Como ter uma vida forte, ativa e vitoriosa

176 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
176
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como ter uma vida forte, ativa e vitoriosa

  1. 1. COMO TER UMA VIDA FORTE, ATIVA E VITORIOSA 1 Coríntios 3:1 “Eu, porém, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, e sim como a carnais, como a crianças em Cristo.” Alguns cristãos e certamente todos nós, passamos por esta situação, durante muito tempo da sua vida espiritual, nada experimentaram além da primeira experiência da salvação. Muitos gastam anos de sua vida ouvindo o ABC do Evangelho, sem nunca saberem, verdadeiramente, quem são em Cristo: Não conhecem a sua posição espiritual, Não conhecem a herança dos santos, Nem conhecem a sua esperança como pessoas salvas. É importante que você compreenda a razão, o porquê de muitas pessoas não amadurecem espiritualmente. Vamos começar a identificar alguns problemas e algumas armadilhas e laços que o inimigo lança para atrapalhar o desenvolvimento do cristão. Vamos, também, apresentar soluções bíblicas que lhe vão ajudar a crescer espiritualmente e ser um cristão forte, intrépido, perseverante e vencedor. Amado Olhe uma coisa interessante: quando Paulo escreveu essa carta aos coríntios, ele fez uma observação muito forte: é de se esperar que uma pessoa que viva dentro da igreja ouça a Palavra e siga os padrões bíblicos, porém, não era isso que estava ocorrendo com a Igreja de Corinto. Não havia espiritualidade na igreja, mas sim, pessoas carnais, crianças em Cristo. Paulo classificou a Igreja de Corinto como uma igreja de crianças espirituais. Era uma igreja imatura, cujos membros, apesar de convertidos, tinham pouco discernimento espiritual, não tinham habilidade com a Palavra, não estavam preparados para entender as coisas profundas do Espírito, não tinham entendimento espiritual, não tinham conhecimento, não haviam crescido na Graça e no Conhecimento de Deus, portanto, viviam como crianças em Cristo. Note que esse é um aspecto que impede o cristão de viver vitoriosamente. Vejamos como Paulo explica isso, em 1 Coríntios 2:10 e 13: “Mas Deus no-lo revelou pelo Espírito; porque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus.”
  2. 2. 13 “Disto também falamos, não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito, conferindo coisas espirituais com espirituais.” O drama que era vivido por essa igreja é a maior armadilha que o inimigo lança sobre o povo de Deus, impedindo-o de crescer espiritualmente. O que ele faz? Faz com que as pessoas fiquem e aceitem viver como crianças espirituais, sem experiência, somente no ABC do Evangelho. Isso é dramático. É o mesmo que imaginar um adulto com mais de 30 anos se comportando como um bebê. Eu gostaria que você identificasse o que faz uma pessoa estar na igreja e, ainda assim, permanecer criança, sem maturidade espiritual, sem crescimento espiritual, sem desfrutar das bênçãos que só os maduros desfrutam. Paulo identifica o problema de uma forma bárbara. No Livro de Hebreus, no capítulo 5, nos versículos 11-14, ele faz algumas admoestações extremamente importantes quanto a esse fato: “A esse respeito temos muitas coisas que dizer e difíceis de explicar, porquanto vos tendes tornado tardios em ouvir. 12 Pois, com efeito, quando devíeis ser mestres, atendendo ao tempo decorrido, tendes, novamente, necessidade de alguém que vos ensine, de novo, quais são os princípios elementares dos oráculos de Deus; assim, vos tornastes como necessitados de leite e não de alimento sólido. 13 Ora, todo aquele que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, porque é criança. 14 Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal.” Os crentes Hebreus eram um grupo que vivia o ABC do Evangelho, eram pessoas infantis, não tinham uma vida espiritual consistente, nem tinham uma vida espiritual madura. O que havia com eles? Vamos ver alguns aspetos: Primeiro aspecto: Vamos identificar esse problema de forma bíblica. Olha o que Paulo disse: vos tendes tornado tardios em ouvir. O primeiro problema dessa igreja é que ela se tornara tardia em ouvir.
  3. 3. Amado! Se você conhecer o original grego, verá que tardio em ouvir significa: ouvindo coisas erradas. Amado deixe-me lhe fazer uma pergunta. O que Deus quer que ouça para saíres de um estado de infantilidade para um estado de maturidade espiritual? O que temos que ouvir? Primeiro: Olha o que o Espírito diz em Apocalipse 2:29: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Então, precisamos ouvir o que o Espírito diz à Igreja. Não é ouvir o que os homens dizem, ou o que a filosofia diz, ou o que uma denominação tem a dizer; é ouvir o que o Espírito diz à Igreja. Grande parte do povo de Deus não ouve o Espírito, logo, se mantém numa vida espiritual de infantilidade. Segundo: Temos que ouvir a Palavra de Cristo, porque, se não, não recebemos a Fé. Romanos 10:17 “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.” Terceiro: Temos que ouvir a Palavra da Verdade, o Evangelho da Salvação. Efésios 1:3 diz assim: “em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa;”. Olhe só uma coisa porque é que os hebreus se tornaram tardios em ouvir? Porque eles estavam ouvindo coisas erradas. Não estavam ouvindo o que o Espírito diz à Igreja, não estavam ouvindo a pregação de Cristo, não estavam ouvindo a Palavra da Verdade. Acompanhe comigo isto é tremendo é grandioso só os da graça entendem Gálatas 2:14 “Quando, porém, vi que não procediam corretamente segundo a verdade do evangelho, disse a Cefas, na presença de todos: se, sendo tu judeu, vives como gentio e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus?”. Ora, meu amado, em Cristo Jesus, não é este o problema que nós identificamos nos dias de hoje? Não podemos nos dispor a ouvir qualquer programa de televisão,
  4. 4. Não podemos nos dispor a ouvir qualquer mensagem, e ler livros da lei, porque, assim, nos tornamos tardios em ouvir. Ou a nossa doutrina é a Graça de Deus, ou vamos gerar um tipo de confusão espiritual na nossa mente, por ouvirmos tardiamente, por ouvirmos coisas erradas. Paulo dizia: quando eu era criança falava como criança, pensava como criança e agia como criança. Mas, quando eu deixei as coisas de criança, passei a falar como adulto e a viver como adulto.’ O Senhor Jesus, em Lucas, diz uma coisa extraordinária. Acompanhe comigo Lucas 8:18 “Vede, pois, como ouvis; porque ao que tiver, se lhe dará; e ao que não tiver, até aquilo que julga ter lhe será tirado.” Cuidado com aquilo que você ouve. É muito importante que você ouça aquilo que é correto, aquilo que edifica, que levanta, que estimula, que encoraja, e não aquilo que é espírito de condenação. Depois, nos versículos 19-20 diz assim: “Vieram ter com ele sua mãe e seus irmãos e não podiam aproximar-se por causa da concorrência de povo. 20 E lhe comunicaram: Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e querem ver-te. Ele, porém, lhes respondeu: Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a palavra de Deus Se não for a Palavra de Deus meu amado, não há Fé, não há crescimento, não há maturidade, não há cura, não há milagre, não há prosperidade, não há certezas, não há vida sólida, não há vida vitoriosa. Agora, é necessário, também, praticar a Palavra de Deus. Porque quem ouve e pratica é comparado a um homem prudente, que construiu a sua casa sobre a Rocha. Vem o vento, cai a chuva, os rios transbordam, mas a casa fica de pé. Mas pastor o que acontece se eu ouço e não pratico? Se você é tardio em ouvir, quando a chuva cai, o rio transborda, o vento sopra, o que acontece com a casa? A casa cai, e é grande a sua ruína. Amado deixe-me lhe dizer uma coisa: É muito importante estar num lugar onde a Palavra de Deus tem primazia. Há lugares que se chamam de igreja que não dão prioridade à Bíblia; a Palavra de Deus
  5. 5. fica sempre para último lugar. Quando convidam um pregador de fora, cantam, dançam, pulam, e reservam para a mensagem os 5 minutos finais. Dançar, cantar etc. são importantes, merecem honras, mas nada pode substituir a Bíblia Sagrada. O que causa mudança de vida? A Palavra. O que gera autoridade? A Palavra. O que motiva a vida? A Palavra. Se não houver Palavra, o cristão permanece criança espiritual. Há, também, pessoas que estão em muitos lugares onde se ouve uma palavra vazia em vez de uma Palavra Poderosa. Isso também gera pessoas infantis, crianças espirituais que não conhecerão as profundezas de Deus. Amado deixe-me lhe dizer uma verdade. É por falta de maturidade espiritual que grande parte do povo e pastores de Deus suspeita da Sua veracidade. Por isso é que eu afirmo que, as pessoas que não crescem espiritualmente duvidam de Deus. A Bíblia passa a ser como história da carochinha. Vão à igreja, muitas vezes, para abafar a sua consciência da culpa dos pecados, ou apenas para satisfazer uma pessoa amiga, mas não se interessam pela Palavra. Por exemplo, existem lugares em que, quando o pregador diz: Irmão chegou a hora da Palavra, metade da igreja no meio da reunião sai, porque não há interesse, porque já sabem o que vem: é coisa infantil, é paulada, é cajadada, como se costuma dizer: é espada, é longa, é afiada, é tenebrosa… E a pessoa diz: Isso não me serve.’ Meu Amado, enquanto você não ouvir a Palavra certa, que é a Palavra de Deus, que é o Evangelho da Graça de Deus, a pessoa se mantém como criança espiritual, não há crescimento, não há fruto, não há sinais de Deus. A família não nota mudança nenhuma na sua vida, no emprego ele é o mesmo, falta sempre dinheiro, porque a pessoa é infantil. Vamos voltar a Hebreus 5:12: “Pois, com efeito, quando devíeis ser mestres, atendendo ao tempo decorrido, tendes, novamente, necessidade de alguém que vos ensine, de novo, quais são os princípios elementares dos oráculos de Deus; assim, vos tornastes como necessitados de leite e não de alimento sólido.”
  6. 6. Segundo aspecto: Apesar do tempo decorrido, os hebreus não tinham-se tornado mestres na Palavra. Quando uma pessoa entra numa igreja da Graça de Deus, a tendência é que em pouco tempo ela se torne mestre na Palavra. Porquê? Porque a prioridade é a Palavra. Mas, com os irmãos hebreus isso não aconteceu! Passou-se o tempo e eles estavam sempre precisar que alguém lhes ensinasse de novo. Eu queria-lhe dizer uma coisa: um dos fatores que prova o crescimento espiritual de uma pessoa é quando ela está capacitada a passar aos outros aquilo que aprendeu. Todos nós temos a chamada para passar aos outros aquilo que nós aprendemos. Por exemplo, Paulo diz em Hebreus 3:13: “pelo contrário, exortai-vos mutuamente cada dia, durante o tempo que se chama Hoje, a fim de que nenhum de vós seja endurecido pelo engano do pecado.” Cabe ao povo de Deus exortar-se mutuamente. Essa é nossa chamada: exortar uns aos outros, para que ninguém seja enganado pelo pecado. Agora, como você vai exortar uma pessoa que está em pecado se você não sabe exortar? Se você é menino espiritual? Paulo disse à Igreja. 1 Tessalonicenses 5:11 “Consolai-vos, pois, uns aos outros e edificai-vos reciprocamente, como também estais fazendo.” Como posso edificar uma vida se eu for infantil? Como posso consolar uma pessoa se eu não tiver estrutura para consolá-la? Amado! Em muitos casos, você sofre para, depois, o teu sofrimento ser motivo de consolo para os outros que sofrem. Agora, se você não estiver pronto para consolar, significa que você é infantil. Hebreus 10:24-25 diz assim: “Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras. 25 Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações…”. Quando você se apercebe que alguém não está vindo aos cultos, você como adulto liga para essa pessoa, e a estimula, pergunta o que está
  7. 7. acontecer, diz para não abandonar a congregação, admoesta, pede para ele voltar, dize-lhe que o seu lugar é na igreja. Porquê? Porque quando uma pessoa tem um problema, a tendência é desaparecer da Casa do Senhor. Só que a igreja é a mãe, é o lugar de consolo, de cura. Quando passamos por problemas, seja de que nível for, é na igreja que devemos estar, para nós nos ajudarmos uns aos outros e, depois, podermos viver vitoriosamente. Essa é a razão da igreja. Em Efésios 4:11-13, Deus diz como há crescimento: “E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, 12 com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo, 13 até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo,”. O que é que os Ministérios têm que fazer? O que os Apóstolos, Profetas, Evangelista, Bispos, Pastores e Mestres têm que fazer? Não é acusar o povo de Deus, não é rebaixar as pessoas, não é ameaçar com inferno. Os Ministérios devem fazer com que o povo chegue à unidade da Fé, ao pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo. Aqui estão os sintomas de uma pessoa madura. Depois, qual o resultado da maturidade? Olha o seu efeito no versículo 14: “para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro.” Primeiro: Quando se é maduro, deixa-se de ser menino, espiritualmente falando. Quando chegas à plenitude de Deus, ao conhecimento das profundezas do Espírito: a eleição, a soberania, a predestinação, o falso livre arbítrio e conferes coisas espirituais com espirituais, nunca mais ages como menino. Segundo: Quando se é maduro, deixa-se de andar de um lado para o outro. O que quer dizer andar de um lado para o outro” ? É a pessoa que não tem firmeza. Ora, quando a pessoa é madura ela se torna estabelecida na Fé, firme; não há nada que a demova da sua confiança em Deus.
  8. 8. Terceiro: Quando se é maduro, você não é levado por ventos de doutrina. Há pessoas, amado, que andam atrás de doutrinas, como Paulo disse: sentindo coceira nos ouvidos. Um diz não sei o que, outro diz não sei quanto; um vem para a televisão e põe umas pessoas gritando e correndo dentro da igreja… e as pessoas ficam atormentadas, outras ficam histéricas com a atuação. Quarto: Quando se é maduro, a pessoa não se deixa levar “pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro.” Ora, se eu não tenho maturidade, se eu não chego ao pleno conhecimento de Jesus, se eu não cresço espiritualmente, facilmente sou induzido ao erro. O que mais existe no Portugal, hoje? São pessoas que se dizem pregadoras, mas que na realidade induzem ao erro. Quando você vê uma pessoa dizimista, fiel, dizendo que está com encosto, ou que vai para o inferno, foi induzida ao erro. Não foi assim que Jim Jones, aquele Pastor americano, matou 800 pessoas? Foi assim, induzindo-as ao erro. Depois, no versículo 15 diz assim: “Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,”. Quinto: Você só pode crescer em tudo seguindo a Verdade em amor. Dessa forma, cresces na área financeira, na aérea espiritual, na área familiar, aprendes a respeitar o seu marido, aprendes a amar a sua esposa, aprendes a dar valor a sua família… Amados, só quem perde uma família, só quem perde a saúde, só quem perde amigos é que sabe o valor que eles têm. Infelizmente o ser humano é assim. Sexto: Finalmente, o que diz Paulo? Versículo 16 “de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.” O que isso lhe mostra? Harmonia, equilíbrio. Então, no que resulta o crescimento espiritual na Graça de Deus?
  9. 9. Número um: maturidade. Número dois: estabelecido na fé, sólido. Numero três: enraizado. Número quatro: livre de enganos. Número cinco: crescimento contínuo. Número seis: Harmonia e equilíbrio. Terceiro aspecto: vamos voltar em Hebreus 5:13-14: “Ora, todo aquele que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, porque é criança. 14 Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal.” O que é ser inexperiente na Palavra? É não saber usar a Palavra de Deus. E quem não sabe usar a Palavra, não sabe orar, porque a oração da Graça de Deus é baseada na Bíblia Sagrada. Ele também não sabe interceder, não sabe lutar contra ao mal, não sabe usar a espada do Espírito, não sabe usar as armar espirituais que destroem fortalezas, anulam sofismas e toda altivez que se levanta contra o conhecimento, não ouve o que é certo, não se torna mestre, porque se mantém na infantilidade espiritual. Depois, diz Hebreus 6:1-2 “Por isso, pondo de parte os princípios elementares da doutrina de Cristo, deixemo-nos levar para o que é perfeito, não lançando, de novo, a base do arrependimento de obras mortas e da fé em Deus, 2 o ensino de batismos e da imposição de mãos, da ressurreição dos mortos e do juízo eterno.” Há pessoas que estão há 20 anos na igreja e a única coisa que sabem são os rudimentos da doutrina de Cristo. Não se deixam levar para o que é perfeito, não colocam de lado aquilo que é elementar, não conhecem a profundidade do coração de Deus, não são vitoriosos, não têm recursos espirituais. Eu queria-lhe mostrar três coisas importantes que Jesus disse a respeito do crescimento e da necessidade da maturidade espiritual: João 14:19-20 “Ainda por um pouco, e o mundo não me verá mais; vós, porém, me vereis; porque eu vivo, vós também vivereis. 20 Naquele dia, vós conhecereis que eu estou em meu Pai, e vós, em mim, e eu, em vós.”
  10. 10. Jesus disse o quê? Vós me vereis. Significa que aquele que cresce tem Visão espiritual. Depois, disse que, porque Ele vive, nós viveremos também. Significa que quem cresce tem vida espiritual. Por fim, Jesus disse que nós estaremos nEle. Significa que quem cresce tem união espiritual. Eu termino com Daniel 11:32: “Aos violadores da aliança, ele, com lisonjas, perverterá, mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte e ativo.” O povo que conhece o Senhor, que conhece o seu Deus, não é o povo do ABC do Evangelho. É o que tem Visão espiritual, Vida espiritual e União espiritual. É aquele que não é mais infantil, que não bebe leite, que se alimenta de alimento sólido, que deixa de lado os princípios elementares, que se deixa levar para o que é perfeito, que não lança de novo base de obras mortas, que é experiente na Palavra, que sabe ouvir o que é certo, que ouve e pratica a Palavra. Só a Revelação da Graça de Deus lhe faz saber que Jesus é Deus, que Jesus é o Senhor. Jeová, El Shadai não são nomes de Deus – esses são títulos, são virtudes e manifestações de Deus. Mas, a plenitude da divindade está nAquele que se manifestou na carne, subiu aos céus e foi pregado entre os gentios. O nosso Deus se chama Jesus Cristo! Quando você, O conhece na plenitude, deixas de ser infantil, torna-te crescido e maduro, forte e ativo. Forte contra quem? Contra o mal, contra o pecado, contra o assédio pecaminoso, contra a doença, você dá testemunho, não tem medo de nada nem de ninguém, admoestas, consolas, exortas, encorajas, és UM espírito com Deus. Diga Amém. ASSIM SEJA, ASSIM DISSE O SENHOR! GLÓRIA A DEUS

×