MÓDULO I - FUNDAMENTAL
ESTRUTURAS e PROCESSOS    ORGANIZACIONAISPAULA JANCSO FABIANI
OBJETIVOS DA AULA• 1º APRESENTAR AO ALUNO OS PRINCIPAIS  CONCEITOS   SOBRE   ESTRUTURAS     E  PROCESSOS ORGANIZACIONAIS• ...
DEFINIÇÕESQUAIS AS FUNÇÕES DO ADMINISTRADOR             PLANEJAR CONTROLAR              ORGANIZAR              DIRIGIR
DEFINIÇÕESFUNÇÕES DO ADMINISTRADOR PLANEJAR : ESTABELECER OBJETIVOS E RESULTADOS ESPERADOS    E   OS   MEIOS    MAIS ADEQU...
DEFINIÇÕESFUNÇÕES DO ADMINISTRADOR ORGANIZAR: ORDENAR E O AGRUPAR ATIVIDADES E RECURSOS, VISANDO AO ALCANCE DE OBJETIVOS  ...
DEFINIÇÕESFUNÇÕES DO ADMINISTRADOR DIRIGIR : ORIENTAR,   LIDERAR,   MOTIVAR   E COORDENAR AS ATIVIDADES E RECURSOS VISANDO...
DEFINIÇÕESFUNÇÕES DO ADMINISTRADOR CONTROLAR : ACOMPANHAR, CONTROLAR E AVALIAR OS RESULTADOS    APRESENTADOS      EM RELAÇ...
DEFINIÇÕESESTRUTURA ORGANIZACIONAL É    O   CONJUNTO    ORDENADO    DE RESPONSABILIDADES,      AUTORIDADES, COMUNICAÇÕES E...
DEFINIÇÕESTIPOS DE ESTRUTURA ORGANIZACIONALESTRUTURA ORGANIZACIONAL FORMAL É AQUELA DELIBERADAMENTE PLANEJADA E FORMALMENT...
DEFINIÇÕESESTRUTURA ORGANIZACIONAL INFORMAL• APRESENTA RELAÇÕES NÃO APARECEM NO  ORGANOGRAMA• NÃO ESTÁ SUJEITA AO CONTROLE...
DEFINIÇÕESESTRUTURA ORGANIZACIONAL INFORMAL• NÃO PODE SER EXTINTA, APESAR DE MAIS  INSTÁVEL QUE A FORMAL• PODE SER UM CELE...
DEFINIÇÕESESTRUTURA ORGANIZACIONAL FORMAL• REFLETE AS TAREFAS   FÍSICAS E MENTAIS  IDENTIFICADAS  QUE     PRECISAM   SER  ...
DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMAL•   SISTEMA DE RESPONSABILIDADE•   SISTEMA DE AUTORIDADE•   SISTEMA DE COMUNICAÇÕ...
DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMALSISTEMA DE RESPONSABILIDADE RESPONSABILIDADE REFERE-SE Á OBRIGAÇÃO QUE UMA PESSOA...
DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMALSISTEMA DE RESPONSABILIDADE• DEPARTAMENTALIZAÇÃO• ESPECIALIZAÇÃO DO TRABALHO• LIN...
DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMALSISTEMA DE AUTORIDADE AUTORIDADE É O DIREITO DE FAZER ALGUMA COISA. PODE SER O DI...
DEFINIÇÕESSISTEMA DE AUTORIDADE• DELEGAÇÃO• CENTRALIZAÇÃO/DESCENTRALIZAÇÃO• LIMITES DE AUTORIDADE     mais alto           ...
DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMALSISTEMA DE COMUNICAÇÕES COMUNICAÇÃO É O PROCESSO MEDIANTE O QUAL UMA MENSAGEM É E...
DEFINIÇÕESSISTEMA DE COMUNICAÇÕESFLUXOS DE COMUNICAÇÃO• HORIZONTAL: REALIZADO ENTRE  DIFERENTES UNIDADES ORGANIZACIONAIS, ...
DEFINIÇÕESFLUXOS DE COMUNICAÇÃO                               PRESIDENCIA                                                V...
DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMALSISTEMA DE DECISÕES DECISÕES SÃO NECESSÁRIAS PARA REALIZAÇÃO DOS OBJETIVOS IMPORT...
DEFINIÇÕESSISTEMA DE DECISÕES A DECISÃO DEVE OCORRER SEMPRE EM NÍVEL QUE ASSEGURE A CONSIDERAÇÃO PLENA DE TODOS OS OBJETIV...
DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL OBJETIVO É O ALVO OU SITUAÇÃO QUE SE PRETENDE ATINGIR ESTRATÉGIA É A DEF...
DEFINIÇÕESNÍVEIS DE INFLUÊNCIA DA ESTRUTURAORGANIZACIONAL                                    Planejamento         Nível Es...
EXEMPLOSTIPOS DE ESTRUTURAS  SÃO   RESULTADOS   DA    FORMA   DE  DEPARTAMENTALIZAÇÃO    E   REFLETEM  DIFERENTES FORMAS D...
EXEMPLOSTIPOS DE ESTRUTURAS O ORGANOGRAMA É A REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ONDE PODEMOS ENCONTRAR A D...
EXEMPLOSTIPOS DE ESTRUTURAS MAIS COMUNS•   LINEAR•   FUNCIONAL•   LINHA E ASSESSORIA•   COMISSIONAL OU COLEGIADA•   MATRIC...
EXEMPLOS• ESTRUTURA LINEAR (ESCALAR,  HIERÁRQUICA, VERTICAL OU MILITAR)     É UM TIPO DE ESTRUTURA NO QUAL     PREVALECE A...
EXEMPLOS• ESTRUTURA LINEAR                                    PRESIDÊNCIA              DIRETORIA DE                       ...
EXEMPLOS• ESTRUTURA FUNCIONAL     GUARDA O PRINCÍPIO DA ESPECIALIZAÇÃO,     ONDE CADA CHEFIA POSSUI AMPLO     DOMÍNIO SOBR...
EXEMPLOS• ESTRUTURA FUNCIONAL                    PRESIDENCIA      DIRETORIA     DIRETORIA      DIRETORIA        DE RH     ...
EXEMPLOS• ESTRUTURA DE LINHA E ASSESSORIA     POSSUI COMO CARACTERÍSTICA BÁSICA A     MANUTENÇÃO DA UNIDADE DE COMANDO    ...
EXEMPLOS• ESTRUTURA DE LINHA E ASSESSORIA                   CONSELHO                   PRESIDENTE                         ...
EXEMPLOS• ESTRUTURA COMISSIONAL OU COLEGIADA     CARACTERIZA-SE PELA CHEFIA COLEGIADA     NA TOMADA DE DECISÕES POLÍTICAS ...
EXEMPLOS• ESTRUTURA COMISSIONAL OU COLEGIADA                 CONSELHO                 DIRETORIA                 EXECUTIVA ...
EXEMPLOS• ESTRUTURA MATRICIAL NESTA ESTRUTURA EXISTE UMA AUTORIDADE HIERÁRQUICA    SEMELHANTE     À    DA ESTRUTURA FUNCIO...
EXEMPLOS• ESTRUTURA MATRICIAL                            PRESIDENTE                 RECURSOS                            FI...
AULA PRÁTICA             INSTITUTO XYZ• OBJETIVO: CRIAR PROGRAMAS PARA  APOIAR O DESENVOLVIMENTO INFANTIL• COMO: CAPTA REC...
AULA PRÁTICA            INSTITUTO XYZ• FUNÇÕES DE APOIO: ADMINISTRATIVAS,  CAPTAÇÃO DE RECUSOS E CONSULTIVAS• FUNÇÕES NOS ...
AULA PRÁTICA                                                     MÉDICO                    CONSELHO                       ...
CONCLUSÃO SÃO VÁRIOS OS BENEFÍCIOS DE UMA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ADEQUADA• IDENTIFICAÇÃO DAS TAREFAS NECESSÁRIAS  AO ALC...
CONCLUSÃO SÃO VÁRIOS OS BENEFÍCIOS DE UMA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ADEQUADA• PROMOVE O FLUXO DE INFORMAÇÕES• FACILITA  O  ...
CONCLUSÃO SÃO VÁRIOS OS BENEFÍCIOS DE UMA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ADEQUADA• UTILIZAÇÃO  MAIS   EFICIENTE   DOS  RECURSOS•...
CONCLUSÃO DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE UMA NOVA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL:• ANTECIPAÇÃO DE FORÇAS CONTRÁRIAS  QUE   PODEM...
CONCLUSÃO  DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE UMA NOVA  ESTRUTURA ORGANIZACIONAL:• PROMOVER A PARTICIPAÇÃO DE TODOS,  RELEVÂNC...
RECOMENDAÇÕESLEITURA DO MATERIAL DIDÁTICOhttp://www.professorcezar.adm.br/Textos/Estrutura%20Organizacional.pdffortium.edu...
RECOMENDAÇÕESFÓRUM DE DISCUSSÃO – Sugestões de temas• Tipos mais comuns de estruturas  organizacionais no terceiro setor• ...
RECOMENDAÇÕESREFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASOLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas,  organização e métodos: uma aborda...
Escola aberta estrutura_organ_pf_maio2112_apres
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Escola aberta estrutura_organ_pf_maio2112_apres

577 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
577
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Escola aberta estrutura_organ_pf_maio2112_apres

  1. 1. MÓDULO I - FUNDAMENTAL
  2. 2. ESTRUTURAS e PROCESSOS ORGANIZACIONAISPAULA JANCSO FABIANI
  3. 3. OBJETIVOS DA AULA• 1º APRESENTAR AO ALUNO OS PRINCIPAIS CONCEITOS SOBRE ESTRUTURAS E PROCESSOS ORGANIZACIONAIS• 2º AUXILIAR O ALUNO NO DESEVOLVIMENTO DE ESTRUTURAS E PROCESSOS ORGANIZACIONAIS DO TERCEIRO SETOR
  4. 4. DEFINIÇÕESQUAIS AS FUNÇÕES DO ADMINISTRADOR PLANEJAR CONTROLAR ORGANIZAR DIRIGIR
  5. 5. DEFINIÇÕESFUNÇÕES DO ADMINISTRADOR PLANEJAR : ESTABELECER OBJETIVOS E RESULTADOS ESPERADOS E OS MEIOS MAIS ADEQUADOS PARA ALCANÇÁ-LOS
  6. 6. DEFINIÇÕESFUNÇÕES DO ADMINISTRADOR ORGANIZAR: ORDENAR E O AGRUPAR ATIVIDADES E RECURSOS, VISANDO AO ALCANCE DE OBJETIVOS E RESULTADOS ESTABELECIDOS
  7. 7. DEFINIÇÕESFUNÇÕES DO ADMINISTRADOR DIRIGIR : ORIENTAR, LIDERAR, MOTIVAR E COORDENAR AS ATIVIDADES E RECURSOS VISANDO ALCANÇAR OS OBJETIVOS E RESULTADOS ESPERADOS
  8. 8. DEFINIÇÕESFUNÇÕES DO ADMINISTRADOR CONTROLAR : ACOMPANHAR, CONTROLAR E AVALIAR OS RESULTADOS APRESENTADOS EM RELAÇÃO AOS OBJETIVOS E RESULTADOS ESTABELECIDOS
  9. 9. DEFINIÇÕESESTRUTURA ORGANIZACIONAL É O CONJUNTO ORDENADO DE RESPONSABILIDADES, AUTORIDADES, COMUNICAÇÕES E DECISÕES Pessoas Informação Processos
  10. 10. DEFINIÇÕESTIPOS DE ESTRUTURA ORGANIZACIONALESTRUTURA ORGANIZACIONAL FORMAL É AQUELA DELIBERADAMENTE PLANEJADA E FORMALMENTE REPRESENTADA POR UM ORGANOGRAMAESTRUTURA ORGANIZACIONAL INFORMAL É A REDE DE RELAÇÕES SOCIAIS E PESSOAIS QUE NÃO É ESTABELECIDA OU REQUERIDA PELA ESTRUTURA FORMAL
  11. 11. DEFINIÇÕESESTRUTURA ORGANIZACIONAL INFORMAL• APRESENTA RELAÇÕES NÃO APARECEM NO ORGANOGRAMA• NÃO ESTÁ SUJEITA AO CONTROLE, ABORDAGEM NAS PESSOAS E SUAS RELAÇÕES
  12. 12. DEFINIÇÕESESTRUTURA ORGANIZACIONAL INFORMAL• NÃO PODE SER EXTINTA, APESAR DE MAIS INSTÁVEL QUE A FORMAL• PODE SER UM CELEIRO DE LÍDERES FORMAIS
  13. 13. DEFINIÇÕESESTRUTURA ORGANIZACIONAL FORMAL• REFLETE AS TAREFAS FÍSICAS E MENTAIS IDENTIFICADAS QUE PRECISAM SER DESEMPENHADAS• É O AGRUPAMENTO DE TAREFAS EM FUNÇÕES COM ATRIBUIÇÃO DA RESPONSABILIDADE A PESSOAS OU GRUPOS
  14. 14. DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMAL• SISTEMA DE RESPONSABILIDADE• SISTEMA DE AUTORIDADE• SISTEMA DE COMUNICAÇÕES• SISTEMA DE DECISÕES
  15. 15. DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMALSISTEMA DE RESPONSABILIDADE RESPONSABILIDADE REFERE-SE Á OBRIGAÇÃO QUE UMA PESSOA OU GRUPO DE PESSOAS TEM DE FAZER ALGUMA COISA E A ALOCAÇÃO DAS ATIVIDADES INERENTES A ESTA OBRIGAÇÃO.
  16. 16. DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMALSISTEMA DE RESPONSABILIDADE• DEPARTAMENTALIZAÇÃO• ESPECIALIZAÇÃO DO TRABALHO• LINHA (COMANDO) E ASSESSORIA (APOIO)
  17. 17. DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMALSISTEMA DE AUTORIDADE AUTORIDADE É O DIREITO DE FAZER ALGUMA COISA. PODE SER O DIREITO DE TOMAR DECISÕES, DE DAR ORDENS E REQUERER OBDEDIÊNCIA, OU SIMPLESMENTE O DIREITO DE DESEMPENHAR UM TRABALHO.
  18. 18. DEFINIÇÕESSISTEMA DE AUTORIDADE• DELEGAÇÃO• CENTRALIZAÇÃO/DESCENTRALIZAÇÃO• LIMITES DE AUTORIDADE mais alto Amplitude de autoridade limites de nível autoridade hierárquico mais baixo
  19. 19. DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMALSISTEMA DE COMUNICAÇÕES COMUNICAÇÃO É O PROCESSO MEDIANTE O QUAL UMA MENSAGEM É ENVIADA POR UM EMISSOR, POR MEIO DE DETERMINADO CANAL, E ENTENDIDA POR UM RECEPTOR. O QUE, COMO, QUANDO E DE QUEM/PARA QUEM COMUNICAR
  20. 20. DEFINIÇÕESSISTEMA DE COMUNICAÇÕESFLUXOS DE COMUNICAÇÃO• HORIZONTAL: REALIZADO ENTRE DIFERENTES UNIDADES ORGANIZACIONAIS, MAS DO MESMO NÍVEL HIERÁRQUICO.• DIAGONAL OU TRANSVERSAL: REALIZADO ENTRE UNIDADES ORGANIZACIONAIS E NÍVEIS DIFERENTES.• VERTICAL: REALIZADO ENTRE NÍVEIS DIFERENTES DENTRO DA MESMA ÁREA.
  21. 21. DEFINIÇÕESFLUXOS DE COMUNICAÇÃO PRESIDENCIA V H DIRETORIA DIRETORIA D/T DEPTO DEPTO DEPTO DEPTO
  22. 22. DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA FORMALSISTEMA DE DECISÕES DECISÕES SÃO NECESSÁRIAS PARA REALIZAÇÃO DOS OBJETIVOS IMPORTANTE DEFINIR EM QUE NIVEL DA ORGANIZAÇÃO SERÃO TOMADAS, QUEM DEVE PARTICIPAR E QUEM DEVE SER INFORMADO.
  23. 23. DEFINIÇÕESSISTEMA DE DECISÕES A DECISÃO DEVE OCORRER SEMPRE EM NÍVEL QUE ASSEGURE A CONSIDERAÇÃO PLENA DE TODOS OS OBJETIVOS E ATIVIDADES AFETADOS.
  24. 24. DEFINIÇÕESCOMPONENTES DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL OBJETIVO É O ALVO OU SITUAÇÃO QUE SE PRETENDE ATINGIR ESTRATÉGIA É A DEFINIÇÃO DO CAMINHO MAIS ADEQUADO PARA ALCANÇAR O OBJETIVO POLÍTICA É O PARÂMETRO OU ORIENTAÇÃO PARA A TOMADA DE DECISÕES
  25. 25. DEFINIÇÕESNÍVEIS DE INFLUÊNCIA DA ESTRUTURAORGANIZACIONAL Planejamento Nível Estratégico Estratégico Nível Tático Planejamento Tático Planejamento Nível Operacional Operacional
  26. 26. EXEMPLOSTIPOS DE ESTRUTURAS SÃO RESULTADOS DA FORMA DE DEPARTAMENTALIZAÇÃO E REFLETEM DIFERENTES FORMAS DE SE ORGANIZAR OS RECURSOS DISPONÍVEIS UMA ORGANIZAÇÃO PODE ADOTAR VARIOS TIPOS DE ESTRUTURA DE ACORDO COM SUAS NECESSIDADES E OBJETIVOS
  27. 27. EXEMPLOSTIPOS DE ESTRUTURAS O ORGANOGRAMA É A REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ONDE PODEMOS ENCONTRAR A DIVISÃO DO TRABALHO (DEPARTAMENTALIZAÇÃO) E A RELAÇÃO DE SUBORDINAÇÃO (LINHA DE AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE)
  28. 28. EXEMPLOSTIPOS DE ESTRUTURAS MAIS COMUNS• LINEAR• FUNCIONAL• LINHA E ASSESSORIA• COMISSIONAL OU COLEGIADA• MATRICIAL
  29. 29. EXEMPLOS• ESTRUTURA LINEAR (ESCALAR, HIERÁRQUICA, VERTICAL OU MILITAR) É UM TIPO DE ESTRUTURA NO QUAL PREVALECE A CENTRALIZAÇÃO, TENDO COMO CARACTERÍSTICA UMA ÚNICA CHEFIA COMO FONTE DE AUTORIDADE.30
  30. 30. EXEMPLOS• ESTRUTURA LINEAR PRESIDÊNCIA DIRETORIA DE DIRETORIA PRODUTOS COMERCIAL SEÇÃO DE SEÇÃO DE SEÇÃO DE SEÇÃO DE FABRICAÇÃO QUALIDADE VENDAS ENTREGA31
  31. 31. EXEMPLOS• ESTRUTURA FUNCIONAL GUARDA O PRINCÍPIO DA ESPECIALIZAÇÃO, ONDE CADA CHEFIA POSSUI AMPLO DOMÍNIO SOBRE DETERMINADA ÁREA DE SUA ESPECIALIZAÇÃO.32
  32. 32. EXEMPLOS• ESTRUTURA FUNCIONAL PRESIDENCIA DIRETORIA DIRETORIA DIRETORIA DE RH VENDAS FINANCEIRA DIVISÕES DIVISÕES DIVISÕES33
  33. 33. EXEMPLOS• ESTRUTURA DE LINHA E ASSESSORIA POSSUI COMO CARACTERÍSTICA BÁSICA A MANUTENÇÃO DA UNIDADE DE COMANDO NOS ÓRGÃOS DE LINHA. POSSUI A MESMA ORGANIZAÇÃO DA ESTRUTURA LINEAR, ADICIONANDO-SE ÓRGÃOS DE ASESSORIA, CUJO OBJETIVO É, ENTRE OUTROS: PESQUISAR, ESTUDAR, PROCESSAR ANÁLISES E FORNECER ACONSELHAMENTOS.34
  34. 34. EXEMPLOS• ESTRUTURA DE LINHA E ASSESSORIA CONSELHO PRESIDENTE AREA DE PESQUISA AREA DE AREA DE VENDAS PRODUÇÃO35
  35. 35. EXEMPLOS• ESTRUTURA COMISSIONAL OU COLEGIADA CARACTERIZA-SE PELA CHEFIA COLEGIADA NA TOMADA DE DECISÕES POLÍTICAS E ESTRATÉGICAS DA ORGANIZAÇÃO E PELA DIVISÃO DE RESPONSABILIDADE, USUALMENTE DENOMINADOS DE CONSELHOS, COMITÊS, JUNTAS, COMISSÕES COLEGIADOS, ETC.36
  36. 36. EXEMPLOS• ESTRUTURA COMISSIONAL OU COLEGIADA CONSELHO DIRETORIA EXECUTIVA PRESIDENTE DEPTO DEPTO DEPTO37
  37. 37. EXEMPLOS• ESTRUTURA MATRICIAL NESTA ESTRUTURA EXISTE UMA AUTORIDADE HIERÁRQUICA SEMELHANTE À DA ESTRUTURA FUNCIONAL E OUTRA BEM ESPECÍFICA E DIRETA, QUE É A DA COORDENAÇÃO DE CADA PROJETO. NESTA ESTRUTURA OS COLABORADORES DE ÁREAS DIFERENTES SÃO ALOCADOS EM PROJETOS ESPECÍFICOS.38
  38. 38. EXEMPLOS• ESTRUTURA MATRICIAL PRESIDENTE RECURSOS FINANCEIRO TREINAMENTO HUMANOS PROJETO 1 PROJETO 2 PROJETO 339
  39. 39. AULA PRÁTICA INSTITUTO XYZ• OBJETIVO: CRIAR PROGRAMAS PARA APOIAR O DESENVOLVIMENTO INFANTIL• COMO: CAPTA RECURSOS COM DOADORES, CRIA PROGRAMAS EM CIDADES COM VISITADORES QUE TRABALHAM COM FAMILIAS COM CRIANÇAS, DESDE A GRAVIDEZ ATÉ OS 6 ANOS DE IDADE.
  40. 40. AULA PRÁTICA INSTITUTO XYZ• FUNÇÕES DE APOIO: ADMINISTRATIVAS, CAPTAÇÃO DE RECUSOS E CONSULTIVAS• FUNÇÕES NOS PROGRAMAS: – PLANEJAMENTO (ATIVIDADES QUE SERÃO DESENVOLVIDAS) – IMPLANTAÇÃO (CONTRATAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE PESSOAL) – AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO
  41. 41. AULA PRÁTICA MÉDICO CONSELHO NUTRICIONISTA PSICÓLOGO COMITÊ PRESIDÊNCIA CONSULTIVO EDUCADORADMINISTRATIVO CAPTAÇÃO PROJETOS FINANCEIRO DE RECURSOS PLANEJAMENTO IMPLANTAÇÃO AVALIAÇÃO CIDADE A CIDADE B CIDADE C
  42. 42. CONCLUSÃO SÃO VÁRIOS OS BENEFÍCIOS DE UMA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ADEQUADA• IDENTIFICAÇÃO DAS TAREFAS NECESSÁRIAS AO ALCANCE DOS OBJETIVOS• ORGANIZAÇÃO DAS FUNÇÕES E RESPONSABILIDADES
  43. 43. CONCLUSÃO SÃO VÁRIOS OS BENEFÍCIOS DE UMA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ADEQUADA• PROMOVE O FLUXO DE INFORMAÇÕES• FACILITA O ESTABELECIMENTO DE PROCESSOS
  44. 44. CONCLUSÃO SÃO VÁRIOS OS BENEFÍCIOS DE UMA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ADEQUADA• UTILIZAÇÃO MAIS EFICIENTE DOS RECURSOS• DESENVOLVIMENTO DE CONDIÇÕES MOTIVADORAS
  45. 45. CONCLUSÃO DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE UMA NOVA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL:• ANTECIPAÇÃO DE FORÇAS CONTRÁRIAS QUE PODEM TER INFLUÊNCIA NO PROCESSO• DESENVOLVER UM BOM PLANEJAMENTO DA MUDANÇA DE MODO A EVITAR OU MINIMIZAR POSSÍVEIS PROBLEMAS NA EFETIVAÇÃO
  46. 46. CONCLUSÃO DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE UMA NOVA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL:• PROMOVER A PARTICIPAÇÃO DE TODOS, RELEVÂNCIA DO FATOR HUMANO NO PROCESSO DE MUDANÇA• ADEQUAÇÃO DA ESTRUTURA AOS RECURSOS HUMANOS, TECNOLÓGICOS E MATERIAIS DISPONÍVEIS.
  47. 47. RECOMENDAÇÕESLEITURA DO MATERIAL DIDÁTICOhttp://www.professorcezar.adm.br/Textos/Estrutura%20Organizacional.pdffortium.edu.br/blog/.../AULA_03-Estrutura-Organizacional1.docgestaocomercial.50webs.com/documentos/sucuri.docACESSE OS LINKShttp://www.professorcezar.adm.brhttp://www.portaladm.adm.br/OSM/OSM9.htmhttp://apostilas.netsaber.com.br/apostilas/1064.pdf
  48. 48. RECOMENDAÇÕESFÓRUM DE DISCUSSÃO – Sugestões de temas• Tipos mais comuns de estruturas organizacionais no terceiro setor• Diferenças nas estruturas organizacionais do terceiro setor e o setor privado• Problemas no processo de mudança de estrutura organizacional
  49. 49. RECOMENDAÇÕESREFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASOLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas, organização e métodos: uma abordagem gerencial; Ed. Atlas, 2002MAXIMIANO, Antonio Cesar Amaru. Introdução à Administração; Ed. Atlas, 2000CURY, Antonio. Organização & métodos: uma visão holística. Ed. Atlas, 2000.CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. Ed. Rio de Janeiro: Campus, 2000.DRUCKER, Peter. Prática da Administração de Empresas. Ed. Fundo de Cultura, 1962.

×