Duarte	
  Toubarro	
  
Valorização	
  de	
  desperdícios	
  agrícolas	
  e	
  de	
  
industrias	
  agroalimentares	
  
	
 ...
Desafio?	
  
Da	
  inves*gação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
Criar	
  novos	
  produtos	
  a	
  par*r	
  de	
  mater...
Valorização	
  dos	
  recursos	
  genéFcos	
  dos	
  Açores	
  
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
• 	...
Valorização	
  dos	
  recursos	
  genéFcos	
  dos	
  Açores	
  
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
• 	...
Mar	
  profundo	
  (1200	
  mts)	
  	
  
74	
  Isolados	
  
Fontes	
  hidrotermais	
  marinhas	
  
32	
  
Isolados	
  
Fon...
Valorização	
  dos	
  recursos	
  genéFcos	
  dos	
  Açores	
  
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
• 	...
Starch/fuel	
   TexFle	
  
Food	
  
100ºC	
  
5ºC	
  
Detergent	
  
Feed	
  
Dairy	
  
Personal	
  	
  
care	
  
1	
   12	...
Palha	
  60	
  °C	
  
Digestão	
  produtos	
  celulósicos	
  	
  
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
F...
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
53.60%	
  
18.51%	
  
9.12%	
  
4.30%	
  
3.14%	
  
2.03%	
  
1.72%...
Desenvolvimento	
  de	
  um	
  acelerador	
  de	
  
compostagem	
  	
  
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação...
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
7	
  semanas	
  12	
  semanas	
  
AZOTDP	
  
FÓRUM	
  AGRO-­‐ALIMEN...
Desenvolvimento	
  de	
  um	
  
acelerador	
  de	
  compostagem	
  	
  
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação...
Papel	
  	
  60	
  °C	
  Palha	
  60	
  °C	
  
Contacto	
  com	
  grupo	
  Portucel	
  Soporcel	
  	
  	
  
Da	
  invesFga...
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
Penas	
  60	
  °C	
  
Digestão	
  de	
  penas	
  
FÓRUM	
  AGRO-­‐A...
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
Diversidade	
  
Análise	
  por	
  perfis	
  de	
  restrição	
  (ARDR...
Digestão	
  de	
  penas	
  
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
FÓRUM	
  AGRO-­‐ALIMENTAR,	
  Universid...
Hidrolisado	
  de	
  penas	
  como	
  fonte	
  de	
  proteína	
  
para	
  aquacultura	
  	
  
Da	
  invesFgação	
  fundame...
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
CosméFca	
  -­‐	
  reparação	
  capilar	
  
FÓRUM	
  AGRO-­‐ALIMENT...
Da	
  invesFgação	
  fundamental	
  à	
  aplicação	
  
• 	
  	
  o	
  aproveitamento	
  de	
  subprodutos	
  depende	
  de...
Desafio?	
  
FÓRUM	
  AGRO-­‐ALIMENTAR,	
  Universidade	
  Da	
  Madeira	
   9	
  e	
  10	
  de	
  julho	
  2015	
  
Equipa	
  
Nelson	
  Simões	
  
Team	
  lider	
  
Carla	
  Cabral	
  
Prof.	
  auxiliar	
  
Luisa	
  Oliveira	
  
Inves*ga...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Investigación sobre reutilización de desechos agrícolas e industrias agroalimentarias. Universidad de Azores

203 visualizações

Publicada em

Presentación del grupo de Investigación de Universidad de Azores sobre la reutilización de residuos agrículas.

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
203
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Investigación sobre reutilización de desechos agrícolas e industrias agroalimentarias. Universidad de Azores

  1. 1. Duarte  Toubarro   Valorização  de  desperdícios  agrícolas  e  de   industrias  agroalimentares    -­‐  Da  inves*gação  fundamental  à  aplicação     UNIVERSIDADE  DOS  AÇORES   Grupo  Biotecnologia  Microbiana   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira  
  2. 2. Desafio?   Da  inves*gação  fundamental  à  aplicação   Criar  novos  produtos  a  par*r  de  materiais   atualmente  desperdiçados  na  indústria   agroalimentar   Biologia   Bioquímica   Biologia  molecular   Genómica   Proteómica     InvesFgação   básica     InvesFgação   aplicada   Produtos  e   processos    INTERAÇÃO  /                COLABORAÇÃO      /        PARTICIPAÇÃO  DA  INDÚSTRIA     FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  3. 3. Valorização  dos  recursos  genéFcos  dos  Açores   Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   •     Pesquisa  de  moléculas  bioacFvas   Sampling Microorganisms (enrichment)   Establishment of bacterial collection Bioactive Screening     FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  4. 4. Valorização  dos  recursos  genéFcos  dos  Açores   Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   •     Banco  isolados  microbianos   250  Isolados   1130  Isolados   400     Isolados   125     Isolados   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  5. 5. Mar  profundo  (1200  mts)     74  Isolados   Fontes  hidrotermais  marinhas   32   Isolados   Fontes  hidrotermais  terrestres   65   Isolados   Valorização  dos  recursos  genéFcos  dos  Açores   Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   •     Banco  isolados  microbianos   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  6. 6. Valorização  dos  recursos  genéFcos  dos  Açores   Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   •     Moléculas  bioacFvas  idenFficadas   Lipase (19)   Xylanase (15)  Amylase (11)   Protease (53)   Cellulase (8)   Phytase (6)   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  7. 7. Starch/fuel   TexFle   Food   100ºC   5ºC   Detergent   Feed   Dairy   Personal     care   1   12   pH   Potencial   Biotecnológico   Valorização  dos  recursos  genéFcos  dos  Açores   Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   •     Moléculas  bioacFvas  idenFficadas   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  8. 8. Palha  60  °C   Digestão  produtos  celulósicos     Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  9. 9. Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   53.60%   18.51%   9.12%   4.30%   3.14%   2.03%   1.72%   1.66%   1.47%   1.32%   1.31%   Thermobacillus   Bacillales   Brevibacillus   Clostridiales   Firmicutes   Hyphomicrobium   Bacillaceae   Clostridia   Geobacillus    Bacillus   Consorcio  microbiano  termófilo     Digestão  produtos  celulósicos     FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  10. 10. Desenvolvimento  de  um  acelerador  de   compostagem     Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   Primeira  fase   (WP1)  –  6  meses   Seleção  dos  consórcios  mais   eficazes  á  escala  laboratorial   Indicadores  de  realização  -­‐  Iden*ficação   do  consórcio  mais  eficaz.   418.23   657.50   821.25   1,217.25   589.75   736.75   584.75   737.75   1   2   3   4   ConduFvidade  (µS/cm)   Semanas   AZOTDp   Controlo   21%   15%   AZOTDP   CONTROLO   Redução  da  massa   volúmica     9  e  10  de  julho  2015  FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira  
  11. 11. Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   7  semanas  12  semanas   AZOTDP   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   Desenvolvimento  de  um  acelerador  de   compostagem     9  e  10  de  julho  2015  
  12. 12. Desenvolvimento  de  um   acelerador  de  compostagem     Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   Quarta  fase    (WP4)  –  12  meses   CerFficação  do  acelerador   biológico  de  compostagem   Primeira  fase   (WP1)  –  6  meses   Seleção  dos  consórcios  mais   eficazes  á  escala  laboratorial   Indicadores  de  realização  -­‐  Iden*ficação   do  consórcio  mais  eficaz.   Segunda  fase   (WP2)  –  18  meses   Testes  piloto  com  acelerador   biológico  selecionado   Indicador  de  realização  –  Descri*vo  com  as   condições   padronizadas   para   u*lização   do   “acelerador  biológico”  de  compostagem.   Terceira  fase   (WP3)  –  18  meses   Avaliação  da  qualidade  do   composto  produzido   Indicadores  de  realização-­‐  obtenção   dos  dados  necessários  á  cer*ficação   do  composto  final   ü      FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  13. 13. Papel    60  °C  Palha  60  °C   Contacto  com  grupo  Portucel  Soporcel       Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   Biorefinarias     FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  14. 14. Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   Penas  60  °C   Digestão  de  penas   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  15. 15. Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   Diversidade   Análise  por  perfis  de  restrição  (ARDRA)     à  Diversidade  genéFca  à    Enzimas  diferentes?   12   isolados   IdenFficação  de  diferentes  isolados   bacterianos  com  aFvidade  queraFnolíFca   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  16. 16. Digestão  de  penas   Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  17. 17. Hidrolisado  de  penas  como  fonte  de  proteína   para  aquacultura     Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   Valente  et  al,  2015  (ICBAS)   É  possível  subsFtuir  80%  de   farinha  de  peixe  por   hidrolisado  de  penas  !!   Valente  et  al,  2015  (ICBAS)   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  18. 18. Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   CosméFca  -­‐  reparação  capilar   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  19. 19. Da  invesFgação  fundamental  à  aplicação   •     o  aproveitamento  de  subprodutos  depende  de  uma   solução  integrada  de  valorização;   Valorização  dos  subprodutos  do  setor   agroalimentar   •   originar  novos  produtos  de  valor  acrescentado  para   diversas  áreas;   •   contribui  para  o  aumento  dos  ganhos  económicos  do   setor  agrícola;   •   forte  impacto  ambiental  pela  diminuição  de  desperdícios.   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  20. 20. Desafio?   FÓRUM  AGRO-­‐ALIMENTAR,  Universidade  Da  Madeira   9  e  10  de  julho  2015  
  21. 21. Equipa   Nelson  Simões   Team  lider   Carla  Cabral   Prof.  auxiliar   Luisa  Oliveira   Inves*gadora uxiliar   Doutorando   Estudante     eurodiseia   Estudante     eurodiseia   Mário  Teixeira   Tea  Šćulac   'Ruggero  Bellini   Sara  Pavão   Duarte  Toubarro   Post.  Doc   Obrigado  Ana  Real   Estudantes   licenciatura  

×