas ao longo da formação da paisagem Pampeana influenciaram na formação de areais; ● Esse fenômeno provocado pela ação antrópica ocasiona uma mudança da paisagem e dificulta o desenvolvimento das práticas agrícolas, além disso, compromete o ecossistema das áreas atingidas; ● Municípios afetados: Alegrete, Cacequi, Itaqui, Maçambará, Manoel Viana, Quaraí, Rosário do Sul, São Borja, São Francisco de Assis e Unistalda; ● Total de areais registrados é de 36,70 quilômetros quadrados ou 3670 hectares; ● Transformação de significativas propriedades, antes pastoris, em áreas de plantio de eucalipto.
  13. 13. Nordeste: ● Núcleos de aridez decorrente dos sucessivos usos da terra, como a cultura do algodão (no passado) e a pecuária extensiva de caprinos (mais recentemente); ● Parque estadual do Jalapão – TO: vegetação no parque é predominantemente a de cerrado ralo e a de campo limpo com veredas.
  14. 14. ATIVIDADES tropical elevadas verão savana alta diminuem aumenta equatorial o toda região dezembro maio elevadas Janeiro julho caatinga Tropical úmido Mata Atlântica Semi árido Caatinga Semi árido Caatinga Tropical Cerrado Subtropical araucárias pampas
  15. 15. 4+8 = 12 ● ●
  16. 16. REFERÊNCIAS SUA PESQUISA. Massapê. São Paulo, 2012. Disponível em: <http://www.suapesquisa.com/geografia/massape.htm>. Acesso em: 12 junho 2014 WIKIPÉDIA. Deslizamento de terra. São Paulo, 2014. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Deslizamento_de_terra>. Acesso em: 12 junho 2014 SÓ BIOLOGIA. Tipos de solo. Disponível em: <http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Solo/Solo8.php>. Acesso em: 12 junho 2014 MUNDO EDUCAÇÃO. Os solos brasileiros. São Paulo, 2013. Disponível em: <http://www.mundoeducacao.com/geografia/os-solos-brasileiros.htm>. Acesso em: 12 junho 2014 INFO ESCOLA. Amazônia legal. Disponível em: <http://www.infoescola.com/ecologia/amazonia-legal/>. Acesso em: 12 junho 2014 SIGNIFICADOS. Significados de Amazônia legal. Disponível em: <http://www.significados.com.br/amazonia-legal/>. Acesso em: 12 junho 2014
  17. 17. ORIENTAÇÕES - 2º slide = seca no nordeste (síntese e questoes) - 1 - ciclones (catrina e brasil) – slide - 1 - SNUC – slide - 1 - Arco do desmatamento -> sublinhar - Hotspots = slide - 1 - A amazonia legal - síntese e mapa = 2 slides - Deslizamentos e escorregamento de solo– conceituar = 1 slide - 2 slides para conceituar solo de massapê e terra roxa(1), salmourão(2) – caract. E local. - Arenização no RS (trabalhar muito bem) e Nordeste, citar jalapão no TO – 3 slides. http://www.ufrgs.br/areais-pampa/p_publica.htm -- 2º http://www.youtube.com/watch?v=V-_4zY6pxsw http://www.ihu.unisinos.br/entrevistas/29691-arenizacao-no-rs-um-problema- que-cresce-entrevista-especial-com-dirce-suertegaray

×