Plano de execução do projeto

239 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
239
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de execução do projeto

  1. 1. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de Execução – Clube Educacional da Bicicleta. 21/9/2013 Presidente: Prof. Adir Romeo Coodenador – Paulo Corrêa
  2. 2. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 2 Plano de Execução 1) Apresentação; 2) Objetivos; 3) Disciplinas do ciclismo; 4) Gestão de Pessoas e regionalização; 5) Fases de Execução do Projeto; 6) Cronograma das Atividades do Projeto; 7) Metodologia; 8) Eventos; 9) Cronograma de Execução Fisica e Fiananceira; 10) Prestação de Contas;
  3. 3. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 3 1. Apresentação Em busca do fortalecimento do ciclismo como lazer e esporte, concluimos o que todos já sabem, que é na base da pirâmde que o esporte deve ser desenvolvido, pensando nisso e na maneira eficaz de implementar o ciclismo, buscando nos velhos tempos a educação como forma de aprendizagem e dissiminação na familia, para juntarmos ao presente e futuro a união da bicicleta no progresso e na globalização. O que o “Clube Educacional da Bicicleta” pode proporcionar para as crinaças na sua trajetória da vida? Sem dúvida, hoje temos algumas respostas e com clareza a sua importância desde os primeiros passos em busca do aprimoramento motor e volitivo que este propícia à criança nos seus primeiros experimentos e desafios. O ESPORTE associado a uma base educacional é tudo aquilo que nos encaminha para o sucesso e integração na sociedade. Além disso, amplia os acervos motores dos quais a genética nos diferencia como um passe de mágica e, muitas vezes, em uma imensidão de pessoas somos, por alguns minutos, considerados deuses ou somente diferentes, contemplados pelo resultado imediato. Mas, o esporte como movimento social é imediato e extasiante quando praticamos ou mesmo como simples expectador na arquibancada, na rua, ou em arenas espetaculares, pelo rádio ou simplesmente no anonimato atrás de uma tela observando atentamente os movimentos refinados de um gesto praticado exaustivamente por várias horas, dias e até anos ininterruptamente. Praticar já é magnífico, bater recordes é o máximo. Mas, o esporte é muito mais do que isso, ele é educador, transformador, é indispensável nos dias de hoje para desenvolver as crianças, para desenvolver os adolescentes, para aprimorar a personalidade dos jovens em transição e impulsioná-los aos desafios que a vida adulta lhe pregará. Além de melhorar a interpretação e decisões e refletir sobre os acertos e erros.
  4. 4. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 4 Mais a frente, após a concretização dos objetivos, alcançamos a maturidade e experiência e aí surge o esporte novamente para nos aproximar dos amigos, ampliar nossos relacionamentos e possibilitar que contemos as histórias e compartilhemos saudavelmente de nossos feitos. E, assim este tal de ESPORTE passa a representar uma parcela de nossa vida e dividir o dia a dia como se fosse o oxigênio indispensável para nossa sobrevivência. O que posso falar mais do esporte seja ele qual for, praticado em locais cada vez mais sofisticados ou simplesmente em uma tarde de sol na rua de seu bairro. Existe algo mais…! Prof. Adir Romeo Paraná, março de 2013
  5. 5. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 5 2.Objetivos Atraves da sociedade organizada com o apoio da iniciativa privada e órgãos governamentais vão buscar na base da vida, o entendimento da bicicleta. E bicicleta o que é? É o veiculo que transporta o ciclista. Então vamos organizar uma fala! Vamos primeiro a grande missão que são três pilares: A bicicleta com meio de transporte não poluente e sustentável; A bicicleta como ferramenta de sociabilização e educativa, na sua forma recreativa em busca da saúde e ciclo esportiva; A bicicleta na sua forma esportiva e espetacular, que leva o cidadão a utilizá-la como profissão, de onde tira seu sustento em busca de seu melhor desempenho e mantendo sempre o fair play. Ai esta a linha de pensamento que nos orienta a formar uma organização que de uma maneira direcionada, de onde podemos desenvolver processos que nos qualificarão para exercer um papel e integrar a sociedade em busca da coletividade.  Incentivar através da pratica do ciclismo o uso adequado da bicicleta em todas as suasdimensões;  Cultuar no meio das crianças, devidamente matriculadas na rede pública de ensino, o papel da bicicleta no mundo para a diminuição da poluição e meio de transporte urbano não poluente;  Promover o desenvolvimento das habilidades motoras das crianças, através de um circuito de habilidades com uso da bicicleta e promover a mobilidade motora e cognitiva;
  6. 6. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 6  Incerir a sala de aula no processo, premiando as melhores redações sobre o projeto e uso da bicicleta, consciência ambiental, atrelada a um meio de transporte politicamente correto;  Educar para o uso permanente e conciente da bicicleta como meio de transporte não poluente;  O entendimento da preservação do meio ambiente e da mobilidade urbana;  Educação no transito com o uso da bicicleta ocupando um espaço comum;  Buscar mensalmente nas escolas a deficiência na educação física de crianças que não conseguem uma iniciação esportiva e proporcionar através do projeto;  Desenvolvermos este projeto para execução em escolas, associações, clubes;  Desenvolver em empresas apoiadoras e patrocinadoras, que querem implantar o uso adequado da bicicleta para seus funcionário ir e vir ao trabalho, isso levado através de seus filhos que participam do projeto;  Especializar o maior numero de profissionais para levar o uso da bicicleta em todas as manifestações, lazer, esporte, trabalho e como meio de rendimento familiar;  Instituir o “Clube Educacional da Bicicleta” mais que um projeto educacional e esportivo, oportunizar também uma oportunidade de trabalho com o modulo oficina;  Implantar também através da FPC um trabalho social; CLUBE EDUCACIONAL DA BICICLETA Didática Lazer Esporte Trabalho/Renda Empresas Atendimento Palestras Ciclo esportivo Escola da bicicleta Loja/Oficinas Vale Bike Socorro Bike Cursos Pedalada noturnas Formação Bikeboy/Girl Bikeboy/Girl Apoio ao Atleta Seminários Brincando com a bicicleta Desenvolvimento Sebrae Congressos cicloturismo aperfeiçoamento Encubadora Oficina
  7. 7. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 7 3.Disciplinas do Ciclismo A unificação da linguagem nos facilitará compreender e nos comunicar com mais facilidade e, no entanto acompanhar a evolução do ciclismo internacional, pois em breve estaremos sediando uma olimpíada e este momento único nos colocará em evidência mundial. As disciplinas serão atendidas na sua forma especifica e trabalhadas com distãncias reguladas pela categoria e sexo em questão. Observando a fundamentão nas idades menores e o desenvolvimento e espcilização nas idades avançadas. Também vamos disitinguir o ciclismo competitivo do esportivo regulando de forma a atender os interessados na forma única da boa pratica. Ciclismo de estrada Ciclismo de pista Ciclismo de mountain bike Ciclismo de BMX Ciclismo de ciclocross Ciclismo de salão – artístico e cicleball Ciclismo de Trial Ciclismo para todos Paracilismo
  8. 8. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 8 4. Gestão de Pessoas e Regionalização a. Coordenadores Técnicos: b. Estagiarios: c. Professor Escolar: d. Mecânico Esportivo: e. Técnico Escolinha Esportiva: f. Escolinha modelo Loja e Oficina: g. Escolinha Modelo Bikeboy/Girl: Na sua forma organizativa vamos regulamentar estas carreiras e aplicar nas regras graduações e reciclagem constante destes grupos para que acompanhe a evolução do projeto
  9. 9. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 9 Quadro de horário dos profissionais do Projeto Grade Horária SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SABADO DOMINGO Hora Velodromo Velodromo Velodromo Velodromo Velodromo Itinerante/Voluntários Itinerante/Voluntários 8:00 às 10:00 02 Estagiários e 01 Coordenador 02 Estagiários e 01 Coordenador 02 Estagiários e 01 Coordenador e Prof. Adir Romeo 02 Estagiários e 01 Coordenador 02 Estagiários e 01 Coordenador Praças Passeio Ciclistico Praças Passeio Ciclistico 10:00 às 12:00 02 Estagiários e 01 Coordenador Praças Passeio Ciclistico Praças Passeio Ciclistico 12:00 às 14:00 Descanso Descanso Descanso Descanso Descanso Descanso Descanso 1400 às 16:00 02 Estagiários e 01 Coordenador 02 Estagiários e 01 Coordenador 02 Estagiários e 01 Coordenador 02 Estagiários e 01 Coordenador 02 Estagiários e 01 Coordenador Praças Passeio Ciclistico Praças Passeio Ciclistico 16:00 às 18:00 02 Estagiários e 01 Coordenador e Prof. Adir Romeo Praças Passeio Ciclistico Praças Passeio Ciclistico 2 - Estagiários Manhã 20 hrs semanais 2 - Estagiarios Tarde 20 hrs semanais 2 - Coordenador 40 hrs semanais 1 – Orientador: Prof. Adir Romeo 04 hrs semanais
  10. 10. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 10 Estrutura estabelecida pela FPC dos 32 (trinta e dois) Escritórios Regionais para desenvolvimento do projeto. REGIÃO 01 (NRE APUCARANA - 16 municípios): Apucarana, Arapongas, Bom Sucesso, Borrazópolis, Califórnia, Cambira, Cruzmaltina, Faxina, Jandaia do Sul, Kaloré, Marilândia do Sul, Marumbi, Mauá da Serra, Novo Itacolomi, Rio Bom e Sabáudia. REGIÃO 02 (NRE ÁREA METROPOLITANA NORTE - 14 municípios): Adrianópolis, Almirante Tamandaré, Bocaiuva do Sul, Campina Grande do Sul, Campo Magro, Cerro Azul, Colombo, Doutor Ulisses, Itaperuçu, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, Rio Branco do Sul e Tunas do Paraná. REGIÃO 03 (NRE ÁREA METROPOLITANA SUL - 14 municípios): Agudos do Sul, Araucária, Balsa Nova, Campo do Tenente, Campo Largo, Contenda, Fazenda Rio Grande, Lapa, Mandirituba, Piên, Quitandinha, Rio Negro, São José dos Pinhais e Tijucas do Sul. REGIÃO 04 (NRE Assis Chateaubriand - 07 municípios): Assis Chateaubriand, Brasilândia do Sul, Formosa do Oeste, Iracema do Oeste, Jesuítas, Nova Aurora e Tupãssi. REGIÃO 05 (NRE CAMPO MOURÃO - 16 municípios): Altamira do Paraná, Araruna, Barbosa Ferraz, Campina da Lagoa, Campo Mourão, Corumbataí do Sul, Engenheiro Beltrão, Farol, Fênix, Iretama, Luiziana, Mamborê, Nova Cantu, Peabiru, Quinta do Sol e Roncador. REGIÃO 06 (NRE CASCAVEL - 18 municípios): Anahy, Boa Vista da Aparecida, Braganey, Cafelândia, Campo Bonito, Capitão Leônidas Marques, Cascavel, Catanduvas, Céu Azul, Corbélia, Guaraniaçu, Ibema, Iguatu, Lindoeste, Santa Lúcia, Santa Tereza do Oeste, Três Barras do Paraná e Vera Cruz do Oeste. REGIÃO 07 (NRE CIANORTE - 12 municípios): Cianorte, Cidade Gaúcha, Guaporema, Indianópolis, Japurá, Jussara, Rondon, São Manoel do Paraná, São Tomé, Tapejara, Terra Boa e Tuneiras do Oeste. REGIÃO 08 (NRE CORNÉLIO PROCÓPIO - 19 municípios): Assaí, Bandeirantes, Congonhinhas, Cornélio Procópio, Itambaracá, Jataizinho, Leópolis, Nova América da Colina, Nova Fátima, Nova Santa Bárbara, Rancho Alegre, Santa Amélia, Santa Cecília do Pavão, Santa Mariana, Santo Antônio do Paraíso, São Jerônimo da Serra, São Sebastião da Amoreira, Sertaneja e Uraí.
  11. 11. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 11 REGIÃO 09 (NRE CURITIBA - 01 município): Curitiba. REGIÃO 10 (NRE DOIS VIZINHOS - 07 municípios): Boa Esperança do Iguaçu, Cruzeiro do Iguaçu, Dois Vizinhos, Nova Esperança do Sudoeste, Nova Prata do Iguaçu, Salto do Lontra e São Jorge do Oeste. REGIÃO 11 (NRE FOZ DO IGUAÇU - 09 municípios): Foz do Iguaçu, Itaipulândia, Matelândia, Medianeira, Missal, Ramilândia, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu e Serranópolis do Iguaçu. REGIÃO 12 (NRE FRANCISCO BELTRÃO - 20 municípios): Ampére, Barracão, Bela Vista da Caroba, Bom Jesus do Sul, Capanema, Enéas Marques, Flor da Serra do Sul, Francisco Beltrão, Manfrinópolis, Marmeleiro, Pérola do Oeste, Pinhal de São Bento, Planalto, Pranchita, Realeza, Renascença, Salgado Filho, Santa Izabel do Oeste, Santo Antônio do Sudoeste e Verê. REGIÃO 13 (NRE GOIOERÊ - 09 municípios): Boa Esperança, Goioerê, Janiópolis, Juranda, Mariluz, Moreira Sales, Quarto Centenário, Rancho Alegre do Oeste e Ubiratã. REGIÃO 14 (NRE GUARAPUAVA - 08 municípios): Campina do Simão, Candói, Foz do Jordão, Goioxim, Guarapuava, Pinhão, Reserva do Iguaçu e Turvo. REGIÃO 15 (NRE IRATI - 09 municípios): Fernandes Pinheiro, Guamiranga, Inácio Martins, Irati, Mallet, Prudentópolis, Rebouças, Rio Azul e Teixeira Soares. REGIÃO 16 (NRE IVAIPORÃ - 14 municípios): Arapuã, Ariranha do Ivaí, Cândido de Abreu, Godoy Moreira, Grandes Rios, Ivaiporã, Jardim Alegre, Lidianópolis, Lunardelli, Manoel Ribas, Rio Branco do Ivaí, Rosário do Ivaí, São João do Ivaí e São Pedro do Ivaí. REGIÃO 17 (NRE JACAREZINHO - 12 municípios): Abatia, Andirá, Barra do Jacaré, Cambará, Carlópolis, Jacarezinho, Joaquim Távora, Jundiaí do Sul, Quatiguá, Ribeirão Claro, Ribeirão do Pinhal e Santo Antônio da Platina. REGIÃO 18 (NRE LONDRINA - 19 municípios): Alvorada do Sul, Bela Vista do Paraíso, Cafeara, Cambé, Centenário do Sul, Florestópolis, Guaraci, Ibiporã, Jaguapitã, Londrina, Lupionópolis, Miraselva, Pitangueiras, Porecatu, Prado Ferreira, Primeiro de Maio, Rolândia, Sertanópolis e Tamarana.
  12. 12. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 12 REGIÃO 19 (NRE MARINGÁ - 25 municípios): Ângulo, Astorga, Atalaia, Colorado, Doutor Camargo, Floraí, Floresta, Flórida, Iguaraçu, Itambé, Ivatuba, Lobato, Mandaguaçu, Mandaguari, Marialva, Maringá, Munhoz de Mello, Nossa Senhora das Graças, Ourizona, Paiçandu, Presidente Castelo Branco, Santa Fé, Santo Inácio, São Jorge do Ivaí e Sarandi. REGIÃO 20 (NRE LOANDA - 12 municípios): Diamante do Norte, Itaúna do Sul, Loanda, Marilena, Nova Londrina, Planaltina do Paraná, Porto Rico, Querência do Norte, Santa Cruz de Monte Castelo, Santa Isabel do Ivaí, Santa Mônica e São Pedro do Paraná. REGIÃO 21 (NRE PARANAGUÁ - 07 municípios): Antonina, Guaraqueçaba, Guaratuba, Matinhos, Morretes, Paranaguá e Pontal do Paraná. REGIÃO 22 (NRE PARANAVAÍ - 21 municípios): Alto Paraná, Amaporã, Cruzeiro do Sul, Guairaçá, Inajá, Itaguajé, Jardim Olinda, Mirador, Nova Aliança do Ivaí, Nova Esperança, Paraíso do Norte, Paranacity, Paranapoema, Paranavaí, Santa Inês, Santo Antônio do Caiuá, São Carlos do Ivaí, São João do Caiuá, Tamboara, Terra Rica e Uniflor. REGIÃO 23 (NRE PATO BRANCO - 15 municípios): Bom Sucesso do Sul, Chopinzinho, Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Coronel Vivida, Honório Serpa, Itapejara do Oeste, Mangueirinha, Mariópolis, Palmas, Pato Branco, São João, Saudade do Iguaçu, Sulina e Vitorino. REGIÃO 24 (NRE PITANGA - 07 municípios): Boa Ventura de São Roque, Laranjal, Mato Rico, Nova Tebas, Palmital, Pitanga e Santa Maria do Oeste. REGIÃO 25 (NRE PONTA GROSSA - 11 municípios): Carambeí, Castro, Imbituva, Ipiranga, Ivaí, Palmeira, Piraí do Sul, Ponta Grossa, Porto Amazonas, São João do Triunfo e Tibagi. REGIÃO 26 (NRE TELÊMACO BORBA - 07 municípios): Curiúva, Imbaú, Ortigueira, Reserva, Sapopema, Telêmaco Borba e Ventania. REGIÃO 27 (NRE TOLEDO - 16 municípios): Diamante do Oeste, Entre Rios do Oeste, Guairá, Marechal Cândido Rondon, Maripá, Mercedes, Nova Santa Rosa, Ouro Verde do Oeste, Palotina, Pato Bragado, Quatro Pontes, Santa Helena, São José das Palmeiras, São Pedro do Iguaçu, Terra Roxa e Toledo. REGIÃO 28 (NRE UMUARAMA - 19 municípios): Alto Paraiso Alto Piquiri, Altônia, Cafezal do Sul, Cruzeiro do Oeste, Douradina, Esperança Nova, Francisco Alves, Icaraíma, Iporã, Ivaté, Maria Helena, Nova Olímpia, Perobal, Pérola, São Jorge do Patrocínio, Tapira, Umuaramense e Xambrê. REGIÃO 29 (NRE UNIÃO DA VITÓRIA - 09 municípios): Antônio Olinto, Bituruna, Cruz Machado, General Carneiro, Paula Freitas, Paulo Frontin, Porto Vitória, São Mateus do Sul e União da Vitória.
  13. 13. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 13 REGIÃO 30 (NRE WENCESLAU BRAZ - 07 municípios): Arapoti, Jaguariaíva, Salto do Itararé, Santana do Itararé, São José da Boa Vista, Sengés e Wenceslau Braz. REGIÃO 31 (NRE LARANJEIRAS DO SUL - 10 municípios): Cantagalo, Diamante do Sul, Espigão Alto do Iguaçu, Laranjeiras do Sul, Marquinho, Nova Laranjeiras, Porto Barreiro, Quedas do Iguaçu, Rio Bonito do Iguaçu e Virmond. REGIÃO 32 (NRE IBAITI - 09 municípios): Conselheiro Mairinck, Figueira, Guapirama, Ibaiti, Jaboti, Japira, Pinhalão, Siqueira Campos e Tomazina.
  14. 14. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 14 5. Fases de Execução do Projeto Fases de Execução do Projeto Clube Educacional da Bicicleta - FDAP Seq. Ano Mês Mês Mês Mês Mês Mês Mês Mês Mês Mês Mês Mês Mês 2013/2014 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 1 Inicio licitação de fornecedores de serviço e equipamentos x 2 Formalização de Contratos de serviços x 3 Reunião com os profissionais para orientação das rotinas e diciplinas de execução do projeto x 4 Compra dos Equipamentos e Uniformes x 5 Lançamento do projeto, entrega de uniformes e equipamentos com apresentação e passeio ciclistico x 6 Inicio das atividades fim do projeto conforme quadro de atividades x x x x x x x x x x x x 7 Passeio ciclistico mensal e entrega dos diplomas de participação x x x x x x x x x x x x 8 Acompanhamento, formalização das metas e objetivos e aferição do projeto x x x x x x x x x x x x 9 Entrega mensais dos diplomas para participantes e estagiários x x x x x x x x x x x x 10 Fechamento mensal das contas e elaboração de relatorios oficiais do ME x x x x x x x x x x x x x 11 Preparação para fechamento das contas e preparação da apresentação da execução parcial x x 12 Fechamento e prestação de contas parcial do projeto x 13 Fechamento da elaboração das apostilas para gráfica x x 14 Fechamento e envio da prestação de contas final do projeto para ME x 15 Elaboração da continuidade do projeto x
  15. 15. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 15 6.CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES DO PROJETO Cronograma das atividades do Projeto - FDAP Grade Horária SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA Sabado Domingo Hora Velodromo Velodromo Velodromo Velodromo Velodromo Itinerante Itinerante 09:00 às 10:30 Revisão das Bicicletas e Oficina Modelo Circuito de Habilidades e Escolinha Palestras: Mobilidade, Meio âmbiente, Trânsito, Trabalho e Renda. Circuito de Habilidades e Escolinha Circuito de Habilidades e Escolinha Reunião Pedagogica Estágiarios coordenador e Prof. Adir Romeo Passeio ciclistico e circuito de habilidades 10:30 às 12:00 Revisão das Bicicletas e Oficina Modelo Circuito de Habilidades e Escolinha Palestras: Mobilidade, Meio âmbiente, Trânsito, Trabalho e Renda. Circuito de Habilidades e Escolinha Circuito de Habilidades e Escolinha 12:00 às 14:00 DESCANSO DESCANSO DESCANSO DESCANSO DESCANSO DESCANSO DESCANSO 14:00 às 16:00 Revisão das Bicicletas e Oficina Modelo Circuito de Habilidades e Escolinha Palestras: Mobilidade, Meio âmbiente, Trânsito, Trabalho e Renda. Circuito de Habilidades e Escolinha Circuito de Habilidades e Escolinha Reunião Pedagogica Estágiarios coordenador e Prof. Adir Romeo Passeio ciclistico e circuito de habilidades 16:00 às 18:00 Revisão das Bicicletas e Oficina Modelo Circuito de Habilidades e Escolinha Palestras: Mobilidade, Meio âmbiente, Trânsito, Trabalho e Renda. Circuito de Habilidades e Escolinha Circuito de Habilidades e Escolinha 300 crianças mês x 12 = 3.600 ano.
  16. 16. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 16 7. Metodologia 1. Consiste em um circuito de habilidades com o intuito das crianças aprenderem a se locomover com a bicicleta no dia a dia com habilidade e conhecimento dos limites; 2. Motrar para a criança o quanto é importante a bicicleta como meio de transporte e lazer, com o uso adequado e consciente no transito; 3. Levar a bicicleta como uma parceira na educação física das escolas, cultuando o uso das bicilcetas nas mais diversas modalidades; 4. Cultuar junto às crianças o uso adequado dentro das normas, para que eles integrem os pais, principalmente os pais motoristas; 5. Palestras educativas semanais, com profissionais da área de mobilidade urbana, trânsito e trabalho e renda, oportunizando também para os pais; 6. Aprendizagem de mecânica de bicicleta, estendida aos pais, na loja e ofina modelo; 7. Aprendizagem com parceira do SEBRAE para pequenas lojas e oficinas de bicicleta onde pais e filhos possam ter uma renda extra; 8. Preparar estagiários de Educação Fisica para o entendimento e aplicação do projeto nos diversos polos do Paraná; 9. Desenvolver o potencial esportivo natural das crianças e adolecentes; 10. Por fim melhorar a locomoção da bicicleta na sociedade de forma natural, para que cada um respeite seu espaço. Público Alvo: 1 - Crianças nas faixas etárias escolares de 07 a 15 anos; 2 - Estudantes de escolas municipais e estaduais públicas; 3 – Escolas, Associações, Clubes, Empresas; 4- Estagiarios de Educação fisica;
  17. 17. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 17 8. Eventos  Palestras em eventos de empresas com as crianças do projeto;  Ciclo esportivo - mensais;  Participação na abertura dos eventos esportivos da FPC, conforme calendário;  Participação da Trip Circo;  Calendário escolar da FPC;  Seminário do ciclismo escolar;  Congresso do ciclismo escolar;  Programa Ciclovida – UFPR;
  18. 18. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 18 9. Cronograma de Execução física e Financeira DESCRIÇÃO DO PROJETO XI. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO FÍSICA E FINANCEIRA ATIVIDADE(S) FIM AÇÃO Nº DENOMINAÇÃO DA AÇÃO PERÍODO DE EXECUÇÃO VALOR ESTIMADO POR INICIO DURAÇÃO AÇÃO (R$) 1 Recursos Humanos - Atividade Fim Termo de Compromisso 12 72.319,92 2 Encargos Trabalhistas Termo de Compromisso 12 33.501,60 3 Uniformes Termo de Compromisso 12 32.400,00 4 Material Permanente e Equipamentos Termo de Compromisso 12 52.725,00 5 Serviços Operacionais Termo de Compromisso 12 54.260,28 TOTAL ATIVIDADE FIM 245.206,80 ATIVIDADE(S) MEIO AÇÃO Nº DENOMINAÇÃO DA AÇÃO PERÍODO DE EXECUÇÃO VALOR ESTIMADO POR INICIO DURAÇÃO AÇÃO (R$) 1 Recursos Humanos - Atividade Meio Termo de Compromisso 12 30.000,00 TOTAL ATIVIDADE MEIO 30.000,00 TOTAL ATIVIDADE MEIO + ATIVIDADE FIM 275.206,80 ELABORAÇÃO E CAPTAÇÃO DE RECURSOS Valor na Etapa 3: 27.520,68 % 10,00 TOTAL GERAL 302.727,48
  19. 19. Federação Paranaense de Ciclismo Plano de gestão 2013 a 2016 Página 19 10. Prestação de Contas  Financeira:  Toda prestação de contas do projeto e auditada pelo Ministério do Esporte e enviada a todos os patrocinadores.  Social:  Espandir para a juventude escolar a importância do uso da bicicleta e seus benefícios no futuro do planeta;  Ampliar a participação da comunidade escolar no uso correto da bicicleta como ferramenta de lazer, transporte e esportiva;  Aproximar a escola dos esportes olímpicos ciclísticos;  Atingir todas as escolas do Estado do Paraná e capacita-las a trabalhar com eventos que utilizem a bicicleta como ferramenta sociabilizadora;  Cultual e escrever a memoria da bicicleta no Paraná;  Cultuar o uso da bicicleta levado de filhos para os pais, interagindo com as leis de trânsito;  Oportunizar para os pais e participante uma opção de renda;

×