.

475 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
475
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
30
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

.

  1. 1. Obesidade Infantil Condenados a gordura
  2. 2. Introdução <ul><li>No Brasil, um estudo publicado pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, SBEM, indica que entre 7% a 15% das crianças no país, são obesas, dependendo da região e da classe social. Na adolescência esse índice atinge 20 %. Além disso, o estudo indica que a obesidade na infância e adolescência aumentou 240% nos últimos vinte anos. </li></ul>
  3. 3. Argumentos Favoráveis <ul><li>A falta de tempo dos pais para preparar uma boa refeição aos filhos e incentivá-los a comerem alimentos saudáveis. Um estudo feito pela Universidade de Minnesota mostrou que as crianças que tem acesso a alimentos com alto teor de gordura e pouco nutritivos na escola, irão consumir mais alimentos gordurosos do que as crianças que tem acesso a opções mais saudáveis . </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Alguns pais dizem meu filho não gosta de brócolis ou couve-flor, mas algumas vezes, a falta da tentativa dos pais acaba estimulando a criança a não se alimentar corretamente. </li></ul><ul><li>Muitos pais e familiares tratam a obesidade como algo normal e “fofinho”, porém é uma grave doença que gera muitos problemas tanto na própria infância e até quando se tornarem adultos. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Uma má alimentação durante a gravidez ou por genética pode afetar a criança. Algumas pesquisas já revelaram que se um dos pais é obeso, o filho tem 50% de chances de se tornar gordinho, e se os dois pais estão acima do peso, o risco aumenta para 100%. A criança que tem pais obesos corre o risco de se tornar obesa também porque a obesidade pode ser adquirida geneticamente. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A vida sedentária facilitada pelos avanços tecnológicos (computadores, televisão, videogames, etc.), faz com que as crianças não precisem se esforçar fisicamente. Hoje em dia, ao contrário de alguns anos atrás, as crianças devido à violência urbana e a pedido de seus pais, ficam dentro de casa com atividades monótonas e sem praticar atividades físicas como correr, jogar bola, brincar de pique etc., levando-as a passarem horas paradas enfrente a uma TV ou outro equipamento eletrônico e quase sempre com um pacote de biscoito ou um sanduíche regado a refrigerantes. Isto é um fator preocupante para o desenvolvimento da obesidade. </li></ul>
  7. 7. Argumentos Contrários <ul><li>Os jornais e a televisão constantemente nos recordam que um número crescente de crianças está acima do peso ou obesas. E muitos pais estão começando a colocar seus filhos em dietas exageradas e sem acompanhamento médico gerando diversos distúrbios alimentícios, como a bulimia e a anorexia. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Poucas escolas já aderiram a alimentos mais saudáveis nas cantinas. É necessário o apoio escolar no combate a obesidade e na conscientização de pais e alunos </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Ana Carolina Cunha </li></ul><ul><li>George Kontogiorgos </li></ul><ul><li>Larissa Albuquerque </li></ul><ul><li>Paulina Nascimento </li></ul><ul><li>9º ano C </li></ul>

×