Plásticos<br />http://www.youtube.com/watch?v=flTbLnn5w_0&feature=related<br />http://www.youtube.com/watch?v=vum4if-HKKs<...
Reacções de Polimerização<br />Monómeros<br />Polímeros<br />
Controlo da extensão da reacção de polimerização<br />A reacção pode ser interrompida por diversos factores, como:<br /><u...
Ligação de duas cadeias em crescimento;
Adição de uma substância que provoca o final da reacção;
Viscosidade excessiva do meio; entre outras.</li></ul>No entanto, o controlo da extensão da polimerização e o grau de poli...
Controlo da extensão da reacção de polimerização<br />Grau de polimerização (GP)<br />É o número n de moléculas do monómer...
Controlo da extensão da reacção de polimerização<br />O Grau de Polimerização pode calcular-se a partir da massa molar do ...
Controlo da extensão da reacção de polimerização<br />Exercício 1:<br />Uma macromolécula de polietileno contém tipicament...
Controlo da extensão da reacção de polimerização<br />Exercício 2:<br />Um dos plásticos mais utilizados é o polietileno, ...
Polímeros Sintéticos<br /><ul><li> São obtidos através de processos químicos a partir de refinados do petróleo, do gás nat...
Polietileno
Poliestireno
Resinas
Poliésteres
Borrachas</li></ul>sintéticas, entre outros.<br />
Polímeros de Adição<br />São polímeros formados por sucessivas adições de monómeros. As substâncias utilizadas na produção...
Reacções de polimerização de Adição <br />Esta polimerização ocorre em três etapas:<br />1º Iniciação<br /><ul><li>A ligaç...
R., é uma partícula que contém apenas um electrão desemparelhado na orbital mais energética – partícula muito reactiva à p...
Reacções de polimerização de Adição <br />2º Propagação<br /><ul><li>Corresponde à adição sucessiva de unidades de monómer...
As cadeias crescem espontaneamente, porque o processo é exotérmico – a energia dos polímeros formados é inferior à dos mon...
Pode também ser provocada pela presença de quantidades residuais de impurezas.</li></li></ul><li>Exemplos de Polímeros de ...
Exemplos de Polímeros de Condensação <br />A – Síntese do dacron (poliéster)<br />
Exemplos de Polímeros de Condensação <br />B – Síntese do nylon 6,6 (poliamida)<br /> <br />Nota: este nylon chama-se 6,6 ...
Exemplos de Polímeros de Condensação <br />
Exemplos de Polímeros de Condensação <br />C– Síntese do poliuretano<br /> <br />Pode ser obtido por reacção entre um grup...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Quimica carolina braz, joão oliveira

3.318 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.318
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Quimica carolina braz, joão oliveira

  1. 1. Plásticos<br />http://www.youtube.com/watch?v=flTbLnn5w_0&feature=related<br />http://www.youtube.com/watch?v=vum4if-HKKs<br />
  2. 2. Reacções de Polimerização<br />Monómeros<br />Polímeros<br />
  3. 3. Controlo da extensão da reacção de polimerização<br />A reacção pode ser interrompida por diversos factores, como:<br /><ul><li>Esgotamento do monómero;
  4. 4. Ligação de duas cadeias em crescimento;
  5. 5. Adição de uma substância que provoca o final da reacção;
  6. 6. Viscosidade excessiva do meio; entre outras.</li></ul>No entanto, o controlo da extensão da polimerização e o grau de polimerização de um polímero depende do material polimérico.<br />
  7. 7. Controlo da extensão da reacção de polimerização<br />Grau de polimerização (GP)<br />É o número n de moléculas do monómero ou monómeros que reagem para formar o polímero<br />Poli (cloreto de vinilo)<br />Cloroetileno ou cloreto de vinilo<br />
  8. 8. Controlo da extensão da reacção de polimerização<br />O Grau de Polimerização pode calcular-se a partir da massa molar do polímero e da massa molar do monómero.<br />Quanto mais elevado for o GP, maior é a massa molar média do polímero.<br />
  9. 9. Controlo da extensão da reacção de polimerização<br />Exercício 1:<br />Uma macromolécula de polietileno contém tipicamente 10 000 a 20 000 unidades:<br />Calcule a massa molecular de uma macromolécula de polietileno com 10 000 unidades.<br />
  10. 10. Controlo da extensão da reacção de polimerização<br />Exercício 2:<br />Um dos plásticos mais utilizados é o polietileno, que é produzido a partir da reacção de polimerização do gás etileno:<br />nCH2=CH2 (g) [ CH2 – CH2 ]n(s)<br />No fabrico de um tubo, foram utilizadas 280g de polietileno, sendo n igual a 10 000.<br />Determine o volume de etileno (a PTN; considerando um gás ideal) necessário para produzir este tubo.<br />M(C)= 12,01 g/mol<br />
  11. 11. Polímeros Sintéticos<br /><ul><li> São obtidos através de processos químicos a partir de refinados do petróleo, do gás natural ou do carvão. </li></ul>Exemplos:<br /><ul><li>Nylon
  12. 12. Polietileno
  13. 13. Poliestireno
  14. 14. Resinas
  15. 15. Poliésteres
  16. 16. Borrachas</li></ul>sintéticas, entre outros.<br />
  17. 17. Polímeros de Adição<br />São polímeros formados por sucessivas adições de monómeros. As substâncias utilizadas na produção destes polímeros apresentam obrigatoriamente, pelo menos, uma ligação dupla entre carbonos.<br /> Durante a polimerização, ocorre a ruptura da ligação π de C=C ea formação de duas novas ligações simples C-C que ligam os monómeros.<br />n (CH2 = CH2) … - CH2 – CH2 – CH2 - … <br />
  18. 18. Reacções de polimerização de Adição <br />Esta polimerização ocorre em três etapas:<br />1º Iniciação<br /><ul><li>A ligação  (de C=C) é “aberta” por acção de um catalisador, que pode ser por ex. um radical livre, R. .
  19. 19. R., é uma partícula que contém apenas um electrão desemparelhado na orbital mais energética – partícula muito reactiva à procura de um outro electrão para completar a orbital.</li></li></ul><li>Reacções de polimerização de Adição <br />Polimerização em cadeia do etileno<br />
  20. 20. Reacções de polimerização de Adição <br />2º Propagação<br /><ul><li>Corresponde à adição sucessiva de unidades de monómero, provocando o crescimento da cadeia polimérica.
  21. 21. As cadeias crescem espontaneamente, porque o processo é exotérmico – a energia dos polímeros formados é inferior à dos monómeros que o produziram.</li></li></ul><li>Reacções de polimerização de Adição <br />3º Finalização<br /><ul><li>Ocorre através de um radical livre terminador, ou quando duas cadeias poliméricas se combinam, originando uma macromolécula estável (o centro activo é destruído, parando a reacção).
  22. 22. Pode também ser provocada pela presença de quantidades residuais de impurezas.</li></li></ul><li>Exemplos de Polímeros de Adição <br /><ul><li>Polietileno</li></li></ul><li>Exemplos de Polímeros de Adição <br /><ul><li>Polipropileno</li></li></ul><li>Exemplos de Polímeros de Adição <br /><ul><li>Poliestireno</li></li></ul><li>Polímeros de Condensação<br />São obtidos por reacções de condensação durante as quais são eliminadas pequenas moléculas, como por exemplo, H2O, HCl, CH3OH.<br />A ligação das cadeias pode fazer-se por dois grupos reactivos existentes nas duas extremidades do monómero, com libertação de uma molécula pequena, especialmente H2O. <br />
  23. 23. Exemplos de Polímeros de Condensação <br />A – Síntese do dacron (poliéster)<br />
  24. 24. Exemplos de Polímeros de Condensação <br />B – Síntese do nylon 6,6 (poliamida)<br /> <br />Nota: este nylon chama-se 6,6 porque há 6 átomos de carbono em cada molécula dos dois monómeros.<br />
  25. 25. Exemplos de Polímeros de Condensação <br />
  26. 26. Exemplos de Polímeros de Condensação <br />C– Síntese do poliuretano<br /> <br />Pode ser obtido por reacção entre um grupo álcool –CH2OH e um isocianato –CH2N=C=O.<br />
  27. 27. Exemplos de Polímeros de Condensação <br />
  28. 28. Síntese de Polímeros Acrílicos<br /> São os polímeros cujo monómero inicial tem o esqueleto do ácido acrílico, CH2=CH-COOH (ácido propenóico), e do ácido meta-acrílico; H2C=C(CH3)-COOH (ácido metilpropenóico). <br />
  29. 29. Síntese de Polímeros Acrílicos<br /><ul><li>Polimetacrilato
  30. 30. Muito resistente;
  31. 31. Óptimas qualidades ópticas;
  32. 32. Utilizado como ‘’vidro-plástico’’
  33. 33. Lentes para óculos infantis
  34. 34. Pára-brisas de aviões
  35. 35. ‘’Vidros-bolhas’’ de automóveis</li></li></ul><li>Síntese de Polímeros Acrílicos<br /><ul><li>Poliacrilonitrilo
  36. 36. Utilizado como fibra têxtil
  37. 37. Utilizado especialmente em roupas de Inverno</li></li></ul><li>Carolina Braz nº2 <br />João Nuno Oliveira nº9<br />

×