Calculo do Imposto de Renda

1.582 visualizações

Publicada em

Aprenda a calcular o Imposto de Renda a ser retido na fonte. (Valores com base no ano de 2013)

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.582
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
63
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Calculo do Imposto de Renda

  1. 1. CÁLCULO DO IMPOSTO DE RENDA
  2. 2. IMPOSTO DE RENDA O Imposto de Renda é um imposto federal, ou seja, somente a União tem competência para instituí-lo. É cobrado pela modalidade de homologação: o contribuinte prepara uma declaração anual de quanto deve do imposto, sendo que esses valores deverão ser homologados pelas autoridades tributárias. Os contribuintes podem ser pessoa física ou jurídica.
  3. 3. BASE DE CÁLCULO A base de cálculo, chamada de renda tributável, é o montante real da renda ou dos proventos tributáveis. São as chamadas "modalidades". Para as pessoas físicas, a base do cálculo são os rendimentos. A renda mínima para a declaração do imposto é de R$ 1.710,78 mensais. As pessoas físicas que ganham salário abaixo desse valor estão isentas. Para o abatimento do valor do imposto, a pessoa física deve declarar à receita todos os bens que possui, como imóveis e veículos. Despesas com a saúde (convênio ou particular) e a educação (escola e faculdade) também devem ser declaradas.
  4. 4. ALÍQUOTAS Como citado anteriormente, o valor mínimo para se pagar o imposto de renda é de R$ 1.710,78. Para declarar, o contribuinte precisa trabalhar registrado em carteira. Estágios ou bolsas escolares não estão inclusos. A partir deste valor mínimo, de forma crescente, a pessoa física passa a contribuir com alíquotas que variam de 7,5% a 27,5% sobre a parcela da renda que exceder determinados limites.
  5. 5. DECLARAÇÃO Para declarar o IR, acesse o portal da Receita Federal www.receita.fazenda.gov.br Entre na página do IR para pessoas físicas e siga as instruções da Receita. Faça o download do programa e preencha as informações necessárias.
  6. 6. MALHA FINA A malha Fiscal da Declaração de Ajuste Anual da Pessoa Física, popularmente conhecida como "malha fina", é a revisão de todas as declarações, de forma eletrônica. Nela são verificados dados declarados pelo contribuinte, bem como os cruzamentos destas informações com outros elementos disponíveis nos sistemas da Receita Federal.
  7. 7. RESTITUIÇÃO Quando se fala em restituição de imposto de renda significa que o trabalhador irá receber um determinado valor após o balanço feito entre rendimento anual e despesas com saúde, educação, etc.
  8. 8. PARA O PROFISSIONAL DE RH As remunerações pagas aos empregados estão sujeitas ao desconto do imposto de renda na fonte, mediante aplicação de alíquotas progressivas, observando o limite de isenção fixado na tabela de rendimentos do trabalho assalariado. O imposto deve ser recolhido através de Documentação de Arrecadação da Receita Federal (DARF), não sendo retido valor inferior a R$ 10,00.
  9. 9. IMPOSTO DE RENDA Base de cálculo R$ Alíquota % Até 1.710,78 Parcela a deduzir R$ - - De 1.710,79 até 2.563,91 7,5 128,31 De 2.563,92 até 3.418,59 15 320,60 De 3.418,60 até 4.271,59 22,5 577,00 Acima de 4.271,59 27,5 790,58 Dedução por dependente: R$ 171,97
  10. 10. CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS Salário de contribuição R$ Alíquota para fins de recolhimento ao INSS Até 1.247,70 8% de 1.247,71 até 2.079,50 9% de 2.079,51 até 4.159,00 11%
  11. 11. COMO CALCULAR Renda Bruta: Dedução por dependente: INSS: Total: R$ R$ R$ R$ Alíquota: Resultado: Parcela a deduzir: R$ R$ R$ Imposto a recolher: R$
  12. 12. ATÉ A PRÓXIMA AULA!!!

×