RELATÓRIO PRÁTICA DO MANGANÊS 
RESUMO: 
Verificar características do comportamento químico do Manganês nos seus principais...
Pinça de madeira hidróxido de amônio (NH4OH 1,0 M)) 
Pipetas de 10 mL e 5 mL Hidróxido de potássio (KOH P.A) 
Pissete Hidr...
MnO2 + KOH  K2[MnO4] Foi aquecer suavemente uma solução de manganato 
de potássio, obtida , com grande quantidade de água...
RESULTADOS E DISCUSSÃO 
1- Qual o elemento do grupo do Manganês que possui maior variação de número de 
oxidação ? 
R: O M...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relatório prática do manganês química

1.611 visualizações

Publicada em

química

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.611
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório prática do manganês química

  1. 1. RELATÓRIO PRÁTICA DO MANGANÊS RESUMO: Verificar características do comportamento químico do Manganês nos seus principais estados de oxidação. INTRODUÇÃO: O Manganês (25Mn) é um metal de transição do Grupo 7 (família VII B), de configuração eletrônica:[Ar] 4s23d5 e Nox máximo= VII. Reage com água quente, formando hidróxido de manganês (II) e hidrogênio. Os ácidos minerais diluídos e também o ácido acético o dissolvem, com a produção de sais de manganês (II) de hidrogênio. Quando ele é atacado por ácido sulfúrico concentrado a quente, desprende-se dióxido de enxofre. São conhecidos seis óxidos do manganês: MnO, Mn2O3, MnO2, MnO3, Mn2O7 e Mn3O4. Os cincos primeiros correspondem aos estados de oxidação +2, +3, +4, +6 e +7, respectivamente, enquanto o último, Mn3O4, associa os óxidos de manganês (II) e manganês (III), MnO.Mn2O3. Os catíons manganês (II) formam sais incolores; contudo, se o composto contiver água de cristalização, e em soluções, são ligeiramente rosas; isto é devido à presença de íon hexaquomanganato (II), [Mn(H2O)6]²+. Os íons manganês (III) são instáveis; alguns complexos contendo manganês no estado de oxidação +3 são, contudo, conhecidos. Os compostos de Mn7+ contém o íon permanganato (MnO4 -) que é um forte agente oxidante, seus sais produzem soluções de cor violeta que ao serem atacados por álcalis forte produzem soluções verdes do íon manganato (MnO4 2-) e O2. OBJETIVOS: PARTE EXPERIMENTAL: Materiais e Reagentes Materiais: Reagentes: Balança Eletrônica Ácido clorídrico concentrado (HCl P.A) Bastão de vidro Ácido sulfúrico (H2SO4 1,0 M) Béquer de 250 mL Ácido sulfúrico concentrado ( H2SO4 P.A) Bico de Bunsen Água Destilada (H2O) Cadinho de Porcelana Bismutato de sódio (NaBiO3 PA) Espátula Cloreto de Manganês II (MnCl2 1,0 M) Estante para tubos de ensaios Goma de Amido
  2. 2. Pinça de madeira hidróxido de amônio (NH4OH 1,0 M)) Pipetas de 10 mL e 5 mL Hidróxido de potássio (KOH P.A) Pissete Hidróxido de Sódio (NaOH 1,0 M) Hidróxido de Sódio (NaOH P.A) Triângulo de Porcelana Iodeto de potássio (KI P.A) Tripé Permanganato de potássio (KMnO4 0,1M) Tubo de ensaio Óxido de manganês IV (MnO2 P.A) Vidro de relógio Permanganato de potássio (KMnO4 P.A) Procedimento Experimental 1 HIDRÓXIDO DE MANGANÊS Foi pego uma pequena quantidade de cloreto de manganês e sobre este adicionar 2,0 mL de hidróxido de sódio. Foi formado um precipitado gelatinoso rosa pálido. MnCl2 + 2NaOH  Mn(OH)2 + 2NaCl a 2 REAÇÃO COM O MnO2 Foi pego pequena quantidade de MnO2, colocado em tubo de ensaio e adicionado vagarosamente acido clorídrico(conc.) houve uma formação de um líquido marrom e desprendimento de gás cloro. Mm MnO2 + 4H+ +4Cl-  Mn+2 + 2 Cl- + Cl2 + 2 H2O Foi pego uma pequena quantidade de MnO2 em um tubo de ensaio e adicionado vagarosamente ácido sulfúrico concentrado. Houve a formação do sulfato de manganoso e oxigênio. A 2MnO2 + 2 H2SO4  2 MnSO4 + O2 + 2H2O 3 Foi pego pequena quantidade de MnO2 em um cadinho de porcelana, e colocado KOH e fundir. Houve a formação do manganato IV de potássio composto verde escuro.
  3. 3. MnO2 + KOH  K2[MnO4] Foi aquecer suavemente uma solução de manganato de potássio, obtida , com grande quantidade de água, + gotas de H2SO4 a coloração foi tornando-se rosa devido a formação de permanganato de potássio, em presença de CO2 atmosférico. A 4 PERMANGANATO DE POTÁSSIO. Em um becker, foi colocado pequenas quantidades de KMnO4, KI e H2SO4 concentrado liberação de iodo. Que se pode confirmar pela adição goma de amido . 5 Foi pego pequena quantidade de iodeto de potássio e sobre este coloque pequena quantidade de água o suficiente para diluir e em seguida adicionado ácido sulfúrico concentrado, reação exotérmica. 6 Mesmo com excesso de base não houve dissolução. a 7 Sobre uma solução de cloreto de manganês e sobre este foi colocado pequeno volume água oxigenada e hidróxido de sódio. MnCl2 + NaOH → Mn(OH)2↓+ NaCl Sobre pequeno volume de cloreto de manganês foi colocado pequeno volume de hidróxido de amônio. A MnCl2 + NH4OH → Mn(OH)2↓+ NH4Cl 8 Sobre 3,0 mL de sol de cloreto de manganês foi colocado sobre este algumas gotas de bismutato de sódio. Obteve Solução Castanho claro MnCl2 + NaBiO3  NaMnO4 + BiCl3 9 Sobre 1,0 mL de KMnO4 0,1M foi colocado algumas lentilhas de hidróxido de sódio P.A e aguardado15 minutos a coloração ficou verde e aqueceu . KMnO4+2NaOH2KOH+2Na2O+MnO2
  4. 4. RESULTADOS E DISCUSSÃO 1- Qual o elemento do grupo do Manganês que possui maior variação de número de oxidação ? R: O Manganês 2- As reações ocorridas para cada etapa ? R: MnCl2 + 2NaOH  Mn(OH)2 + 2NaCl MnO2 + 4H+ +4Cl-  Mn+2 + 2 Cl- + Cl2 + 2 H2O 2MnO2 + 2 H2SO4  2 MnSO4 + O2 + 2H2O MnO2 + KOH  K2[MnO4] MnCl2 + NaOH → Mn(OH)2↓+ NaCl MnCl2 + NH4OH → Mn(OH)2↓+ NH4Cl MnCl2 + NaBiO3  NaMnO4 + BiCl3 KMnO4+2NaOH2KOH+2Na2O+MnO2 3- Como o caráter básico de um elemento do grupo do Manganês pode variar ? R: De acordo com o aumento do seu estado de oxidação ele vai ficando mais ácido. 4- Porque o Mn+2 é mais estável que o Mn+3 ? R: Porque possui configuração eletrônica 3d5, que corresponde a um nível d semipreenchido. CONCLUSÃO Foi possível verificar os diferentes estados de oxidação do Manganês e sua solubilidade. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: [1] MAHAN, B.M. e MYERS, R.J. Química Um Curso Universitário – Editora Edgard Blücher LTDA. 1987. São Paulo – SP [2] SHRIVER, D.F.; ATKINS, P. W. Química Inorgânica. 3. ed. Trad. Maria Aparecida B. Gomes. Bookman. Porto Alegre: 2003

×