O governo provisório Getúlio Vargas

465 visualizações

Publicada em

Trabalho de História sobre o Governo Provisório

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
465
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O governo provisório Getúlio Vargas

  1. 1. Era de Getúlio Vargas de 1930-1934 *
  2. 2. Seminário São Francisco de Assis Aluno: Odilon Voss *
  3. 3. *No fim da década de 1920, o descontentamento com os rumos do Brasil era geral. Vários grupos sociais, trabalhadores, classe média e até jovens militares e setores da oligarquia, queriam participar do poder. *Este poder, até então, era controlado por fazendeiros de São Paulo e Minas Gerais, que se alternavam no poder através da política do café-com-leite. *
  4. 4. *A ascensão de Getúlio Vargas em 1930 ao poder rompeu com quatro décadas de revezamento entre paulistas e mineiros na presidência, conhecida como política do “café-com-leite. *Irritados com a hegemonia paulista nas decisões políticas, os mineiros se uniram aos gaúchos e paraibanos e formaram a Aliança Libertadora, para bater de frente com o Governo de Washington Luís, que apoiou o candidato paulista Júlio Prestes para substituí-lo. *
  5. 5. *Júlio Prestes chegou ao poder, mas sobre acusação de fraude. Pouco tempo depois João Pessoa foi assassinado. Estes dois fatos levaram que o povo e principalmente os aliados de Getúlio fizessem uma revolução armada contra o governo. *
  6. 6. *Longe do poder, representantes da elite paulista passaram a fazer oposição ao governo de Getúlio Vargas. Por meio de reuniões, manifestações com o objetivo de por fim ao governo provisório. *
  7. 7. *A 9 de julho de 1932 eclodiu na capital paulista a Revolução Constitucionalista, liderada pelo general Isidoro Dias Lopes. Contando com a participação de vários remanescentes do movimento de 1930, como os militares Bertoldo Klinger e Euclides Figueiredo, a revolução contou com amplo apoio dos mais diversos segmentos das camadas médias paulistas. *
  8. 8. *Nos poucos meses de conflito, São Paulo viveu um verdadeiro esforço de guerra. Não apenas as indústrias se mobilizaram para atender às necessidades de armamentos, mas também a população se uniu na chamada Campanha do Ouro para o Bem de São Paulo. *
  9. 9. *Isolado, o movimento fracassou. Em 1º de outubro de 1932 foi assinada a rendição que pôs fim à Revolução Constitucionalista *
  10. 10. *A crise do café começa na realidade em 1920, devido ao contínuo, descontrolado e excessivo aumento da safra de café que chegava a espantosos 21 milhões de sacas para um consumo mundial de 22 milhões. *Já havia uma série de falências e concordatas antes da quebra de wall street em outubro, só em setembro de 1929 o correio da manhã anunciava 72 falências e concordatas! *
  11. 11. *Houve uma enorme safra porem a exportação caiu para 13.881.000 sacas (menos 11%) já que os EUA, França, Itália, Holanda e Alemanha, que compravam 84% da produção brasileira, estavam comprando de outros países, pois a nossa fama de exportador de café era péssima uma vez que se misturavam pedras, terra e gravetos para aumentar o peso das sacas, além de incluir café de qualidade inferior adulterando o produto final. *
  12. 12. *Quando a crise internacional chegou ao Brasil, ela representou apenas o golpe final para que o sistema econômico da República Velha, centrado na monocultura do café, entrasse em colapso. *Para ajudar a população o governo começa a comprar, estocar e mais tarda queimar quase todo café produzido no Brasil. *
  13. 13. *O Governo Provisório consolidou-se, em 1930, com o presidente Vargas. Ele se aproveitou dos poderes de um governista militar e começou a adotar mudanças de modernização do país verde-amarelo. Getúlio criou o Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio, o Ministério da Educação e Saúde. *
  14. 14. *Entre as suas ações está a criação das leis trabalhistas, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), nossa carteira de trabalho. Em 1932, para evitar uma revolta, o presidente quebrou aliança com alguns tenentes, que não tinham a fama muito boa. Aprovou a Constituição de 1934. *
  15. 15. * Foi ali que se criou o Ministério da Educação e Saúde (1930), que se construiu um sistema nacional público de ensino, e que foram feitas reformas que perduraram muitas décadas além da de 1940. A Reforma do Ensino Secundário de 1942. *
  16. 16. *A Reforma Universitária, com a criação e padronização do sistema universitário público federal, a criação da Universidade do Brasil, a criação do Serviço Nacional da Indústria (Senai). *
  17. 17. * No caso do ensino primário, a política que talvez melhor exprima o tom daquele governo tenha sido a nacionalização do ensino, ou seja, o fechamento de escolas estrangeiras, a construção de unidades escolares e a imposição de um sistema nacional de ensino. *

×