Ética no Fotojornalismo

4.379 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.379
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
192
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ética no Fotojornalismo

  1. 1. Ética no fotojornalismo
  2. 2. Algumas dicas importantes sobre direitos e deveres:• Pode fotografar pessoas em lugares públicos desde que o uso da foto seja para matérias de interesse público.• Não fotografe crianças sem que haja autorização por escrito dos pais• Não invadir a privacidade• Não usar fotos de arquivo fora do contexto de tempo/espaço: O texto pode alterar a realidade do contexto da foto: uma mulher grávida pode estar ilustrando uma matéria sobre saúde como estupro. Tem que se considerar a questão moral em relação à modelo fotografada.• Para fotografar em lugares fechados como shoppings, estação de trem/metrô, etc., tem que pedir autorização• Dar créditos ou assinaturas das imagens: nome do autor da fotografia
  3. 3. Manipulação da imagem:É permitido um tratamento básico na imagem paramelhorar sua qualidade e adequação ao espaço que vaiocupar no jornal impresso ou on-line: cortes;brilho/contraste, nitidez, correção de cor, etc.
  4. 4. O processo de manipulação daimagem existe bem antes das novastecnologias como o programaPhotoshop. Existem váriosexemplos na história da fotografiacom interferência na imagemdentro de um processo analógico eartesanal.O comissário do partido NikolaiYezhov, executado pela políciasecreta em 1940, desapareceu dafoto oficial ao lado deStálin, presidente da antiga UniãoSoviética. Yezhov foi acusado decrimes que vão de "incompetência"para "desvio sexual" e traição.
  5. 5. O Irã ludibriou o mundo em 2008 ao disponibilizar imagens dos exercícios militares. Um míssil foiadicionado por meio de manipulação fotográfica, aparentemente para encobrir uma falha nolançamento ou demonstrar o poderio militar.
  6. 6. O caso de Brian Walski é um bom exemplo de manipulação da imagem.Quando trabalhava no jornal “Los Angeles Times”, o fotógrafo manipulouduas imagens que fez no Iraque para formar uma só, mais impactante. Atrapaça foi descoberta, e o fotógrafo, demitido em 2003. A foto da direita é amanipulada.
  7. 7. Foto-ilustração ou ilustração fotográfica“A ilustração fotográfica é um tipo defotografia encontrado na imprensa que não seconfigura como uma captura doreal, sendo, ao contrário, produzido emestúdio e/ou posteriormente montado emanipulado para acompanhar as matériasjornalísticas” Jorge Pedro Sousa
  8. 8. Conteúdo da imagem
  9. 9. A foto de Eddie Adams, que lhe rendeu o prêmio Pulitzer, foi feita no Vietnã em 1968: a execução do prisioneirovietcong, a sangue frio, pelo general Nguyen Ngoc Loan. A imagem chocou o mundo, a foto tornou-se um dossímbolos da brutalidade da guerra e contribuiu para posicionar a opinião pública americana contra a Guerra doVietnã. A imagem levanta questões sobre a ética nas publicações de imagens apelativas com conteúdo de tragédia eviolência explicita.
  10. 10. Foto de Kevin Carter realizada no Sudão em 1993, ganhou o Prêmio Pulitzer . O fotógrafo se suicidou meses após orecebimento do prêmio em 1994. Se para grande parte do público o fotojornalista foi desumano, sádico e frio, por nãointervir no sofrimento da criança, para a crítica especializada Kevin Carter merecia todos os cumprimentos peloprofissionalismo e por levar ao conhecimento do mundo, a miséria e barbárie que o povo sudanês estava sofrendo.Esse fato leva a questionamentos éticos: Deve o fotojornalista apenas mostrar a realidade crua através da sua lenteou interferir nela quando a sua consciência assim o exige?
  11. 11. Há certo consenso ético entre os jornais mundiais de não explorarem o horror, obizarro de uma forma explicita. No “11 de setembro” as fotos seguiram esse padrão,mas esta imagem do fotógrafo Richard Drew fugiu à regra e sofreu graves críticas.
  12. 12. No dia 11 de março de 2004, bombas explodiram simultaneamente em estações detrem, no horário de maior movimento, em Madri. Pelo menos 192 pessoas morrerame mais de mil ficaram feridas. Uma imagem do fotojornalista Pablo Torres Guerrero, dojornal El País, foi publicada na primeira página dos principais jornais do Brasil e domundo.
  13. 13. O jornal “O Estado de São Paulo” publicou a fotografia original, onde apareceum pedaço de corpo humano próximo a um dos trilhos, no lado esquerdo daimagem.
  14. 14. O Jornal do Brasil e o Diário de São Paulo adulteraram a foto original. Os doisjornais com auxílio do programa Photoshop retiraram a parte humana docampo visual da imagem, para que não agredisse emocionalmente seusleitores. Por outro lado não foram éticos em cometer uma fraude.

×