Métodos específicos

1.144 visualizações

Publicada em

Descreve métodos de pesquisa e pensamento específicos a determinados autores como Descartes, Bacon, Galileu, Popper, etc.

Publicada em: Saúde
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.144
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Métodos específicos

  1. 1. GEAC nur IIIJSIIWKbDH um» Munnnumxlgixn Prof. Dr. Maurício A. P. Peixoto www. oaprendízemsaude. wordpress. com
  2. 2. ESSÊNCIA DO SER Metafísica e Dialética LÓGICA DO RACIOCINIO 4 Indução e Dedução mwxnoaprendízemsaudaavordpressxom Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto
  3. 3. "Os sistemas metafísicos, em sua forma clássica, tratam de problemas centrais da filosofia teórica, são tentativas de descrever os fundamentos, as condições, as leis, a estrutura básica, as causas ou princípios, bem como o sentido e a finalidade da realidade como um todo ou dos seres em geral. " http: l/ptwíkípedía. org/ wikí/ Metafisica -m-»v-. xnoaprendízemsaudewvordpressxom Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto
  4. 4. GEAC um »mm "Ocupa-se das "questões últimas" da filosofia, tais como: 1. Há um sentido último para a existência do mundo? 1. A organização do mundo é necessariamente essa com que deparamos, ou seriam possiveis outros mundos? 2. Existe um Deus? Se existe, como podemos conhecê-lo? 4. Existe algo como um "espírito"? 5. Há uma diferença fundamental entre mente e matéria? a3. Os seres humanos são dotados de almas imortais? 7. São dotados de livre-arbítrio? Tudo está em permanente mudança, ou há coisas e relações que, a despeito de todas as mudanças aparentes, permanecem sempre idênticas? http: l/pt. wikipediaorg/ wíkí/ Metafisica mv-Auoaprendizemsaudewordpress. com Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto
  5. 5. "mmétodo de diálogo cujo foco é a contraposição e contradição de ideias que levam a outras ideias. .." e ". .. caminho entre as ideias. .." "marte de, no diálogo, demonstrar uma tese por meio de uma argumentação capaz de definir e distinguir claramente os conceitos envolvidos. .." httpz/ /ptwikipedíaorg/ wíki/ Dialétíca nwvu'. oaprendizemsaude. wordpressxom Prof. Dr. hiauricio A. P. Peixoto
  6. 6. “. ..a contradição é reconhecida pela dialética como principio básico do movimento pelo qual os seres existem. .." httpJIptAA/ ikipedia. org/ wvíki/ Dialética wwzuuoaprenclI: en1saude. -.-. 'ordpresssom Prof. DI'. .Viauricio A. P. Peixoto
  7. 7. CEKÂC "mmodalidade de raciocinio lógico que faz uso da dedução para obter uma conclusão a respeito de determinada(s) premissa(s). " Partindo de principios reconhecidos como verdadeiros (premissa maior), o pesquisador estabelece relações com uma segunda proposição(premissa menor) para, a partir de raciocinio lógico, chegar à verdade daquilo que propõe (conclusão). Por exemplo; duas premissas verdadeiras: " P1:Todos os homens são mortais" " Pzzsócrates e' homem". Conclusão "Logo, Sócrates é mortal" http: //pt. wikipedia. orglwikilMétodo_dedutivo nwxwxnoaprendizemsaude. wordpressxom Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto
  8. 8. CEAC IrI›| Im n. ". ..Método de pensamento ou raciocinio com o qual se extraem de certos fatos conhecidos, mediante observação, alguma conclusão geral que não se acha rigorosamente relacionada com eles. .." u - - - - r » . ..Consiste em afirmar acerca de todos, aquilo que foi possivel observar em alguns. .. ". ..A indução faz a generalização, isto e', cria proposições universais a partir de proposições particulares. É, portanto, uma forma de raciocinio pouco credivel e muito mais susceptível de refutação. .." Por exemplo: Retirando-se uma amostra de um saco de arroz, observa-Se que aproximadamente 80% dos grãos são do tipo extrafino. Conclui-se, então, que o Saco de arroz é do tipo extrafino. http: llpihwikipedia. org/ wikiIMétodo_dedutivo »xmvuxnoaprendizemsaudemvordpress. com Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto
  9. 9. RACIONALISMO CARTESIANO EVIDÊNCIA 75 Só aceitar como verdadeiro o que se apresente ao espirito como ? G3, b' indubitável f” , ANALISE René Descartes (15964650) Dividir cada dificuldade em tantas partes quantas necessárias para resolve-Ia. Seguir do mais complexo ao mais simples siNTEsE Conduzir os pensamentos de forma ordenada, do mais simples ao mais complexo ENUMERAçÃO Fazer extensas listagens, de modo a nada omitir w›. v-. v.oaprendizemsaudewordpressxom Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto
  10. 10. OCISAC¡ : OBSERVAR o FENÔMENO ANALISA-LO: Relações quantitativas entre as partes A INDUZIRHIPÓTESES › VERIFICAR: Experimentação GEN ERALIZAR: Experimentar em casos similares OBTER AS LEIS GERAIS: Em caso de êxito Galileo Galilei (1564 4642) xmoaprendizemsaude-»cordpresscom Prof. DI'. .Xíauricio A. P. Peixoto
  11. 11. MÉTODO cIENTiFIco BUSCA cAusAs INDuçÃO EXPERIMENTAL ENTRE cAusA E EFEITO HÁ SUCESSÃO cONsTANTE E INVARlÁVEL HAVENDO cAusA HÁ FENÔMENO SUPRlMlNDO-SE A cAusA SUPRlME-SE O EFEITO _ VARIANDOACAUSA vARIAO FENÔMENO '~ e¡ Francis Bacon, 1561-1626 w»v-. v.oaprendízemsaudeMcordpress. com Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto
  12. 12. "A ciência consiste em doxai (opiniões e conieturas), controladas pela discussão critica, assim como pela techne experimental. " PROBLEMA: Tensão entre o conhecimento e a "Docta lgnorantia" CONJETU RA: Soluções provisórias a serem testadas FALSEAMENTO: A partir da critica lógica, tentar refutar a teoria criada. .. ,- O experimento tem papel auxiliar. 5;; i. .› r Karl Popper (1902-1994) »wmv. oaprendizemsaudewordpress. com Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto
  13. 13. e OBJETIVIDADE DAS CIÊNCIAS SOCIAIS ' TENSÃO ENTRE CONHECIMENTO E IGNORÂNCIA A OBsERvAçÃO É FRUTO DA TEORIA ” FALSIFICABILIDADE , 3-1,, 53x05 x "sua , , , , t? Lx . -' Í' O OBJETIVIDADE CIENTIFICA E A DE SEU MÉTODO CRITICO v ç. I c" O' Karl Popper (1902-1994) wwiv. oaprendizemsaudemvorclpressxom Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto
  14. 14. O GEAC tem suas bases estabelecidas em 1998 a partir da aglutinação de pesquisas tendo o processo de aprendizagem na saúde como tema central. Em maio de 2002, o Grupo é fonnalmente certificado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro como um Grupo de Pesquisa do Diretório de Grupos de Pesquisa do Brasil do CN Pq . Desde então o GEAC, que surge de parceria acadêmica entre o Laboratório de Currículo e Ensino do Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde (NUTES/ UF RJ) e o Departamento de Enfermagem Fundamental da Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN/ UFRJ), amplia suas atividades para um caráter cada vez mais multidisciplinar. Atualmente, as pesquisas do Grupo, genericamente, visam investigar o processo de aprendizagem no ser humano. Os recortes de interesse incluem: metacognição, estilos de aprendizagem, motivação, hábitos e fontes de estudo, formas de raciocínio, interação social e estratégias de aprendizagem. Os estudos têm se dado em contextos tanto presenciais como naqueles inseridos no ciberespaço. Além disto, procura difundir o conhecimento pertinente, testando algumas de suas aplicações. Seu referencial teórico fundamenta-se principalmente nos autores cognitivistas. Dentre estes em particular, aqueles oriundos do movimento metacognitivo e da psicologia diferencial. Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto httpufoaprendizemsaudewordpress. com¡

×