ÍPRPIKD D)

ÁFKI NUTIACIJI ÍÍ (ÍKÀYIÇM )

   

; r "xx
u_ _
_~ ' : . *J .  . > u' u
e  v , z »v .  .a . 
, .  
~ 1 ' .  - ...
Método Científico -

 .  víão operacional

*o TRABALHO DO CIENTISTA
*o MÉTODO CIENTÍFICO

Prof.  Dr.  Mauricio A.  P.  Pei...
rof.  r.  .Miau

 

O HOMEM DESEJA

CRIATIVIDADE
MÚSICA
LITERATURA CIÊNCIA
RELIGIÃO
Etc. .. ,  ,
METODO CIENTIFICO

EOET E...
_. __

FUNÇÃO DO CIENTISTA T
 fa'

à? ?? › as,  &Wíyí y  ? asa 
2,¡  Lj  TAJñAYÇÉ W ,  T
 _T 1'_  “›. ,Í_', ,=, §_ 

. i Á...
"É um paradoxo que a Terra e mova ao redor dO Sole
que a água seja constituída de dois gases altamente
inflamáveis.  A ver...
”     

Í

1 v. 

LF*

? É › à.  rf? ?

 ͧ! ?1i”iiãfã'§i; síí= ... li”P;  i; íiTr-r. ::: ;:: ¡  Mises# recitais _i: :i: ....
MODELO + EXPERIMENTO CONCElTO PRAGMATICO

DE VERDADE
CONHECER E REDUZIR O

DESCONHECIDOAO ANALOGIA
CONHECIDO

“P05 UN| VER...
- CONHECERE ESTABELECER UMA RELAÇÃO ENTRE A
PESSOA QUE CONHECE E O OBJETO À SER
CONHECIDO. 

< EsTA RELAÇÃO É UM cONcEITo ...
"As soluções,  eu já as possuo há muito tempo,  mas ainda não sei como é que cheguei a elas"
(GAUSSJn Polanyí:  Personal K...
"Não existe nenhum caminho lógico que nos conduza (às grandes leis do Universo).  Elas só
podem ser atingidas por meio de ...
a' 
' I
K
I
crlaçã° Credibilidade
1 *í* a prior¡

|  A

|  É

|  3

 . '

 . '
 . '
 c'
 . o.
 , . . o
§_$Í . ."onncnoo¡l'...
@a

CEAC'

"É um RACIOCÍNIO com a ajuda
do qual submetemos, 
metódicamente,  as nossas IDÉIAS

à experiência dos FATOS"
Be...
@W

cut/ xr"

O MODELO DE SEMMELWEISS
DISSECÇÃO DE CADAVERES+ EXAME FÍSICO

l

MATERIA PUTREFATA +nPARTURlENTES SADlAS

l
...
DIssEcÇÃo DE CADAVERES

LAVAGEM DAS MÃOS ROTI NA

EXAME DAS
PARTURIENTES

PUÉRPERA SAUDÁVEL FEBRE PUERPERAL

Verdade e' o ...
I IDENTIFICAR (Enunciar com precisão)

_ L

PESQUISA DOTCONHECIMENTO

   
 

RELEVANTE ,  ,,  _, 
& REVISAO
H |  POTESE
v ...
O GEAC tem suas bases estabelecidas em 1998 a partir da aglutinação de pesquisas tendo o processo de
aprendizagem na saúde...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Método uma visão operacional

369 visualizações

Publicada em

O método, visto como ferramenta de trabalho na pesquisa científica.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
369
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Método uma visão operacional

  1. 1. ÍPRPIKD D) ÁFKI NUTIACIJI ÍÍ (ÍKÀYIÇM ) ; r "xx u_ _ _~ ' : . *J . . > u' u e v , z »v . .a . , . ~ 1 ' . - _ l ln? Prof. Dr. Maurício A. P. Peixoto httpwoaprendízemsaudemvordpresscom¡
  2. 2. Método Científico - . víão operacional *o TRABALHO DO CIENTISTA *o MÉTODO CIENTÍFICO Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto httpzlloaprendizemsaude. wordpressc 0m/
  3. 3. rof. r. .Miau O HOMEM DESEJA CRIATIVIDADE MÚSICA LITERATURA CIÊNCIA RELIGIÃO Etc. .. , , METODO CIENTIFICO EOET ECIAÃEIÍJTO OBJEZTIVO DA REALIDADE É ricío A. P. Peixoto httpqfoaprendizemsaudemxordpressx Dl 71g'
  4. 4. _. __ FUNÇÃO DO CIENTISTA T fa' à? ?? › as, &Wíyí y ? asa 2,¡ Lj TAJñAYÇÉ W , T _T 1'_ “›. ,Í_', ,=, §_ . i Á _Ltd
  5. 5. "É um paradoxo que a Terra e mova ao redor dO Sole que a água seja constituída de dois gases altamente inflamáveis. A verdade científica é sempre um paradoxo, se julgada pela aparência efêmera das coisas. " (K. Marx) o CIENTISTA É UM cAçADOR DO INVISÍVEL Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto httpygtvaprendízemsaudeuscordpress. : om;
  6. 6. ” Í 1 v. LF* ? É › à. rf? ? ͧ! ?1i”iiãfã'§i; síí= ... li”P; i; íiTr-r. ::: ;:: ¡ Mises# recitais _i: :i: .:i: r . . i _ . , ' -. . _ ; _. n¡ 1 “1-'1' --gw-'c V', _›~g¡= ', . ›. _ “t, v i n_ i ¡nfh- , 5:31# 51:2_ 3:2_ i I_*. » , ›. ., _i r , ›l , , - u! ' , .' ”Q1¡¡' 'p *ngw A ›' ¡_ ut 'n "- "Aut n n, »_ . .il «ai» Ju, _ a» . ._ u. .. ". -,__¡ _lts -. -. +:. « s»- * Lwf' L_ l~. _j| _r_ '_ arnHz- f. . 11:. ) l t: :n l' -a n* r: : ls : :gl rzxf¡ n .
  7. 7. MODELO + EXPERIMENTO CONCElTO PRAGMATICO DE VERDADE CONHECER E REDUZIR O DESCONHECIDOAO ANALOGIA CONHECIDO “P05 UN| VERSO = RELÓGIO FAMILIARES DE EXPERIÊNCIA ATOMO = BOLA DE BILHAR Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto httpggioaprendizemsaudeuaordpress. : omf
  8. 8. - CONHECERE ESTABELECER UMA RELAÇÃO ENTRE A PESSOA QUE CONHECE E O OBJETO À SER CONHECIDO. < EsTA RELAÇÃO É UM cONcEITo MENTAL REFERENTE Ao OBJETO. - O CONHECIMENTO NÃO É A REALIDADE. Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto httpggloaprendizemsaude. wordpressc om]
  9. 9. "As soluções, eu já as possuo há muito tempo, mas ainda não sei como é que cheguei a elas" (GAUSSJn Polanyí: Personal Knowledge: Towards a post~critical philosophy, 1962) CONTEXTO DA DESCOBERTA cONTExTo DA JUSTIFICAÇÃO MÉTODO Prof. Dr. ;Xviauricio A. P. Peixoto httpzgfoaprendizemsaudemwordpress. : om(
  10. 10. "Não existe nenhum caminho lógico que nos conduza (às grandes leis do Universo). Elas só podem ser atingidas por meio de INTUIÇÕES baseadas em algo semelhante a um amor intelectual pelos objetos da experiência. I (Einstein, A. cit Pepper, K. : A Lógica da Pesquisa Cientifica, 1968) l n L _ , . . _ _ . . _ _ . . _ . , _ . _ . . _ . . , . . . . _ . . . . . _ . _ . . . . . _ . _ . . . . . _ _ _ . . . _ _ _ . _ . , _ . _ _ _ . . . . _ _ _ . . . . _ _ _ _ . . . . _ _ . . . . _ _ _ . . . _ _ . . _ . . _ . . . _ . . . . . . _ . . . . _ . . . .' IMAGINAÇÃO CRIADORA DESCOBERTA MÉTODO IMAGINAÇÃO EXPLO RADORA JUSTIFICAÇÃO Prof. Dr. Mauricio A. P. Pexxoto http: Voaprendizemsaudemvordpress. :omw
  11. 11. a' ' I K I crlaçã° Credibilidade 1 *í* a prior¡ | A | É | 3 . ' . ' . ' c' . o. , . . o §_$Í . ."onncnoo¡l'. . Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto httpg-'jloaprendizemsaudemordpressc Omi
  12. 12. @a CEAC' "É um RACIOCÍNIO com a ajuda do qual submetemos, metódicamente, as nossas IDÉIAS à experiência dos FATOS" Bernard, c. : Introdução a Medicina Experimental
  13. 13. @W cut/ xr" O MODELO DE SEMMELWEISS DISSECÇÃO DE CADAVERES+ EXAME FÍSICO l MATERIA PUTREFATA +nPARTURlENTES SADlAS l FEBRE PUERPERAL Prof. Dr. ?Iíaurícvc A. P. Peixoto http: osprendizentseudenxardp IIII : :com
  14. 14. DIssEcÇÃo DE CADAVERES LAVAGEM DAS MÃOS ROTI NA EXAME DAS PARTURIENTES PUÉRPERA SAUDÁVEL FEBRE PUERPERAL Verdade e' o que funciona! Prof. Dr. Ã-lauricio A. P. Peixoto httpagloaprendizemsaude-. vordpressc om¡
  15. 15. I IDENTIFICAR (Enunciar com precisão) _ L PESQUISA DOTCONHECIMENTO RELEVANTE , ,, _, & REVISAO H | POTESE v Confronto com ' teorias efatos existentes EXPERIMENTO Í Novos DADOS *Eike ÍsoLUÇÍÃo ACEITA Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto httpzqfoaprendízemsaudenxordpress. : oIng'
  16. 16. O GEAC tem suas bases estabelecidas em 1998 a partir da aglutinação de pesquisas tendo o processo de aprendizagem na saúde como tema central. Em maio de 2002, o Grupo éformalmente certificado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro como um Grupo de Pesquisa do Diretório de Grupos de Pesquisa do Brasil do CNPq. Desde então o GEAC, que surge de parceria acadêmica entre o Laboratório de Curriculo e Ensino do Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde (NUTES/ UFRJ) e o Departamento de Enfermagem Fundamental da Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN/ UFRJ), amplia suas atividades para um caráter cada vez mais multidisciplinar. Atualmente, as pesquisas do Grupo, genericamente, visam investigar o processo de aprendizagem no ser humano. Os recortes de interesseincluem: metacognição, estilos de aprendizagem, motivação, hábitos e fontes de estudo, formas de raciocinio, interação social e estratégias de aprendizagem. Os estudos têm se dado em contextos tanto presenciais como naqueles inseridos no ciberespaço. Além disto, procura difundir o conhecimento pertinente, testando algumas de suas aplicações. Seu referencial teórico fundamenta-se principalmente nos autores cognitivistas. Dentre estes em particular, aqueles oriundos do movimento metacognitivo e da psicologia diferencial. Prof. DI'. IVIauricio A. P. Peixoto httpgàioap FênÓIZEmSEUCIEAP-*OFÓPFES s. c cmg'

×