Tipos de Exploração Estabelecimentos Hoteleiros

1.090 visualizações

Publicada em

Tipos de Exploração

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.090
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tipos de Exploração Estabelecimentos Hoteleiros

  1. 1. Tipos de Exploração Estabelecimentos Hoteleiros 1 Paulo Lopes_Exploração Hoteleira
  2. 2. Agenda 2 • Introdução • Objectivos • Estabelecimentos Hoteleiros • Gestão Directa • Franchising • Contratos de Gestão • Consortia • Conclusão • Bibliografia
  3. 3. Introdução 3 As empresas que pretendem entrar num determinado sector de actividade deverão conhecer quais as características, vantagens e desvantagens associadas a cada modelo de negócio, para que melhor possa definir a sua entrada no mercado. Na área do turismo e hotelaria evolução tem sido constante e rápida, tem-se assistido nos últimos tempos uma separação entre os proprietários e gestão de activos. O promotores imobiliários pretendem assim desenvolver o negócio utilizando o Knwo-How alheio. Esta separação contribui para uma maior flexibilidade entre os gestores e promotores.
  4. 4. Objectivos 4 Gerais Tomar conhecimento dos diversos tipos de contratos de gestão Específicos No final desta formação os formandos deverão ser capazes de enumerar as vantagens e desvantagens de cada tipo de contrato
  5. 5. Estabelecimento Hoteleiro “São estabelecimentos hoteleiros os empreendimentos turísticos destinados a proporcionar, mediante remuneração, serviços de alojamento e outros serviços acessórios ou de apoio, com ou sem fornecimento de refeições, e vocacionados a uma locação diária.” Fonte: Turismo Portugal (Decreto Lei 39/2008) 5
  6. 6. Gestão Directa Conceito O proprietário gere o negócio criando a sua própria marca Vantagens Gestão Própria Independência e liberdade no desenvolvimento de conceitos Margens de gestão maiores 6
  7. 7. Gestão Directa Desvantagens Custos elevados no desenvolvimento do negócio Riscos associados à gestão imobiliária Notoriedade reduzida ou mesmo local 7
  8. 8. Franchising Conceito O franqueador utiliza e explora o nome e know-how de uma marca pagando para isso fees ou royalties ao franqueador Vantagens Notoriedade garantida Ferramentas de gestão optimizadas Garantia de canais de distribuição Implementação do know-how e manual de procedimentos 8
  9. 9. Franchising Desvantagens Custos elevados de imagem se opção errada para o mercado alvo Sem garantia de sucesso Assunção de custos com gestão de membership Perda de liberdade e flexibilidade na gestão do produto e conceitos 9
  10. 10. Contratos de Gestão Conceito Empresa que efectua a gestão operacional sendo ela propriedade de outra empresa Vantagens Aquisição de conhecimentos operacionais Notoriedade da marca que efectua a gestão Aumento dos níveis e controlo de qualidade Gestão profissional e acesso a crédito 10
  11. 11. Contratos de Gestão Desvantagens Reduz controlo operacional Venda da propriedade torna-se mais difícil Responsabilidade por prejuízos Responsabilidade por despesas Custos de gestão ( FEE e Incentive FEE) 11
  12. 12. Consortia Conceito Propriedades privadas que se juntam de forma a procurarem conjuntamente recursos para a sua unidade Existem cinco tipos de consortia Marketing Marketing e compras Sistemas de reservas Referral Pessoal e formação 12
  13. 13. Conclusão Como se pode verificar existem diversos modelos passíveis de aplicar a cada negócio; através dos exemplos foi possível verificarmos que dependendo do promotor e dos seus objectivos económico-financeiros, existem modelos mais adequados do que outros. Compete à gestão tomar a decisão que maximiza a criação de valor associada ao negócio, tendo em conta o mercado alvo. 13
  14. 14. Conclusão “O produto económico do sector imobiliário são, essencialmente, os espaços vazios e os serviços que neles se desenvolverão, e não, ao contrário do que é comum pensar, os sólidos, ou seja, os elementos construtivos (os tais tectos, paredes e formas estéticas).” A. Graaskamp 14
  15. 15. Bibliografia http://hotelarianacional.blogspot.pt/2010/10/modelos-de-negocio-em-hotelaria.html Graaskamp, J. A. (1981). Fundamentals of Real Estate. Development. Risk Management, 9, 10. do Carmo, G. G. A., & Zilber, M. A. (2011). Estratégias de Crescimento e Vantagem Competitiva: Um Estudo Qualitativo Sobre Franchising, na Ótica do Franqueado. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, 3(2), p-159. Martin, R. E. (1988). Franchising and risk management. The American Economic Review, 954-968. 15
  16. 16. Tipos de Exploração Estabelecimentos Hoteleiros 16 Paulo Lopes_Exploração Hoteleira Obrigado pela vossa presença

×