Onde os fins do mundo xapuri giz foster 27out11a

547 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
547
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Onde os fins do mundo xapuri giz foster 27out11a

  1. 1. Contexto regional – A Fronteira Tri-nacional na Amazônia Sul- Ocidental ou Onde os Fins do Mundo se Transformaram no Centro do Universo. Foster Brown, WHRC/UFAC Reunião – GIZ Xapuri, Acre 27out11
  2. 2. Esta palestra é uma visão parcial do assunto e incompleta. Apresentação em português, español e inglês
  3. 3. <ul><li>pa.ra. dig .ma , masculino </li></ul><ul><li>um modelo ou exemplo </li></ul><ul><li>(...) </li></ul><ul><li>um modo de se pensar sobre, encarar algo ou agir de acordo com algum contexto </li></ul><ul><li>4. (...) </li></ul>http://pt.wiktionary.org/wiki/paradigma#Substantivo
  4. 4. Exemplo de uma mudança de paradigma. http://consumercentric.biz/wordpress/?p=106 “ Uma Troca de Paradigma!”
  5. 5. . <ul><ul><li>Alguns dizem que é o fim do mundo… </li></ul></ul><ul><ul><li>outros dizem que é o centro do universo. </li></ul></ul>
  6. 6. http://www.le.ac.uk/ph/faulkes/web/images/hubble_deep_field.jpg Amazônia Sul-Ocidental está aquí (usando imaginação).
  7. 7. http://boojum.as.arizona.edu/~jill/NS102_2006/Lectures/MilkyWay/milkywayimage.jpg Amazônia Sul-Ocidental está aquí.
  8. 8. http://www.open.ac.uk/science/pssri/__assets/zd6f8yul5e63g1ozmz.jpg Amazônia Sul-Ocidental está aquí.
  9. 9. Amazônia Sul-Ocidental está aquí.
  10. 10. Amazônia Sul-Ocidental está aquí. http://visibleearth.nasa.gov/view_rec.php?id=174
  11. 11. http://earthobservatory.nasa.gov/Features/BlueMarble/Images/BlueMarble_2005_SAm_09_4096.png Amazônia Sul-Ocidental está aquí. Parte chave do motor de calor da Terra e do ciclo global de água. ~100 Gigatoneladas de carbono estocado na biomassa e solos. (Malhi et al. 2008)
  12. 12. Centro da Amazônia Sul-Ocidental
  13. 13. Centro da Amazônia Sul-Ocidental, onde Bolivia, Brasil, and Peru se encontram: A Região M adre de Dios- A cre- P ando ou MAP . Acre, Brasil Madre de Dios, Peru Pando, Bolivia
  14. 14. Por que leva tanto tempo localizando a Amazônia Sul-Ocidental? Uma lembrança que não existe um Planeta B se nossos experimentos globais e regionais deram errados. http://www.flickr.com/photos/350org/4038754835/in/set-72157622455212282/ Christchurch, New Zealand.
  15. 15. Mudança de paradigmas <ul><li>Estamos fazendo experimentos ? </li></ul><ul><li>Fim do mundo: quem cuida? </li></ul><ul><ul><li>Centro do mundo: quem decide que é? </li></ul></ul><ul><ul><li>Por que não tratar a Amazônia Sul-Ocidental como centro do mundo/universo? E todos outros pontos da Terra assim? </li></ul></ul><ul><ul><li>Na década de 1990 – evidente que ia ter ligações via estradas com o Pacifico. </li></ul></ul>
  16. 16. Estrada Inapari – Iberia 2nov99, feito para pavimentação.
  17. 17. Encontro de Universidades para Desenvolver um Programa de Mudanças Globais Relacionadas ao Uso da Terra na Amazônia Sul-Ocidental junho 1999 -17 instituições
  18. 18. DECLARAÇÃO DE RIO BRANCO SOBRE MUDANÇAS GLOBAIS – 25jun99 <ul><li>Incorporar, no âmbito acadêmico, o tema Mudanças Globais nas disciplinas afins. </li></ul><ul><li>Promover o desenvolvimento de estudos multidisciplinares e inter-institucionais assegurando a incorporação dos aspectos biofísicos e sócio-econômicos, enfatizando a pesquisa, a capacitação e a disseminação de forma integrada. </li></ul><ul><li>Considerar os conhecimentos tradicionais nos estudos científicos , de forma a reconhecer a contribuição dos diversos atores regionais, respeitando seus direitos intelectuais. </li></ul><ul><li>Fortalecer as relações acadêmicas e institucionais entre os Países Amazônicos, levando em consideração os aspectos biofísicos e sócio-culturais de cada país. </li></ul><ul><li>Estimular a disseminação dos avanços científicos , de importância à temática Mudanças Globais, a todos os segmentos da sociedade, nos níveis político, acadêmico e das comunidades locais. </li></ul><ul><li>Mais facil escrever do que fazer…. Houve avanços, mas não suficientes . </li></ul>
  19. 19. Corredor Econômico Acre-Pando-Madre de Dios, Macroregião Sul e o Desenvolvimento da Amazônia 23 de agosto de 2003
  20. 20. Novos Desafios - 2004
  21. 21. <ul><li>P </li></ul>Redução de riscos de desastres como parte de ordenamento territorial. Madre de Dios Pando Producto do seminario 03out07
  22. 22. LA “CONSTRUCCIÓN” DE LA REGIÓN TRINACIONAL MAP FILOSOFÍA E INTERVENCIÓN DE LA INICIATIVA MAP EL SISTEMA MAP Guillermo Rioja Ballivián
  23. 23. EL MAP ¿Región? ¿Iniciativa? ¿Constructo? “ Caminante, no hay camino. Se hace camino al andar.” Antonio Machado
  24. 24. ¿Han oído ustedes algo sobre la región ROBEPA? (Rondonia, Beni y Pando) ¿O algo sobre la región UCACMAD? (Ucayali, Acre, Madre de Dios) ¿O sobre la región MADPARO? (Madre de Dios, Pando, Rondonia)
  25. 25. Esas “regiones” no han sido aún “construídas” por ninguna “iniciativa”
  26. 26. La &quot;región MAP&quot; es un constructo de un grupo generador de personas (&quot;iniciativa MAP&quot;) que se adscriben a la idea buscando maneras de aplicar - en los hechos - el concepto de Desarrollo Sostenible . Por el contrario …
  27. 27. La Iniciativa MAP toma cuerpo en instituciones de la región que empiezan a unir esfuerzos mediante intercambios de información y elaboración de proyectos bi y trinacionales, en pequeños foros llamados &quot;minimaps&quot;.
  28. 28. Algunas actividades en la Región MAP ligadas a cambios climáticos
  29. 29. Oeste de Montevideo y Plácido de Castro, 09ago06. Colaboración boliviano-brasileña, municipal-estadual Resultado del mini-MAP Defensa Civil y Quemas
  30. 30. <ul><li>Minimap </li></ul><ul><li>Cuencas </li></ul><ul><li>Resultado reciente: mediando negociaciones sobre la pesca en el Rio Acre. </li></ul>
  31. 31. Taller 16 y 17 de mayo de 2007 – Pucallpa sobre cambio climático. Con apoyo de GIZ (GTZ).
  32. 32. Recomendaciones (19) 16 y 17 de maio de 2007 www.map-amazonia.net Forum Comite Cientifico
  33. 33. En el ámbito político y socio-económico <ul><li>Los gobiernos nacionales y locales, unidos en una alianza amazónica, deben generar una propuesta común con la finalidad de buscar compensación financiera por la reducción de las emisiones de gases de efecto invernadero (GEI) provenientes de la deforestación ; esta propuesta debe concretarse antes de la reunión de la Conferencia de las Partes del Convenio Marco de Cambio Climático de las Naciones Unidas (COP-14) en diciembre de 2007 en Bali, Indonesia. </li></ul><ul><li>2. Los gobiernos nacionales y locales, unidos en una alianza amazónica, deben desarrollar sistemas de compensación por servicios ambientales al interior de los países y entre éstos, como por ejemplo, los recursos hídricos en cuencas transfronterizas. </li></ul>Mudança de paradigma?
  34. 34. En el ámbito de los derechos humanos de saber y participar <ul><li>(…) </li></ul><ul><li>8. Los actores sociales locales deben ser informados sobre los impactos del cambio climático, respetando su libre determinación . </li></ul>
  35. 35. Cambios climáticos y pueblos indígenas, Cobija, 13nov09 Ana Lucia Reis, Alcaldesa de Coibja, Participó en Pucallpa
  36. 36. Capacitación de las defensas civiles para un sistema de alerta temprana frente a desastres naturales Fev 2010 <ul><li>Curso de Hidroestimador </li></ul>Grupo de trabajo de alerta temprana trinacional funcionando en alertas de sequías, incendios e inundaciones
  37. 37. El Bosque de los Niños BONI Una idea que nasció en Peru >> Brasil y Bolivia >> Peru Un proyecto de educación trinacional adecuado a las características locales para mantener el ambiente. Bolivia Brasil Perú Humaita, RESEX CM, Acre, jul08
  38. 38. Derechos Humanos y Cambios Climáticos A Gazeta, p. 2, 10dic08 Mini-MAP Derechos Humanos Ibéria 27sep08
  39. 39. MiniMAP direitos humanos – 13abr11 – a situação dos haitianos, Iñapari, Peru
  40. 40. Reunião das Defesas Civis do Acre e Pando sobre as queimadas, 25fev11
  41. 41. Curso sobre mudanças climáticas para técnicos dos três paises, 18fev11 Foto: J. Messias
  42. 42. Experimentos na Amazônia Sul-Ocidental?
  43. 43. Região MAP: Experimentos de mega-projetos para energia e transporte. (sources: M. Steinenger/ NASA, various) Beni Cobija Rondônia Pando Lago Titicaca Acre Puerto Maldonado Rio Branco Estrada a Cruzeiro do Sul US$ 250 milhões UHE Inambari 2,000 MW US$ 4 bilhões. Iberia Estrada Iñapari- Pacific– US$ 810 milhões UHE St. Antonio 3,600 MW UHE Jirau 3,900 MW UHE Binational 3,000 MW US$ 10 bilhões Estrada Guayaramerin- Yucumo US$460 milhões 4,000 km de Rios Navegaveis Cachuela Esperanza 1,000 MW
  44. 44. Inambari Cachuela Esperanza Binacional Sto. Antonio Jirau Experimento de 15+ bilhões de dolares de usinas hidroelétricas na Amazônia Sul-Occidental. Rio Branco Cobija Puerto Maldonado ACRE MADRE DE DIOS PANDO
  45. 45. Arraut et al. 2011. Aerial Rivers and Lakes: looking at large scale moisture transport, its relation to Amazonia and to Subtropical Rainfall in South America. Journal of Climate. MAP Reciclagem via florestas
  46. 46. CATT_BRAMS Análise Inicializada em: 07/9/2011, 00 UTC (Wednesday) Válida para: 07/9/2011, 03 UTC (Wednesday) Linhas Corrente e Magnitude do Vento em 850 hPa - [m/s] Nivel0 O vento fazendo a curva MAP
  47. 47. Fumaça o dia 23ago10 – indo para o sul http://earthobservatory.nasa.gov/ IOTD/view.php?id=45449 Acre BOLIVIA Porto Velho Rio Branco La Paz
  48. 48. Fumaça de desmatamento e queima de pastos vai além da Amazonia. Este mesmo sistema de transporte traz ~60% da chuva de verão da Amazônia ao sul da America do Sul. (Artaxo Neto, unpubl.)
  49. 49. Revancha dos bolivianos: Fumaça trans-fronteiriça. Exemplo: 25set07 – friagem.
  50. 50. Produtividade primaria terrestre da Terra está baixando – 2000-2009 Mirar la Región MAP
  51. 51. Foco desta secas: Amazônia Sul-Occidental, ACRE. 2005 2010
  52. 52. Perturbação humana do ciclo global de carbono
  53. 53. Atrás para o futuro <ul><li>Ciclo de carbono perturbação continua: 12-18% emissões oriundo de desmatamento tropical, 80+% queima de combustivel fossil. </li></ul><ul><li>A Região MAP tem ~5 bilhões de toneladas de carbono em biomassa viva. Discussão sobre R edução de E missóes oriundas de D esmatamento e D egradação Florestal ( REDD ) – Acre com MOU com a California para discutir créditos de carbono. </li></ul><ul><li>Já estamos sofrendo perturbações no clima na Região MAP. </li></ul>
  54. 54. e observações locais?
  55. 55. Feijó, Acre, Brasil 20-21 de março de 2009
  56. 56. Preocupações da Aldeia Nova Vida Shanenawa, 20mar09
  57. 57. Algumas observações de castaneiros e seringueros de Madre de Dios, Acre y Pando – 19Oct10 , Iberia, Madre de Dios.
  58. 58. Madre de Dios
  59. 59. Acre
  60. 60. Pando
  61. 61. Comunidades rurais estão observando perturbações climáticas. A vulnerabilidade social a estas perturbações está aumentando.
  62. 62. A história do ano 2005 na Amazônia Sul-Ocidental – seca, fogo e fumaça Um possível futuro para as sociedades e florestas da região? 5oct07 Perto de Xapuri, Acre
  63. 63. A Seca na Amazonia do ano 2005 (2008, Journal of Climate) José A, Marengo*, Carlos A, Nobre*, Javier Tomasella*, Marcos D, Oyama**, Gilvan Sampaio de Oliveira*, Rafael de Oliveira*, Helio Camargo*, Lincoln M, Alves*, Irving F, Brown*** *CPTEC/INPE, São Paulo, Brazil ** CTA/IAE, São Paulo, Brazil ***WHRC/UFAC
  64. 64. Meio dia, Acrelândia, 17set05 FUEGO PROPAGANDOSE DENTRO DEL BOSQUE
  65. 65. 21 de septiembre de 2005 15 a 26 de maio de 2006 Trem de conhecimento – Foster Brown
  66. 66. Fogo na floresta 27Set05 >1 km Sem trilhas de acesso Como combater? Foram Deus e as chuvas que apagaram os incêndios.
  67. 67. Xapuri 21ago05 5 km Xapuri CBERS_180_112 UFAC/PZ/SETEM/WHRC 30out05
  68. 68. Xapuri 12out05 5 km Xapuri CBERS_180_112 UFAC/PZ/SETEM/WHRC 30out05
  69. 69. Florestas afetadas por incêndios detectados via imagens en 2005 <ul><li>Acre: > 267.000 ha </li></ul><ul><li>Pando: > 120.000 ha </li></ul><ul><li>Madre de Dios: >> 20.000 ha </li></ul><ul><li>Total: > 400.000 ha </li></ul><ul><li>Se la perdida de servicios ambientales sea igual a multa en Acre de 500 dolares /ha, la Región MAP empobreció 200 milhões de dólares en 2005. </li></ul>
  70. 70. También, hay impactos de inundaciones
  71. 71. 17feb06 p.1
  72. 72. Erosión – Rio Tahuamanu, Peru 18 de diciembre de 2008
  73. 73. Lista de eventos extremos – últimos sete anos. <ul><li>2005: Incêndios florestais na região MAP: >470.000 ha. Multa como indicador de perda de serviços ambientais – R$ 470 milhões de empobrecimento </li></ul><ul><li>2006: Inundação em Rio Branco: ~R$ 30 milhões de danos. </li></ul><ul><li>2007: Incêndios florestais em Manuripi, Pando, Bolivia. </li></ul><ul><li>2009: Inundações em Rio Branco, R$30 mi. </li></ul><ul><li>2010: Inundações em Rio Branco, R$ 30 mi. </li></ul><ul><li>2010: Incêndios florestais e queimadas: 168.000 ha. </li></ul><ul><li>2011: Inundações em Rio Branco, R$ 40 mi. </li></ul>
  74. 74. Secas como as de 2005 e 2010 podem ficar mais frequentes com o aumento de gás carbônico na atmosfera. Cox et al. (2008) Nature.
  75. 75. Desafio: adaptação a perturbações climáticas já existentes na Amazônia Sul-ocidental. Uma mudança de paradigma?
  76. 76. Acre: um lider mundial em iniciativas subnacionais para pagamento de serviços ecossistêmicos/ambientais. Uma mudança de paradigma?
  77. 77. Valorização do Ativo Ambiental Programa de Recuperação de Áreas Alteradas Programa do Ativo Florestal Projeto de Reflorestamento (Floresta Plantada) Projeto de Recomposição de Áreas Alteradas Projeto de Certificação da Propriedade Projeto de Pagamento Por Serviços Ambientais Projeto de Gestão Florestal Propriedades Agroflorestais Manejo Florestal de Uso Múltiplo Manejo Florestal de Uso Múltiplo Proteção Integral Agricultura e Pecuária Intensa Projeto de Regularização Ambiental
  78. 78. Incentivos aos ServiçosAmbientais (ISA) AÇÕES DE FISCALIZAÇAO E CONTROLE Reestruturação produtiva propriedade Valorização e Uso das Florestas Proteção Florestas Aumento de produtividade e renda de cadeias agropecuárias e florestais Provisão do Serviço Ambiental Redução da pressão sobre a floresta Geração de créditos de carbono Venda de Créditos nos mercados Pagamento de Serviços Ambientais INCENTIVOS Projeto PSA Carbono
  79. 80. Proyecto de Declaración Universal de Derechos de la Madre Tierra <ul><li>Artículo 3: Obligaciones de los seres humanos con la Madre Tierra </li></ul><ul><li>1. Los seres humanos, todos los Estados, y todas las instituciones públicas y privadas deben: </li></ul><ul><ul><li>6. respetar, proteger, conservar, y donde sea necesario restaurar la integridad de los ciclos, procesos y equilibrios vitales de la Madre Tierra ; </li></ul></ul>http://cmpcc.org/2010/04/24/conclusiones-finales-grupo-de-trabajo-3-derechos-de-la-madre-tierra/#more-1816 ACESO: 19MAYO10
  80. 81. ¿Ciclos vitales? <ul><li>Ciclo de água </li></ul><ul><li>Ciclo de carbono </li></ul><ul><li>Ambos ligado a clima. </li></ul><ul><li>Ambos sendo perturbados. </li></ul>
  81. 82. Direitos da Mãe Terra ou do ciclo de água? Absurdo? Essencial? Ambos? Uma mudança de paradigma?
  82. 83. Processos que vão influenciar a busca de soluções na região. <ul><li>Migrações </li></ul><ul><ul><li>Rural>>urbano e visa versa </li></ul></ul><ul><ul><li>Intra-pais (exemplo Rondonia, Acrelandia, Madre de Dios) </li></ul></ul><ul><ul><li>Internacionais – haitianos, bolivianos, nigerianos, etc. </li></ul></ul><ul><li>Estrada/Ferrovia Cruzeiro do Sul – Pucallpa, Ucayali (MAP-U). </li></ul><ul><li>Petroleo, Ouro, Creditos de carbono. </li></ul><ul><li>Linhões de alta tensão de usinas hidroeletricas . </li></ul><ul><li>Aumenta em frequencia e magnitude de eventos climáticos extremos. </li></ul>
  83. 84. A Região MAP se transforma em porta de entrada para migrantes e refugiados ao Brasil Sáb, 09 de Julho de 2011 A Gazeta. GOLBY PULLIG
  84. 85. Atualmente mais de 200 haitianos esperando documentação em Brasileia/Epitaciolandia. Ginásio, Epitaciolandia, 04ago11
  85. 86. No só haitianos, homens de Bangladesh, Nigeria, etc. Ginásio, Epitaciolandia, 04ago11
  86. 87. Conclusões <ul><li>Tomar cuidado com desejos. O centro de universo tem seus problemas também. </li></ul><ul><li>Estamos no meio de uma série de experimentos regionais e globais que atravessem fronteiras. </li></ul><ul><li>Perturbações climáticas são uma realidade que já está afetando a região trinacional, afetando florestas e produtores rurais, especialmente. </li></ul><ul><li>Direitos humanos, especialmente de migrantes/ refugiados, já é um assunto crítico na região . </li></ul><ul><li>Paradigmas estão se transformando. Se preparem para trocá-los. Se não, vamos criar soluções do século 20 para problemas do século 21. </li></ul>
  87. 88. Obrigado. Estamos juntos nesta viagem ao futuro. <ul><li>Foster Brown </li></ul><ul><li>WHRC/UFAC </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>Tele: 068-9984-0336 </li></ul>Subindo o Rio Envira Feijo, Acre 08mai11

×