Alimentacao aula

428 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
428
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alimentacao aula

  1. 1. Alimentação na infância Acadêmico: Napoleon Sandy 213851 São Paulo 2013
  2. 2. Dados antropométricos • Principais medidas antropométricas são: - Peso - Altura - Perimetro cefálico
  3. 3. Peso - Em média 3300 – 3400g ao nascer ( nelson textbook of Pediatrics ) - Perda ponderal 10% na primeira semana de vida - Após 14 dias peso tende a recuperar
  4. 4. Peso - Aumento médio g/dia no primeiro ano • • • • 1 trimestre 25-30 2 trimestre 20g 3 trimestre 15g 4 trimestre 12g - De 1 – 8 anos pode-se usar a fórmula Peso (kg) = idade (anos) x 2 + 9
  5. 5. Primeiros 6 meses • até sexto mês : aleitamento materno EXCLUSIVO • possui – gorduras, hidratos de carbono, proteínas, oligoelementos, eletrólitos e elementos de defesa • possibilita contato íntimo e singular entre criança e mãe, com repercussões psicológicas e afetivo de ambas
  6. 6. Ato da amamentação • boa pega deve ser ensinada a mãe e observada pelo profissional durante a consulta • deve-se observar: - Alinhamento do corpo e da cabeça do RN, face voltada para o corpo da mãe - Queixo do RN deve tocar a mama - Boca bem aberta e lábio inferior voltado para fora - parte inferior da aréola totalmente dentro da boca da criança
  7. 7. Contraindicações para amamentar • Algumas medicações • Drogas de vício • - doenças graves maternas HIV Doença de Chagas doenças mentais
  8. 8. Fórmula • É composta com macroelementos, micronutrientes e vitaminas para atender as necessidades de cada grupo etário • É divido em fórmula de 1 e 2 semestre e segundo ano de vida • A principal diferença em relação ao LV é a quantidade e qualidade da proteína ofertada • Principais são : NAM, APTAMIL, ENFAMIL
  9. 9. Leite de vaca • Oferta proteína 3x mais que leite humano (acidose metabólica) • Não tem omega 3 e 6 • Deve-se diluir no primeiro semestre • Não se deve complementar com carboidratos • Ofertar óleo
  10. 10. 6 meses – 2 anos • Manter leite materno até 2 anos de idade • Introduzir de forma lenta e gradual outros alimentos • Alimentos complementares (cereais, tubérculos, carnes, leguminosas, frutas e legumes) • 3 vezes ao dia se criança receber leite materno, e cinco vezes se não estiver
  11. 11. 6 meses – 2 anos • Oferecida sem rigidez de horários, respeitando sempre a vontade da criança • Espessar desde o início e oferecer com colher • Começar com consistência pastosa e gradativamente aumentar até chegar a alimentação da família
  12. 12. Suplementação • Ad-til (2 gotas/dia) até segundo ano de vida • Ferro – suplementar a partir da introdução de alimentos. Prescrever 1 gota/kg/dia
  13. 13. Pré-escolar • Comum neofobia alimentar • Orientar a oferecer 8-10 vezes, mesmo que em pequenas quantidades • Comum preferir alimentos doces e calóricos
  14. 14. Pré-escolar • Estabelecer conceitos: - Horários para as refeições evitar “guloseimas” evitar bebidas gaseificadas desencorajar práticas como suborno, chantagens - atividade física
  15. 15. Pré-escolar • - No cárdapio deve constar : 6 porções de cereais e massas 3 porções de frutas, verduras, leite e derivados 1 porção de carnes, ovos e feijão • Ideal no mínimo 5 refeições
  16. 16. Componentes Cereal ou tubérculo Leguminosa Proteína animal Hortaliças Arroz Feijão Carne de boi Verduras Milho Soja Vísceras Legumes Macarrão Ervilha Frango Batata Lentilhas Ovos Mandioca Grão de bico Peixe Inhame / Cará
  17. 17. Escolar • Crescimento constante e ganho de peso próximo a puberdade • Mudança de hábitos de vida, aumentando o consumo de comidas industrializadas e redução de atividade física • Consequência:????
  18. 18. Escolar • Necessário no mínimo 3 refeições • Estimular consumo de frutas, verduras, legumes • Leite se recusado puro deve ser oferecido de outra forma • Estimular prática de esporte não competitivo
  19. 19. Adolescente • • • • • Puberdade Estirão puberal Aumento de massa corporal Modificação da composição corporal Necessidade de cálcio aumentada (1300 mg/dia) e de ferro, que podem ser adquiridos na dieta. • Prevenção da obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares do adulto. Idade 11 a 14 anos 15 a 18 anos 11 a 14 anos 15 a 18 anos Sexo Calorias aproximadas* Feminino 2200 Kcal Masculino 2500 Kcal 3000 Kcal *OBS: Valores aproximados considerando-se adolescentes ativos
  20. 20. Dez passos para alimentação saudável (MS/OPAS e SBP) 1. Dar somente leite materno até os 6 meses 2. A partir dos 6 meses, introduzir de forma lenta e gradual outros alimentos, mantendo o LM até 2 anos ou mais; 3. Após os 6 meses dar alimentos complementares 3x/dia se LM e 5x/dia se desmamada; 4. Alimentação complementar sem rigidez de horários, respeitando sempre a vontade da criança; 5. Alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida com colher; começar com consistência pastosa (papas/purês) e, gradativamente, aumentar a consistência até chegar à alimentação da família;
  21. 21. Dez passos para alimentação saudável (MS/OPAS e SBP) 6. Oferecer diferentes alimentos ao dia. 7. Estimular o consumo diário de frutas, verduras e legumes. 8. Evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas e salgadinhos. Usar sal com moderação. 9. Higiene no preparo e manuseio dos alimentos. 10. Estimular a criança doente e convalescente a se alimentar, oferecendo a alimentação habitual e seus alimentos preferidos, respeitando a sua aceitação.
  22. 22. Bibliografia • Pernetta, C. Semiologia Pediátrica. Atheneu, 2009 • Nelson Textbook of Pediatrics, 18 th edition • Manual de Orientação Alimentar – Departamento de nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, 2006 • Tratado de Pediatria – Sociedade Brasileira de Pediatria. Fábio Ancona López e Dioclécio Campos Júnior

×