Aae 9ºano..

1.621 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.621
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
114
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aae 9ºano..

  1. 1. FICHA 1VIVER MELHOR NA TERRA1. EM TRÂNSITO CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9.° ANONOME N.º TURMAPROFESSOR AVALIAÇÃO1. Indica se a Juliana está em repouso ou movimento em cada uma 3. O Pedro foi correr para o Parque da Cidade, por um percurso recti- das seguintes situações: líneo onde as árvores se encontram a 10 metros de distância umas das outras. O Pedro iniciou o seu movimento ao lado de uma delas a) a andar de bicicleta (em relação à bicicleta); (árvore número zero) e decidiu registar o tempo sempre que pas- sava por uma árvore. A tabela com os valores obtidos é a seguinte: Número da árvore 0 1 2 3 4 b) a andar a cavalo (em relação às árvores); Posição / (m) 0 10 20 30 40 Tempo / (s) 0 5 10 15 20 a) Constrói o gráfico posição-tempo, x = f(t), para o movimento do Pedro. c) sentada no banco do jardim (em relação ao banco); b) Supondo que o Pedro terminou o percurso quando chegou à árvore número 4, indica qual foi o espaço percorrido por ele e o valor do deslocamento (Dr). d) a viajar de avião (em relação ao avião); c) Calcula a rapidez média do Pedro durante o percurso. d) Qual o valor da velocidade média no intervalo de tempo 10 s a 20 s? e) a viajar de avião (em relação à Terra). e) Indica o deslocamento do Pedro se este após chegar à árvore número 4 regressar à árvore número zero.2. Depois de leres alguns acontecimentos que marcaram o dia de 4. Preenche os espaços de acordo com as afirmações e descobre a aniversário do Rui, completa correctamente as frases finais. palavra oculta. 1. No dia do seu aniversário, o Rui levantou-se cedo e saiu para passear 2. de bicicleta com o seu avô e prometeu que não o ultrapassava. Manteve- 3. -se sempre ao seu lado. O carteiro passou a grande velocidade na sua 4. moto, que lhes acenou e lá desapareceu pelas ruas da aldeia. 5. O Rui e o avô pararam à sombra de uma árvore e contemplaram as 6. águas límpidas de um pequeno rio que ali passava. 7. De tarde foram dar um passeio de comboio com o Zé, o seu irmão 8. mais novo. Na estação e já dentro do comboio, o Rui e o seu avô senta- 9. ram-se frente a frente, enquanto o pequeno Zé corria de um lado para o 10. outro. Enquanto aguardavam pela sua partida, o comboio Alfa passou sem parar pela estação onde eles se encontravam. 1. A velocidade é caracterizada por uma direcção, um sentido, um ponto de aplicação e um valor numérico, por isso é uma grandeza … Ao fim da tarde, os pais do Rui fizeram-lhe uma pequena festa e con- vidaram os seus amigos. Quando a noite caiu, o aniversariante foi dormir 2. Referência em relação à qual se descreve o movimento. mas não sem antes contemplar a Lua por breves instantes, como era 3. Força com sentido de baixo para cima, exercida em todos os corpos pelos fluidos. habitual. 4. Qualquer corpo em movimento descreve uma determinada … 5. Para cada acção existe sempre uma … A – Quando passeavam de bicicleta, o Rui estava em 6. Qualquer corpo em movimento está sujeito a forças de … em relação ao avô e ambos estavam em em rela- 7. Uma força constante aplicada num corpo provoca neste uma aceleração com direcção e sentido da força. ção ao carteiro. 8. Velocidade que um determinado corpo possui em cada instante. 9. Distância percorrida pelo veículo durante o tempo de reacção do condutor. B – Enquanto o Rui e o avô contemplavam as águas do rio, estas esta- 10. Grandeza vectorial que nos indica como varia a velocidade num determi- vam em em relação a eles. nado intervalo de tempo. C – Durante o tempo que aguardaram na estação de comboios, o Rui 5. O que significa afirmar que um automóvel viajou com uma rapidez estava em em relação ao avô e o Zé estava em média de 90 km/h? relativamente ao irmão. D – Relativamente à Lua, o Rui estava em .
  2. 2. FICHA 2VIVER MELHOR NA TERRA1. EM TRÂNSITO CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9.° ANONOME N.º TURMAPROFESSOR AVALIAÇÃO1. Considera o gráfico seguinte que traduz a variação da velocidade 4. Faz corresponder os algarismos da coluna I a cada um dos gráfi- de um veículo durante 200 s. cos apresentados na coluna II. v(m/s) Coluna I Coluna II 35 30 v(m/s) Um automóvel que seguia com 25 25 20 20 movimento uniformemente retar- 15 dado quando vê o sinal vermelho 10 15 dos semáforos pára. 5 10 0 0 50 100 150 5 1 A t(s) 0 0 50 100 150 200 t (s) Um automóvel que segue com v(m/s) 25 movimento uniforme avista um 20 1.1. Indica o intervalo de tempo em que o movimento é: peão a passar numa passadeira, 15 10 a) uniforme; começa a abrandar a sua marcha, 5 acabando por parar. 0 0 50 100 150 2 B t(s) b) uniformemente acelerado; v(m/s) c) uniformemente retardado. Um automóvel encontra-se 25 parado num semáforo vermelho, 20 15 quando fica verde arranca e des- 10 1.2. Calcula a distância percorrida pelo veículo ao fim de 200 s. loca-se durante 100 s com movi- 5 mento uniformemente acelerado. 0 0 50 100 150 3 C t(s)2. Considera o seguinte gráfico que traduz a distância percorrida 5. a) Traça em papel milimétrico o gráfico correspondente ao percurso em função do tempo de três veículos automóveis. efectuado pelo piloto Carlos Sousa no Lisboa-Dakar, logo após a d(m) partida. O percurso corresponde aos primeiros 75 segundos e é 160 descrito em seguida (pontos I a IV). C 140 I – Aquando da partida, o piloto deslocou-se com movimento uni- 120 formemente acelerado durante 15 segundos até atingir uma 100 B velocidade de 70 m/s. 80 II – Após atingir os 70 m/s, o piloto manteve esta velocidade 60 A 40 durante 40 segundos. 20 III – O Carlos Sousa, ao aperceber-se de uma curva, adquiriu um 0 movimento uniformemente retardado durante 10 segundos até 0 1 2 3 4 5 6 t(s) o valor da velocidade se reduzir para 30 m/s. Indica qual dos automóveis possui maior velocidade. IV – Logo após a curva, voltou a adquirir um movimento uniforme- mente acelerado durante 10 segundos até atingir os 55 m/s.3. A Rita encontra-se em movimento horizontal sobre uma trajectória b) Diz que tipo de movimento possui o corpo no que diz respeito ao rectilínea. Na tabela estão registados os dados obtidos pelo sensor ponto II. de posição relativos ao movimento da Rita. c) Calcula a distância percorrida nos primeiros 40 segundos. d) Calcula o valor da aceleração média do movimento correspondente Posição (m) 0 50 50 100 50 ao ponto I. Tempo (s) 0 60 120 180 240 e) Representa o vector velocidade e o vector aceleração, relativamente ao sucedido no ponto III. Justifica o sentido dos dois vectores. 3.1. Representa o gráfico posição-tempo para este movimento. f) Traça em papel milimétrico o gráfico da aceleração em função do 3.2. Indica, justificando, um intervalo de tempo em que a Rita se: tempo. a) deslocou no sentido negativo da trajectória; 6. Um automóvel seguia numa estrada rectilínea, à velocidade cons- b) deslocou no sentido positivo da trajectória; tante de 20 m/s, quando o condutor se apercebeu de um bidão à sua frente e travou. Considera o tempo de reacção do condutor c) encontrou em repouso. 0,50 s e o tempo de travagem 5,0 s. a) Traça em papel milimétrico o gráfico velocidade-tempo para o 3.3. Calcula o deslocamento e a distância percorrida pela Rita ao fim movimento descrito pelo automóvel. de 60 s. b) Calcula a distância de reacção. c) Se o bidão se encontrasse a 70 m, quando o condutor se apercebeu 3.4. Para o intervalo de tempo [0; 60] s, calcula a rapidez média da Rita. dele, teria o condutor conseguido evitar o acidente? Justifica a tua resposta.
  3. 3. FICHA 3VIVER MELHOR NA TERRA1. EM TRÂNSITO CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9.° ANONOME N.º TURMAPROFESSOR AVALIAÇÃO1. Observa o gráfico posição-tempo correspondente ao percurso 3. Classifica as seguintes frases em verdadeiras (V) ou falsas (F), cor- automóvel efectuado pelo Tiago desde que saiu de casa. rigindo as últimas, de forma que estas se tornem cientificamente x(km) correctas. 30 A – A unidade de força do Sistema Internacional é o newton. 25 B – O atrito é sempre prejudicial ao movimento. 20 15 C – Duas forças com a mesma direcção e o mesmo sentido são iguais. 10 5 D – Para que um corpo altere o seu estado de repouso ou de movi- 0 mento é necessário que sobre ele seja aplicada uma força. 0 10 20 30 40 50 60 70 t(min) E – A expressão matemática que traduz a Lei Fundamental da Dinâmica a) Imaginando o que terá sucedido durante o percurso efectuado pelo » é F = m * ». v Tiago, e de acordo com o gráfico anterior, associa correctamente F – Quando um autocarro pára de repente, os passageiros e o condu- as duas colunas. tor são projectados para trás devido à inércia. Coluna I Coluna II 4. Considera as forças caracterizadas pelos elementos indicados na A – O Tiago esperou pelo Luís, na casa I – Instantes entre t = 0 e t = 15 min tabela. Representa cada força por meio de um vector, utilizando a deste, durante 10 minutos. B – Os dois amigos demoraram 20 minutos II – Instantes entre escala: 2 N. a chegar à gelataria. t = 15 e t = 25 min Força Direcção Sentido Intensidade Ponto de aplicação C – O Tiago saiu de casa e demorou 15 minutos III – Instantes entre » F1 Vertical De baixo para cima 4 N A a chegar a casa do Luís. t = 25 e t = 45 min » F2 Horizontal Da direita para a esquerda 6 N B D – Os dois amigos estiveram 15 minutos na IV – Instantes entre » Da esquerda para a direita gelataria. t = 45 e t = 60 min F3 Oblíqua 4 N C e de baixo para cima b) Pela análise do gráfico, poderás dizer que o Tiago regressou a 5. De acordo com a representação esquemática, classifica as afirma- casa? Justifica a tua resposta. ções que se seguem em verdadeiras (V) ou falsas (F). Corrige as afirmações falsas. F1 F2 F3 c) Indica o valor do deslocamento efectuado pelo Tiago. Justifica a tua resposta. F4 F5 F6 F7 F8 10 N d) Qual a distância percorrida pelo Tiago durante todo o seu percurso? » » A – F1 e F3 são horizontais e têm o mesmo sentido. Justifica a tua resposta. » » B – A resultante das forças F2 e F3 é nula. e) As unidades utilizadas para a posição e o tempo, representadas no gráfico, estão de acordo com o Sistema Internacional? Justifica a » » C – F5 e F8 têm o mesmo sentido. tua resposta. » » D – O valor da resultante das forças F1 e F7 é de 31,6 N.2. Um corpo com massa de 50 kg, inicialmente em repouso, adquire a velocidade de 15 m/s, 10 s depois de começar a sofrer a acção de 6. Observa a figura e associa correctamente as duas colunas. uma força. a) Indica o valor da velocidade inicial do corpo. Justifica a tua res- Coluna I Coluna II posta. A – Força vertical 1 – Peso aparente do corpo descendente 5N 4,6 N B–5N b) Calcula a aceleração que o corpo adquiriu. C – Força vertical 2 – Peso real do ascendente corpo D – 4,6 N c) Determina a intensidade da força que actuou sobre o corpo. E–6N 3 – Impulsão F – 0,4 N
  4. 4. FICHA 4VIVER MELHOR NA TERRA2. SISTEMAS ELÉCTRICOS E ELECTRÓNICOS CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9.° ANONOME N.º TURMAPROFESSOR AVALIAÇÃO1. Indica o nome dos seguintes dispositivos: 4. Esquematiza os seguintes circuitos eléctricos: a) Circuito constituído por uma pilha, um interruptor e três lâmpadas – + que só conseguem funcionar simultaneamente. A V2. 2.1. Identifica cada um dos componentes do circuito eléctrico representado. b) Circuito constituído por uma pilha, três lâmpadas, em que duas delas estão montadas em paralelo e a terceira está montada em Dispositivo Nome do dispositivo D série relativamente às outras duas. A B A C C D B 2.2. Qual a função do dispositivo C? c) Circuito constituído por uma pilha, três lâmpadas e três interrupto- res, cada um dos quais comanda uma só lâmpada. 2.3. Identifica pelas respectivas letras: a) a fonte de energia; b) os receptores de energia. 2.4. Representa por uma seta o sentido convencional da corrente eléctrica no circuito eléctrico.3 . Preenche os espaços de acordo com as afirmações e descobre a 5. Efectua as seguintes conversões: palavra oculta. a) 2 mA = mA e) 5400 mA = A 1. b) 25 mA = A f) 2 kA = A 2. 3. c) 0,036 A = mA g) 5 mA = A 4. d) 0,5 A = mA h) 3,6 A = mA 5. 6. 7. 6. Procura na sopa de letras as seguintes palavras: 8. gerador receptor interruptor série paralelo tensão 9. voltímetro amperímetro intensidade resistência ohmímetro 10. multímetro potência resístor volt ampere alcance ohm 11. 12. A T C O M H T A M P E R Í M E T R O 13. C A B T C L M O P C A T R E C P T A A T M G E R A D O R R E S I T E R T 1. Conjunto de condutores ligados numa sequência ininterrupta. S C U D E R T R O A A T V B N M K I 2. Sentido da corrente que ocorre do pólo negativo para o pólo positivo. É A L T F S F A H A E R T Y U J F N 3. Fonte de energia do circuito. R T T T R R O P M A P D A T R A R T I L I N T E N S Í D A D E A B C D E 4. Movimento de cargas eléctricas sempre no mesmo sentido. E M M A T S A B M V R E C E P T O R 5. Dispositivo que interrompe a passagem de corrente eléctrica num circuito ou troço do circuito. P O E C D I C V E B A O R C G E T R A T T H J S V E T N L P F V V N U U 6. Aparelho que mede a intensidade de corrente. M R R C V T D R R M E N D V D S H P 7. Aparelho que mede a diferença de potencial entre dois pontos de um cir- cuito. P E O T Y Ê T T O K L B C V R Ã F T É S T T T N U Y B J O F X V J O V O 8. Valor máximo que um aparelho pode medir. R I A D F C I G C U A V S D U A S R 9. Aparelho que mede a resistência de um condutor. E S S F G I Z X C V B G H J K K K H 10. Materiais que se deixam atravessar pela corrente eléctrica. O T A C R A L C A N C E O A I U Y R 11. Efeito que a corrente produz, criado por um campo magnético. P E R T E D F P O T Ê N C I A R E T 12. A diferença de potencial nos terminais de um condutor metálico homogé- E T S T E R U L M N T V G U T A U C neo e filiforme, a temperatura constante, é directamente proporcional à intensidade de corrente que o percorre. R R E S Í S T O R O V O L T A I V H T T A C T E R T U O J F D S F F V T 13. Grandeza física que mede a menor ou maior oposição que um condutor exerce à passagem de corrente eléctrica. O O H M R R T T V O L T Í M E T R O
  5. 5. FICHA 5 VIVER MELHOR NA TERRA 2. SISTEMAS ELÉCTRICOS E ELECTRÓNICOS CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9.° ANONOME N.º TURMAPROFESSOR AVALIAÇÃO1. Determina os valores de U, I ou R em cada um dos circuitos que se 6. Considera o seguinte circuito eléctrico no qual se intercalou três seguem. lâmpadas. 4A 3A A A A L210 V 15 V L1 2W 50 W L3 Classifica as seguintes afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F), corri- gindo as últimas, de forma que estas se tornem cientificamente correctas.2. Completa. A – As lâmpadas L2 e L3 estão associadas em paralelo. 8V B – Se o interruptor estiver aberto, as lâmpadas L1, L2 e L3 V V estão apagadas. C – As lâmpadas L1 e L3 estão associadas em paralelo. D – Se a lâmpada L2 for desenroscada, as lâmpadas L1 e L2 estão apagadas. V V V 3V E – Se a lâmpada L1 for desenroscada, as lâmpadas L2 e L3 10 V estão apagadas.3. Completa. 7. A figura mostra a representação gráfica da diferença de potencial (U) em função da intensidade de corrente (I) para três condutores metálicos, filiformes e homogéneos. A2 A1 6 A A1 U (V) 5 A2 4 A 7A 3 2 B4. Qual dos seguintes gráficos representa um condutor óhmico? 1 C Justifica a tua opção. 0 0 0,5 1 1,5U/V A U/V B U/V C U/V D U/V E I (A) 7.1. Para o condutor B, indica: 0 0 0 0 0 a) o valor da sua resistência; I/A I/ A I/ A I/ A I/A Gráfico b) a diferença de potencial nos terminais do condutor quando a intensidade de corrente que o percorre é 500 mA;5. Um condutor metálico foi colocado em diferentes circuitos eléctri- cos, tendo-se registado os diferentes valores da intensidade de corrente (I) e da diferença de potencial (U) na seguinte tabela: c) o valor da intensidade de corrente, expresso em kA, quando a diferença de potencial é de 2 V. U (V) 2 4 6 8 I (A) 1 2 3 4 7.2. Indica qual dos três condutores oferece uma maior resistência à U (V/A) I passagem de corrente eléctrica. a) Completa a tabela anterior. 7.3. Calcula o valor da resistência do condutor C. b) Traça em papel milimétrico o gráfico da diferença de potencial (U) em função da intensidade de corrente (I). c) Trata-se de um condutor óhmico ou de um condutor não óhmico? 7.4. Supõe que um dado condutor tem uma resistência de 4 W. Qual Justifica a tua resposta. dos condutores A, B ou C poderá ser o condutor referido? Justi- fica a tua resposta. d) Calcula o valor da resistência do condutor.MC7CFQAA2-03
  6. 6. FICHA 6VIVER MELHOR NA TERRA2. SISTEMAS ELÉCTRICOS E ELECTRÓNICOS CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9.° ANONOME N.º TURMAPROFESSOR AVALIAÇÃO1. Classifica as seguintes frases em verdadeiras (V) ou falsas (F), 5. Associa correctamente as duas colunas. corrigindo as últimas, para que estas se tornem cientificamente Coluna I Coluna II correctas. A – A prata e o cobre são bons condutores de corrente eléctrica. A. LED 1. Permite armazenar corrente eléc- B – O sentido convencional da corrente eléctrica dá-se do pólo trica para ser utilizada no circuito negativo para o positivo. eléctrico. C – O campo magnético criado pela corrente eléctrica é tanto mais forte quanto menor for a intensidade da corrente eléctrica. B. Díodo 2. Utiliza-se como dispositivo de con- trolo (ex., alarmes contra incêndios). D – O gráfico de U em função de I de um condutor é uma recta que passa pela origem, se este obedece à lei de Ohm. 3. Utiliza-se para rectificar a corrente E – O efeito magnético da corrente eléctrica pode ser demonstrado C. LDR eléctrica. pela acção da corrente eléctrica sobre uma agulha magnética. 4. Pode funcionar como amplificador da2. Dos seguintes materiais assinala com um os que são atraídos D. Termístor corrente eléctrica. por um íman. 5. Utiliza-se para sinalizar se os apare- Novelo de lã lhos eléctricos estão ligados ou des- Clipes E. Transístor ligados. Colher de alumínio 6. Utiliza-se como dispositivo de con- Borracha trolo (ex., iluminação automática das Prego F. Condensador ruas). Agulha de costura3. Preenche os espaços de acordo com as afirmações e descobre a 6. Em qual dos casos a lâmpada acende? Justifica a tua resposta. palavra oculta. A B Circuito 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 7. Esquematiza os seguintes circuitos eléctricos, em que os diferen- 8. tes componentes estão instalados em série. 9. a) Circuito constituído por uma pilha, um LED e um potenciómetro. 10. 1. Corpo que apresenta propriedades magnéticas. b) Circuito constituído por uma pilha, uma lâmpada e um díodo. 2. Corrente eléctrica induzida que apresenta, alternadamente, um sentido ou outro. 3. Aparelho que indica se há ou não passagem de corrente eléctrica. 4. Corrente que se obtém quando um íman se movimenta em relação a um circuito. c) Circuito constituído por uma pilha, uma resistência e um LED. 5. É um gerador de corrente alternada. 6. Ramo da Física que relaciona os fenómenos eléctricos com os fenómeno magnéticos. 7. Fio condutor isolado, enrolado em hélice sobre um suporte não condutor. 8. Extremidades de um íman. 8. Descobre as palavras que se encontram com as sílabas trocadas e 9. Região do espaço onde o íman exerce a sua influência. que se relacionam com os sistemas eléctricos e electrónicos. 10. Dispositivo que altera a diferença de potencial. Nota: A primeira sílaba começa sempre com letra maiúscula. tor Tran sís4. Completa o quadro desenhando os símbolos dos seguintes compo- nentes: ci tro Po me ó ten Componente Símbolo do sa Con res den LED Díodo res ter pto In ru Fonte de corrente contínua ci Re a tên sis Transístor pa Lâm da LDR Potenciómetro fi res pli do Am ca
  7. 7. FICHA 7VIVER MELHOR NA TERRA3. CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9.° ANONOME N.º TURMAPROFESSOR AVALIAÇÃO1. a) Associa correctamente as duas colunas. 4. Observa o extracto da Tabela Periódica representado na figura que se segue, onde as letras que representam os elementos não são os Coluna I Coluna II verdadeiros símbolos químicos. A 1. Os electrões movem-se em D E G J I Modelo da nuvem torno do núcleo, descrevendo Y L electrónica órbitas. M Q R T U 2. O átomo é considerado como 4.1. Selecciona: II Modelo de Thomson uma esfera maciça indivisível. a) dois elementos do mesmo grupo; b) um metal de transição; 3. Os electrões giram à volta do núcleo do átomo. c) o nome do elemento A; III Modelo de Bohr d) dois halogéneos; 4. Os electrões movem-se de e) o nome da família a que pertencem os elementos D e M; forma desconhecida, formando f) o nome da família a que pertence o elemento U; uma espécie de nuvem. IV Modelo de Rutherford g) um elemento do 3.º período; 5. Considera-se o átomo como h) o metal mais reactivo; uma esfera maciça de carga i) o não-metal mais estável; positiva, onde os electrões se V Modelo de Dalton j) um elemento cujos átomos tendem a formar iões bipositivos; encontram incrustados. l) o elemento de maior número atómico. 4.2. De entre os elementos (D, M), indica o que corresponde ao átomo b) Ordena cronologicamente os diferentes modelos apresentados na com maior raio atómico. Justifica a tua resposta. coluna I.2. Classifica as seguintes frases em verdadeiras (V) ou falsas (F), 4.3. De entre os elementos (Y, Q), indica o que corresponde ao átomo corrigindo as últimas, para que estas se tornem cientificamente menos reactivo. Justifica a tua resposta. correctas. A – Na Tabela Periódica os elementos estão distribuídos por ordem crescente do seu número atómico. 5. Considera dois elementos W (Z = 11) e Y (Z = 19). B – A cada coluna da Tabela Periódica dá-se o nome de período. a) Efectua a distribuição electrónica dos dois elementos. C – A cada linha horizontal da Tabela Periódica dá-se o nome de b) Localiza na Tabela Periódica os dois elementos. Justifica a tua res- grupo. posta. D – Ao número de electrões na última camada dá-se o nome de electrões de valência. c) Os diferentes elementos são metálicos ou não-metálicos? Justifica a tua resposta. E – Os elementos que apresentem o mesmo número de electrões de valência estão dispostos no mesmo período. F – O número de massa de um átomo é a soma do número de d) Com a ajuda de uma Tabela Periódica indica o nome de cada um protões e electrões. dos elementos. e) Escreve as equações químicas que traduzem a reacção destes3. Completa a tabela que se segue. metais com a água. N.º Repres. N.º N.º N.º N.º Nº. Dist. electrões IãoElemento simbólica massa atómico electrões protões neutrões electrónica de formado valência f) Qual dos metais é mais reactivo? Justifica a tua resposta.Magnésio 24 2,8,2Alumínio 27 13 39 19 K 19 20 35 g) Qual o carácter químico que apresenta as soluções resultantes das Cloro Cl 17 reacções?
  8. 8. FICHA 8VIVER MELHOR NA TERRA3. CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9.° ANONOME N.º TURMAPROFESSOR AVALIAÇÃO1. Preenche os espaços de acordo com as afirmações e descobre a 3. Considera o elemento J que pertence ao Grupo 1 e ao 4.° Período palavra oculta. da Tabela Periódica. 1. a) O elemento J é metálico ou não-metálico? 2. 3.4. 5. b) Quantos electrões de valência possuem os átomos deste elemento? 6. 7. 8. c) Escreve a distribuição electrónica dos átomos de J. 9. 1. Situam-se do lado esquerdo da Tabela Periódica. d) Por quantos níveis de energia se distribuem os seus electrões? 2. Toda a matéria é constituída por… (pl.) 3. Átomos do mesmo elemento, mas com diferentes números de massa. 4. Modo como os electrões se distribuem. 5. Conjunto de elementos que na Tabela Periódica se encontram na mesma e) Escreve a distribuição electrónica dos átomos do elemento M que coluna. pertence ao mesmo período que J, mas ao Grupo 2. 6. Aumenta ao longo do grupo. 7. Grupo 17 da Tabela Periódica. 8. Aumenta ao longo do grupo 1. f) Com a ajuda de uma Tabela Periódica indica o nome de cada um 9. Possuem 8 electrões de valência, à excepção do hélio. dos elementos.2. Na Tabela Periódica encontra-se um elemento A cujos átomos têm 4. Considera a tabela seguinte: a seguinte distribuição electrónica – 2:8:7. Nº. Nº. Nº. Representação Nº. Nº. Símbolo de de de a) Indica o número atómico do elemento. simbólica de massa atómico protões electrões neutrões N 15 7 b) O elemento é metálico ou não-metálico? Ca2+ 40 20 16 O O 8 K 39 19 c) Indica em que grupo da Tabela Periódica se encontra o elemento. Justifica a tua resposta. a) Completa a tabela. Considera, agora, apenas o elemento oxigénio. b) Indica a sua distribuição electrónica. d) Indica em que período da Tabela Periódica se encontra o elemento. c) Que ião tem tendência a formar? Representa a configuração elec- Justifica a tua resposta. trónica do ião. d) Indica a localização do oxigénio na Tabela Periódica. Justifica a tua resposta. e) Quantos electrões de valência possuem os átomos deste elemento? f) Que ião tem tendência a formar? Representa a configuração elec- e) Na Natureza muitos são os elementos que apresentam isótopos. trónica do ião. Por exemplo, o oxigénio apresenta três isótopos estáveis: Oxigénio-16 Oxigénio-17 Oxigénio-18 Representa simbolicamente os três isótopos do elemento oxigénio. g) Com a ajuda de uma Tabela Periódica indica o nome deste ele- mento.
  9. 9. FICHA 9VIVER MELHOR NA TERRA3. CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 9.° ANONOME N.º TURMAPROFESSOR AVALIAÇÃO1. Completa a tabela seguinte: 4. Associa correctamente as duas colunas. Estrutura Fórmula Tipo Polaridade Coluna I Coluna II Fórmula Substância de de de da química A B Lewis estrutura ligação molécula I – Acetona H H Fluoreto de hidro- HF H FI H C C C H génio H O H II – Benzeno Cloro Cl2 Metano CH4 Apolar III – Etanol C D H H H H H Oxigénio O2 H C C C H H C C OH IV – Naftalina OH OH OH H H2. Indica o tipo de ligação: iónica (I), metálica (M) ou covalente (C), que ocorre nas seguintes substâncias: V – Ácido acético E F a) Cloreto de sódio d) Ferro H O H C C b) Diamante e) Ouro VI – Glicerina H OH c) Grafite f) Óxido de sódio3. Considera a seguinte tabela: 5. Associa correctamente as duas colunas. Composto Nome do composto Fórmula molecular Fórmula de estrutura Coluna I Coluna II A C3H8 A – Extrai-se da cana-de-açúcar. I Maltose B – Este açúcar é sintetizado pelas plan- B Metano II Lactose tas durante o processo da fotossín- tese. C Eteno III Sacarose C – Existe na cevada. C2H6 IV Frutose D – Existe no leite. D V Glicose E – Encontra-se nas farinhas e na batata. E C2H2 H C≠C H VI Amido F – Existe no mel e nalguns frutos confe- rindo-lhes o sabor adocicado. a) Completa a tabela anterior. b) Como se designam esses compostos? 6. Considera os seguintes compostos: A – Glicose B – Frutose C – Amido D – Sacarose E – Celulose c) Classifica cada um dos compostos representados. 6.1. A que família de compostos orgânicos pertencem estas substân- cias? 6.2. Destes compostos orgânicos, indica: d) Indica os que são alcanos, alcenos e alcinos. a) o(s) monossacarídeo(s); b) o(s) dissacarídeo(s); c) o(s) polissacarídeo(s). 6.3. Indica um alimento que contenha o composto: B– C– D– e) Escreve a equação química que traduz a combustão do composto B. 6.4. Indica duas substâncias que sejam isómeros.
  10. 10. PROPOSTA DE RESOLUÇÃOFICHA 1 4 1 – gráfico C; 2 – gráfico A; 3 – gráfico B. 5 a)1 Repouso: a), c), d); Movimento: b), e). v(m/s) 802 A – …repouso; …movimento. 70 B – …movimento. 60 C – …repouso; …movimento. 50 D – …movimento 403 a) 30 x (m) 50 20 10 40 0 30 0 10 20 30 40 50 60 70 80 t(s) 20 10 b) Movimento uniforme. 0 B * h 15 * 70 c) Atriângulo = = = 525 m 0 5 10 15 20 2 2 t(s) Arectângulo = c * l = 25 * 70 = 1750 m distância percorrida = 525 + 1750 = 2275 m. b) espaço percorrido = 40 m. valor do deslocamento: Dr = xfinal - xinicial = 40 - 0 = 40 m Dv 70 - 0 d) Valor de aceleração média: am = = ) 4,7 m/s2 Dt 15 espaço percorrido 40 c) rapidez média = = = 2 m/s » e) 22v Dt 20 2 @22 Dr 40 - 20 20 » a d) valor da velocidade média: vmédia = = = = 2 m/s Dt 20 - 10 10 Os dois vectores têm sentidos opostos porque a velocidade diminui no intervalo de e) valor de deslocamento: Dr = xf - xi = 0 - 0 = 0 m tempo considerado. A aceleração tem um valor negativo.4 1.V E C T O R I A L f) R 2. E F E R E N C I A L a(m/s2) 6 3. I M P U L S Ã O 4 4. T R A J E C T O R I A 5. R E A C Ç Ã O 2 6. A T R I T O 7. D I N Â M I C A 0 10 20 30 40 50 60 70 80 t(s) 8. I N S T A N T A N E A –2 9. D I S T Ã N C I A R E A C Ç Ã O 10. A C E L E R A Ç Ã O M É D I A –4 –65 Significa que, numa hora, o automóvel percorreu 90 quilómetros de distância. 6 a) v(m/s) 25 20FICHA 2 15 101 1.1. a) [50, 100]s; b) [0, 50]s; c) [100, 200]s; 5 0 B+b 200 + 50 0 0,5 5,5 t(s) 1.2. d = *h= * 30 = 3750 m. 2 2 b) dreacção = Arectângulo = c * l = 20 * 0,5 = 10 m. b*h 5 * 202 O automóvel que possui maior velocidade é o C. c) dtravagem = Atriângulo = = = 50 m. 2 2 dsegurança = dreacção + dtravagem = 10 + 50 = 60 m.3 3.1. x (m) O condutor consegue evitar o acidente imobilizando o automóvel 10 m antes do bidão. 100 FICHA 3 50 1 a) A – II; B – III; C – I; D – IV. b) Sim, o Tiago regressou a casa porque, pela análise do gráfico, conclui-se que em t = 70 min a posição volta a ser zero (local de onde ele partiu: casa). c) O deslocamento é nulo. 0 0 60 120 180 240 valor de deslocamento: Dr = xfinal - xinicial = 0 - 0 = 0 m. t(s) d) O Tiago percorreu 60 quilómetros (15 km + 15 km + 30 km). e) As unidades não estão de acordo com o Sistema Internacional porque estas são o 3.2. a) [180, 240]s; b) [0, 60]s e [120, 180]s; c) [60, 120]s; metro para a posição e o segundo para o tempo. b * h 60 * 50 2 a) vi = 0 m/s (o corpo inicialmente está em repouso). 3.3. valor de deslocamento: Dr = 50 m. d = = = 1500 m. 2 2 Dv vf - vi 15 - 0 b) valor de aceleração: a = = = = 1,5 m/s2. Dt tf - ti 10 - 0 espaço percorrido 1500 3.4. rapidez média = = = 25 m/s. c) valor da força: F = m a = 50 * 1,5 = 75 N. Dt 60 - 0
  11. 11. 3 A – V. 6 A T C O M H T A M P E R Í M E T R O B – F. O atrito nem sempre é prejudicial ao movimento. C A B T C L M O P C A T R E C P T A A T M G E R A D O R R E S I T E R T C – F. Duas forças com a mesma direcção, o mesmo sentido e a mesma intensidade S C U D E R T R O A A T V B N M K I são iguais. É A L T F S F A H A E R T Y U J F N D – V. R T T T R R O P M A P D A T R A R T » E – F. A expressão matemática que traduz a Lei Fundamental da Dinâmica é F = m * a. » I L I N T E N S Í D A D E A B C D E F – F. Quando um autocarro pára de repente, os passageiros e o condutor são projec- E M M A T S A B M V R E C E P T O R tados para a frente devido à inércia. P O E C D I C V E B A O R C G E T R A T T H J S V E T N L P F V V N U U4 M R R C V T D R R M E N D V D S H P P E O T Y Ê T T O K L B C V R Ã F T F1 É S T T T N U Y B J O F X V J O V O B F3 R I A D F C I G C U A V S D U A S R A F2 C E S S F G I Z X C V B G H J K K K H O T A C R A L C A N C E O A I U Y R » »5 A – F. F1 e F3 são horizontais e têm sentidos opostos. P E R T E D F P O T Ê N C I A R E T B – V. E T S T E R U L M N T V G U T A U C » » C – F. F5 e F8 têm sentidos opostos. R R E S Í S T O R O V O L T A I V H D – V. T T A C T E R T U O J F D S F F V T O O H M R R T T V O L T Í M E T R O6 1 – D; 2 – B; 3 – C e F. FICHA 5FICHA 4 1 4A 3A1 A A – + A V 10 V 6V Resistência Fonte Amperímentro Interruptor Voltímetro 2,5 W 2W2 2.1. Dispositivo Nome do dispositivo 0,3 A A Pilha B Lâmpada A C Interruptor D Resistência 15 V 2.2. A função do dispositivo C é interromper a passagem da corrente eléctrica no circuito. 2.3. a) Fonte de energia: A; b) Receptores de energia: B e D. 50 W 2.4. D 2 10 V 8V V V A C B3 1. C I R C U I T O E L É C T R I C O 2. R E A L 3. G V V E R A D O R 4. C O R R E N T E C O N T Í N U A V 5V 3V 5. I N T E R R U P T O R 6. A M P E R Í M E T R O 10 V 7. V O L T Í M E T R O 8. A L C A N C E 3 9. O H M Í M E T R O 10. C O N D U T O R E S A1 7 A 11. M A G N É T I C O 6 A A2 A1 6 A 12. L E I D E O H M 13. R E S I S T Ê N C I A A24 a) 7A b) 4 Gráfico D, uma vez que a diferença de potencial (U) é directamente proporcional à intensidade de corrente (I). 5 a) U (V) 2 4 6 8 I (A) 1 2 3 4 U (V/A) c) I 2 2 2 2 b) U (V) 10 8 6 45 a) 2 mA = 2000 mA e) 5400 mA = 0,0054 A b) 25 mA = 0,025 A f) 2 kA = 2000 A 2 c) 0,036 A = 36 000 mA g) 5 mA = 0,005 A d) 0,5 A = 500 mA h) 3,6 A = 3600 mA 0 0 1 2 3 4 5 I (A)

×