Aula 2 - Photoshop Básico: tratamento da imagem

8.756 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.756
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
270
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2 - Photoshop Básico: tratamento da imagem

  1. 1. Aula 2: Tratamento da Imagem Por: Oswaldo Hernandez e Douglas Ribeiro Lemos
  2. 2. 4º Passo – Tratamento da Imagem
  3. 3. <ul><li>Tratamento básico em Photoshop é usar de recursos que possam melhorar a qualidade da imagem, sem alterar o seu conteúdo. É mostrar a realidade do que foi fotografado tal qual ela se apresentou no momento do registro fotográfico. </li></ul><ul><li>Alguns cuidados devem ser tomados quando se dispõe de ferramentas que possam distorcer a realidade e faltar com a ética profissional principalmente quando envolve imagens jornalísticas. </li></ul><ul><li>Somente em ilustração fotográfica, ou foto ilustração pode-se extrapolar nos recursos do Photoshop, manipulando a fotografia. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Nem todas fotos necessitam usar de todos os itens do menu do Photoshop para tratamento, em algumas situações pode ocorrer de se fazer uso de um ou outro item. </li></ul><ul><li>Tomar cuidado no uso desses recursos para evitar o exagero e acabar e por piorar a qualidade da imagem. </li></ul><ul><li>Tudo vai da sensibilidade de quem estiver tratando da foto. </li></ul>
  5. 5. 1 - Auto Color
  6. 6. O auto color permitirá uma correção nas cores da imagem. Ir em Image >Adjustments e clicar em Auto Color.
  7. 7. 2 - Levels
  8. 8. Levels ( Image > Adjustments > Levels ) permite corrigir a faixa tonal da imagem através do ajuste das tonalidades escuras ( shadows ), médias ( midtones ) e claras ( highlights ). O uso do Levels é para deixar a foto mais equilibrada nos tons claros e escuros.
  9. 9. A caixa de diálogo (box) que surge tem um histograma (gráfico) que representa os níveis das áreas de luz e sombras da fotografia.
  10. 10. Existem três pequenos cursores em baixo do histograma: o da direita refere-se ao branco ou areas de altas luzes; o da esquerda ao preto ou áreas de sombras; o do meio aos meios tons (cinza). Basta deslizar cada um desses cursores até se chegar ao nível ideal. Na foto em questão, vemos que o histograma está deslocado para a esquerda, demonstrando que a foto está muito escura e, vemos um grande espaço do lado direito o que representa que devemos deslocar o cursor até o início do gráfico deixando a foto mais clara. No canto inferior direito existe o “Preview” para que seja possível ir verificando os nossos resultados (antes/depois) à medida que formos efetuando as alterações.
  11. 11. Depois de realizar as correções no Levels, clicar em OK.
  12. 12. Lembrando que o Layer é onde fica registrado as fases de tratamento da foto. Para se analisar o resultado do trabalho que está sendo feito, clicar no desenho de um olho que aparece no Layer em azul. Com isso, podemos ver o antes/depois da fase de tratamento.
  13. 13. 4 – Brightness/Contrast
  14. 14. <ul><li>Brightness/Contrast ou brilho e contraste vai interferir no preto/ branco e meios tons (cinzas) da imagem ao contrário do Levels que altera também a intensidade das cores. Brightnes/Contrast tem que ser usado com moderação de tal forma que o resultado final da imagem tenha detalhes nas áreas de altas luzes (claras) e de sombras. </li></ul>
  15. 15. Para acessar no menu: Image>Adjustments>Brightness/Contrast
  16. 16. Surge um box na área de trabalho com cursores deslizantes para se achar os valores (+ ou - ) ideais para a imagem. Lembrando que a imagem neste estágio já foi tratada no Levels onde foi feito correções semelhantes, portanto, colocar valores mínimos, apenas para “lapidar” o contraste e brilho.
  17. 17. Após encontrado os valores corretos e conferido no Preview, clicar em OK
  18. 18. 5 – Unsharp Mask
  19. 19. <ul><li>Normalmente as imagens digitais saem da câmera sem muita nitidez, e o Photoshop conta com filtros para solucionar este problema. </li></ul><ul><li>A função do Unsharp Mask (Mascara de Nitidez) é aumentar o contraste dos pixels em relação aos pixels adjacentes ou diferentes, melhorando assim, a nitidez das imagens ou seja, melhora a definição da imagem detectando e realçando as bordas. O uso impróprio ou excessivo dos seus comandos podem produzir imagens artificiais com problemas estranhos como: super contrastes, bordas (contornos) nos assuntos ou objetos, extremidades pixalizadas e ruídos em áreas claras, como os tons de pele. O segredo é usar com moderação. Existem 3 comandos básicos, que trabalham em conjunto, ou seja, o ajuste de um, influência o resultado dos outros. São eles: Amount (Intensidade), Radius (Raio) e Threshold (Limiar). </li></ul>
  20. 20. Para aplicar o Unsharp Mask ir no menu em Filter>Sharpen>Unsharp Mask, clicar...
  21. 21. Determinar os valores dos itens: Amount, Radius, Threshold através dos cursores e analisando o efeito na imagem. É muito importante escolher os valores corretos evitando estragar a imagem. Verifique a tabela a seguir...
  22. 22. <ul><li>Os valores para o Unsharp Mask vão depender do tamanho/resolução da fotografia: </li></ul><ul><li>Amount (Intensidade) : Para imagens com 72 DPI o valor é de 0 a 50. </li></ul><ul><li>Imagens de alta resolução, de 50 a 200. </li></ul><ul><li>Radius (Raio) : Imagens com 72 DPI = de 0 a 1. Imagens com alta </li></ul><ul><li>resolução = 1 a 2. </li></ul><ul><li>Threshold (Limiar) : Para a maioria das imagens, recomenda-se </li></ul><ul><li>valores entre 2 a 4 </li></ul>
  23. 23. Procure estabelecer primeiro os valores de Radius e Threshold e depois vá analisando somente o Amount com o cursor, ao mesmo tempo que, olhando a imagem através do Preview ou clicando com o mouse dentro da pequena janela.
  24. 24. Definindo o resultado, de OK
  25. 25. As lições continuam na Aula 3 Aula criada por: Oswaldo Hernandez Douglas Ribeiro Lemos

×